RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador ovelhas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ovelhas. Mostrar todas as postagens

3/17/2019

Cães de caçadores atacam ovelhas no interior de Ipê - RS

Agora, vejam só.....  quando falo que caçadores são psicopatas não é a toa... pobres animais.... todos são vítimas de humanos podres....
------------
Seis animais foram mortos e seis gravemente feridos
Proprietário de uma área de terra na Capela de Santa Barbara teve parte de seu rebanho de ovelhas atacado por cães no último domingo dia 10 de março.

2/02/2019

RSPCA cobra do governo australiano as imagens do navio que levou ovelhas para o Oriente Médio

A Ong teve acesso às imagens arrepiantes feitas em navios que levam animais para o Oriente. O governo se nega a divulgar com uma desculpa idiota. Na pagina da Ong está escrito que o governo suspendeu o transporte de ovelhas durante 3 meses quando o sol está mais baixo.... Quer horror!!!!

12/19/2018

Criadores de ovelhas do Centro-Oeste de SP fazem tosquia do rebanho

Fiquei analisando o vídeo e achei que os os tosquiadores brasileiros são até bonzinhos e competentes, afinal, dois minutos para cada tosquia é até difícil de imaginar. Lembrei que as lâminas ficam quentes e daí vendo o filme reparei numa ovelha com a cabeça machucada. Realmente, só uma .... poderíamos considerar até numa falha humana ou uma reação do animal.... Vai saber.... 
------------------

11/16/2018

Homens são presos em flagrante transportando 16 ovelhas dentro de carro em Uruguaiana

Desgraçados malditos!!!!!! a ambição matou 7 ovelhas por sufocamento.... é mole gente? tinha que por a mãe dos dois para viajar junto com as pobrezinhas... e ainda levar uma coça de assar o traseiro.....
--------------
Caso ocorreu na manhã deste sábado (10), na BR-472. Dupla vai responder por maus tratos e abigeato.

10/23/2018

Milhares de ovelhas invadem o centro de Madrid num protesto de pastores

É igual aqui no Brasil quando desmatam as rotas das onças. Na Índia, acontece o mesmo com os elefantes.... Enfim, os humanos vão predando sem dó nem piedade.....
--------------------
Os pastores espanhóis fizeram este domingo uma marcha com milhares de ovelhas, no centro de Madrid. A manifestação teve como objetivo

6/27/2018

TRANSPORTE: Austrália investigará maior empresa exportadora de ovelhas vivas do País

Muito bom, né? agora é pegar as outras empresas que devem ter um monte de irregularidades....
--------------
Austrália Investigará Maior Empresa Exportadora De Ovelhas Vivas Do País
O governo do estado da Austrália Ocidental defendeu a decisão de realizar investigações na sede o maior exportador de ovelhas vivas da Austrália, a Emanuel Exports, em Perth, em meio a alegações de que a empresa pode ter comprometido uma investigação federal.

O governo do estado da Austrália Ocidental irá investigar o maior exportador de ovelhas vivas do país pois a empresa pode ter alterado licenças. 

Oficiais do departamento de agricultura do maior estado do país executaram um mandado de busca nos escritórios da Emanuel Exports. A operação é parte de uma investigação sobre as condições de uma viagem realizada em agosto do ano passado que deixou muitos animais mortos.

Essa viagem foi o motivo para a revisão do veterinário responsável por avaliar os animais, Michael McCarthy, e levou a uma série de reformas em prol do bem-estar animal. Apenas uma recomendação, que levaria a uma proibição efetiva das exportações de ovinos ao Oriente Médio durante o verão no hemisfério, norte não foi aceita.

Enquanto os escritórios da Emanuel Exports estavam sendo investigados, Ahmed Gosheh, executivo-chefe do segundo maior exportador da Austrália, Livestock Shipping Services, anunciou que não transportaria ovelhas da Austrália para o Oriente Médio durante o auge do verão deste ano.

A justificativa era a redução de 30% dos animais vendidos após a revisão de McCarthy, que Gosheh Alegal ter “tornado o comércio antieconômico” Ele também disse a um jornal local que as novas restrições aumentaram os custos em US $ 35 por ovelha.

A ministra da Agricultura de Washington, Alannah MacTiernan, disse ao The Guardian Australia que o anúncio da Livestock Shipping Service não era surpreendente. Ela comentou que duvida que o comércio retome o ritmo durante a alta temporada nos anos subsequentes. “Acho que está bem claro que, se, e quando, o modelo de McCarthy for implementado, o comércio de verão não será viável”, disse ela.

MacTiernan disse que é possível que outros exportadores façam o mesmo, e os matadouros na Australia Ocidental poderiam “administrar tranquilamente” as mais de 150.000 ovelhas que sobraram.

Ela defendeu a decisão de investigar a Emanuel Exports, dizendo que as autoridades tentaram trabalhar com o departamento de agricultura federal para obter certos documentos – incluindo as condições das licenças de exportação – mas não tiveram sucesso.

O departamento federal forneceu às autoridades todos os documentos relacionados à empresa que haviam sido divulgados anteriormente sob as leis de liberdade de informação, mas disse que a divulgação de quaisquer outros documentos poderia colocar em risco uma investigação federal sobre as preocupações de bem-estar durante a viagem Awassi Express de agosto de 2017.

O diretor da Emanuel Exports, Nicholas Daws, disse que a empresa cooperaria com “qualquer mandado emitido validamente”, mas que “não acredita que o governo estadual tenha uma base legal para investigar ou intervir em assuntos relacionados à exportação de animais vivos, dado o alcance do governo federal”.

Essa declaração foi apoiada pela Federação dos Fazendeiros de Australia Ocidental e pelo Conselho Australiano de Exportação de Animais Vivos. Ambos criticaram o governo do estado por conduzir a busca e acusaram MacTiernan de perseguir uma empresa privada para acabar com o comércio.

O executivo-chefe do conselho de exportação, Simon Westaway, disse que a decisão da Livestock Shipping Service de suspender seu comércio de alto verão este ano não significava que os exportadores começariam a sair definitivamente do negócio, ou que o comércio não seria mais viável.

No entanto, a presidente da Animals Australia, Lyn White, disse que a decisão mostrou que o modelo de negócios dos exportadores vivos estava “sofrendo” com as melhorias “mínimas” no bem-estar animal.  A Animals Australia vai contestar a decisão de conceder a Emanuel uma permissão de exportação para junho deste ano no tribunal federal no próximo mês.

Fonte: 24 Brasil
===========
Outra matéria:
NA NOTÍCIA: Cancelamento de licença de exportador de ovelhas é uma decisão federal, diz premier da WA

6/16/2018

NEVASCA: Fazendeiro salva ovelhas cobertas de neve de uma morte certa

Gente do céu, as pobrezinhas chegam suportar 24hs debaixo do gelo..... Pesquisando imagens, achei cada caso....... Coitados destes bichos que enfrentam estas nevadas..... Vejam esta aí ao lado que teve seus filhotes em plena nevasca...... Impressionante!!!!
-----------------
Este é o momento incrível em que um agricultor resgata ovelhas semi-vivas depois de passarem mais de 24 horas cobertas por um monte de neve.

O agricultor Mike Boustead, de Cumbria, Reino Unido, parte para a paisagem gelada depois que algumas ovelhas Rough Fell desaparecem em meio a uma onda de frio no Reino Unido em março de 2018. 

As ovelhas, buscando refúgio dos ventos gelados, se escondem atrás de tradicionais muros de pedra seca. Mas rapidamente se tornam enterrados sob enormes montes de neve.  "Estamos com dez  animais perdidos, diz Boustead. "Então eles vão morrer enterrados em algum lugar se não o acharmos." 

O tempo é inclemente, para dizer o mínimo, pois, o trator robusto de Boustead precisa de ajuda para mover na neve pesada. Depois que joga alimento na neve para alimentar as que resgatarem, ele começa a cavar. O agricultor descreve como encontrar "uma agulha num palheiro".

Após escavar as enormes nevascas, Boustead e outros membros de sua família encontram algumas das ovelhas desaparecidas - mas ele diz que muitas estão "mal". Um  deles pode ser visto flácido e mal respirando. Mas sendo animais resilientes, as ovelhas se recuperam rapidamente - mesmo depois de estarem cobertas de neve por mais de um dia.

Fonte: LiveMail
========--------------===
Agora vejam neste caso o que o camarada faz com o cachorro quando enfia ele dentro do buraco para ver se tem mais ovelhas congelada...... Coitado, pô!!!!!

Fonte: Daily Mail

6/03/2018

ONG divulga vídeos em campanha contra transporte de gado

Ativistas de direitos dos animais divulgaram nesta terça-feira em Londres uma série de vídeos filmados secretamente como parte de campanha global para acabar com o transporte de longa distância de animais para o abate.

Os vídeos foram filmados durante dois anos e mostram as condições precárias enfrentadas por bois, vacas, porcos, ovelhas, galinhas e outros animais sendo transportados em caminhões ou outros meios em vários países.

Um dos vídeos da campanha, intitulada Handle with Care (Manuseie com Cuidado, em tradução livre), mostra imagens de vacas que são submetidas a uma viagem de três semanas que começa de caminhão na Amazônia, chega ao porto de Belém e segue de barco até Beirute, no Líbano.

"Os filmes mostram como animais de fazendas são transportados ao redor do mundo em condições precárias e superlotadas, em viagens que chegam a levar várias semanas. Todos os dias, gado, ovelhas e porcos morrem de doenças, fome e estresse no trajeto", diz o texto da campanha.

Segundo a diretora de campanhas da Sociedade Mundial de Proteção aos Animais, Leah Garcés, a intenção da nova operação é mostrar ao público a crueldade feita com os animais.

Segundo os ativistas, "o transporte de carne congelada e refrigerada já existe há mais de 125 anos e no entanto, milhares de animais ainda sofrem com o transporte desnecessário para ser abatidos na chegada".

Brasil - Líbano

Segundo os diretores da ONG, o transporte de carne do Brasil para o Líbano, por exemplo, ocorre porque produtores locais desonestos abatem a carne brasileira e a oferecem como carne local abatida segundo as regras muçulmanas (halal).

Em entrevista à BBC Brasil, o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne do Brasil (Abiec), Pratini de Moraes, negou que as condições do transporte sejam cruéis e afirmou que o transporte de gado vivo do Brasil para o Líbano é "perfeitamente regular".

"O gado é transportado em navios especiais com água e alimentação em condições adequadas e são enviados para o Líbano vivos pois o país quer abater o animal no país, com características especiais da região", afirmou Moraes à BBC Brasil.

Moraes afirmou ainda que o volume de gado brasileiro exportado para o Líbano "é pequeno, um navio com cerca 2 mil cabeças de gado por mês" e que "não há mortalidade no trajeto".

Ele declarou que, apesar dos embarques não serem feitos pela Associação, o órgão irá analisar os vídeos divulgados pela campanha.

Cavalos
A campanha cita ainda o caso de cavalos, que são transportados da Espanha para o sul da Itália, em uma viagem que dura até 46 horas na qual "a legislação da União Européia é ignorada".

"Os cavalos sofrem por uma razão: se abatidos na Itália, sua carne pode ser vendida aos consumidores como se fosse "de origem tradicionalmente italiana", diz a campanha.

Piores rotas
De acordo com os ativistas, além dos cavalos na Itália, as piores rotas incluem o transporte de 4 milhões de ovelhas que viajam por ano durante 32 dias da Austrália até o Oriente Médio. A campanha estima que anualmente pelo menos 30 mil animais morrem durante este trajeto.

Outras rotas destacadas pelos ativistas são a de porcos transportados de caminhão do Canadá para a Califórnia e de barco até o Havaí. A campanha Handle with Care é uma iniciativa das principais ONGs de animais do Reino Unido. Os vídeos podem ser acessados no site da campanha na internet.

FONTE: bbc

5/15/2018

EXPLORAÇÃO ANIMAL: Aumenta criação de ovelhas no Paraná... boicote já!!!!

Estou publicando a informação para todos saberem do aumento no investimento em criação de ovelhas que serão, muitas delas, exportadas em navios de terror como na foto. Campanha a ser feita: "Paraná, Estado explorador de ovelhas" . Nada contra nossos amigos queridos daquele Estado, mas tudo contra os criadores de animais para abate.... lembrando que lá, também, tem alguns abatedouros do método halal..... ah, e outra coisa: me parece que é o estado que tem mais muçulmanos.... lembrando que são praticantes do "Dia do Sacrifício".... A investigar, amigos!!!!!

---------------------
Criação de ovelhas e carneiros cresce 20% ao ano no Paraná
Com o mercado em alta, o fortalecimento do negócio tem sido a reprodução através de inseminação artificial.
O setor de ovinocultura tem ganhado mercado no Paraná. O melhoramento genético dos cerca de 800 mil animais criados no estado tem garantido mais qualidade à carne e conquistado o consumidor.

Por ano, a criação das ovelhas e carneiros tem crescido 20% em todo o Paraná. Com o mercado em alta, o fortalecimento do negócio tem sido a reprodução através de inseminação artificial.


Fonte: G1 Paraná

4/28/2018

60 Minutos revela vídeo perturbador de um navio de exportação de ovelhas vivas

Pelo que foi noticiado, 2400 ovelhas morreram de calor durante a viagem.... A tragédia aconteceu no princípio deste mês e ainda não tínhamos registrado.  Na verdade eu só queria estar cara a cara com estes políticos desgraçados, estes comerciantes malditos e os cumplices asquerosos quando dizem que tudo isto visto nas cenas dos vídeos está sob regulamento e legalizado. Este caso denunciado para o mundo foi na Austrália, mas, aqui no Rio Grande do Sul e no Pará acontece o mesmo tipo de embarque de ovelhas....É desesperador ver cenas como estas...  O que podemos fazer é não nos omitirmos e ASSINAR A PETIÇÃO da ONG Animals Austrália que tenta de todas as formas acabar com esta crueldade sem tamanho..... Por favor, ajude e assinem porque vai ajudar a resolver aqui no Brasil também.
--------------------
Pela primeira vez, o 60 Minutes transmitiu imagens de dentro de um navio de exportação de ovelhas vivas, mostrando como é a vida dos nossos animais a bordo. O corajoso jovem estagiário Faisal Ullah falou com exclusividade ao repórter Liam Bartlett após gravar secretamente o vídeo a bordo de cinco viagens de exportação ao vivo para o gigante porta-aviões Awassi Express. Ninguém nunca capturou essas cenas antes. "Uma vez que eu estava a bordo do navio, e quando eu vi a condição do animal a bordo, foi apenas, quero dizer, terrível por dentro", disse Ullah Bartlett.

As imagens detalhavam violações graves dos regulamentos de exportação australianos, leis de crueldade contra animais e tratamento deliberado e insensível de animais australianos. A visão de Ullah foi registrada para o grupo de bem-estar animal Animals Australia, que cooperou com o 60 Minutes em uma longa investigação.

A bordo, as ovelhas foram empilhadas em dez andares e forçadas a permanecer em pé por três semanas - isto é, se sobrevivessem à viagem. Depois de três semanas, o navio atingiu as condições de alto-forno do verão no Golfo Pérsico. Em uma viagem, registros de navios confirmam que mais de 880 ovelhas morreram em um dia devido ao estresse por calor. Isso é uma morte a cada dois minutos. No dia seguinte, 517 morreram. Essa onda de "zona de morte" continuou por cinco dias.

O cientista líder em bem-estar animal, Professor Clive Phillips, disse ao 60 Minutes que nunca tinha visto nada tão angustiante quanto as imagens secretas de Ullah, onde muitas das ovelhas pareciam apenas "desistir e morrer". "É um comportamento sobre o qual eu li, eu nunca tinha visto isso", disse Phillips. “É uma crueldade deliberada porque os exportadores sabem o que os animais podem enfrentar durante a viagem.”

Os regulamentos de exportação declaram que “qualquer gado doente ou ferido deve receber tratamento imediato e ser morto humanamente onde a eutanásia é necessária”. No entanto, como a visão de Ullah revelou, o veterinário a bordo simplesmente não conseguia acompanhar. "Eles simplesmente morreram na nossa frente", revelou Ullah. “Apenas um por um. Um após o outro. 
“É o mesmo que colocar animais no forno. Quero dizer, você está apenas colocando animais vivos no forno. Os regulamentos de exportação ao vivo também estabelecem que nenhuma ovelha grávida deve ser carregada nesses navios.

No entanto, como 60 Minutes revelou, não só as ovelhas dão à luz a bordo, mas a tripulação está cortando as gargantas dos cordeiros e jogando-os ao mar. "Eu vi muitos cordeiros realmente jovens morreram", disse Ullah. “Eles foram esmagados sob os pés de outros animais. É tão angustiante. "Eles apenas passam por cima do lado [do navio]."

O comércio de ovinos de exportação vivo ganha uma média de US $ 250 milhões por ano na Austrália. Uma grande porcentagem desses lucros vai para Graham Daws, o chefe da Emanuel Exports, com sede em Perth. A indústria o introduziu em seu Hall of Fame no ano passado.

Daws recusou o pedido da 60 Minutes para uma entrevista, referindo-se a Bartlett ao corpo industrial e ao chefe-executivo do Conselho Australiano de Exportadores ao Vivo, Simon Westaway. Westaway argumentou que a Austrália tem os melhores padrões de exportação do mundo. "A realidade é que a Austrália realmente tem os melhores padrões do mundo quando se trata de exportação de gado e movimentação de gado por transporte", disse Westaway.  No entanto, a investigação 60 Minutes - Animals Australia mostra que as leis não estão sendo aplicadas em alto mar.

Isso vem como um choque súbito e inesperado para os políticos australianos. O ministro da Agricultura, David Littleproud, substituiu recentemente o maior líder de torcida da indústria de exportação, Barnaby Joyce. Falando a Bartlett na manhã de sábado, depois de ver uma prévia da história do 60 Minutes, Littleproud declarou que a indústria de exportação ao vivo enfrenta uma investigação e uma potencial proibição.

O ministro da Agricultura, David Littleproud, prometeu mudar a indústria de exportação ao vivo.  “Ninguém é irrepreensível nisso e eu digo que é indesculpável. Eu vou e garanto que daremos uma solução breve nisso. É importante demais para nós não entendermos direito o qua acontece nos navios”, disse Littleproud. De acordo com Littleproud, a próxima viagem de exportação ao vivo deve levar menos animais e um inspetor independente reporta-se diariamente a Canberra.

Esta manhã, o ministro disse hoje que a filmagem deixou-o "chocado no seu interior" e disse que, se os padrões não foram violados, então eles simplesmente não são bons o suficiente. "Eu já perguntei ao Departamento (autoridade independente sobre exportações ao vivo) por um 'por favor explique' sobre isso, mesmo antes de eu ver a filmagem", disse ele. "Recebi um relatório que dizia basicamente que este carregamento atendia a todos os sedes da cidade. 

Eu tinha algumas preocupações sérias sobre isso e pedi-lhes imediatamente que me dessem um resumo sobre se suas ações eram satisfatórias. Ainda estou revisando esse resumo. "Eu pretendo ter certeza de que somos um país justo e que todos tenham uma chance de ir, mas a realidade é ... se os padrões não foram violados aqui hoje, então, na verdade, os padrões não são bons o suficiente. "Se eles não forem, eu pretendo trabalhar de forma colaborativa - estou me reunindo com a Animals Australis e a RSPCA e com a indústria hoje para obter um caminho a seguir."

Os termos de prisão poderiam ser uma conseqüência potencial para os diretores da empresa que violassem os regulamentos. "É importante termos a integridade de volta à indústria", disse Littleproud. “Aqueles que fazem a coisa errada devem ser responsabilizados. Eu não pretendo dar um passo para trás. Tudo está na mesa."

O aumento das penalidades já está no Parlamento, mas o Sr. Littleproud trabalhará com a Oposição para tentar torná-las ainda mais duras. Ele também pediu ao Procurador Geral para investigar os poderes, capacidades e cultura do regulador da indústria. O exportador é mais uma vez Emanuel Exports, administrado por Graham Daws. Daws emitiu uma declaração dizendo que suas empresas trabalharão de maneira totalmente cooperativa com o regulador e reduzirão o número de ovelhas nas viagens de verão. O Conselho de Exportadores ao Vivo também sinalizou que fará melhorias urgentes.

Em resposta hoje, a RSPCA também criticou a indústria australiana de exportação ao vivo, dizendo que as imagens liberadas das viagens representam uma "falha óbvia em alcançar o alto padrão de bem-estar animal que a Austrália espera".  Emanuel Exports é o maior exportador de ovelhas vivas deste país. Há todos os motivos para acreditar que o que vimos nessas cinco viagens na noite passada é típico do que ocorre em todas as viagens que ocorrem nas costas da Austrália", disse Gary Humphries, presidente da RSPCA.  "Particularmente naqueles meses de verão entre maio e outubro ... quando as condições a bordo desses navios são horríveis e as mortes em massa de ovelhas são quase inevitáveis. "Acreditamos, como a RSPCA, que há um conflito irreconciliável entre o bem-estar animal e a continuação deste comércio e, portanto, estamos pedindo ao governo que promulgue a suspensão imediata do comércio de exportação de ovinos vivos deste país".

Humphries também disse que a suspensão não precisaria custar aos agricultores australianos o acesso ao mercado do Oriente Médio, dizendo que as ovelhas poderiam ser enviadas a abatedouros australianos para abate humanitário e depois transportadas para a região como refrigeradas ou congeladas. 

A cientista-chefe da RSPCA, Bidda Jones, também respondeu à reação de Littleproud ao filme, dizendo que ele deveria estar cauteloso com o tratamento das ovelhas nos vídeos, que poderia ser representativo de todos os exportadores e embarcações envolvidas no comércio de exportação australiano. "Estes navios foram todos assinados pelo governo australiano como cumprindo o padrão australiano para a exportação de gado vivo. Então, eles estão em conformidade quando deixam a Austrália com esses padrões".

Esses são os padrões que todos os outros navios estão trabalhando", ela disse. "Não há diferença entre os navios que outros operadores usam em termos de padrões de ovelhas e nenhum exportador pode controlar a temperatura e a umidade em que esses animais estão entrando no Oriente Médio. Nós estamos preocupados que (Littleproud) pode não ver o significado disto. Este não é apenas um exportador, não é apenas um navio. São padrões australianos que são necessários para atender a saúde e o bem-estar dos animais. O Ministro e o Departamento, sob a legislação atual, devem estar convencidos de que a saúde e a condição do gado serão mantidas durante toda a viagem de exportação. Essa é a lei. Não acreditamos, a partir dessa evidência, que isso seja possível."

Quanto a Faisal Ullah, o bravo jovem denunciante, ele sabe que vai ser incluído na lista negra de navios para sempre. Tudo o que ele quer é que os australianos, principalmente os agricultores, vejam a verdade.
IMAGENS FORTES


Fonte:  60 minutos     e Animals Austrália

4/04/2018

Ovinos e bovinos do Alentejo exportados para Israel

Meu Pai do Céu!!!!! é difícil aceitar estas coisas.... é difícil aceitar que nós, da causa, não tenhamos recursos para meter bronca nesta desgraceira...... É injusto!!!!! Temos que detonar estes navios!!!! é o foco ou então fazer como Santos, embora a lei ainda não tenha sido assinada....
--------------
Um total de 5.300 ovinos e 600 bovinos vivos criados no Alentejo seguiram nesta terça-feira, 27 de Março, para Israel, através do Porto de Sines, num processo acompanhado pelo deputado do PS eleito por Beja.

"Como parte integrante do processo de valorização dos animais e do bem-estar animal, fiz questão de acompanhar de perto o trabalho dos inspectores veterinários, da Polícia Marítima e de outros organismos fiscalizadores na certificação das condições de transporte do navio e de tratamento dos animais", adianta ao "CA" Pedro do Carmo.

Para o deputado socialista, este foi um momento muito importante para o Mundo Rural, daí garantir que vai continuar a acompanhar "o trabalho dos empresários e criadores da região" para manter a "capacidade de resiliência do Baixo Alentejo".

"Vou continuar a lutar pela criação de oportunidades para a defesa da nossa economia local e a prosseguir o caminho do desenvolvimento com qualidade da fileira agro-alimentar da região", acrescentou. Recorde-se que em Abril de 2016, então através do Porto de Setúbal, Portugal exportou, pela primeira vez, 500 ovinos vivos oriundos do Baixo Alentejo para Israel, depois de um complexo processo negocial de desburocratização dos mecanismos e de cumprimento das regras impostas por Israel para a exportação de animais vivos.

Trata-se de um mercado internacional que representa um potencial de exportação de 40 a 50 mil ovinos por ano.

FONTE: correioalentejo

3/14/2018

GRAVE: Ovelhas criadas no Tocantins começam a ser exportadas para o Suriname

Pois é, mais um transporte de animais via marítima. Detalhe é que o dono das ovelhas diz que elas terão no navio espaço do tamanho das baias durante a viagem. Aliás, pela foto ao lado estamos vendo que, pelo menos 9 animais por baia.... Jesus!!!!! Estou prevendo um desastre que, infelizmente, não vamos ficar sabendo. 

Ou seja, é a primeira vez que farão este translado. As pobres vão viajar 1300km até Macapá de caminhão e depois 600 milhas de navio que calculei em torno de 5 dias até o Porto de Suriname. Eu só quero saber se, mesmo os animais tendo um preço bem caro, terão um veterinário acompanhando e se a fiscalização vai fazer aquele famoso laudo dizendo que está tudo de acordo com o regulamento...... Minha Santa dos Cascos, ajuda estes bichos!!!! algum dos nossos leitores conhece alguém de Macapá para acompanhar o caso?
---------------
Animais vão ser usados na montagem de uma criação de ovelhas em Paramaribo. Ovelhas são da raça Santa Inês e chamaram atenção pela adaptação ao clima.
Um grupo de ovelhas que cresceu no norte do Tocantins está sendo preparado para uma viagem de mais de 2 mil km. Os animais vão sair de uma fazenda em Araguaína e viajar até Paramaribo, no Suriname, onde devem ser usadas para a criação de um plantel. A negociação é a primeira do tipo no estado. Os animais são da raça Santa Inês e chamaram atenção pela adaptação ao clima.

As fêmeas serão usadas no processo chamado 'transferência de embrião'. Isso quer dizer que a genética delas será usada em cruzamentos com animais de país de destino. Como o clima do Suriname é semelhante ao do Tocantins a expectativa é que elas se adaptem bem por lá.

A negociação para a venda durou quase um ano em função das barreiras sanitárias. Os animais que vão fazer a viagem são uma espécie de 'piloto', que vão permitir remessas maiores no futuro. As ovelhas vão de caminhão até Macapá (AP) e de lá pegar um navio para chegar ao Suriname.

"O pessoal nos procurou. Eles fizeram uma pesquisa e viram que aqui no Tocantins há bons criadores. Fizeram uma seleção destas fêmeas. Estão levando algumas fêmeas e alguns machos para haver essa abertura de mercado", explica o produtor Raul Oliveira.

Na venda, as fêmeas saíram por R$ 2 mil e os machos por R$ 3,5 mil cada um. Os produtores acreditam que com o começo das negociações internacionais outros mercados possam se abrir aos produtos do Tocantins.

Fonte: G1- TV Anhanguera 

3/07/2018

Qual espécie devemos considerar: a onça, o cão, as ovelhas ou o tal "serumano"?

Quando vi esta matéria no Globo Rural no último domingo, fiquei baratinada..... A onça precisa comer, a ovelha não pode ser comida, o cão não pode ser explorado e o humano que destruiu o ambiente das onças entra onde? Resolvi a dividir com vocês tal questionamento.... Por isso que volta e meia pergunto ao "Criador" se não tinha uma ideia melhor sobre matar a fome das espécies.... Por que Ele inventou uma maneira tão cruel? Pior que ficamos aqui malhando em ferro frio para todos se tornarem veganos..... Ô, minha Santa dos Mistérios, dá uma luz para a gente?
--------------
Cães treinados podem ajudar a prevenir ataques de onças a ovelhas
Desmatamento tem aumentado casos de ataques a rebanhos.
Veja a orientação de veterinários e uma cartilha dá dicas para a proteção.
Muitos criadores de ovelhas têm problema com onças em diferentes partes do país. Em cada lugar ela é conhecida de uma forma: onça parda, suçuarana ou leão baio, como é no Rio Grande do Sul.

O animal tem pelo castanho claro e é bem menor que a também temida onça pintada. Mesmo assim, um macho pode pesar até 70 quilos. É um bicho que pode ser encontrado por todo o país, mas hoje em dia, por conta do desmatamento, tem dificuldade para se alimentar de presas naturais, como queixadas e tatus. Por isso, se a onça encontra um rebanho dando sopa, os animais viram preza.

“Chegou a um ponto de ter oito ovelhas por dia. E cheguei ao ponto de ter no primeiro ano, 80 cordeiros”, explica Marcos Antonio Batista de Moraes, criador. O rebanho de Marcos fica em São Francisco de Paula, na Serra Gaúcha. Depois dos ataques, que eram sempre à noite, ele passou a recolher as ovelhas para dormir em um galpão, todo fechado com tela e coberto, porque a onça pula alto.

A veterinária Marlise Germer explica que não tem solução milagrosa. É preciso trabalhar várias frentes. “No caso de ataques durante o dia, o galpão não vai ter muita utilidade. Aí o cachorro é a melhor opção para que ele tenha realmente a defesa do rebanho durante o dia”, orienta.

As raças ideais para a proteção são o Maremano e o Kuvasz, que se encontram com facilidade no Brasil. No entanto, eles precisam de treinamento para poder proteger. 

“O cão pode afugentar diversos animais que ameaçam o rebanho. Até mesmo outros cachorros que acabam causando prejuízo, algumas aguiazinhas que às vezes matam cordeiros jovem também. E muitas vezes ele acaba afugentando e dificultando até no roubo de animais”, explica a veterinária.

Fonte: Globo Rural

2/11/2018

Centenas de ovelhas mortas pelo motorista de caminhão

Pelo jeito isto é comum lá pela  Síria ... Olha outro caso em 2016 que aconteceu na Austrália clicando AQUI.  Como pode um camarada ver que atropelou um animal e continuar fazendo este massacre? tem que estar drogado ou bêbado para fazer isto .....só falta ele dizer que sofre de epilepsia..... 
-------------
Novamente, divulgado pelo Instagram, em 4 de fevereiro de 2018 um novo vídeo registra um acidente onde um caminhoneiro, de alguma forma acidental ou propositalmente, passou por cima de um rebanho de ovelhas que estava na estrada... O que você faria para salvar os animais? Foi terrível. 
IMAGENS FORTES

Fonte: LiveLeak

2/05/2018

Sheepdog viaja em compartimento de caminhão


Sinceramente? o texto diz que é uma imagem divertida, mas, não acho....
--------
Um clipe divertido da Austrália mostra um cão de pastoreio muito feliz que atravessa uma rodovia com a cabeça para fora de um cubículo especial embaixo de um caminhão de ovelhas.

O momento engraçado foi capturado perto de Melbourne no domingo.




FONTE: liveleak

11/11/2017

Cientistas ensinam ovelhas a reconhecerem foto de Barack Obama

Eu fico impressionada com este tipo de pesquisa por sua finalidade sempre idiota.... Vai servir para entender doenças degenerativas em humanos... hã? é muito doido!!!! e a imprensa dá o maior destaque como se estes pesquisadores estivessem falando sério!!!! ah, vão catar coquinho!!!!! 
--------

Experimento usou imagens de celebridades para testar capacidade de reconhecimento facial dos animais

LONDRES - Ovelhas aprenderam a reconhecer o ex-presidente americano Barack Obama depois de terem visto sua foto dezenas de vezes, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira que sugeriu que esses animais podem ser mais inteligentes do que pensamos.

Obama foi uma das quatro celebridades usadas em um teste de habilidade de reconhecimento facial realizado com as ovelhas, junto com a atriz Emma Watson, a apresentadora da televisão britânica Fiona Bruce e o ator americano Jake Gyllenhaal, informou a equipe de pesquisa.

- Nós escolhemos essas pessoas porque havia muitas imagens delas disponíveis on-line, de frente e em diferentes ângulos - disse à AFP a coautora do estudo Jennifer Morton, da Universidade de Cambridge. - Nós também as escolhemos porque tínhamos certeza de que nossas ovelhas nunca as conheceram pessoalmente!

Morton e uma equipe treinaram oito ovelhas para reconhecer os rostos famosos a partir de uma foto frontal de cada um deles. Toda vez que um animal escolhesse o rosto da celebridade em vez de uma imagem diferente mostrada em uma segunda tela, receberia uma recompensa alimentar.


A ovelha aproximava o focinho da tela escolhida, ativando um sensor infravermelho que liberava um alimento se elas tivessem escolhido corretamente. Em testes subsequentes, as ovelhas escolheram o rosto das celebridades que tinham aprendido a reconhecer oito em cada dez vezes, disseram os pesquisadores.

Eles então desafiaram os animais novamente, desta vez mostrando-lhes uma imagem da mesma celebridade, mas usando uma nova foto do seu rosto inclinado em algum ângulo. A precisão das ovelhas caiu para cerca de 66% - “uma magnitude semelhante à observada quando os humanos realizam essa tarefa”, informou a equipe na revista científica Royal Society Open Science.

- A capacidade do animal de aprender a reconhecer uma pessoa a partir de uma fotografia 2D (bidimensional) foi surpreendente, visto que isso requer um processamento complexo do cérebro - disse Morton.

Em uma quinta e última tarefa, foi mostrada às ovelhas uma fotografia de seu cuidador do dia a dia - que elas conhecem bem, mas cuja foto nunca tinham visto -, ao lado da foto de uma pessoa desconhecida. Após alguma confusão inicial, os animais escolheram a imagem do cuidador em 72% dos casos.

- Os humanos tendem a subestimar a capacidade das ovelhas - disse Morton por email. - Este estudo atual acrescenta uma nova e interessante habilidade ao surpreendente e amplo repertório de comportamento das ovelhas.

O reconhecimento facial é uma habilidade social essencial nos humanos, e somos capazes de identificar uma pessoa conhecida em milissegundos. Muitos outros animais reconhecem os rostos entre suas próprias espécies, enquanto alguns - incluindo macacos, cavalos, cachorros e ovelhas - também podem identificar indivíduos de outras espécies. A nova evidência sugere que as ovelhas podem processar informações sobre um rosto humano sem requerer uma “pessoa real” em 3D, disse Morton.

O estudo pode contribuir com pesquisas em curso sobre o tratamento de doenças neurodegenerativas, como a de Huntington, que pode prejudicar a percepção facial das pessoas afetadas. Foi criado um “modelo” de ovelha com a doença de Huntington, que exibe mudanças cerebrais e sociais semelhantes às observadas em pacientes humanos.

- Esta tarefa de reconhecimento facial nos permitirá testar se as ovelhas que possuem a mutação genética que causa a doença de Huntington têm sua capacidade de pensar e raciocinar prejudicada - explicou Morton. - Se esse for o caso, podemos usar o teste para medir o efeito benéfico de novos tratamentos.


FONTE: oglobo

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪