RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador tartaruga. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tartaruga. Mostrar todas as postagens

1/14/2019

Em Pernambuco, profissionais criam próteses em 3D para ajudar animais

Este recurso é espetacular...... Agora, profissionais dedicados a salvar animais são demais!!!! Axé para toda esta gente incrível....
-------------
Jabuti Dora, de 30 anos, que perdeu 90% da carapaça num incêndio num canavial, ganhou uma prótese sob medida feita numa impressora 3D. Em Pernambuco, profissionais de várias áreas se uniram

8/27/2018

Polícia fecha maior fazenda ilegal de tartarugas da Europa na Espanha

É triste a gente saber que humanos são capazes de, em nome do dinheiro, promover tamanho maus-tratos aos animais..... 
---------------
Mais de 1.100 animais de 62 espécies, sendo 14 em extinção, foram resgatados
Palma de Maiorca — A maior fazenda ilegal de criação de tartarugas foi fechada pelo Serviço de Proteção da Natureza da Guarda Civil (Seprona) espanhola em

7/30/2018

Tartaruga visita mergulhador enquanto outra é atendida por biólogos

Este primeiro vídeo é de 2011 e o outro 2016. Mas, a coisa continua do mesmo jeito.... tartarugas gentis e afetuosas são caçadas para serem vendidas a restaurantes enquanto outras são atendidas por biólogos na tentativa de salvá-las retirando lixo dos seus estômagos..... Muito triste ... É preciso a sociedade civil se conscientizar do lixo que humanos provocam no planeta.... Mandem para amigos, vizinhos e parentes para ajudar nesta campanha....

6/23/2018

ANIMAIS MARINHOS: Tartarugas e golfinhos atingidos por embarcações chegam mortos na praia

Mortos pela displicência humana com a vida animal..... O cenário é muito triste.....
------------------
Parece que mais de 150 tartarugas põem ovos numa praia, mas realidade é de fato bem triste
Mais de 150 tartarugas-oliva e um golfinho foram misteriosamente despejados pelo oceano na areia frios e imóveis. Embora nenhuma razão oficial tenha sido confirmada, existem algumas teorias sobre o que poderia ter vitimado essas lindas criaturas que habitam o oceano.

Sarat Chandra Behera, um funcionário florestal de Puri-Balukhand, disse ao Indian Express que “nós suspeitamos que as tartarugas foram mortas ao serem atingidas por traineiras de pesca no mar”. Banhistas horrorizados estremeciam com a cena grotesca que cobriu uma longa extensão da praia normalmente populosa. Algumas das tartarugas ainda estão na costa rasa, esperando para serem arrastadas para a parte mais seca da praia.

Na verdade, este é um dia que deve ser lembrado, um ato de possível crueldade ou acidental de alguns seres humanos terminou a vida desses seres. Em lembrança deste dia, e como um lembrete e um apelo para que as pessoas assumam a responsabilidade de defender a segurança da vida animal, o artista Sudarshan Patnaik criou esculturas de areia na praia. Ele transformou a tragédia deste episódio numa obra de arte notável. “Hoje, eu encontrei centenas de tartarugas mortas na praia, e fiquei triste ao ver um número tão grande de tartarugas mortas”, disse ele.

Fonte: Epochtimes

6/07/2018

Professor é condenado por alimentar tartaruga com filhote de cão vivo na frente de alunos

Que professor, hein? muito tabefe na carinha do mequetrefe.....
-------------
Um professor de Ciências foi condenado por alimentar uma tartaruga marinha com um filhote de cão vivo na frente de alunos adolescentes.

A aula de Robert Crosland ocorreu em 7 de março em uma sala da Preston Junior High School, escola de ensino médio em Idaho (EUA), onde a tartaruga onívora (que se alimenta tanto de vegetais como de animais) era mantida em um tanque.

Segundo Crosland, o filhote de cão estava quase morto ao ser jogado no tanque. Com boca como "lâminas afiadas" e mandíbulas poderosas, a tartaruga devorou o cachorro sem dificuldade.

O professor foi condenado por crueldade contra animal e sua pena pode chegar a seis meses de prisão, segundo o "Mirror". O americano também deverá ter que pagar multa de o equivalente a R$ 18,8 mil.

FONTE: extra.globo

6/06/2018

DENÚNCIA: Comerciante faz 'live' salvando tartarugas enforcados em rede

A denúncia é muito séria e tem que ser cobrado das autoridades ambientais uma punição exemplar.... Pobres animais..... sorte destas pobrezinhas, mas, e as outras?
------------------
Comerciante faz 'live' salvando animais enforcados em rede e vídeo viraliza: 'Covardia'
Rapaz pede que pescadores tenham mais cuidado e que os órgãos responsáveis redobrem a fiscalização. Caso ocorreu no litoral paulista.
Um comerciante de 42 anos resgatou três tartarugas que estavam presas a uma rede de pesca no mar de São Vicente, no litoral de São Paulo, neste sábado (2). Rodrigo Oliveira registrou o momento por meio de uma transmissão ao vivo em uma rede social, que viralizou e chamou a atenção de milhares de pessoas.

Oliveira conta que saiu para remar por volta das 6h. Cerca de duas horas depois, quando voltava por trás da Ilha Porchat, avistou os animais se debatendo, o que chamou sua atenção. Foi quando percebeu que elas estavam presas em uma rede que, segundo ele, tinha mais de 300 metros de comprimento.

Nas imagens, as tartarugas aparecem enroscadas e sendo enforcadas pelos petrechos de pesca, enquanto tentam se soltar. Com muita dificuldade, o comerciante consegue rasgar a rede com as mãos e devolver uma das tartarugas ao mar. Ele, então, rema em direção à segunda, e lamenta por não ter uma faca. Mas acaba, novamente, rasgando a rede com as mãos e soltando o segundo animal. Uma terceira tartaruga foi resgatada na sequência, mas não houve registro em vídeo.

Oliveira aproveitou a 'live' para mandar um recado aos pescadores que deixam redes no mar durante a noite. "Geralmente, eles colocam de noite para retirar pela manhã. O problema é que muitas tartarugas ficam presas e acabam morrendo. Isso já aconteceu muitas vezes. Os pescadores jogam muito perto das pedras, que é onde elas se alimentam. Isso é uma covardia, é desumano".

O comerciante conta que decidiu fazer o vídeo como uma forma de pedir ajuda aos seus amigos e também para divulgar o caso. A transmissão via Facebook teve milhares de compartilhamentos e recebeu dezenas de comentários de internautas, agradecendo a atitude de Oliveira e o chamando de 'salvador' e 'anjo da guarda'.

"Eu não esperava que fosse ter essa repercussão, mas estou muito feliz. Hoje, a sorte delas foi eu ter ido remar bem cedo e as encontrado. Fui abençoado por poder ajudá-las. Se tivessem ficado mais algumas horas, iam morrer afogadas, pois elas precisam subir à superfície para buscar oxigênio".

Após o resgate, Oliveira pediu que os órgãos responsáveis melhorem a fiscalização, e que os pescadores tenham mais consciência. "Acionamos a Polícia Ambiental, que disse não haver embarcação para atender a ocorrência. Tudo o que eu quero é uma praia mais limpa e os animais a salvo".

A Polícia Militar Ambiental informa que, para atender essa ocorrência, foi utilizada viatura por via terrestre até as proximidades do local e constatado que uma embarcação civil já havia realizado a soltura das tartarugas, não exigindo então, a utilização da embarcação militar.

Mortandade
As mortes de tartarugas por influência humana vêm se agravando a cada ano. Segundo informações do Instituto Gremar, responsável pelo resgate de animais marinhos, 172 tartarugas foram encontradas mortas apenas neste ano no litoral paulista. Elas são vítimas de encalhes, interação com redes de pesca e ingestão de lixo. No ano passado, foram 511 e, em 2016, 466 tartarugas mortas.

Todos os encalhes foram atendidos por meio do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), um condicionante para a exploração do pré-sal na costa brasileira, do qual o Gremar faz parte.

Fonte: G1 Santos

5/18/2018

RESGATE: Tartaruga-verde é resgatada com anzol preso no pescoço

Pobre coitada da pobrezinha.... tomara se recupere logo....
---------------
Tartaruga-verde é resgatada com anzol preso no pescoço em praia de Arraial do Cabo, no RJ
Animal foi levado para o Centro de Tratamento de Animais Marinhos para retirada do anzol.
Uma tartaruga-verde (Chelonia mydas) foi encontrada com um anzol preso no pescoço na Prainha, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, na tarde deste domingo (13).

O animal, que tem cerca de 1 metro e 4,5 kg, foi vistO por turistas na água, em frente ao posto de salva-vidas. Eles acionaram a Guarda Ambiental, que encaminhou o animal para o Centro de Tratamento de Animais Marinhos (CTA), em Praia Seca.

"Esse animal é comum por aqui. E também é comum encontrar animais dessa espécie feridos por arma de pesca submarina, enroscada em pedaço de rede de pesca ou com anzol. É que ela se enrosca em linha de pesca. Ela puxa e acaba se ferindo. É uma pena", disse Mauro Cesar, coordenador da Guarda Marítima e Ambiental de Arraial do Cabo.

Os telefones para quem encontrar animais debilitados na água ou na areia das praias de Arraial são 199 ou (22) 2622-2334.

FONTE: G1

2/10/2018

Tartaruga sofre eutanásia e biólogos tiram até bexigas de animais

Que dó!!!! que revolta sinto contra humanos imundos....
------------
Animais resgatados após ingerirem diferentes objetos estão passando por tratamento intensivo em Guarujá (SP).

Um exame realizado por pesquisadores da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, revelou a presença de bexigas utilizadas em festas de aniversário dentro do organismo de tartarugas que estão em reabilitação em Guarujá. Os trabalho foram realizados pelo Instituto Gremar e permitem que o tratamento dos animais seja mais eficaz. Uma das tartarugas passou por eutanásia.

Os pesquisadores realizaram uma série de avaliações ultrassonográficas por meio do plastrão (parte de baixo do casco, que se une à carapaça por uma ponte óssea) em tartarugas marinhas em reabilitação, que ficam cerca de três a seis meses no local. O exame permite visualizar as estruturas internas do corpo de animais a partir do eco gerado por ondas ultrassônicas de alta frequência.

Seis tartarugas da espécie Chelonia mydas, mais conhecida como tartarugas-verde, foram submetidas ao exame. “Todas encalharam aqui na Baixada Santista e são animais juvenis. Mesmo quando um animal vem a óbito, lavamos o conteúdo retirado na necropsia e conseguimos triar o lixo encontrado dentro delas. Nos exames com os animais vivos, conseguimos ver se tem a presença de residuos pontiagudos e, pelo formato, sabemos o que é”, explica a bióloga Rosane Farah, do Insituto Gremar.

Segundo ela, esse exame, aliado a outros de rotina, são de extrema importância para definir ou melhorar o tratamento em casos mais delicados. “Nos animais vivos, conseguimos estimular que o animal defeque o lixo por meio de uma alimentação diferenciada, com fibras e com medicações”, explica.

Após realizarem o exame, os biólogos identificaram muitos pedaços de plástico e de fios de nylon no organismo de um dos animais. Por conta da grande quantidade de lixo, a tartaruga precisou ser submetida a eutanásia, já que nenhum tratamento seria o bastante para mantê-la viva por muito tempo. “Sem o exame não conseguiríamos ver a gravidade ou estimar a quantidade de lixo e, assim, tomar uma decisão”, diz.

Rosane explica que alguns animais conseguem viver com pouca quantidade de lixo no organismo, já outros não se alimentam direito, perdem peso e acabam morrendo. “A tartaruga confunde o plástico com o alimento dela e o come. O plástico também pode estar aderido à alga e ela ingere junto”, diz a bióloga.

Ainda segundo pesquisas do Gremar, a maioria dos materiais encontrados dentro das tartarugas são os mesmos que aparecem nas areias das praias. “Coletamos as mesmas coisas que a gente encontra dentro dos animais. Sacolas plásticas, canudinho, fio de nylon e até bexigas. Todo o lixo que as pessoas deixam nas praias ou na rua acaba indo para o mar e os animais se alimentam. As pessoas ainda não tem essa percepção”, explica.

O Gremar atua 24 horas por dia na Baixada Santista. Em caso de avistamento de animal marinho encalhado, ferido ou morto, o acionamento pode ser feito pelo telefone 0800-642-3341. A ação é parte do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

FONTE: G1

12/17/2017

Milhares de filhotes de tartarugas morreram por causa do excesso de chuva

Gente de Deus!!!! olha que dó.... 
----------
Milhares de filhotes de tartarugas morreram após ninhos ficarem alagados em praias do Rio Araguaia, diz Ibama
Como choveu muito na região, o nível da água subiu e atingiu a areia antes de as tartarugas estarem prontas para sair dos ninhos, em Goiás.

Pesquisadores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) afirmam que milhares de filhotes de tartarugas morreram porque os ninhos ficaram alagados em praias do Rio Araguaia, em Goiás. O motivo é que choveu muito na região, o nível da água subiu e atingiu a areia antes de os animais estarem prontos para sair dos buracos.

"Esse ano nós observamos que a desova da tartaruga se deu com atraso e resultou nesse fenômeno que nós estamos vendo aqui: um afogamento de vários ninhos", disse o analista ambiental José Augusto Oliveira.


A região é uma das mais importantes áreas de desova das tartarugas da Amazônia. Só uma das praias alagadas possui cerca de 2 mil ninhos. De acordo com os ambientalistas, mais de 80% dos 240 mil filhotes morreram. Servidor do Ibama, Paulo José Saldanha diz que nunca tinha visto algo parecido: "A gente fica triste né".

De acordo com os especialistas, as tartarugas não conseguem sair das covas porque a areia está úmida e pesada. "Elas não têm força para vencer a resistência da areia, se elas estivessem prontas, seria algo natural", explicou a coordenadora do projeto, Cristiane Bortes Miguel.


Investigação
As equipes do Ibama correm pra salvar os ninhos que ainda não foram alagados e salvar o maior número possível de filhotes. Os pesquisadores também querem entender o que provocou o atraso no ciclo de reprodução das tartarugas. "A dúvida agora é se é um fenômeno natural ou não, se a estiagem, a ausência de chuvas que estamos vivenciando em Goiás nestes últimos anos está afetando ou não", disse Oliveira.

O analista explica que a morte dos filhotes pode causar um grande impacto na fauna da região. "A tartaruga é um elo importantíssimo para a cadeia alimentar na fauna do Araguaia. Sem ela, a fauna fica comprometida", explica Oliveira.

11/03/2017

Tartaruga mais velha do mundo é homossexual

Posso estar falando besteira, mas, conheci uma protetora que tinha muitos jabutis e ela falava sempre que era uma "zona" entre eles e elas, inclusive com cenas de ciúmes.... Eu achava que era exagero. Pelo jeito, o negócio rola mesmo....
-----------
Jonathan, a tartaruga mais velha do mundo, vivia com Frederica havia 26 anos. Até que, depois de passar por alguns exames, os cuidadores descobriram que Frederica, na verdade, era um macho, o que fez de Jonathan uma tartaruga homossexual.

Com 186 anos, Jonathan vive em Santa Helena, uma ilha que é parte do território ultramarino britânico, e fica a 1.200 costa da Africa do Sul. Ele chegou a ilha aos 30 anos, como presente para um governador.

De acordo com o jornal "The Times", a tartaruga viveu sozinha na ilha até que, com 80 anos de idade, se apresentava muito irritada, batendo em árvores e interrompendo jogos de cricket no quintal da mansão do governador.

Assim, em 1991, Johnathan ganhou uma "parceira", com quem o romance logo floresceu. Ele e Frederica acasalavam religiosamente todos os domingos de manhã. No entanto, curiosamente, ao longo de 26 anos, nenhum filhotinho nasceu —o que foi explicado pelos exames recentes.


Quando Frederica foi levada aos médicos para tratar de um machucado no casco, a verdade veio a tona: a tartaruga, na verdade era um macho da espécie. Assim, Johnatan manteve relações homossexuais com durante 26 anos.

As diferenças sexuais entre tartarugas não podem ser facilmente identificadas, se não pelo formato e curvatura do casco na parte inferior (machos costumam ter a "barriga" côncava para acoplar melhor nas costas da fêmea). No entanto, em uma tartaruga tão grande como Frederica (que se tornou Frederico), as diferenças não são tão perceptíveis.

Por curiosidade, casamentos homossexuais não são permitidos na Ilha de Santa Helena. Em 2016, foi proposta uma lei que permitisse uniões legais de pessoas do mesmo sexo, mas foi negada depois de uma indignação da população local —que é de cerca de 4 mil habitantes 

FONTE: folha.uol

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪