RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador parque. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador parque. Mostrar todas as postagens

3/15/2019

Após golfinhos morrerem, parque nos EUA não usará animais em espetáculos

Os animais tiveram que morrer para vir a público todo procedimento equivocado em manter os animais  naquelas condições. 
-----------------
Os golfinhos que até então ficavam no parque aquático foram transportados para reservas
Tucson – O parque aquático Dolphinaris Arizona, na cidade de Scottsdale, nos Estados Unidos, decidiu não utilizar mais nenhum animal em seus espetáculos,

12/07/2018

Em votação no Facebook, prefeitura libera entrada de cães e gatos em novo parque

Finalmente uma decisão civilizada....
-----------
"População de Pinhais, na região de Curitiba, decidiu pela entrada de cachorros e gatos no recém-inaugurado Parque das Águas"

Parque das Águas vai permitir a entrada de animais de estimação, em especial cães e gatos. A decisão foi tomada após consulta pública no Facebook da prefeitura da Região Metropolitana de

10/04/2018

Guardas são treinados para evitar abandono de animais no Parque Municipal de BH

Aplausos!!!!! aplausos!!!!!!
-------------------
Quem for flagrado abandonando um animal no parque, que fica no Centro de BH, será detido e levado a uma delegacia. Animais futuramente receberão atendimento veterinário e ficarão disponíveis para adoção.

Guardas Municipais que atuam no Parque Municipal Américo Renné Gianneti, no

7/21/2018

Entidades defendem retirada de animais do Parque 13 de Maio

Todo nosso apoio...... 
------------
Um ato pleiteando a saída dos bichos foi realizado no parque. Prefeitura do Recife busca regularização dos criadouros na CPRH

Entidades de defesa dos animais reivindicam a retirada dos bichos existentes no Parque 13 de Maio, situado

6/12/2018

ZOOLÓGICOS: Reforma transformará RioZoo em bioparque

Recebi alguns e-mails perguntando o que eu achava desta "transformação" do RioZoo. Vou repetir o que comentei na postagem anterior: claro que queremos os animais livres e já falo isto desde 1995 em um POEMA.... Agora,  é uma tendência mundial de zoológicos a transformação  dos recintos e das condições de animais para não perderem a fonte de renda, já que humanos estão se sensibilizando com a prisão e exposição dos animais em zoos.... Fazer o quê?
----------------
Obras devem levar dois anos para serem finalizadas
Seguindo o conceito de enclausuramento inverso, no qual são abolidas as grades usadas para separar animais dos visitantes, o Jardim Zoológico do Rio será transformado em bioparque. Representantes do Grupo Cataratas, da prefeitura, do Ibama e do Iphan acompanham as primeiras intervenções, que começaram no início da semana.

O recinto de aves aquáticas foi demolido de forma simbólica na terça, Dia Mundial do Meio Ambiente, para marcar a adoção, no local, do conceito de enclausuramento inverso. Saem as grades e entram recintos abertos, as biosferas, com integração de espécies e uso de barreiras naturais. No novo zológico, os visitantes circularão por túneis, corredores e passarelas, e os animais ganham nichos mais abertos, com foco no bem-estar — explica Bruno Marques, presidente do Grupo Cataratas.

Concessionária do zoológico do Rio desde 2016, o Grupo Cataratas investirá R$ 65 milhões nos dois anos de reformas do espaço. Durante esse tempo, o parque funcionará parcialmente, de sexta a domingo e feriados, com comunicação prévia sobre interdições aos visitantes.

Tenho certeza que as pessoas não se importarão com a espera, porque devolveremos à cidade um zoológico de padrão internacional, visto que fomos buscar fora as melhores práticas em cuidados animais para trazer para o Rio — afirma Marcio Cunha, diretor do RioZoo.

FONTE: oglobo

5/18/2018

GATOS NO PARQUE: Solução bem bolada - MG

Achei a coisa bem bolada. As ONGs de Belo Horizonte vão poder acompanhar e participar de todas as dificuldades de um projeto desta monta.
--------------------
Chamamento público para ONGs e clínicas ainda será publicado no Diário Oficial do Município - BH
Uma parceria entre as secretarias de Meio Ambiente e Saúde e a Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica vai traçar novos rumos para os gatos que vivem no Parque Municipal Américo Renné Giannetti. Os felinos serão retirados das dependências do parque depois de constatados desequilíbrios e transtornos para a vida silvestre local causados pelo abandono dos animais na área.

De acordo com a assessoria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o projeto ainda não tem uma data exata para ser finalizado. "Agora, [o projeto] está na fase em que será publicado no Diário Oficial um chamamento público para as ONG’s que serão coadjuvantes nesse processo junto com a prefeitura. A execução de todo o projeto deve durar um ano", afirmou a secretaria em nota ao SouBH.

A SMMA e a Zoonoses serão responsáveis pela retirada dos gatos do Parque, que será a primeira de três partes da execução, seguida de Educação Ambiental e área de punição pela Lei do Abandono. A ONG e a clínica convocadas pelo chamamento público serão responsáveis pela retirada dos gatos, castração, vermifugação, e encaminhamento para a adoção. O gato ficará 60 dias disponível para adoção e, não sendo adotado, ele volta ao Parque Municipal (devidamente castrado, vermifugado e microchipado para controle parasitológico).

"O objetivo é buscar um equilíbrio do ecossistema local e promover ações educacionais e de esclarecimento sobre as consequências de se abandonar animais domésticos no parque. Para isso, alguns bichos poderão passar por castração, vacinação, vermifugação e minimização de estresse. Já os usuários do local deverão ser conscientizados, do ponto de vista legal e ambiental, sobre guarda e posse responsável de animais." explicou a SMMA.

FONTE: soubh

5/03/2018

ATAQUE: Primeiras fotos do homem atacado pelo leão dentro do parque de safari


As primeiras notícias diziam que era um parque de caça, mas, eu fui apurar e achei o site do local que tem este santuário e é explorado em safáris de observação. Não sei porque foi vinculado à caça. 
----------------
Primeiras fotos do dono do parque de safári Brit no hospital, depois de ser brutalmente atacado por um leão enquanto atravessava seu recinto na África do Sul. O clipe angustiante, filmado na África do Sul, mostra o grande felino de Mike Hodge antes de arrastá-lo para a vegetação rasteira.
Este é o dono do parque de safári britânico, que foi atacado por um enorme leão depois de entrar no recinto diante de espectadores horrorizados. Imagens angustiantes mostram Mike Hodge sendo atacado pelo gato grande no sábado no Makarele Predator Center em Thabazimbi, África do Sul.

Mike, que se mudou do Reino Unido com sua esposa Chrissy em 1999, está atualmente no hospital depois de sofrer uma "mandíbula quebrada e várias lacerações", confirmou a família. Sua esposa Chrissy acrescentou na declaração que ele está "se recuperando bem" depois de ser levado às pressas para o Hospital Mediclinic, em Thabazimbi. O britânico foi então transferido para um hospital em Joanesburgo no mesmo dia, confirmou a Mediclinic.

Falando com o The Sun Online, um amigo de Mike, que não deseja ser identificado, disse que o dono do parque estava investigando um cheiro no recinto do leão quando o predador o atacou. Ele disse: “Mike e um de seus guardas florestais estavam um pouco preocupados com um cheiro em um complexo que estava perturbando um dos leões e entrando pelo portão para ver o que estava causando isso. "Não há nenhuma informação saindo do hospital, mas tudo que eu sei é que ele está vivo e sua esposa e filha estão com ele. Eu não sei o quanto ele está machucado, mas ele é um cara adorável e eu desejo a ele tudo de bom. Ele não é nenhum tolo sobre leões e sabe como interagir com eles, mas claramente algo deu errado", disse ele.

Na filmagem, o leão vê Mike depois que ele entra em seu gabinete e o persegue em direção à porta de metal da instalação. Em cenas surpreendentes, o idoso dono do parque é arrastado como uma boneca de pano para alguns arbustos. O leão, em seguida, arrasta-o ainda mais nos arbustos, mas em seguida, os tiros tocam e o leão está assustado. Mas o predador permanece perto da vítima enquanto mais tiros são disparados no ar.


Uma garota que está assistindo o ataque é ouvida chorando de horror quando outro homem grita para alguém "pegar um rifle". Uma porta-voz da família divulgou uma declaração à Newsweek confirmando que o leão, chamado Shamba, foi morto durante o incidente. Ela disse que a família está "muito consciente dos perigos de trabalhar com a vida selvagem, mas continua sendo sua paixão" apesar do ataque.

Fonte: The Sun


3/23/2018

Moradores denunciam maus tratos a animais em parque no norte do RJ

Já repararam que a maioria dos serviços públicos não funcionam? Porque? hoje os cargos são ocupados não por eficiência, conhecimento e técnica, mas, sim por cabos eleitorais totalmente distantes da realidade daquele setor. Quer apostar que é o caso abaixo?
-----------
Um vídeo feito pelos denunciantes mostram ossadas de animais em baias e no mato. As imagens foram feitas após moradores receberem denúncias de maus tratos a animais que estavam no Parque de Exposições de São Fidelis, no norte do Rio de Janeiro. Segundo integrantes de um grupo de apoio aos animais, desde o início do ano passado, muitos cães e gatos foram recolhidos das ruas e levados para o antigo parque. O local é uma área da União sob responsabilidade da prefeitura.


Fonte: R7

12/26/2017

Recreio Shopping inaugura o primeiro Pet Park do bairro

Muito legal!!!!! a cachorrada adora!!!!!
----------
Área tem 300 metros quadrados com túneis, rampas e obstáculos
RIO — Inaugura hoje no Recreio Shopping o primeiro Pet Park do bairro. Com um espaço de 300 metros quadrados, o parque é uma espécie de playground para os cachorros e conta com obstáculos de madeira, rampa, túneis, bastões, traves com barras e uma casa gigante. A proposta é divertir os animais e aproximá-los ainda mais de seus tutores.

A relação do empreendimento com os bichinhos de estimação é antiga. Em 2014, o shopping se tornou petfriendly. Desde então, eventos voltados para animais são organizados com frequência. No Natal dos últimos dois anos, por exemplo, havia espaços exclusivos para os pets. O superintendente Diego Peralta explica que o crescimento do interesse das pessoas pelo universo pet fez com que a equipe do shopping decidisse contemplar ainda mais os amigos de quatro patas.

— O Pet Park é uma consequência do que viemos fazendo ao longos dos últimos três anos e meio. O mercado cresce de forma assustadora. A Barra Bonita, onde fica o shopping, tem cerca de 20 mil moradores. São aproximadamente 5 mil animais de estimação. Nada mais justo do que ter um carinho especial com essa turminha — afirma Peralta.

Ele conta que todos os detalhes foram construídos pensando na diversão dos animais, muitos em formatos de patinhas e ossinhos. A inspiração surgiu, inclusive, de um playground infantil, com brinquedos bem coloridos. O local funciona no mesmo horário do shopping, mas a administração estuda abrir um pouco antes para poder contemplar aqueles que querem levar os animais para passear antes de ir trabalhar.

Iniciativa semelhante também é vista no shopping Fashion Mall, em São Conrado. Desde julho, o empreendimento conta com o Pet Lounge, um espalço com bebedouros para os animais, sacos coletores e uma pista.

FONTE: oglobo

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪