RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador pit bull. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pit bull. Mostrar todas as postagens

12/09/2018

Polícia Civil resgata cão infestado de carrapatos e dono é multado em R$ 3 mil

Sei que sou chata, mas, repetindo: Pits estão sempre em mãos erradas..... e quando certas, isolados em canis por não ter outra forma.....
------------------
Pit bull encontrado em Lins (SP) estava debilitado e já não andava. Ele foi encaminhado para tratamento veterinário. Dono do animal foi denunciado nas redes

10/11/2018

Condenação histórica para homem que maltratou dezenas de animais

Como é bom ver crimes contra animais serem punidos como deveria nos EUA. Bem, estes exemplos Bolsonaro parece não querer seguir.... Jesus nos acuda!!!!!!
---------------------
Os 15 anos de prisão por maus-tratos a animais constituem uma condenação histórica. Autor foi dado como culpado de mais de 200 crimes de crueldade contra animais.

10/03/2018

Rapazes atiçam cão contra gato em ataque mortal

Deus que me perdoe!!!! mas, eu gostaria muito que as ameaças fossem levadas a cabo..... Não dá para ser samaritana diante de uma ação desta.... Quando eu falo que cães pits estão sempre em mãos erradas não atoa.....
---------------------
Dois adolescentes britânicos foram filmados a atiçar um cão contra um gato numa rua de Methyr Tydfill, uma cidade do sul do País de Gales. As imagens captadas por uma câmara de vigilância

8/21/2018

O que tem a ver Belo, Gracyanne, pit bull, crueldade, javali e psicopatas? só lendo...

Repetidamente falo que cães pit bull, estão sempre em mãos erradas. Por isso sou a favor da extinção desta raça (todas de combate) porque não brigo por raça e sim por cães. Estes pobres cães tem sempre um final triste e sofrido. Aliás, caçadores de javalis estão usando largamente este animais para detonar a presa. O Clube do Pit bull promove em um grupo fechado

7/01/2018

EXEMPLOS: As tristes histórias que cercam os cães da raça pit bull

Eu tenho muita pena dos cães pit bull.... por mim, eles não deveriam ser procriados..... o fim da maioria é trágica. Recentemente, o cantor Belo se desfez de um dos seus pits depois de 6 anos de convivência. O cão teria fugido da casa para onde foi e morreu atropelado depois de morder a empregada. Agora o mesmo cantor estaria querendo se desfazer de uma outra cadela.... (Informações recebidas por pessoa que o conhece, mas, que não pude comprovar). Em  janeiro rolou a matéria: Belo cancela shows após ser 'atacado' por seu próprio cão em casa . Em nov/2017 publicamos: Gracyanne Barbosa foi condenada porque seu cachorro atacou cadela deixando-a cega. Nos disseram, também, que teriam comprado, inicialmente, um casal para serem criadores da raça.  Affe!!!!! 
================
Uma página no Facebook foi criada em sua homenagem e regularmente tem notícias de seu progresso e de seu estado geral. Esta é a página do Patrick https://www.facebook.com/ThePatrickMiracle tem outras fotos da recuperação dele e como ele esta atualmente e de outros anjos resgatados.





5/21/2018

MORTE VIOLENTA: Um cachorrinho é estraçalhado por dois pit bulls abandonados

Meu Deus, Meu Deus, Meu Deus!!!!!! por favor faça as pessoas entenderem que estes animais chamados de combate não deveriam ser comercializados nunca.... 

RAÇAS DE COMBATE DEVERIAM SER EXTINTAS PORQUE UMA SOCIEDADE SADIA NÃO PRECISA DISTO. 

Estes cães estão sempre em mãos erradas que os negligenciam e os deixam para ter o pior fim possível..... O  mais triste é que estes cães fazem de vítimas os animais indefesos......  Meu Deus, faz as pessoas entenderem isto!!!!! pits tem sido usados muito em caça  (javali e outros animais silvestres) e lutam ferozmente com javalis para deleite dos malditos caçadores psicopatas..... Viram frangalhos!!!!!
-----------------
Pit Bulls abandonados matam cachorro e aterrorizam região norte de Londrina
Dois cachorros da raça Pit Bull estão aterrorizando a região norte de Londrina. Na manhã deste sábado (19) eles mataram um outro cão que vivia no terminal do Ouro Verde. Moradores de toda a região norte estão relatando no Facebook ataques feitos pelos dois pit bulls a outros cães de rua.

O ataque deste sábado, no terminal do Ouro Verde, foi filmado por diversas pessoas. Os dois cães atacaram em conjunto e não deram chance para o vira latas que morreu. Funcionários do sistema de transporte coletivo ainda tentaram jogar água e dar pauladas nos cães. O motorista de um ônibus chegou a passar com o veículo em cima dos Pit Bulls, mas eles escaparam e continuaram o ataque. Segundo testemunhas a ação do motorista foi para evitar que a dupla de cães entrasse no terminal e atacasse os passageiros.

Caso os donos dos Pit Bulls abandonados sejam identificados poderão responder judicialmente por isso. Tentamos contato com a defesa civil e com a polícia, mas até o fechamento dessa reportagem não obtivemos respostas.  

5/16/2018

DEFESA: homem enfrenta ataque de pit bull para defender seu cachorrinho

Um pit bull atacou um cachorrinho indefeso na rua. Daí, o dono do cachorro saiu para defender seu animal de estimação. O vídeo é viral nas redes sociais. E quer saber? foi muita coragem..... Se o pit pegasse o cachorrinho ia ser uma lenha só.... Nossa Mãe!!!!! ainda bem que saiu tudo bem e os irresponsáveis pelo pobre pit (sempre em mãos erradas) saíram do local levando ele.... As imagens são de agosto de 2017 e estão com quase 18 milhões de visualizações.....

5/06/2018

COMPANHEIROS: Pit bull se torna cão-guia de bassê cego e eles precisam ser adotados juntos

Que coisinhas mais bonitinhas.... os dois são velhinhos... Agora que absurdo os adotantes abandonarem o pequenino novamente..... Sorte que ele foi achado. Tem adotantes que deveriam ser penalizados nestes casos, não acham? Que minha Santa dos Adotados arranje uma boa família para os dois amigos....
---------------
Organização busca uma família que possa cuidar dos cachorros que são amigos há quatro anos
O pit bull Blue Dozer, de seis anos de idade, e o bassê cego OJ, de 12 anos, têm uma história de vida juntos. O centro de cuidado e controle de animais da cidade Richmond, no Estado da Virgínia, nos Estados Unidos, está cuidando dos cães e vai buscar uma família que possa adotá-los e mantê-los unidos.

Há quatro anos, Blue se tornou o cão guia de OJ, eles moravam juntos, no entanto o tutor dos cachorros precisou deixá-los em no Richmond pois se tornou um sem-teto. No entanto, ele os deixou com uma condição: os dois animais precisavam continuar juntos, não importa o que acontecesse.

Segundo o site The Dodo, após ficarem dois dias no abrigo, os cães foram adotados. No entanto, OJ foi abandonado pelos novos adotantes em uma estrada. Um homem socorreu o basse cego e levou para o Centro de Serviços para Animais do Vale de Shenandoah. Graças ao microchip OJ foi levado de volta para o abrigo de Richmond.

O pit bull foi retirado da família que havia os adotado e voltou para ficar junto o bassê no abrigo Richmond, que fará um novo processo para selecionar pessoas interessadas em adotar os cães Blue e OJ. "Estamos muito felizes em anunciar que tanto OJ quanto Blue Dozer acabaram de se reunir e estão em segurança de volta ao Richmond. Obrigado ao Centro de Serviços para Animais do Vale de Shenandoah e ao Gabinete do Xerife do Condado de Augusta - Xerife Donald L. Smith por sua ajuda com essa delicada situação", escreveu no Facebook o abrigo.

A instituição de Richmond também respondeu às críticas a respeito dos adotantes que abandonaram OJ. "Somos um abrigo com 91% de taxa de salvamento e adotamos milhares de animais por ano em lares amorosos sem problemas. Não podemos dar conta das decisões tomadas pelos cidadãos após a adoção."

FONTE: estadao

4/17/2018

Pit bull é agredido na cabeça por homem em Batatais - SP

Gente, olha o estado deste pobre animal.... que crueldade!!!! Agora, a meleca do dono do cachorro confessa que deixa ele passear solto  e sozinho na área e que ele volta a noite.... Este dono é igual ao mequetrefe que espancou o bicho.... Ele tinha que ser preso igualmente, pois, foi o maior culpado..... 
-----------------
Suspeito disse ter dado apenas varadas no animal para expulsá-lo; polícia ainda apreendeu pássaros em gaiolas na casa do acusado
Um pitbull foi encontrado gravemente ferido na cabeça após ser agredido por um homem no Parque Náutico da Cachoeira, em Batatais. Na chácara do suspeito a polícia apreendeu ainda vários pássaros silvestres mantidos em gaiolas.

Por volta das 10h deste domingo (15), a Polícia Militar foi acionada para atender um caso de crueldade contra os animais e crime ambiental. Chegando ao local, os policiais foram informados pelo dono do cachorro, da raça pitbull, que o mesmo passeia sozinho pelo Parque Náutico da Cachoeira. Mas, que na noite de sábado (14) o cachorro saiu e não retornou.

Na manhã deste domingo (15), ao procurá-lo pela vizinhança, o dono do cachorro soube que o pitbull teria sido recolhido em uma chácara por um morador e que latiu muito durante a noite. Então, ele foi até o local, porém o morador não deu informações. Pouco tempo depois, este mesmo morador deixou o cachorro, gravemente ferido, em frente a sua casa.

A Polícia Militar foi até a chácara do suspeito e, durante as buscas, encontrou objetos e uma calça com vestígios de sangue e um podão, provavelmente utilizado na agressão. Mas, ao ser questionado, o suspeito disse à PM que o cachorro apareceu em sua chácara e que teria dado apenas umas varadas em sua cabeça para expulsá-lo do local.

Ainda durante as buscas na chácara, a polícia apreendeu vários pássaros presos em gaiolas. De acordo com a Polícia Ambiental, entre as espécies estavam coleira, canário da terra, canário mutante e periquito Maracanã. A Polícia Ambiental aplicou multa de R$ 30 mil ao suspeito, que foi liberado após prestar esclarecimentos. 

FONTE: acidadeon

4/14/2018

Cão que matou seus donos tem sua vida defendida por defensores dos animais

Só espero que este animais tenha a sorte de encontrar alguém que o compreenda e o mantenha medicado com o Prozac....
--------------
Foi decidido pelas autoridades que o cão seria sacrificado, porém, uma petição com mais de 250 mil assinaturas revogou a decisão.

Foi decidido pela policia alemã que um cachorro da raça American Staffordshire Terrier, chamado Chico, que matou sua dona e seu filho, de 52 e 27 anos, respectivamente, deveria ser sacrificado. Contudo, o caso levantou grande polêmica nacional ao colocar em pauta o bem-estar dos animais, o que levou a  ativistas da causa a realizarem uma petição com milhares de assinaturas em prol da continuidade da vida do cão.

O ocorrido aconteceu na cidade de Hannover, em um apartamento há 289 quilômetros de Berlin, Alemanha. Os corpos foram encontrados pelo serviço de emergência, que foram acionados por uma mulher que viu pela janela o corpo de um dos falecidos na chão. No primeiro momento foi decidido que Chico deveria ser encaminhado a um abrigo, até que seu destino fosse decidido.

Após ser decidido que o cão deveria ser sacrificado, os protestos começaram e a petição ‘Let Chico Live’ (Deixem Chico Viver), com mais de 250 mil assinaturas, foi analizada e então as autoridades admitiram erros na forma de lidar com o caso, segundo informou Udo Möller, porta-voz do conselho municipal. Heiko Schwarzfeld, diretor da associação de bem estar de Hannover, revelou que várias pessoas de dispuseram a cuidar do animal.

Até o momento, a ideia das autoridades é encaminhar Chico para uma instalação segura para cães com dificuldades comportamentais, onde seja garantido que Chico não representará perigo para outras pessoas.

Informações dão conta de que o cão era mantido confinado dentro de um espaço pequeno dentro da residência e que havia sido treinado para ser uma arma de combate, sendo que foi recomendado à sua dona, em 2011, que ele fosse levado a um treinador. Além disso, foi informado que um escritório especializado em inspeção veterinária deveria ter decidido se o cão continuaria ou não com a família. “Se tivesse sido realizada uma avaliação de especialistas, a proprietária seria proibida de manter este animal”, disse Möller.

FONTE: 1news

4/13/2018

Luana Piovani decide doar um de seus cães após mais uma briga entre seus animais

Pois é, como eu falo.... pits não são brabos para pessoas se for criado de maneira normal... agora, ele será sempre um agressor para outros animais seja um dia qualquer da sua existência..... é um cão manipulado geneticamente para ataque à outros animais e não adianta fazer nada porque será sempre assim.... Por isso sou radicalmente contra criação de pits, pois, uma sociedade sadia não precisa de cães de combate....
--------------
A atriz contou em um bate-papo com os fãs que a decisão foi tomada depois que os dois cães da família brigaram muito feio pela terceira vez
Quase um ano depois de fazer um vídeo em que incentiva a adoção de animais e que fala sobre a importância da castração, a atriz Luana Piovani deu uma triste notícia para os seguidores do seu canal do YouTube.

Durante uma transmissão feita ao vivo no dia 9 de abril, quando bateu um papo com seus seguidores e contou um pouco do que anda acontecendo na sua vida, Luana, que é bastante conhecida por não ter “papas na língua” e falar realmente o que pensa, disse que vai doar um de seus cachorros. De acordo com a própria Luana, a triste decisão não foi nada fácil e aconteceu depois que os cães da família, Sonic, o maior e mais forte, e Lata, o mais velho e menor, tiveram uma briga muito feia e bastante violenta.

Luana Piovani disse ainda que essa foi a terceira vez que os cachorros brigaram, porém foi a primeira vez que aconteceu quando ela estava em casa. Além de presenciar tudo, ela ajudou a separar os animais e contou que foi horrível ver aquilo e que chorou bastante. A decisão de doar Sonic partiu do medo que Luana está de, em uma próxima briga, o cachorro, que é bem grande e extremamente forte, acabe matando o cãozinho Lata, que ficou extremamente machucado e com risco de ter tido uma pata fraturada.

Outro medo da atriz é de que uma briga dessas aconteça enquanto seus filhos, três crianças, estejam no mesmo ambiente em que os cachorros. Ainda segundo ela, as crianças já ficaram assustadas só de vê-la, através de uma porta de vidro, com mais duas outras pessoas tentando separar os cachorros. A atriz explicou ainda que os dois cães são castrados e adestrados e que não entende os motivos de eles terem essas brigas tão feias, que dessa vez teve relação com comida, mas ela acredita que por ter chegado primeiro, Lata deve se sentir o alfa, mas Sonic é maior e bem mais forte.

Luana disse no vídeo que é muito difícil doar um animal que se ama tanto, mas que, como esta já foi a terceira briga, e cada uma mais violenta do que a outra, ela está com bastante medo de que uma próxima seja pior e com consequências ainda mais graves.


Após a briga, Lata foi encaminhado para um veterinário e Sonic foi levado para a casa do caseiro que cuida da residência de Luana. Ela contou ainda que chorou bastante vendo o cachorro Sonic ser levado. Ainda de acordo com Luana, é seu marido, Pedro Scooby, que iria decidir para quem o cachorro Sonic seria doado.

FONTE: portaldodog

2/09/2018

Encontros de pit bull para testar a ferocidade são promovidos na Turquia

Gente do Céu, olha nas mãos de quem os cães desta raça estão..... Veja um encontro para treiná-los para lutas com alegação de testar sua ferocidade e vontade de lutar. Um criador da Turquia promove estes encontros para qualificar os pits para serem vendidos com padreadores. Que doideira, meu Deus! Não podemos esquecer jamais que protegemos cães e não raças.....
--------------
Nenhuma luta com animais é permitida no Youtube, (instigado pelos humanos), mas esses cães estão sendo testados em sua agressividade e ferocidade. Todos temos que banir a criação destes cães no mundo inteiro. É horrível assistir estes vídeos sem que possamos fazer alguma coisa.

Fonte: LiveLeak

2/03/2018

Mais de 20 pit bulls são encontrados com sinais de maus-tratos dentro de casa em Goiânia

Nas mãos de quem estão os pits? será que ninguém vê isto? poucos são aqueles que estão em bons lares.... 
--------------
Animais são anunciados para venda de R$ 50 e R$ 100; delegado afirma que caso está na Justiça, e quer que cães sejam adotados antes do julgamento do processo.

Mais de 20 pit bulls foram encontrados com ferimentos, pouco alimento e em péssimas condições de higiene, em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, os cães são vítimas de maus-tratos e estavam sendo comercializados a R$ 50 e R$ 100. O dono, segundo a corporação, é um usuário de drogas que já é processado na Justiça por não cuidar dos animais.

O delegado Luziano de Carvalho, da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente (Dema) afirma que quer que os animais sejam adotados antes do término do julgamento do processo. Segundo ele, na casa mora uma idosa de 70 anos, mãe do proprietário.

“Tem ferimentos nos animais. Eles brigam entre si. O espaço é pequeno, muito sujo. A alimentação também está em falta. É um caso grave. O proprietário é dependente químico, a mãe é cadeirante. Esta pessoa inclusive corre risco de vida”.


A casa fica na Vila Nova, em Goiânia. Os animais foram localizados pela polícia depois de uma denúncia. O caso foi relatado por um vizinho que tem medo de se identificar. Ele afirma que já presenciou os animais sendo agredidos e, em alguns casos, morrerem dentro do local.

“Existem maus-tratos, cães sendo enterrados dentro de casa. Pedimos socorro às autoridades para tirar estes cães daqui o mais rápido possível”, desabafou.

O delegado disse que está tentando uma forma de retirar os animais da residência e que vai comunicar a situação ao juiz antes mesmo do julgamento da ação que o proprietário responde.

“Estou procurando um Assistência Social, a Vigilância Sanitária, para que possamos salvar este animais e, sobretudo, ajudar esta família, encaminhar o dono para um tratamento adequado, retirar esta idosa do risco que está sofrendo”, revelou o delegado ao G1.

O G1 não conseguiu contato com o responsável pelos cães.

FONTE: G1

1/31/2018

Pit bull foge de casa, ataca cão e deixa moradores com medo - AP

Taí o que sempre falo. Mesmo eu desenhando, tem protetor que defende a continuação da criação de cães de combate.... Protetor defende cães e não raça. Não podemos ser a favor de cães criados para combater outros animais. Isto é selvagem demais e uma sociedade sadia não precisa de cães do gênero. Não deixar a continuidade de raças feitas para isto, é obrigação de todo protetor consciente.... Desculpe, coleguinhas, mas, fico muito chateada quando algumas pessoas repetem a baboseira de sempre, ou seja, que depende da criação do animal.....Não é verdade!!!!! pelo amor de Deus!!!!! Confere só o que o dono do pit fala ao final da matéria: "ele só ataca cães de rua".... Jesus amado!!!!
------------
Vídeo mostra pit bull atacando cachorro em rua de Macapá
Imagens de um circuito de vigilância eletrônica registraram o momento em que um pit bull atacou outro cachorro na rua Santa Catarina, no bairro Nova Esperança, na Zona Sul de Macapá. O caso ocorreu nesta segunda-feira (29) e deixou moradores da região temerosos.

O animal atacado ficou ferido. O dono do pit bull alega que não é comum o pet causar problemas. No vídeo, o pit bull persegue o cachorro, que é atacado no pescoço. O dono do pit bull aparece e tenta conter a situação, mas somente quando um morador aparece desferindo pauladas no animal, o cão solta o outro, que é de porte menor.

Para o recepcionista Patrick Souza, de 26 anos, dono do circuito de câmeras, a agressividade do pit bull gera riscos a todos os moradores, principalmente crianças. Ele destaca que o animal já fugiu outras vezes e ameça quem passa pela rua. “Não é a primeira vez que esse pitt bul foge e ataca. Esse cachorro já chegou próximo de atacar minha filha, mas eu vi a situação e joguei um pedaço de tijolo para assustar ele. Agora, ele atacou furiosamente um outro cachorro de porte menor”, relatou.

Souza conta que o animal atacado ficou em choque e foi socorrido pelas pessoas que viram a situação. O morador disse que vai procurar a associação dos moradores do bairro Nova Esperança para pedir uma providência em relação ao caso. “É preciso enfatizar que onde esse pit bull fez o ataque é um ambiente onde vivem muitas crianças que brinca nesse mesmo lugar. Então, é um perigo. Eu tenho receio por todos os moradores, principalmente em relação às crianças”, disse. 

O dono do cachorro, o advogado Miquéias Pinheiro, de 29 anos, diz que cuida do animal há cerca de 10 anos e que nunca teve problemas sérios com o bicho. “Esse episódio foi um infeliz acidente. De fato, não foi a primeira vez, mas a gente sempre controla o nosso cachorro. Ele é dócil com as pessoas, inclusive com as crianças. Eu tenho uma filha de 4 anos e o pit bull nunca atacou ela. Mas, outros animais, infelizmente, ele ataca”, disse.

cachorrinho agredido foi socorrido
Apesar da fuga, Pinheiro recomenda que os moradores não deixem os outros animais de estimação soltos na rua para evitar qualquer tipo de conflito. O advogado enfatiza que vai reforçar a segurança na casa dele com objetivo de conter novas fugas do pit bull.  “As pessoas devem deixar seus animais presos em casa, como o nosso, mas dessa vez ele fugiu. Essa foi a quarta vez que ele fugiu, mas nós, da família, sempre resgatamos ele. Friso que o pit bull só ataca animais de rua”, finalizou.

Fonte: G1 Amapá

1/25/2018

Atacado, idoso diz que colocou a mão dentro da boca de pit bull para não ser mordido no pescoço

Aposentado seguia para igreja em Ribeirão Preto (SP), quando foi surpreendido por dois cachorros. 'Um pegava de um lado e um pegava do outro', afirma vítima, que sofreu escoriações.

O aposentado Antonio Alves da Silva, de 80 anos, ainda se recupera do trauma e dos ferimentos sofridos ao ser atacado por dois cães da raça pit bull em Ribeirão Preto (SP).

O idoso relata que, após ser derrubado, enfiou uma das mãos dentro da boca de um dos bichos para não ser mordido na garganta.

Apesar do susto, os animais foram controlados pelo proprietário e a vítima foi atendida com mais de 30 escoriações na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), e já está em casa.

Os cachorros foram avaliados por uma equipe do Centro de Zoonoses da Prefeitura e estão com as vacinas em dia, apurou a EPTV, afiliada da TV Globo.

O idoso seguia a caminho de uma igreja pela Rua Caravelas, no Jardim Ipiranga, durante a manhã de domingo (21), quando foi surpreendido pelos animais, que escaparam pelo portão de uma casa.

Silva afirma que, antes de esboçar qualquer tentativa de fuga ou proteção, foi derrubado por eles.

"Eu não sei se o rapaz abriu o portão, os cachorros vieram de uma vez. Um pegava de um lado e um pegava do outro, me derrubaram, me morderam tudo, tiraram minha roupa, minha calça, rasgaram minha camisa", diz.

Ele conta que, durante o ataque, uma investida mais grave de um dos cachorros o fez enfiar a mão na boca do animal. "Eu enfiei a mão dentro da garganta da boca dele, porque ele ia me morder na garganta", afirma.

Na sequência, o dono dos animais e vizinhos apareceram para ajudar o aposentado e os cães voltaram para o interior da casa. "Isso aqui pingava [mostrando o braço] jorrava. Aí eu punha o lenço e gritava: vai pegar, chama minha filha pra socorrer, chama o pronto-socorro", lembra.

Silva afirma que este é o quarto ataque dos animais na região. O dono dos cães, segundo ele, o procurou nesta segunda-feira (22) e ficou de levar os bichos embora para uma chácara.

"Falou assim que eles vão dar um jeito de sumir com o cachorro lá, porque o cachorro já pegou este tanto de gente, uma hora pode pegar uma criança e matar."

FONTE: G1

1/17/2018

Certos vídeos usando cães para mostrar suposta docilidade são um desrespeito ao seu instinto

Vou repetir: sou a favor que raças grandes e consideradas de combate não tenham sua criação continuada considerando que evoluímos (?) o suficiente para responder o porquê uma sociedade sadia precisa de um cão de combate..... Geralmente, estes animais estão em mãos irresponsáveis. Qualquer problema, eles são mortos da maneira mais cruel, abandonados sem o menos remorso  e  entregues à abrigos que não estão mais dando conta do recado pelas dificuldades em alimenta-los.

Recebi várias vezes este vídeo pelo zap acompanhado de "legendas engraçadinhas". Na verdade pra mim, é um tremendo desrespeito à vida animal. Falo isto porque são eles as maires vítimas da irresponsabilidade humana. Só mesmo quem não conhece seu instinto e respeita um cachorro pode achar isto "engraçadinho" .


Cães reagem instintivamente e isto é simples assim. E não adianta falar que são mansinhos, que pits são cães de companhia, são maravilhosos e coisa e tal..... Argumento de quem não conhece como funciona o instinto animal, não respeita os animais ou de criadores destes cães.

Pits são cães INVENTADOS para combate à outros animais. Já com humanos, criados e sociabilizados, não são agressivos. Agora, QUALQUER ANIMAL, tem seu instinto. Se esta criança pisa inocentemente em algum lugar que provoque uma dor qualquer no cão,  ELE VAI REVIDAR.

Seja o cão bonzinho, mansinho ou bobinho que agredido sem área de fuga, ELE REVIDA, pô!!!!!! E detalhe, esta criança poderia virar um pastel fossem estes cães de qualquer raça caso um acidente acontecesse. A diferença seria o tamanho da mordida porque todos os cães se embolariam contra o cão que reagiu e a briga seria fatal para aquela criança.

Então, sou radicalmente contra expor animais para serem testados e desrespeitados em sua essência. Estou publicando um segundo vídeo para que vejam o ABSURDO a que o pobre cão é exposto.... É UM DESRESPEITO e não acho graça nenhuma...... Sinto muito, colegas, mas trabalho pelos cães e não por raças bem como pelo respeito que lhes devemos como seus representantes.....


1/07/2018

Cães da raça pitbull são mortos a tiros após atacarem quatro pessoas em Tijucas

Quando eu falo não é à toa.... estes pobres animais tem sempre um final triste.... na maioria das vezes, dono de pits são uns irresponsáveis.... Por isso sou contra a criação desta raça e de qualquer outra considerada de combate..... Uma sociedade sadia não precisa de animais criados e explorados em rinhas.....
------------
Os tiros foram disparados por policiais militares que passavam pelo local no momento do ataque, na noite de segunda-feira (1)

A Polícia Militar executou a tiros três cães da raça pitbull na noite de segunda-feira, no bairro da Praça, em Tijucas, na Grande Florianópolis. Os animais fugiram de uma padaria nas imediações da avenida Valério Gomes e agrediram pelo menos quatro pessoas. Duas delas tiveram ferimentos graves e tiveram que ser conduzidas ao Hospital São José, no centro da cidade.

De acordo com o comandante da PM no município, Major Jefferson Sebastião Vieira, uma guarnição passava pela avenida e flagrou o ataque dos animais. Os policiais saíram em defesa das vítimas e por pouco também não foram feridos pelos cães, que investiram contra a equipe. Aos policiais não teria sobrado outra alternativa a não ser atirar. Os cães, com idades entre 5 aos e 1 ano e 4 meses não resistiram aos ferimentos. Um deles chegou a voltar para casa depois de baleado. As vítimas foram medicadas e não correm risco de vida. “Os policiais constataram os animais soltos e tentaram contato com o proprietário, mas não conseguiram. Os cães ainda tentaram morder os policiais na viatura e em seguida atacaram outra pessoa que passava na rua”, explicou o comandante.

O uso de cães de guarda é comum nos bairros de Tijucas, em função dos constantes assaltos em residências e casas de comércio. Durante a ocorrência, foi levantada a possibilidade de os animais terem fugido em função de uma tentativa de arrombamento, o que foi descartado depois pelos policiais. “Não havia nenhum sinal de arrombamento no local. Os proprietários apareceram e foi lavrado o boletim de ocorrência”, complementou o major.

FONTE: ricmais

1/02/2018

Pit bull morre de calor durante viagem em ônibus sem ventilação

Meu Deus!!!! o próprio dono promover a morte do cachorro? que absurdo!!!!
-----------

Polícia Militar Ambiental no litoral de São Paulo autuou em flagrante o motorista do veículo e o dono do animal em cerca de R$ 6 mil cada um.

O motorista de um ônibus de viagem e um passageiro são investigado pela Polícia Civil em Itanhaém, no litoral de São Paulo, por maus tratos depois que um cachorro foi encontrado morto dentro do compartimento de carga do veículo. Soldados da polícia ambiental autuaram os dois em flagrante em R$ 12 mil.

Segundo informações da Polícia Militar Ambiental, o passageiro autuado, que também era o proprietário do cão da raça Pitbull, é morador de Goiânia (GO). Ele seguiu para o litoral paulista no fim de semana para passar o Natal na casa de conhecidos. O animal o acompanhou e era transportado em uma caixa própria.

A polícia informou que a primeira parte da viagem, até a rodoviária de Santos, ocorreu normalmente, quando o cão foi acondicionado no compartimento de carga com ventilação própria. O passageiro trocou de veículo, que, ainda segundo informações oficiais, não poderia transportar animais na área de bagagens.

O novo ônibus seguiu para Itanhaém, distante aproximadamente 1h da cidade. Conforme ainda informações da Polícia Ambiental, a empresa não autoriza o transporte de animais, mesmo assim o proprietário insistiu e o motorista permitiu que ele fosse colocado na área inferior do veículo, que não possuia qualquer ventilação.

Ao chegar no destino, o cachorro foi encontrado já sem vida dentro da caixa de transporte. Na ocasião, a temperatura registrada no litoral variou de 22ºC a 33ºC e o calor no compartimento e a falta de oxigenação podem ter sido a causa da morte, conforme apuração preliminar dos soldados da Polícia Militar Ambiental.

A Polícia Científica foi acionada e o caso foi encaminhado ao 1º Distrito Policial da cidade, onde foi elaborado um boletim de ocorrência para averiguação de maus tratos envolvendo os participantes da ocorrência. O corpo do animal foi levado para necropsia para que fosse determinada a real causa da morte.

Na esfera administrativa, a Polícia Ambiental autuou o motorista e o proprietário do animal em R$ 6 mil cada pelo caso caracterizar maus tratos. Ambos foram liberados após prestar esclarecimentos e podem recorrer da sanção. A caixa de transporte e outros bens foram apreendidos para averiguação.

FONTE: G1

10/27/2017

Filhote de pit bull furtado é devolvido por mãe de suspeito após nove dias - SC

Ainda bem que o pobrezinho voltou para casa.... Agora, as imagens dão a ideia de que foram feitas por alguém já que tem zoom e mudança de foco.... enfim, parece que a pessoa assistiu e não fez nada. Tô enganada?
------------
Um filhote de pit bull foi devolvido aos donos nove dias após ser furtado em casa, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. As câmeras de monitoramento da residência onde Black mora registrou o crime ocorrido em 16 de outubro. O cão foi devolvido pela mãe do suspeito na quarta-feira (25) após a polícia procurar pelo homem.

As imagens mostram o homem chegando em um veículo preto. Após estacionar em frente a residência, ele observa o quintal. Depois abre o portão e chama o cachorro, que sai pelo portão brincando. Ele conduz Black até próximo do carro, pega ele pelo cangote e o coloca dentro do veículo. Não havia ninguém em casa no momento do furto.


“Ele é bem brincalhão, a mãe dele também é só tamanho, eles não mordem. Aí ele levou. O Black é do meu filho Dudu, de 4 anos. Ele pedia ‘devolvam meu Black’. Quando devolveram foi uma alegria só”, conta Ederson Rodrigo Soares

Segundo ele, o filho de 10 anos viu quando uma mulher estava a pé puxando o Black por uma coleira improvisada com fio de luz pela rua onde a família mora, no bairro Universitário, por volta das 12h de quarta-feira.  “Meu filho disse que o cachorro era dele. Ela pediu desculpas e devolveu. Conversei com ela, era a mãe do rapaz que levou o Black. Fiquei feliz que devolveram o Black e ao mesmo tempo chocado e triste por ele fazer um negócio desses com a mãe”, relatou Soares.

Segundo ele, a mulher devolveu o cão após a polícia ter ido na sua residência à procura do filho, suspeito do furto. A polícia identificou o rapaz pelas imagens do vídeo e chegou ao endereço pela placa do carro.


“O Black ficou amarrado lá na casa deles, estava machucado, mal tratado. Ele foi para o banho, para consulta no veterinário, medicado, comeu bastante, porque estava com fome”, disse Soares. Segundo a Polícia Civil, o suspeito deve responder em liberdade por furto e maus-tratos contra animal. Ele alegou que comprou o cachorro, mas a vítima informou que não o conhecia, além de ninguém ter entregue o animal para ele.

Fonte: G1 Santa Catarina

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪