RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador rua. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador rua. Mostrar todas as postagens

3/19/2019

Gato abandonado na rua junto com sua caixa de areia e seus pertences

É muita coragem, não? largar um bicho no meio da sua à sua própria sorte.... o tal "serumano" dá nojo....
-------------------
Na última semana, um gato abandonado em Brooklyn, Nova York por alguém sem coração. Ele foi deixado sozinho na rua, e junto a ele, deixaram sua caixa de areia e outros objetos dele. Ele estava chorando…

A foto da triste cena foi compartilhada nas redes sociais, pedindo ajuda e resgate para o gatinho.
Após a repercussão do caso, foram ao resgate do gato, o que não foi nada fácil,

2/18/2019

Cachorros de rua são recolhidos por caminhão da prefeitura e despejados em lixão

Não consegui saber o que ficou resolvido. Acompanhem o caso no Facebook dos companheiros da ONG que denunciou o fato.....
----------------
A denúncia foi feita pela ONG Cão Sem Dono; caminhão era da SUCAM, Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura Municipal de Abre Campo, MG
Diversos moradores do município de Abre Campos, no interior de Minas Gerais,

2/12/2019

Menino divide ração do cão dele com outro que estava na rua e emociona

É emocionante, mas, para nós fica sempre o complemento: e o cachorrinho da rua? como ficou?
------------------
Um vídeo divulgado pelo perfil “About Nature Life” (Sobre a Vida da Natureza, em tradução livre) que mostra um garoto dando ração a dois cachorros – o dele, que estava no quintal de casa e um outro, que estava na rua, do lado externo da

1/31/2019

Câmera flagra mulher levando ração de cães de rua

Todos sabem o que penso deste negócio de institucionalizar o abandono de animais.... Olha mais uma situação. Por estar sendo roubado, o dono não vai colocar mais comida. Daí, o cão que se acostumou comer lá naquele local, vai ficar com fome..... Será possível as pessoas compreenderem isto?
------------

1/27/2019

Moradores saem para ver superlua e encontram tamanduá "gigante"

Casal escoltou o animal por quatro quadras até um terreno em Jardim

Os eventos astronômicos da madrugada de hoje não chamaram a atenção apenas de quem decidiu dormir um pouco mais tarde para acompanhar o eclipse lunar e a superlua de sangue. Em Jardim, cidade a 233km de Campo Grande, a maior surpresa foi um tamanduá bandeira  que fez companhia para moradores que observavam o céu.

1/26/2019

Garantir comida e água para animais de rua vira lei em Itapevi

Tenho uma vontade danada de me rasgar toda!!!!! as pessoas não percebem que isto é INSTITUCIONALIZAR O ABANDONO? QUE JAMAIS VAMOS PODER COBRAR DO INDIVÍDUO QUE ABANDONA OS ANIMAIS? Ai que raiva!!!!!!!!!!!!
-----------------
Presidente da Câmara Municipal promulgou projeto de lei que cria o AlimentaCão. Projeto autoriza prefeitura a firmar parcerias com entidades e

1/23/2019

Filhote de cachorro vítima de maus-tratos é resgatado por guardas municipais em Copacabana

Agora vejam a capacidade humana de praticar maus-tratos a animais..... Um calor dos infernos e este desgraçado com um filhotinho neste estado.... Ainda bem que uma companheira reagiu e meteu bronca..... Agora, tem que ir atrás deste desgraçado porque deve ter outros filhotes....
---------------

1/08/2019

Bombeiros instalam comedouro e bebedouro para alimentar animais de rua

Acho bem simpático esta atitude, embora seja um perigo para os animais....
---------------
O 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros da Base do Coxipó, instalou na manhã de quinta-feira (3), um comedouro e um bebedouro para alimentar os animais de rua que transitam pela região. A iniciativa foi de um grupo de cinco militares que decidiram fazer uma “vaquinha” para

10/20/2018

Mais educada que pedestre, capivara é flagrada atravessando na faixa

É uma gracinha mesmo!!!!!! para quem não sabe, os caçadores estão querendo matar as capivaras também!!!!! E com o futuro governo, vão conseguir....
--------------
Leitora filmou a caminhada tranquila do animal que atravessa via de Campo Grande na faixa de pedestre

Uma cena, no mínimo inusitada, foi flagrada por uma leitora que enviou o vídeo ao Campo Grande News. As imagens mostram uma capivara adulta

9/15/2018

Cães atacam pessoas e matam cachorro de vizinho após dona deixá-los soltos em rua

Tem uma campanha rolando na internet contra cães e gatos saírem para "dar uma voltinha"..... Sempre rola muito prejuízo para os animais.... Sou totalmente a favor.... nada de voltinha....
---------------------
Segundo a polícia, vizinhos relataram que um cão ficou ferido após tentar proteger crianças do ataque dos cachorros, em Tacuru (MS).

Um cão foi morto e várias pessoas foram atacadas por cães 'bravos' em um bairro

6/14/2018

AGRESSÃO: Homem será investigado por jogar uma gata à 5 metros

Agora imagina o que a gatinha pensou da vida..... atravessou a rua e foi fazer festa neste nojento, e aí teve como resposta uma agressão jamais imaginada. Pegar um monstro deste e dar muito tabefe é pouco, não?
==============
Homem deve ser investigado após arremessar gata por mais de cinco metros em Suzano 
Animal tem cerca de 4 meses e sofreu luxações no maxilar e nas duas patas traseiras.

Um vereador de Suzano protocolou nesta terça-feira (5) um requerimento de abertura de inquérito na Delegacia Central de Suzano a fim de investigar o caso de uma gata de 4 meses que foi arremessada por um homem na Rua Sete de Setembro, no Jardim Imperador. O animal foi jogado a uma distância de mais de cinco metros .

No último domingo (3), a câmera de monitoramento de um comércio flagrou o momento em que a gata, de aproximadamente quatro meses, atravessa a rua. O animal chega perto do homem, que o pega pelo pescoço, olha para os dois lados para ver se não tem ninguém e arremessa o bicho para o outro lado da via.

De acordo com o vereador Lisandro Frederico, o objetivo é que o autor da violência contra a gata seja punido. "Eu sou conhecido também por me dedicar à causa animal. Recebi o vídeo de diversas pessoas indignadas com a situação. Eu não quero que casos assim voltem a acontecer", destacou.
 
Na fundamentação do documento, entre outros pontos, Frederico destaca o 2º do Código de Proteção Animal. "Ofender ou agredir fisicamente os animais, sujeitando-os a qualquer tipo de experiência prática ou atividade capaz de causar-lhes sofrimento", consta no texto.

A gata foi resgatada por uma pedagoga, de 30 anos, que preferiu não se identificar por medo de represarias. Ela conta que quando pegou o animal, ele estava desmaiado. "Eu realmente não sei como sobreviveu, porque ela estava desmontando quando eu a coloquei dentro de casa”, destaca.

Uma das primeiras ações após socorrer a gata, lembra, foi ligar para o vereador Lisandro e pedir auxílio. Ele então conseguiu uma clínica para prestar atendimento à felina. “Levamos ela na segunda-feira cedinho na clínica. Lá foi diagnosticado que ela tinha luxado o maxilar e as duas patas traseiras. Ela foi medicada e eu a trouxe para casa. Ela estava bem esperta e até brincando com os meus dois gatos, mas hoje (nesta terça) à tarde ficou com muita dor na perna, aí levei de volta  ao veterinário”, conta.

A pedagoga diz que por já ter quatro gatos e uma cachorra, não poderá ficar com mais este pet e vai cuidar dela até ficar boa para poder ser adotada por outra família. “Mas eu ainda assim vou acompanhar se estão cuidando bem del”, destaca.

5/24/2018

Cachorrinha machucada é abandonada em uma ‘caminha’ na rua para morrer em Limeira

Uma cachorrinha foi abandonada na madrugada desta quinta-feira (17), em Limeira (SP). Ela foi encontrada na manhã de hoje no meio de uma rua, abandonada em uma ‘caminha’. O animal estava bastante machucado e tentando se arrastar.

De acordo com Lucas Medeiros, o rapaz que a encontrou, ele e um amigo, Clóvis, estavam a caminho do trabalho quando, por volta das 6h30, avistaram a cachorrinha ao lado da caminha, toda machucada e tentando se arrastar. Ela tremia de frio e dor.

Eles então pegaram o animal e levaram para a empresa, onde realizaram os primeiros socorros. “Notamos uma cachorrinha arrastando a traseira com sinais de atropelamento, o que mais me comoveu foi o fato de notarmos que a cama e a coberta dela estavam ao lado. Indício claro de abandono”, relata Lucas.

Já na empresa, ele com uma tesoura e água morna foi limpando o animal, que estava com o pelo todo sujo de sangue e fezes. Enquanto ele socorria a cachorrinha, uma amiga dele, Gislaine Bonai, acionava o resgate.

A cachorra foi acolhida pelo Canil Municipal e a Alpa (Associação Limeirense de Proteção Animal) está prestando todo o apoio, com exames e tratamentos necessários para a recuperação dela.

Ainda não se sabe quem abandou o animal na via. Mas Lucas acredita que ela tenha sido abandona no local para morrer, já que é um lugar pouco movimentado e estava muito frio nessa madrugada.

Segundo eles, não é primeira vez que abandonam animais naquele local, há cerca de cinco meses foram abandonados cinco filhotes, cheios de pulgas na mesma região. Eles acolheram, trataram e um casal adotou.

A Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus-tratos como crime. O decreto 24645/34 (Decreto de Getúlio Vargas) determina quais atitudes podem ser consideradas como maus-tratos. Qualquer pessoa que for testemunha de um abandono de animais domésticos ou exóticos, pode ir à delegacia mais próxima. A Promotoria de Justiça permite a denúncia anônima.

FONTE: rapidonoar

4/01/2018

Gatos de rua ganham 'abrigo premium' em praça do São José

Desculpa, gente..... eu não consigo aceitar este tipo de "cuidados" com animais de rua, ainda mais gatos.... Sei que o moço é cheio de boa intenção, mas, um barraco numa área pública é óbvio que contraria as posturas municipais. Daí ele coloca câmeras para monitorar os "possíveis perigos" que os animais ficam expostos e ainda confessa que deseja ter um espaço onde possa cuidar de animais.Será que ele não conhece nenhuma ONG local? ele pode ajudar e quem sabe ter um espaço só seu dentro de um abrigo? As pessoas precisam de tanta ajuda... porque não se juntam.... porque não se ajudam? Deus meu!!!!! será que só eu vejo o melhor para os animais? 
-------------
Após enchente ter matado 16 gatos, morador do Jardim São José criou abrigo de alvenaria em praça e cuida diariamente dos bichanos.
Uma história de amor dedicada aos animais. Essa tem sido a rotina do conferente Fabrício Zumerle, 34, morador no Jardim São José (zona Leste). Depois de uma chuva forte ter provocado a morte de 16 gatos, em um bueiro, Fabrício ficou sensibilizado e decidiu fazer algo para melhorar a vida dos oito bichanos que restaram. "Eu não podia ficar parado. Minha vontade era adotá-los. Mas já tenho outros quatro gatos e, além disso, a minha mulher é alérgica. Decidi fazer uma casinha com tijolos e cimento para eles. Protegê-los da chuva foi minha primeira preocupação", disse.

Criador de gatos desde a infância, Fabrício logo contou com a ajuda de um vizinho e deu início ao projeto. Conseguiram erguer uma pequena casa, que serviria de abrigo para os animais. O "hotel" dos felinos está localizado em uma área de bastante sombra, embaixo de duas árvores. Na parte de fora, uma vasilha de cerâmica, com água, e outra, com ração, garantem a alimentação diária dos animais.

Doações  
O projeto existe há seis anos e trouxe tranquilidade e bem-estar aos animais, que hoje vivem em constante harmonia no ambiente. Segundo Fabrício, tudo é feito junto com a comunidade. Mas, mesmo recebendo doações, seu gasto mensal em alimentação com os oito gatos é de cerca de R$ 200. Medicamentos e vacinas também são realizados por ele e sua família.

O projeto não para por aí. Segundo o conferente, a ideia é aumentar a casinha dos gatos e melhorar mais a qualidade de vida dos animais. "Esta casa já passou por reforma, até porcelanato eu coloquei (risos). O meu objetivo é melhorar ainda mais o cantinho deles. Estou guardando um dinheiro e em maio iremos fazer algo maior e melhor". Os oito gatos são castrados e esbanjam saúde.

Preocupação 
Com medo dos gatos sofrerem alguma agressão ou represálias, Fabrício instalou duas câmeras de seguranças próximas à casa dos bichanos. Com isso, ele consegue monitorar e controlar 24 horas por dia o acesso de qualquer pessoa que queira fazer mal aos gatinhos. Além disso, Fabrício conta que os moradores abraçaram a causa e todos cuidam e preservam pela vida dos bichinhos.

Sonho  
O grande sonho de Fabrício é um dia conseguir um local próprio para cuidar dos bichanos. "Meu sonho é comprar um terreno ou uma chácara e cuidar destes animais. Queria ter mais de 100, iria cuidar dos feridos e dos gatos que encontro na rua. Assim, eu poderia ter um ambiente só deles, com melhor qualidade de vida para os animais. Espero um dia com muita luta conseguir este objetivo". 

FONTE: acidadeon

3/26/2018

Protetor tem que ser mais responsável e deixar de ser iludido por político barato

Acho isto um acinte à inteligencia da proteção animal e me refiro aqueles protetores que, EFETIVAMENTE, pensam no melhor para os animais. Alimentar bichos nas ruas, fazer da rua um quintal dos crimes de abandono e deixá-los em situação de vulnerabilidade é uma das monstruosidades feitas em nome da politicagem.  

Um vereador deveria estar se preocupando em atender às necessidades dos protetores que recolhem, tratam e procuram adoção ou mesmo em fazer um canil municipal para funcionar decentemente...... Pela madrugada!!!!! e ainda tem protetor que aplaude? ah, me poupe....

Uma protetora, acredito bem intencionada e muito mal formada como tal, fazer uma petição ao Governo de São Paulo para   "Que todos os estabelecimentos coloquem ração e água e assim tenham abatimento nos impostos". Jesus, onde fica a responsabilidade daquele que abandona os animais? Será que não se percebe que isto é um total estímulo a largar bichos nas ruas porque "TEMPORARIAMENTE" teria alguém para cuidar daqueles cães? protetor não pode continuar a ser manipulado por políticos e, também, não pode continuar a agir sem informação e reflexão dos seus atos. Já é hora, pelas raízes da sequoia-gigante !!!!!! PRONTO, FALEI!!!!!!
----------------
Vereador propõe criação de casinhas e bebedouros para cães de rua em Santa Maria
Proposta de Adelar Vargas (PMDB) prevê que sejam disponibilizados ração e água “em condições de higiene e de uso”
Um projeto de lei de autoria de um vereador de Santa Maria quer fazer com que sejam instaladas casinhas para cães de rua da cidade. A proposta de autoria do parlamentar Adelar Vargas (PMDB) prevê ainda “bebedouros e comedouros” aos animais que fiquem soltos pelas vias dos bairros e vilas de Santa Maria.

O pontapé inicial para a formatação do projeto levou em conta, segundo o vereador, a necessidade de “abrigar com amor e carinho os bichinhos”: — Os cachorros são como pessoas. A gente sabe que esses cães de rua são bichinhos comunitários e, daqui a pouco, vem o inverno e precisamos dar conforto a eles. Acredito que seja um projeto viável e com o entendimento daquelas pessoas humanitárias.

O projeto prevê que caberá às pessoas que se somarem à iniciativa custear os gastos com a compra das casinhas assim como a aquisição de ração a ser dada aos animais. O vereador afirma que, tão logo o projeto venha a ser aprovado, buscará a prefeitura e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para viabilizar uma parceria para a castração desses animais. Após isso, eles poderiam ser colocados para adoção.

Ainda conforme o projeto, a pessoa que, por exemplo, tentar impedir o acesso dos animais às casinhas e aos bebedouros terá de pagar multa. Contudo, o vereador admite que a fiscalização – que, em tese, ficaria a cargo da prefeitura – é algo que poderia “encontrar alguma dificuldade”. — Mas imagino que uma pessoa em sã consciência e de boa fé não iria querer prejudicar o animalzinho.

O projeto está, no momento, tramitando nas comissões da Câmara de Vereadores. E, depois, em caso de não haver qualquer inconsistência, a matéria será colocada em votação. O parlamentar acredita que o projeto "passará com folga" e ele cita a cidade de Lages, em Santa Catarina, que conta com iniciativa idêntica.

Ainda em 2012, foi sancionada a lei que instituiu em Santa Maria a Central de Controle e Bem-Estar Animal. Um dos pontos desta lei aprovada e que ainda não foi colocada em prática é o que prevê a microchipagem de animais soltos em Santa Maria.

FONTE: gauchazh

2/28/2018

Moradores denunciam animais circulando livremente nas ruas de Sepetiba, no Rio

Olha, daí não sei o que dizer o que seria melhor..... Os animais recolhidos, vão para o CCZ. Depois de uns dias, ninguém reclamando vão para um curral em Seropédica e daí são negociados e voltam para mãos de carroceiros da pior qualidade..... O que pensar, gente? Eu não sei..... Só posso afirmar que esta gestão da Prefeitura do Rio é a pior de todas....
-----------
Os moradores de Sepetiba, na Zona Oeste do Rio, reclamam de animais que circulam pelas vias públicas, sem dono, e atrapalham a circulação dos carros. Eles afirmam que é um risco para as pessoas e para os bichos, que muitas vezes são atropelados.

Na Estrada de Sepetiba não é raro observar o trânsito sendo interrompido por causa de animais de grande porte como bois, vacas e cavalos. “Ontem quase aconteceu um acidente aqui. Uma vaca passou na rua e o cara freou em cima”, contou o comerciante Adalto Rodrigues.

Os moradores já entraram em contato com a Prefeitura do Rio várias vezes. Nos protocolos de reclamação, os órgãos públicos afirmam sempre que o problema foi solucionado, mas a quantidade de animais nas vias públicas mostra que não.

O decreto municipal que regulamenta o assunto afirma que os bichos não podem ficar soltos nas vias públicas. A determinação é que eles sejam recolhidos pelo Centro de Controle de Zoonoses. Lá, os animais ficam até três dias esperando o dono. Se isso não acontecer, o animal passa a pertencer ao município. Questionada, a Prefeitura do Rio de Janeiro afirmou que os pedidos recebidos pelo sistema 1746 são enviados aos órgãos competentes.




Fonte: G1

2/21/2018

A eterna questão do abrigar e alimentar animais nas ruas

Juro que eu entendo que é uma atitude muito legal e generosa..... Mas, como sempre questiono o quanto animais correm riscos de envenenamento e o quanto uma sociedade irresponsável fica tranquila ao abandonar seus animais na rua.... "Ah, tem gente que bota comida nas ruas.... eles que se virem"... Eu já ouvi isto e acho que a maioria pensa igual a esta mulher que respondeu assim quando pega em flagrante abandonando um cachorro bem longe de sua casa. Ela tinha ouvido falar que naquele bairro tinha gente que colocava casinhas e comida para os cães de rua..... Gente, este é o pensamento geral e quando facilitamos tais oportunidades aí mesmo que a coisa descamba para o caos maior.....
-----------
Comerciante instala dispositivo com comida e água de graça para animais de rua, e ação viraliza
Uma ideia simples e criativa vem chamando atenção dos amantes dos animais de estimação em São José do Rio Preto (SP). Uma comerciante da cidade está alimentando animais de rua em comedouro feitos de cano de PVC. O sistema foi instalado na calçada da loja dela, mas agora está ganhando a internet.

Ela fotografou, colocou na rede social e em alguns dias as fotos viralizaram. Quem teve a ideia do comedouro e o bebedouro é a Wancleia Soares. Ela conta que ficava morrendo de dó dos cachorrinhos de rua que apareciam famintos em frente à loja dela.

“Nossa até meu coração acelerou quando vi o primeiro cachorro comendo no comedouro, fiquei muito feliz. É muito bom matar a fome de um animal, não tem coisa melhor nesse mundo e em Rio Preto tem muito cachorro e gatos abandonados, estou muito feliz que deu certo”, afirma.
A invenção não fez sucesso apenas entre os cachorrinhos não, fez sucesso também nas redes sociais. Ela postou as fotos pensando só em inspirar outras pessoas. Em três dias já são quase seis mil curtidas e mais de 31 mil compartilhamentos e o número não para de aumentar.

A Wancleia montou o comedouro de ração no balcão em frente à loja dela e com produtos simples, como tubo de PVC, cotovelo também de PVC e cola. “Nem em 15 minutos fica pronto, é muito rapidinho, peguei na internet o modelo. É muito fácil e até criança consegue fazer”, afirma Wancleia.

Confira como fazer
Cano PVC 100 milímetros de 80 centímetros
Dois cotovelos de cano de PVC de 90º
Tampa de PVC
Cola
Como fazer: Colar os dois cotovelos na base do cano, formando uma base para a ração ou a água ficar. Depois de colocar o alimento, use a tampa para fechar o outro lado do cano.



Fonte: G1 Mundo Pet

1/13/2018

Câmera de segurança filma homem agredindo cães, assista

Este mequetrefe tinha que ser pego e coberto de bofetão..... Gente, o podrão ataca os cachorros por nada.... Nós mulheres damos o recado, não? a moça tentou meter o cacete nele, mas, o covardão fugiu porque viu a casa caindo.....
---------
Uma câmera de segurança registrou na última quarta-feira (10) imagens revoltantes. Um homem ainda não identificado, se aproxima de um cão que está dormindo na calçada e desfere um chute no animal e saí do local. Cinco minutos depois o home retorna com um pedaço de pau nas mãos e tenta agredir outros dois animais que correm.

Uma mulher se revolta e discute com o homem tentando tomar o pedaço de pau da mão dele. Para surpresa o homem se vira e atira o pau em um dos cachorros. Revoltada a mulher parte pra cima do homem que a agride e foge correndo.

Todo o fato foi registrado na Avenida Milton da Rocha, na Vila Sabrina, Jardim Brasil, na zona norte de São Paulo. A Polícia Militar foi acionada, mas até o momento o homem não foi preso. As imagens da câmera de segurança podem ajudar a identificá-lo. Veja o vídeo do momento da agressão:

Fonte: Massa News

12/07/2017

Abrigo clandestino com mais de vinte animais causa transtornos na Cidade Universitária, em Maceió

Bem, os moradores agem como se a culpa fosse da protetora.... Na verdade, todos aqueles que reclamam são coniventes com o abandono... Deveriam sim, criar recursos e ajudar na solução.... A protetora está fazendo o que a sociedade civil e autoridade ignora e se omite....
-----------
Moradores denunciam que espaço provoca mau cheiro e traz
risco de doenças. Comissão da OAB vai notificar mulher responsável por levar os animais para o local.

Um abrigo clandestino com mais de vinte animais, no bairro Cidade Universitária, parte alta de Maceió, tem causado transtornos para os moradores da região. Eles denunciam que o espaço, montado e improvisado em uma calçada, preocupa por conta do mau cheiro e de doenças provocadas pelos bichos.

Há três anos, a costureira Valdirene Cândido teve a ideia de levar os animais para o local e construir o abrigo. Atualmente, dez cães e quinze gatos vivem amontoados.

“Eu sempre gostei de bicho, entendeu? Eu fico muito triste quando vejo um bicho jogado por aí. Se eu andar por aí e ver um cachorro nos matos, parece que aquela coisa me chama. Quando eu vejo, eu trago”, explica a costureira.

Apesar da boa intenção, o mal cheiro das fezes dos animais incomoda os vizinhos, como o autônomo Antônio José Nascimento. “Incomoda os vizinhos. Já observei gente caminhando na rua com a camisa no nariz. Incomoda também a passagem de pedestres na calçada, fazendo com que as pessoas andem no meio da rua”, coloca.

A situação também preocupa a idosa Cícera Maria Amaro. Ela tem dois netos e diz que as crianças sofrem por causa do contato com os animais. “Os meninos ficam deitados no colchão com os cachorros doentes”, relata a moradora.

Os moradores disseram que já pediram a ajuda do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mas nada foi feito. “Vieram aqui e fizeram a visita. Disseram que não era da área deles, mas sim de Rio Largo, e foram embora. Ficou por isso mesmo, até hoje”, diz Antônio José do Nascimento.


Maus tratos
A presidente da Comissão de Direito Animal da Ordem de Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL), advogada Rosana Jambo, diz que a situação do abrigo caracteriza maus tratos.

“Estão amontoados, você vê que não há espaço para todos os animais ali. A solução seria simplesmente a disseminação de várias zoonoses para os animais e consequentemente zoonoses também para os seres humanos, e é quando entra o CCZ. A partir do momento em que os animais estão enfermos, o CCZ é acionado para que faça o recolhimento dos animais e possa dar ao menos cuidados básicos”, esclarece a advogada.

Ela diz ainda que a intenção da costureira que mantêm os animais presos é boa, mas que a OAB/AL vai notificá-la. “Como está caracterizado, embora ela não tenha intenção de machucar os animais, ela vai ser notificada e vai participar de uma audiência na OAB para que ela se comprometa a modificar essa situação”.

O coordenador do CCZ, Samyr Barros, disse que desconhecia a situação, mas garantiu que nesta terça-feira (5) vai enviar uma equipe ao local para ver o que pode ser feito.

FONTE: G1

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪