RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador porca. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador porca. Mostrar todas as postagens

9/11/2019

Pets: Quem não tem cão caça com... coelho!

Caramba, só não tenho a porquinha, mas, em compensação..... ishi.... 
------------------
Cachorros e gatos estão presentes em grande parte dos lares brasileiros. São 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de felinos, de acordo com levantamento realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2013. Além deles, outros bichos também conquistaram o coração dos brasileiros:

6/24/2019

Vaca amamenta uma porquinha, uma cabrita e dois bezerros - SP

Só fiquei pensando se vão "liberar" a porquinha e a cabritinha de serem comidas em alguma data comemorativa depois que foram tema de reportagem. Nisto inclui, claro, a vaquinha, seu filho natural e o adotado..... Que dó, gente!!!!!
------------
Dona Maria das Dores Camargo é caseira em uma fazenda em Itapetininga (SP), no Sudeste Paulista. Entre os muitos

3/03/2019

Conheça Pigcasso, a porca salva de um matadouro que virou pintora de sucesso

Tem gente que acha que isto acaba virando uma exploração animal. Não chego a considerar assim.... Acho  que é uma forma de chamar atenção para a causa.....
------------------
Tudo começou em 2016, quando a porquinha foi salva de uma instalação industrial de criação de suínos e passou a viver na Farm Sanctuary SA, nos

3/02/2018

Porca resgatada de maus tratos acaba comida por família de adoção

Eu li nesta matéria que o cara estava super arrependido: "Eu juro que Molly morreu humanamente": o dono que matou o porco adotivo pede desculpas
--------------
Depois de adotada em janeiro acabou a servir de refeição para os novos donos.

Uma situação que tem ultrajado os amantes dos animais. Uma porca, chamada Molly, salva de maus tratos por um grupo de proteção animal, recebeu tratamento até voltar a ficar saudável e acabou por ser adotada por um casal canadiano. Semanas mais tarde, no entanto, acabou a ser comida por quem a tinha acolhido.

Molly era um dos 57 animais que foram resgatados de uma situação de acumulação animal em Duncan, British Columbia, em maio do ano passado pela Sociedade para a Prevenção da Crueldade para com Animais (SPCA).

A porca vietnamita tinha encontrado a sua casa de acolhimento em janeiro deste ano, mas semanas depois acabou a servir de alimento aos donos quando estes encontraram dificuldades em treina-la.

"Ficamos ligados a todos os animais que passam pelos nossos cuidados e ouvir que alguém fez isto a um animal de quem cuidamos com tanto carinho para ter a certeza que ficava saudável e que ia para uma boa casa é de partir o coração", disse Leon Davis, da SPCA à Associated Press.

A porca tinha apenas três anos e era de uma raça que vive normalmente entre 12 e 15 anos.

FONTE: noticiasaominuto

2/28/2018

Porquinha pintora batizada de Pigcasso vende quadros por até 1.000 euros

Sinceramente, não acho que seja exploração animal em se tratando do objetivo final.....
-----------
A porca, que pesa cerca de 200 kg, foi resgatada de um matadouro na África do Sul e levada para um santuário animal, onde se interessou pelas artes visuais

Você compraria uma obra de arte abstrata por 1.000 euros (cerca de R$ 4.000)? E se soubesse que o autor é uma porca de 200 kg?

Batizada de Pigcasso -uma brincadeira com o pintor espanhol Pablo Picasso- a porquinha pintora foi resgatada de um matadouro na África do Sul e levada para um santuário animal, onde se interessou pelas artes visuais.

Com mais de 4 mil seguidores no Instagram, ela virou um sucesso no mundo da arte animal e agora vende seus quadros por até 1.000 euros. Pigcasso segura os pincéis com a boca e imprime traços enérgicos nas telas, com cores fortes e composições.

Ela ganhou até uma galeria itinerante na Cidade do Cabo, onde vive. Lá, várias de suas obras estão expostas e colocadas à venda. A galeria ainda será transferida para Paris, Londres, Berlim e Amsterdã.

A dona da porquinha, Joanne Lefson, ativista e fundadora do refúgio Farm Sanctuary, afirma que treinou o animal com reforço positivo: dava petiscos em troca do trabalho realizado. Ela ainda diz que não obriga a porquinha a pintar e que "ela faz isso quando quer".

As obras prontas e o processo criativo de Pigcasso são expostos nas redes sociais, encantando milhares de fãs todos os dias.

A arrecadação das vendas é totalmente usada para financiar o refúgio e conscientizar a população sobre pautas de defesa dos animais. Todos os seus quadros têm um certificado de autenticidade firmado por Pigcasso.

FONTE: ndonline

2/20/2018

Como uma porca que pulou de um caminhão virou melhor amiga de crianças em santuário

Que porquinha maravilhosa.... que sorte teve e que benção deve ser poder conviver ou visitar estes animais, não? eu queria tantoooooo...
------------
À medida que as irmãs Phoenix e Aurora convivem com várias espécies de animais desde que nasceram; seu sucesso na internet

Um porco chamado Jimmy que adora assistir à televisão. Uma ovelha chamada Levy que usa óculos coloridos. Um peru chamado Kristoff que ama receber carinho. Esses são os melhores produtos para o Santuário Verde Pastures - algo como "Santuário Pastagens mais Verdes", na Austrália .

Dedicado é um resgatar e protege os animais de fazenda e outros ainda menos domésticos, ou lugar em Waroona , uma cidadezinha australiana com menos de quatro mil habitantes, que é um quase quatro mil milhas da capital, Camberra . É ali, entre o mar e como montanhas, que a enfermeira veterinária Rachael Parker cria suas duas filhas, Phoenix , de seis anos, e Aurora , de três, além de quase 130 animais.

Cabras, porcos, perus, patos, cavalos, alpacas, carneiros, galinhas, vacas e até raposas no santuário um lar amoroso e os cuidados das duas filhas de Rachael. Desde que nasceram, como duas convivem diariamente com os bichinhos resgatados. Os Vídeos das meninas Tomando hum banho de lama Junto fazer porco Sampson , Fazendo carinho na raposa Fergie OU Pulando na cama elástica com o bode Vincent van Goat São hum Sucesso na Página do Pastos mais verdes no Facebook .


"Eu trabalhei como enfermeira veterinária por oito anos e levei do trabalho para casa muitos animais para a eutanásia. Durante esse período eu tive uma oportunidade de abrir minha casa para dez ovelhas, quando seu antigo dono não podia mais cuidar delas ", conta Rachael. Foi assim que ela percebeu que animais de fazenda não são diferentes de animais domésticos. "Eu soube, então, que o trabalho da minha vida em série mostra esses animais às pessoas por outro ponto de vista."


Amigos, não comida
Cada animalzinho chega ao Greener Pastures de uma forma diferente, mas todos recebem nomes próprios e muito carinho. Há os que são simplesmente abandonados, os que são salvos de abatedouros, que são tornaram órfãos e até mesmo uma porca que pulou de um caminhão em movimento . Resgatados, todos passaram a ser tratados como membros da grande "família animal" do santuário.

Parte das aventuras de viver em uma fazenda com tantos bichos são mostrados por Rachael nas redes sociais. Em um dos vídeos, o que foi resgatado de uma floresta em pleno inverno quando ainda era um filhote.



A raposa Fergie Fox também chegou ali bem novinha e se uma das melhores amigas de Phoenix. Um dos videos mostra Fergie "escalando" a menina. Em outro, ela está recebendo uma dose de carinho da pequena Aurora. "Nós tentamos nossas redes sociais tão reais e alegres quanto possível. Amamos mostrar as pessoas como os animais de fazenda podem ser incríveis, divertidos e afetuosos , assim como contar suas histórias, a todas as versões são de partir do coração. "


Além de Rachael e das meninas, o Greener Pastures é mantido com uma ajuda de voluntários e de um comitê de caridade. Tudo é financiado por doações. "Como as que são recebidas pagam uma alimentação dos animais e como contas com veterinários. Mas nós infrayão dificuldade em fazer reparos e reformas na nossa infraestrutura ", afirma Rachael. O que é o que é o que você quer saber?


Infância à moda da fazenda
Educar como filhas para que tratem com carinho estes animais e uma preocupação constante para Rachael. Uma rotina da fazenda dá um elas, todos os dias, uma infância rara nos dias de hoje. "Elas não conhecem outra vida a não ser essa entre os animais. Sempre fomos abertos com elas sobre o que alguns deles passaram e que tenham acontecido a eles não são os tivéssemos ajudado. "Essadad fez com que elas se tornassem conscientes de que o trabalho desenvolvido não quintal de casa é muito importante.

Rachael diz que é uma convivência com os bichinhos deixa como meninas mais confiantes e capazes de colocar no lugar dos outros. " Notamos que muitas crianças têm medo de se sujar, ficam nervosas com coisas novas e algumas até mesmo têm pouca empatia. Semper esperamos que Phoenix e Aurora consideram uma espécie de confiança para interagir com os animais. Normalmente ao final da visita, elas têm sucesso e todos estão sujos, felizes e com novas perspectivas. "


Para ela, uma dieta vegetariana - sem nenhum alimento de origem animal - adotada pela família também ajuda a mostrar que "veganos não são apáticos. Elas são saudáveis ​​e cheias de energia! ". A opção por esse tipo de alimentação vem da percepção de que os animais de fazenda não são diferentes das famílias . "Fazemos coisas com os animais de fazenda que nunca sonharíamos em fazer com um cachorro ou um gato. É um condicionamento social, somos ensinados a comer ou não cresceremos fortes e saudáveis ​​".

Amor
A quem nunca imaginou conviver com bichos maiores que seus gatinhos ou cachorros, uma enfermeira veterinária aconselha: " você não viveu até um porco de 350 kg rolando para receber um carinho na barriga , ou deitado na grama para abraçar uma vaca sonolenta ou abraçado uma galinha até que ela durma nos seus braços. Esses animais têm tanto amor, são muito mais que um pedaço de carne ".

O Greening Pastures Sanctuary organiza eventos regularmente. Você pode ver todos eles  clicando aqui  (site em inglês). Visitas à propriedade também podem ser agendadas, mas uma agenda está cheia até maio de 2018. Todas como informações sobre o santuário, além de formulários de doação e adoção de animais você encontra nenhum site oficial .


FONTE: gazetadopovo

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪