RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador reprodução. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reprodução. Mostrar todas as postagens

4/07/2019

'Pesca fantasma' prejudica reprodução de espécies marinhas no Brasil.

Humanos!!!! os malditos humanos do mal!!!! só sabem destruir..... Os oceanos estão morrendo!!!!
-----------------
Existe um distúrbio invisível nos oceanos. Varas, redes e outros artefatos utilizados na pesca se perdem --ou, por vezes, são meramente descartados-- no fundo do mar e impactam o ecossistema.

7/06/2018

REPRODUÇÃO: Cerca de 20 mil baleias jubarte devem passar pelo litoral da BA para reprodução


Estas lindonas, pelo menos por aqui, podem nadar seguras..... Axé para todas elas....
=========
Estimativa é do Instituto Baleia Jubarte, que acompanha há 30 anos o período reprodutivo dos animais. Baleias chegam a medir 16 metros de comprimento e a pesar até 40 toneladas.

Cerca de 20 mil baleias jubarte devem passar pelo litoral da Bahia entre os meses de julho e novembro, quando ocorre o ciclo reprodutivo da espécie. A estimativa é do Instituto Baleia Jubarte, que acompanha há 30 anos o perído reprodutivo dos animais, que chegam a medir 16 metros de comprimento e a pesar até 40 toneladas.

As baleias são animais migratórios e estabelecem lugares diferentes para alimentação e reprodução. Entre julho e novembro, elas saem da região da Antártida, que passa por um inverno rigoroso, e migram para águas tropicais, que são mais quentes, para poderem se reproduzir. Desde maio alguns animais já começaram a chegar no estado.

O maior berço reprodutivo do Atlântico Sul é na região de Abrolhos - que vai do extremo sul da Bahia ao norte do Espírito Santo.

Dóceis, as baleias atraem milhares de turistas para regiões costeiras da Bahia, como Praia do Forte, Morro de São Paulo, Itacaré, Caravelas e Salvador.

Na última segunda-feira (2), duas baleias foram flagradas dando saltos no mar da Baía de Todos-os-Santos, na altura do bairro da Barra, na capital baiana. Os saltos foram gravados com aparelhos celulares por pessoas que estavam na região e puderam apreciar o "espetáculo".

Conforme Enrico Marcovaldi, um dos fundadores do Instituto Baleia Jubarte, a população de baleias jubarte cresce de 7% a 15% ao ano. "As fêmeas migram para as águas tropicais para ter os filhotes, após um período de gestação de 11 meses. Os machos também vem atrás de parceiras, que estão no período fértil", destaca.

As baleias ficam entre quatro e cinco meses nas áreas de reprodução, até que os filhotes estejam desenvolvidos e possam retornar com as mães para a Antártida.

No período reprodutivo, com o acréscimo na quantidade de animais na costa, consequentemente o número de encalhes também aumenta. Um encalhe ocorre quando, por qualquer motivo, estes animais chegam muito próximo às praias ou arrebentação e não conseguem se libertar sozinhos, ou quando chegam já mortos.

Segundo Hernani Ramos, pesquisador do Projeto Baleia Jubarte, em 2018 já foram contabilizados na Bahia seis encalhes de jubarte. No ano passado, houve recorde ao serem contabilizados 122 encalhes do animal.

Segundo o Instituto Baleia Jubarte, os animais encalham por estarem fracos ou desorientados devido a doenças, ferimentos por colisão com embarcações ou emalhe em redes de pesca.

A poluição nos oceanos também pode afetar a saúde dos animais. Ainda segundo a entidade, filhotes que se perdem das mães não conseguem se alimentar sozinhos e podem encalhar.

Na tarde de domingo (1º), pedaços de uma baleia jubarte foram encontrados em uma praia do município de Alcobaça, sul da Bahia. Conforme Milton Marcondes, coordenador de pesquisa do projeto Baleia Jubarte, os pedaços, provavelmente, são restos da baleia que foi encontrada morta e encalhada na quinta-feira (29). O material foi removido da praia ainda no domingo.

Foi a segunda baleia encontrada morta este ano no sul da Bahia. Moradores da cidade de Prado, no extremo sul da Bahia, encontraram no dia 11 de junho uma baleia jubarte morta na região. De acordo com o projeto Baleia Jubarte, o animal foi achado com marcas de mordidas de tubarão. Em Salvador, quatro baleias já foram encontradas encalhas neste ano.

FONTE: G1

6/27/2018

REPRODUÇÃO DESCONTROLADA: Polícia encontra 82 chihuahuas amontoados em casa na Inglaterra

Nossa mãe!!!!!! um casal reproduziu tudo isto?
-----------------
Oitenta e dois cães da raça chihuahua foram encontrados em uma casa "que parecia ter sofrido um terremoto", segundo relato das autoridades. A polícia havia sido chamada para o local para investigar a morte de uma pessoa.

Depois de verem o estado dos animais, os policiais chamaram o serviço de resgate de animais, o RSPCA (Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, ou Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade Contra Animais). Alguns dos cães tinham pulgas, pelos embaraçados e marcas de queimaduras.

Cães por todos os lados
"Eles começaram a aparecer de todos os lugares", disse o detetive Herchy Boal ao programa de TV britânico The Dog Rescuers, onde o caso será exibido nesta semana.

"Nós movíamos a máquina de lavar e de repente havia seis rostinhos olhando para você. É surreal onde eles conseguem se esconder", disse Boal.

O casal que vivia no local tinha adotado dois cachorros, que não foram castrados e acabaram se reproduzindo. Depois de quatro anos, o resultado foram as dezenas de cães encontrados na casa.

Os animais foram levados para a ONG Hospital Fazenda Newbrook. "A casa parecida ter sofrido um terremoto, tudo estava extremamente caótico e sujo", disse Boal. "Eles estavam todos se escondendo, latindo e rosnando."

O resgate constatou que a casa estava tão lotada de bichos que havia se tornado perigosa.

A polícia iniciou uma investigação depois que uma mulher que vivia na casa morreu, mas o inquérito concluiu que a morte foi resultado de problemas de saúde causados por um acidente.

O RSPCA ajudou o casal a reformar e limpar a casa enquanto a ONG Hospital Fazenda Newbrook assumiu o cuidados dos cachorros. Quatro dos 82 bichos foram devolvidos para os donos e o restante foi encaminhado para a adoção.

FONTE: bbc

12/17/2017

Onça dá à luz a três filhotes e Zoo faz campanha para nomeá-los

Gente, acho que vão me entender.... Sinceramente, entre ver estes animais soltos e na mira de psicopatas caçadores, prefiro em zoos onde, embora com espaço limitado, estejam com suas vidas protegidas... Será que estou errada? pode ser.... O ideal não existe mais.... santuários dependem de ajuda para sobreviver .... alguns estão fechando... O que fazer?
---------

Parque Zoobotânico de Teresina ganhou três novos moradores depois que a onça suçuarana Tica teve filhotes. Os filhotes nasceram há um mês e vinte dias e ainda não foi possível descobrir o sexo deles, mas o parque já lançou uma campanha para receber sugestões de nomes para os bichinhos.

Por enquanto, também não é possível ver os animais, porque eles são mantidos em uma área reservada com a mãe. Como os filhotes ainda são pequenos, eles conseguiriam passar pelas grades do recinto em que Tica e o pai deles ficam. Isso deixaria os animais expostos logo nos primeiros dias de vida. As sugestões de nomes para os animais podem ser enviadas à equipe do Zoobotânico pelo Whatsapp da TV Clube: (86) 98179-8115.


Mais de 20 animais nasceram no Zoobotânico de Teresina
Além dos três filhotes de onça, mais de 20 animais nasceram no Zoobotânico de Teresina neste ano. O local conta com um programa de reprodução que procura atender principalmente animais com risco de extinção.

É o caso da espécie de Tica, que aparece do Canadá ao Norte da Argentina e recebe diversos nomes como puma, leão da montanha, onça parda e suçuarana. Tica foi resgada de traficantes de animais e levada para o Zoobotânico ainda pequena.


"Os animais que chegam aqui filhotes provenientes do tráfico, bastante machucados, que perderam os pais, são atendidos por um programa de cuidado. Não é só a medicação que faz esses animais se recuperarem”, explicou o diretor do Zoobotânico, José Renato Uchôa.

Fonte: G1

10/27/2017

Cerca de 700 cobaias resgatadas serão o dobro em pouco tempo - Califórnia - EUA

Caraca, gente!!!! se não conseguirem adoção para os 700 porquinhos da índia eles vão dobrar de indivíduos até o início do ano...... Eu não sabia que tinha tanta ONG dedicada a resgate de cobaias. Só que esta citada na matéria parece ter sido a única com condições para resgatar os bichinhos.
---------------
A ONG Los Angeles Guinea Pig Rescue está no meio de uma enorme operação de resgate de um grupo de pequenos porcos peludos que apelidaram de NorCal 700.

A organização sem fins lucrativos foi contatada por um grupo de controle de animais no norte da Califórnia para obter ajuda com uma situação de acúmulo, de acordo com um vídeo ao vivo publicado na página do Facebook do resgate. No vídeo, publicado na semana passada e visto mais de 627.000 vezes , o grupo estimou que havia várias centenas de cobaias no local.

O número real foi mais próximo de 700, de acordo com uma atualização na postagem.


Cuidar destes muitos animais podem custar mais de US$ 120.000 no ano que vem,  além de cuidados veterinários, remédios, alimentos e habitação para os porquinhos, cujos números continuam a crescer.

Separar os porcos para que eles não pudessem continuar a criar era o primeiro desafio. Os cobaias machos podem reproduzir-se às três semanas de idade; fêmeas às quatro semanas. As mães podem engravidar uma hora após o parto, disse Picks.

Muitas das fêmeas (o grupo estima em cerca de 80 por cento) já estavam grávidas e continuavam tendo bebês. Quinze bebês nasceram apenas um dia na semana passada, de acordo com uma publicação do grupo. A contagem final pode ser até 1.300 porcos no ano que vem.

Qualquer animal doente - como os 70 bebês com micose, mostrado em uma foto postada no Facebook pelo grupo de resgate - receberam cuidados médicos. "Começamos a dar banho com shampoo medicinal e conseguimos chegar a metade deles terminando amanhã. Será a primeira rodada de tratamento. Eles então precisarão de creme antifúngico duas vezes ao dia nas áreas afetadas ", diz o título na foto.


Até agora, mais de 400 dos porcos foram transferidos para o sul da Califórnia, onde estão sendo mantidos em um celeiro de cavalos, de acordo com um vídeo do grupo. O grupo aceita doações on- line, através de uma lista de angariações da Amazon e busca de subsídios para ajudar a pagar o resgate.


Agora vem o trabalho de encontrar as cobaias novas casas. Há um grupo de porcos que está pronto para adoção , em pares.  "As cobaias são animais extremamente sociais e apenas doaremos um único porco se você já tiver um porco existente na casa", disse o grupo.

Mas Pick disse a McClatchy que será difícil encontrar casas para até 1.300 porcos.

Há um número crescente de grupos de resgate de cobaias em todo o país, de acordo com o Los Angeles Times. Normalmente, os animais são "entregues por proprietários, arrancados de abrigos, pescados fora de latas de lixo ou simplesmente abandonados em lares e estaleiros quando os proprietários vão embora", disse Julia Hinrichs ao jornal. Hinrichs administra um grupo de resgate no Texas.

O grupo de controle de animais do norte da Califórnia recorreu a mais de uma dúzia de grupos de resgate para ajudar o dono dos porcos, que ficou sobrecarregado  com o grande número de animais. O Resgate dos porcos da Guiné de Los Angeles foi um dos dois grupos que respondeu e o único capaz de ajudar, de acordo com o oficial do controle de animais que trabalha no caso.

O grupo de controle de animais não queria ser especificamente identificado por nome e local, a fim de proteger o caso em curso, mas disse que nenhuma acusação criminal serpa feita ao proprietário  que está cooperando plena e voluntariamente com o resgate.

Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪