RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador santuário. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador santuário. Mostrar todas as postagens

3/15/2019

Animais com deficiência têm 2ª chance em santuário de Israel

Como é bom saber  que animais são atendidos nesta situação..... Veja um vídeo que peguei no Facebook desta ONG.
--------------
A Freedom Farm funciona como um refúgio para animais deficientes e como centro educativo para visitantes

Miri, um burrinho de três patas, Gary, uma ovelha com aparelhos ortopédicos, e Omer, um bode cego, coabitam o único

3/03/2019

Conheça Pigcasso, a porca salva de um matadouro que virou pintora de sucesso

Tem gente que acha que isto acaba virando uma exploração animal. Não chego a considerar assim.... Acho  que é uma forma de chamar atenção para a causa.....
------------------
Tudo começou em 2016, quando a porquinha foi salva de uma instalação industrial de criação de suínos e passou a viver na Farm Sanctuary SA, nos

2/28/2019

Pato com deficiência ganha uma cadeirinha de rodas especialmente projetada para ele

Que coisinha mais lindinha, môdeuzus!!!!!!
---------------
Um pato nascido com uma perna esquerda coxo pode agora gingar, graças a uma cadeira de rodas especialmente adaptada. O pato doméstico Merlin foi adotado pelo Santuário das Cabras da Anarquia em Annandale, Nova Jersey, em novembro do ano passado, mas ficou imóvel devido a um defeito de nascença na perna.

1/30/2019

Doação anônima de 2 milhões ajuda a criar santuário para 200 chimpanzés

Abençoado milhões de vezes este doador anônimo!!!!!!
-------------
Mais de 200 chimpanzés que já foram usados em pesquisas estão prestes a ganhar espaço em um santuário em Luisiana, nos Estados Unidos. A iniciativa da organização Chimp Haven recebeu uma doação anônima de 2 milhões de dólares (cerca de R$ 7,5 milhões).

A ONG explica que os Institutos Nacionais

12/26/2018

Vítima de maus tratos, elefanta viaja 2.700 km para chegar a santuário em MT

Mais uma grandona que terá uma aposentadoria decente...... 
---------------
Em uma caixa de aço de cinco toneladas, carregada por um caminhão, a elefanta Rana percorreu 2.700 km em pouco mais de três dias. A longa viagem teve como destino o Santuário de Elefantes Brasil, em Chapada dos Guimarães (MT). É o início de uma nova vida para o animal, vítima de maus-tratos quando era mais

10/27/2018

Burro imediatamente reconhece o trabalhador do santuário animal

Não dá para não abrir um berreiro ver um negócio deste!!!!!!
----------
Um burro resgatado surpreendeu os tratadores depois de reconhecer instantaneamente um trabalhador do santuário depois que eles se reuniram em uma fazenda pela primeira vez em mais de uma década. O ex-trabalhador, chamado Isaac, chamou "Chi, Chi, Chi, Chico", como costumava fazer quando cuidou do burro 12 anos atrás em um santuário no norte de Israel .

Momentos depois, Chico emergiu de uma

10/20/2018

Há mais uma estrela de cinema a viver em Portugal. Esta tem quatro patas

Portugal tem sido opção de muitos brasileiros e europeus até mesmo deste casal aí.... Legal!!!!!
--------------------
Os britânicos John e Sally Bent mudaram-se para Portugal e estão a tornar a sua Quinta Layla, perto de Penamacor, num santuário para animais que trabalharam no cinema e em vários eventos. Um dos habitantes é uma verdadeira estrela de cinema.

9/24/2018

ROWENA, a 'Ursa mais triste do mundo' chega a santuário em Joanópolis, SP

Nossa amada ursa Rowena (ex Marsha) está agora em segurança com os queridos amigos Silvia e Marcos do Rancho dos Gnomos. Axé para todos os envolvidos e para nossa amada que viverá uma nova viva. Ajudem, porque depois que passa esta euforia, os boletos e contas chegam pra pagar.... lembrem do caso das Porcas do Rodoanel que acabou ficando por conta da nossa Cinthia Fratini que está fazendo das tripas coração para manter as queridas "Marias"...... Aliás, se puderem dar uma fora, também, é bom..... "Santuário Terra dos Bichos". Olha a foto da Rowena no zoológico e já no Santuário.... Delícia!!!!!!

9/02/2018

Santo lar: elefantes completam 2 anos em santuário na Chapada dos Guimarães (MT)

As grandonas devem estar super felizes depois de viverem como escravas de humanos....
---------------
Maia e Guida, as primeiras elefantas que chegaram ao santuário, são de origem asiática e têm, respectivamente, 46 e 44 anos
Elefantes maltratados em circos e

7/14/2018

Santuário reabilita elefantes que sofrem com turismo local na Tailândia

Que coisa maravilhosa!!!!!! é bom saber disto porque a Tailândia tem uma certidão negativa em  tratamento dos animais.....
--------------
Gigantes que são tão sacrificados pelo comércio turístico ganham uma nova vida em Sublanka. Quando estão prontos, eles são soltos na floresta.
A região central da Tailândia é a mais rica e produtiva. Bangkok e seus 8 milhões de habitantes estão em uma área agitada,

7/13/2018

Mulher salva elefante do trabalho escravo e é 'adotada' pela manada

Que criatura de Deus!!!!!! vale a pena saber de pessoas deste quilate de bondade e sensibilidade.... Axé, muita luz, proteção de todos os deuses e anjos além de milhares de bençãos para esta criatura do Deus do bem.....
------------
Lek trabalha no resgate de animais e oferece aos gigantes uma nova vida dentro do santuário que criou.
A beleza da floresta ao Norte da Tailândia

5/01/2018

SANTUÁRIOS: Santuário para elefantes no MT recebe mais animais

Tomara que este espaço progrida..... 
--------------
O espaço, localizado na Chapada dos Guimarães, é o primeiro do país exclusivo para receber elefantes em situação de risco. A região foi escolhida a dedo e o clima foi um dos principais fatores.
O primeiro santuário para elefantes em situação de risco da América Latina vai receber novos animais. O americano Scott Blais, da ONG que administra o local, confirma que mais duas elefantas vão chegar nos próximos dias, uma vinda do Chile e outra da Argentina. As elefantas Maia e Guida chegaram ao santuário na Chapada dos Guimarães, interior de Mato Grosso, há um ano, assim que o lugar foi inaugurado. Quem as vê caminhando livremente, não imagina que elas ficaram mais de 40 anos presas em um circo.

"Décadas de nutrição inadequada, falta de exercício... Alguns problemas nas patas, que são comuns em elefantes que vivem em cativeiro, que não tem o solo adequado para caminhar”, explica Laura Paolilo, médica veterinária. O espaço é o primeiro do país exclusivo para receber elefantes em situação de risco. O tamanho é equivalente a mais de mil campos de futebol e tem capacidade para abrigar até 50 animais. Sombra, água fresca e comida à vontade. A região foi escolhida a dedo e o clima foi um dos principais fatores.

Os elefantes podem pesar até cinco toneladas e para manter esse porte físico, precisam comer bastante. Animais desse porte consomem cerca de 150 quilos de alimento e bebem 180 litros de água por dia. O que o santuário busca oferecer é um ambiente mais próximo da vida selvagem possível. “Oportunidade de ter uma vida de elefante sem ter que ficar fazendo gracinha pra gente e poderem curtir a vida finalmente”, declara Laura Paolilo, médica veterinária.

Fonte: jornal Hoje

3/11/2018

Animais exóticos são furtados de santuário na Flórida após anúncio falso

Coisa mais maluca, eu hein! tem caroço debaixo deste angu, claro!!!!!
------------
Publicação informava que quem quisesse os animais poderia pegá-los livremente
Um anúncio falso feito em um site de vendas fez com que 36 animais exóticos tenham sido furtados de um santuário localizado em Miami, na Flórida, informa o jornal britânico The Guardian. Colocado no Craigslist, conhecido por não ter uma curadoria do que é postado, o aviso dizia que o We Care Wildlife Sanctuary estava fechando e que quem quisesse os animais era só chegar no local e pegar.

Na madrugada de domingo, um caminhão encostou nos fundos do santuário e levou consigo sete lêmures, cinco saguis, quatro macacos, sete pássaros e 13 tartarugas. A polícia de Miami, que está investigando o caso e oferece uma recompensa de US$ 1 mil (cerca de R$ 3,2 mil) para quem der informações sobre o paradeiro dos animais, acredita que o anúncio e o crime são conectados e tenham sido premeditados.

“Nós fomos violados”, disse Cindy Robert, uma voluntária do santuário, ao The Guardian. “Não acredito que esses animais serão cuidados, só o estresse da situação já pode causar ataques cardíacos em alguns deles”, continuou. “Eles deixaram os guaxinins, cavalos, bodes e alguns dos pássaros que eles não viram porque estava muito escuro. Pelo menos mantivemos esses”, diz Cindy.

A polícia acredita que o crime tenha sido planejado porque só animais raros e que valem altas quantias no mercado negro foram levados, o que exigiria um conhecimento prévio do esquema de segurança do santuário e onde eles estariam localizados. “Eles levaram os animais raros e sabiam exatamente o que queriam”, falou a voluntária, pontuando que os bichos valem milhares de dólares e alguns deles necessitam de cuidados especiais.

FONTE: Estadão

3/03/2018

Defensores dos animais querem criar santuário de jacarés na Zona Oeste

A ideia é ótima, até porque temos pessoas dedicadas a cuidar destes animais....
---------
Proposta será apresentada ao poder público
RIO - Com aparições de jacarés cada vez mais frequentes nas áreas urbanas, principalmente nas lagoas da Zona Oeste, a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB do Rio decidiu propor a criação de um santuário na região. Segundo estimativa feita pelo Instituto Jacaré - que realiza pesquisas e trabalha em prol da preservação desses animais -, já chega a quatro mil o número de répteis.

— A ideia é que o santuário seja criado dentro dessa região, em respeito ao espaço dos animais. Nossa proposta é de que as visitas ao local sejam limitadas, para garantir dignidade aos jacarés — destaca o presidente da comissão, Reynaldo Velloso.

Segundo ele, o que tem tornado mais comum o encontro dos répteis com os moradores de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes não é o aumento da população de jacarés e sim o avanço dos grandes empreendimentos imobiliários na Zona Oeste nos últimos anos.

— O habitat dos bichos foi reduzido e eles ficaram mais concentrados nas poucas áreas naturais, espremidos entre prédios, ruas e avenidas.

A comissão realiza no próximo segunda, às 10h, um evento para finalizar a proposta. O Projeto Jacarés, como está sendo chamada a iniciativa, será apresentado ao poder público. Além do Instituto Jacaré, o evento da OAB/RJ tem o apoio do Instituto São Francisco de Assis (Isfa) e do Instituto Eventos Ambientais (Iefa). Para participar do debate, basta inscrever-se pelo email cpda@oabrj.org.br. A participação é gratuita.

FONTE: oglobo

2/20/2018

Como uma porca que pulou de um caminhão virou melhor amiga de crianças em santuário

Que porquinha maravilhosa.... que sorte teve e que benção deve ser poder conviver ou visitar estes animais, não? eu queria tantoooooo...
------------
À medida que as irmãs Phoenix e Aurora convivem com várias espécies de animais desde que nasceram; seu sucesso na internet

Um porco chamado Jimmy que adora assistir à televisão. Uma ovelha chamada Levy que usa óculos coloridos. Um peru chamado Kristoff que ama receber carinho. Esses são os melhores produtos para o Santuário Verde Pastures - algo como "Santuário Pastagens mais Verdes", na Austrália .

Dedicado é um resgatar e protege os animais de fazenda e outros ainda menos domésticos, ou lugar em Waroona , uma cidadezinha australiana com menos de quatro mil habitantes, que é um quase quatro mil milhas da capital, Camberra . É ali, entre o mar e como montanhas, que a enfermeira veterinária Rachael Parker cria suas duas filhas, Phoenix , de seis anos, e Aurora , de três, além de quase 130 animais.

Cabras, porcos, perus, patos, cavalos, alpacas, carneiros, galinhas, vacas e até raposas no santuário um lar amoroso e os cuidados das duas filhas de Rachael. Desde que nasceram, como duas convivem diariamente com os bichinhos resgatados. Os Vídeos das meninas Tomando hum banho de lama Junto fazer porco Sampson , Fazendo carinho na raposa Fergie OU Pulando na cama elástica com o bode Vincent van Goat São hum Sucesso na Página do Pastos mais verdes no Facebook .


"Eu trabalhei como enfermeira veterinária por oito anos e levei do trabalho para casa muitos animais para a eutanásia. Durante esse período eu tive uma oportunidade de abrir minha casa para dez ovelhas, quando seu antigo dono não podia mais cuidar delas ", conta Rachael. Foi assim que ela percebeu que animais de fazenda não são diferentes de animais domésticos. "Eu soube, então, que o trabalho da minha vida em série mostra esses animais às pessoas por outro ponto de vista."


Amigos, não comida
Cada animalzinho chega ao Greener Pastures de uma forma diferente, mas todos recebem nomes próprios e muito carinho. Há os que são simplesmente abandonados, os que são salvos de abatedouros, que são tornaram órfãos e até mesmo uma porca que pulou de um caminhão em movimento . Resgatados, todos passaram a ser tratados como membros da grande "família animal" do santuário.

Parte das aventuras de viver em uma fazenda com tantos bichos são mostrados por Rachael nas redes sociais. Em um dos vídeos, o que foi resgatado de uma floresta em pleno inverno quando ainda era um filhote.



A raposa Fergie Fox também chegou ali bem novinha e se uma das melhores amigas de Phoenix. Um dos videos mostra Fergie "escalando" a menina. Em outro, ela está recebendo uma dose de carinho da pequena Aurora. "Nós tentamos nossas redes sociais tão reais e alegres quanto possível. Amamos mostrar as pessoas como os animais de fazenda podem ser incríveis, divertidos e afetuosos , assim como contar suas histórias, a todas as versões são de partir do coração. "


Além de Rachael e das meninas, o Greener Pastures é mantido com uma ajuda de voluntários e de um comitê de caridade. Tudo é financiado por doações. "Como as que são recebidas pagam uma alimentação dos animais e como contas com veterinários. Mas nós infrayão dificuldade em fazer reparos e reformas na nossa infraestrutura ", afirma Rachael. O que é o que é o que você quer saber?


Infância à moda da fazenda
Educar como filhas para que tratem com carinho estes animais e uma preocupação constante para Rachael. Uma rotina da fazenda dá um elas, todos os dias, uma infância rara nos dias de hoje. "Elas não conhecem outra vida a não ser essa entre os animais. Sempre fomos abertos com elas sobre o que alguns deles passaram e que tenham acontecido a eles não são os tivéssemos ajudado. "Essadad fez com que elas se tornassem conscientes de que o trabalho desenvolvido não quintal de casa é muito importante.

Rachael diz que é uma convivência com os bichinhos deixa como meninas mais confiantes e capazes de colocar no lugar dos outros. " Notamos que muitas crianças têm medo de se sujar, ficam nervosas com coisas novas e algumas até mesmo têm pouca empatia. Semper esperamos que Phoenix e Aurora consideram uma espécie de confiança para interagir com os animais. Normalmente ao final da visita, elas têm sucesso e todos estão sujos, felizes e com novas perspectivas. "


Para ela, uma dieta vegetariana - sem nenhum alimento de origem animal - adotada pela família também ajuda a mostrar que "veganos não são apáticos. Elas são saudáveis ​​e cheias de energia! ". A opção por esse tipo de alimentação vem da percepção de que os animais de fazenda não são diferentes das famílias . "Fazemos coisas com os animais de fazenda que nunca sonharíamos em fazer com um cachorro ou um gato. É um condicionamento social, somos ensinados a comer ou não cresceremos fortes e saudáveis ​​".

Amor
A quem nunca imaginou conviver com bichos maiores que seus gatinhos ou cachorros, uma enfermeira veterinária aconselha: " você não viveu até um porco de 350 kg rolando para receber um carinho na barriga , ou deitado na grama para abraçar uma vaca sonolenta ou abraçado uma galinha até que ela durma nos seus braços. Esses animais têm tanto amor, são muito mais que um pedaço de carne ".

O Greening Pastures Sanctuary organiza eventos regularmente. Você pode ver todos eles  clicando aqui  (site em inglês). Visitas à propriedade também podem ser agendadas, mas uma agenda está cheia até maio de 2018. Todas como informações sobre o santuário, além de formulários de doação e adoção de animais você encontra nenhum site oficial .


FONTE: gazetadopovo

2/12/2018

Homem transforma sua casa em um santuário para 300 gatos - Nova York

Ah, seu eu pudesse.... queria terminar meus dias num lugar deste....
------------
Olhe, vislumbre do meu futuro. Aos 58 anos, Chris Arsenault vive com 300 gatos, dando-lhes a vida de luxo que merecem - completa com redes e poleiros aquecidos para relaxar e jantares de frango assado.

Ao contrário de nós, a escolha de Chris de viver com esses muitos gatos não veio de singles e precisa ser cercada por criaturas peludas calmantes. Seu santuário para gatos realmente tem uma experiência profunda.

Chris decidiu abrir sua casa para os gatos para lidar com o sofrimento de perder seu filho, que morreu aos 24 anos em um acidente de moto no Long Island's Cross Island Parkway.

Poucos meses depois da morte de Eric, Chris encontrou uma colônia de gatinhos doentes ao lado de uma via férrea enquanto trabalhava como condutor de trem.

"Havia trinta gatinhos pequenos e eu poderia dizer que eles estavam doentes", diz Chris. "Eu sabia que se os deixasse lá, eles morreriam, então eu os trouxe para casa comigo.

"Eu sou um verdadeiro amante dos animais. Quando eu era criança, eu tinha coelhos e gerbils e cães, você o nomeia. Os animais sempre foram minha paixão. Depois que meu filho morreu, esses gatos me deram algo para fazer".

Depois de cuidar esses gatos de volta à saúde, Chris percebeu que ele tinha mais para dar. Ele contatou instituições de caridade e abrigos locais para encontrar mais gatos que precisavam de ajuda e adotaram mais e mais gatinhas, trazendo finalmente 300 gatos para dentro de sua casa.

Ele acabou por dar à sua casa uma reforma para transformá-lo num refúgio para os gatos, adicionando redes para eles tomar sol, poleiros aquecidos e fazer espaço em torno da casa e do jardim para os gatos vagarem.

A única área que é apenas para ele é o pequeno quarto de oito por doze pés onde Chris dorme e come.

Chris agora acorda às 7 da manhã todos os dias para cuidar dos gatos, recarregando bacias de água, sacando bandejas de lixo, esfregando pisos e fazendo jantares de frango assado para que seus amigos peludos aproveitem.

Ele também tem que atender a saúde dos gatos, dando a cada gato sua própria medicação e certificando-se de que nunca sofrem.

O santuário tem uma política para esterilizar e neutralizar todos os gatos que se juntam, e Chris busca cuidados veterinários quando ele não consegue tratar gatos doentes.

Em 2016, o abrigo custou US $ 101.000 (£ 72.000), incluindo US $ 80.000 para alimentos e serviços públicos e US $ 21.000 em medicamentos e cuidados veterinários.

"Todos os dias eu tenho que tratar as gatas doentes", diz Chris. "Para manter o controle disso, eu uso colares de papel coloridos.

"Dependendo de sua doença, eu tratá-los com medicamentos diferentes, e se é algo que não consigo corrigir, garanto que o gato chegue ao veterinário.

"No ano passado eu gastei US $ 22.000 em contas veterinárias para os gatos. Tenho todo gato que entra no santuário castrado ou esterilizado.

É um trabalho árduo, mas Chris está tão feliz que ele dedicou sua vida a cuidar de gatos que precisam.

"Eu não acho esmagador, embora existam 300 gatos agora", diz Chris.

"Eu realmente acredito que, se você é apaixonado por algo, você pode lidar com qualquer coisa. Eu realmente amo o que eu faço.

"Minha casa, é uma casa grande e há uma grande área de quintal. Tudo está preparado para os gatos. Eu projetei e construí-lo sozinho.

"Para mim, a segurança e a higiene têm sido uma prioridade. Eu tenho que ser capaz de limpar tudo, lavar tudo.

"Os pisos são de vinil e as paredes estão cobertas de folhas de plástico. Do lado de fora, tudo é concreto, então é fácil manchar isso.

"Eu tenho meu próprio espaço na casa na sala de caldeiras. Eu construí meu próprio banheiro lá, e eu tenho uma pequena área onde eu tenho um microondas, um forno torradeira e uma pia.


FONTE: metro.co.uk

12/26/2017

Voluntária vai até santuário para ajudar animais quando descobre que era tudo mentira

Isto é muito bom ficarmos sabendo.... olha o lado obscuro da proteção aos animais.... Olho vivo!!!! por aqui no Brasil, também, tem disto, viu? digo no sentido de objetivos obscuros...
----------
Alexandra Lamontagne sempre teve paixão por animais e por ajudá-los de qualquer maneira. Exatamente por isso que ela decidiu se voluntariar em um santuário de animais na África do Sul.

Quando foi pela primeira vez ao local, foi dito a Alexandra que ela seria responsável pelos macacos, mas não foi bem isso que aconteceu. Ao invés de cuidar apenas dos primatas, ela teve que enfrentar cinco filhotes de leão.

Mesmo com medo, Alexandra decidiu tomar o controle da situação e cuidar daqueles pequenos felinos. Entretanto, quando perguntou ao trabalhadores do santuário de onde aqueles animais haviam sido retirados, eles se recusaram a responder.


Disseram que não dariam nenhuma informação sobre os filhotes afirmando que a única coisa que poderia falar é que todos iriam para um zoológico na Dinamarca. Sendo assim, a voluntária decidiu continuar cuidando dos animais normalmente até chegar sua hora de voltar para casa.

Quando voltou, descobriu a verdade: era tudo mentira. Tudo o que contaram a ela e tudo pelo que ela trabalhou e se dedicou não era verdade. Tudo começou quando um empregado do santuário mandou uma mensagem a ela dizendo que Serabie, a menor filhote de leão, não iria para um zoológico.


Em vez disso, a pequena seria enviada para uma fazenda de caça. O local cria leões, leva os filhotes de suas mães e os envia para serem criados por voluntários clandestinos. Uma vez que os filhotes crescem, eles são enviados de volta para a fazenda de caça, onde são colocados em uma área cercada. A partir daí, os caçadores podem matá-los.

Depois de descobrir isso, Alexandra sabia que não podia permitir que isso acontecesse com Serabie. Ela decidiu se mexer e arrecadar dinheiro para voltar para a África. Assim que conseguiu voltar ao santuário, fez um acordo com a fazenda de caça e resgatou Serabie.


Assim, a voluntário pôde levar a leãozinha a um local seguro. Encontrou o santuário Emoya Big Cat Sanctuary, também na África do Sul. Agora, a pequena não corre o risco de ser caçada e vive uma vida segura e feliz com outros três leões.

Alexandra dedicou sua vida a isso e a salvar esses animais. É por pessoas iguais a ela que ainda temos esperança em um mundo mais justo.

FONTE: bestofweb

11/09/2017

Sérgio Mallandro resgata animais e brinca: "É mais fácil falar com eles"

A gente sabe que a promoção é maior para o artista, mas, de qualquer maneira, acho muito legal quando uma figura pública se engaja na nossa luta..... ainda mais quando é muito conhecida, como é o Sergio Malandro. Parabéns! A Ong no Facebook é Projeto Anjinhos da Rua e eles tem um site onde fala quem são. Muito legal. Não os conhecia. CLIQUE AQUI







Fonte: UOL

11/05/2017

PETIÇÃO para transferência da Ursa Marsha para santuário

Segundo a Luisa Mell, o Rancho dos Gnomos ficaria com a Marsha. Então, galera, vamos ajudar assinando a PETIÇÃO para o pessoal do zoológico liberar a grandona.
-------------
A ursa Marsha vive no Parque Zoobotânico de Teresina, no Piauí, e ficou conhecida na internet como “a ursa mais triste do mundo”. Isso porque, de acordo com órgãos de defesa dos animais e organizações da sociedade civil, a mamífera sofre com o excesso de calor do Nordeste e é alimentada com ração de cachorro pela equipe do zoológico.

Na tentativa de transferir Marsha para o zoológico de um estado com temperaturas mais baixas, adequado às suas condições de sobrevivência, um abaixo assinado foi criado pela organização Avaaz e já reúne quase 120 000 assinaturas. “Pedimos que autorizem a transferência da ursa Marsha para um local adequado, para que ela pare de sofrer com o calor e onde possa ser alimentada com dignidade!”, dizem os organizadores do abaixo-assinado, que têm sua identidade preservada pelo site.

A vereadora Teresa Britto (PV) fez um discurso na Câmara Municipal de Teresina em defesa da ursa. Em sua fala, ela denuncia que o Secretário Estadual de Meio Ambiente do Piauí Luiz Henrique Sousa de Carvalho nega a transferência de Marsha. “É um animal que vive em local totalmente diferente de seu habitat natural e que está sofrendo muito aqui em Teresina. É impossível garantir o bem-estar deste animal em um clima como o nosso”, critica.


A transferência da ursa mobilizou a ativista Luisa Mell, que compartilhou a campanha nas redes sociais. Confira:


Fonte: Veja SP

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪