RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador manifestação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador manifestação. Mostrar todas as postagens

4/11/2019

Regime cubano autoriza manifestação popular pelos direitos dos animais

Marcha de ativistas pode ser o primeiro protesto não vinculado ao Estado autorizado pelo Partido Comunista desde a revolução cubana.

Mais de 400 defensores dos animais marcharam pacificamente mais de 1,5 quilômetro por Havana no domingo (7), gritando palavras de ordem e pedindo o fim da crueldade

4/10/2019

Marcha pelos direitos dos animais juntou centenas em Lisboa

As manifestações pelo mundo estão cada vez mais acabando com o especismo e antropocentrismo....
------------------
A marcha teve início junto ao Campo Pequeno, com faixas e cartazes mostrando imagens de animais ensanguentados, acorrentados ou usados para experiências científicas.

A Associação Animal disse que vai entregar no parlamento uma petição com

3/15/2019

Deputados usam cachorros para atrapalhar ato por Marielle na Câmara

Acho que deveriam ter tido um respeito mútuo e fazerem os respectivos Atos em horários diferentes. A provocação pode trazer antipatia para nossa causa. Estes deputados foram eleitos para defender os animais e não usá-los em ações provocativas.
---------------------
Dez minutos depois de deputados do PSOL e outros partidos de esquerda começarem um ato em homenagem a Marielle Franco, colegas de direita

1/29/2019

PETA faz churrasco com cão em rua de Sydney

Gosto muito destas manifestações da PETA....
-------------
“Se não comerias um cão, porque comes cordeiro?” é a mensagem da campanha realizada por ativistas vegans para alertar a população da Austrália a não comer carne.

Ativistas vegetarianos realizaram uma manifestação em Sydney, na Austrália, na qual fizeram um "churrasco" com um cão

12/10/2018

Veganos invadem abatedouro de patos na Austrália

As manifestações devem ser feitas sempre. Olha os patinhos nadando pela primeira vez na vida.... tadinhos..... Ô, meu Deus, quando vamos acabar com tanta mortandade de animais neste mundo? Dá um jeito nisto!!!!!! ninguém aguenta mais.....
------------------
Vigilantes veganos invadiram um matadouro e roubaram quase 20 patinhos

11/15/2018

Piqueteiros veganos atacam reinado da carne na Argentina

Tem mais é que se manifestar mesmo!!!! tamos juntos!!!!
--------------
Aos gritos de 'fora queijo' e 'frigoríficos são a morte', ativistas invadem churrascarias pelo país
Desde que chegou do Paraguai, em 1556, um grupo de sete vacas e um boi, os habitantes de Buenos Aires deixaram de comer apenas carne de javali e transformaram a cidade na capital latino-americana da carne.

11/12/2018

Ativistas realizam protesto contra embarque de animais vivos

Ótima iniciativa para este protesto!!!! parabéns companheiros!!!! não podemos dar trégua, principalmente considerando o que vem pela frente neste novo governo... ai, Jezuissssss!!!!
------------------
Grupo fez uma parada em frente à casa do prefeito de São Sebastião por ele ter declarado que o tipo de embarque gera R$ 300 mil em impostos 

10/17/2018

Série de Kevin Costner é acusada de mutilar animais para cenas

Engraçado a empresa falar que se preocupa com os cuidados necessários com os animais durante as filmagens.... hã?
--------------
Carcaças de vacas foram retalhadas para cena da série 'Yellowstone'.
A nova série de Kevin Costner, 'Yellowstone', é acusada de mutilar carcaças de vacas para filmar cenas

9/26/2018

Manifestação Nacional Contra o abate de jumentos

Recebi e estou divulgando esta comunicação dos "Mensageiros dos Animais" . Peço que divulguem e prestigiem, também. 
------------------
✊🗣️ OS JUMENTOS PRECISAM DE SOCORRO ✊🗣️
➡️ Ativistas de todo país estão se reunindo para defender os jumentos. A primeira ação será dia 14/10/2018. Estes animais que tanto serviram ao homem agora estão sendo dizimados. Veja abaixo os horários das manifestações:

9/22/2018

Milhares de pessoas reivindicam em Madrid o fim das bezerradas

Meu Deus, quanta luta!!!! quanta crueldade!!!! sinceramente, eu já teria explodido uma bomba nestes lugares...... Entrem no site do PACMA e vejam a quantidade de denúncias que eles fazem diante dos massacres e torturas contra os animais.... O bezerros sofrem demais para que novos toureiros sejam "formados" pela arte do demônio!!!!! Desgraçados!!!!! É chocante!!!!! por isso prefiro uma bomba .... pronto,

8/21/2018

Invasão de praça de touros por ativistas leva a agressões

Maravilha, mas, ainda acho que deveriam contratar estes terroristas do oriente para explodir as arenas..... Seria um show, não? eitcha porque um anjo não diz amem? 
----------------
Três homens, ativistas dos direitos dos animais, invadiram e interromperam na passada quinta-feira uma corrida de touros em Albufeira, Algarve,

8/14/2018

Portugal protesta contra a utilização de animais de circo

Parece que nossos companheiros de Portugal vivem o mesmo problema: mobilização presencial..... Faz tempo que percebi isto e nunca mais marquei uma. A gente sabe o quanto é difícil com as pessoas trabalhando e com seus afazeres.....
-------------
As organizações que se dedicam à chamada causa animal lutam contra a utilização de animais em circos, e os

7/20/2018

The Body Shop realiza ato contra testes em animais na Avenida Paulista

Quem puder, compareça, gente!!!! Sou a favor de manifestações desde que reivindiquem pleitos efetivos.....
---------------
A The Body Shop® promove, no dia 29 de Julho, domingo, um ato público seguido de caminhada a favor da proibição de testes em animais na indústria cosmética. A concentração do ato será em frente ao vão do Masp a partir das 11h e a caminhada, que segue até o Hotel Ibis na Consolação, está prevista para 12h.

7/19/2018

Manifestantes pedem fim de consumo de carne de cachorro em Seul

Muito legal o pessoal do próprio país se manifestar..... É o lado bom de Deus agindo!!!! Força aí, companheiros queridos!!!!!
--------------
Organizações de proteção animal calculam que cerca de um milhão de cachorros são sacrificados ao ano para consumo no país

Com bichos de pelúcia e filhotes nos braços, grupos de manifestantes ocuparam o centro de Seul nesta

6/17/2018

TRANSPORTE DE ANIMAIS: Protesto em Lisboa contra condições "degradantes" de transporte de animais

Parece que lá foi bem movimentado. Aqui no Brasil ainda não recebi nem li nada a respeito.
--------------
Manifestação em Lisboa começou no Cais do Sodré e terminou na Praça do Comércio. Aconteceu em simultâneo com iniciativas idênticas em outros países, para assinalar o Dia Internacional Contra o Transporte de Animais Vivos.

Dezenas de pessoas protestaram nesta quinta-feira em Lisboa contra a exportação de animais vivos através de transporte marítimo em condições que dizem ser degradantes, uma iniciativa a que se juntaram os partidos PAN e Bloco de Esquerda.

O protesto, uma manifestação que começou no Cais do Sodré e terminou na Praça do Comércio, junto do Ministério da Agricultura, foi organizado pela Plataforma Anti-Transporte de Animais Vivos (PATAV) e aconteceu em simultâneo com iniciativas idênticas em outros países, para assinalar o Dia Internacional Contra o Transporte de Animais Vivos.

sabel Carmo, da PATAV, disse à Lusa que o negócio da exportação de animais vivos começou em Portugal em 2015 e que teve desde então um "crescimento exponencial", passando de 9000 animais nesse ano para 103.000 no ano passado.

Segundo a responsável, são animais (bovinos e ovinos especialmente) que viajam "em condições degradantes", que são sujeitos a maus tratos logo no momento do embarque, algo que, disse, a PATAV tem testemunhado no porto de Setúbal.

Isabel Carmo fala de "descargas eléctricas consecutivas" e de queda de animais em rampas, diz que os animais que morrem no caminho são deitados ao mar, e conta que ultimamente o encaminhamento para os navios é tapado com lonas, o que vai contra a lei.

"Não conseguimos compreender no meio disto tudo qual é o papel da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV)", disse a activista à Lusa.

A PATAV já teve reuniões com todos os grupos parlamentares e entregou na Assembleia da República uma petição para abolir o transporte de animais vivos para países fora da União Europeia.

Em Dezembro de 2017 o partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) já tinha apresentado um projecto de resolução para restringir o transporte de animais, mas foi chumbado.

André Silva, deputado do PAN e presente na marcha, explicou à Lusa que quando a petição for discutida, "em Setembro ou Outubro" o PAN apresentará também iniciativas legislativas, como a obrigatoriedade de um veterinário a bordo, a restrição de viagens superiores a oito horas, a existência de uma parte do navio para enfermaria e a interdição de exportação para países onde o abate de animais não seja semelhante ao de Portugal.

E o bem-estar?
O PAN, explicou também, quer que a DGAV seja reformulada, porque apenas "no papel" tem a tutela do bem-estar animal. A DGAV, disse, é uma "entidade da administração que é absoluta e totalmente conivente com os produtores" e "não faz aquilo que lhe compete que é assegurar as normas de protecção e bem-estar animal".

"Precisamos claramente, porque não temos em Portugal, de uma autoridade nacional para a protecção e bem-estar dos animais", disse.

Maria Manuel Rola, do Bloco de Esquerda, disse à Lusa que o partido tem igualmente uma iniciativa, que apresentará quando da apreciação da moção da PATAV, e considerou que tem havido uma mobilização crescente de pessoas contra o transporte degradante de animais vivos.

"Parece essencial que se garanta o mínimo dos mínimos do bem-estar animal a bordo. A nossa proposta vai no sentido de alterar a legislação que existe relativamente ao transporte de animais para que os animais que são transportados de barco para países fora da União Europeia tenham outras condições, de saneamento, ventilação do ar, e que exista uma pessoa que consiga prover o bem-estar animal durante toda a viagem, garantindo que existe um médico veterinário", disse à Lusa.

Exibindo fotos de vacas e ao som de música e palavras de ordem como "animais no mar poluição a dobrar", os manifestantes transportaram também faixas com frases como "os animais não são mercadoria" ou "pela diversidade e bem-estar animal".

FONTE: publico.pt

6/13/2018

MANIFESTAÇÃO IMPERDÍVEL: Dia Mundial de Conscientização - 14 de junho

Convidamos todos a participar da manifestação global de 2018 contra esse comércio abominável. 

Em 2017, foram mais de 100 ações em 30 países de 6 continentes. 
Em 2018, integraremos movimento global com 13 cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Paranaguá, Florianópolis, Porto Alegre, São Luiz, Belém, Brasília, Manaus.

O Brasil exporta anualmente milhares de bovinos para abate no Oriente Médio, em viagens de semanas, condições muitíssimo precárias, alta densidade de lotação e insuficiente assistência veterinária. Se mortos durante o trajeto, são atirados ao mar, assim como toneladas de dejetos produzidos na viagem. Além de impacto ambiental, risco de acidentes é alarmante. 

Fórum Animal e Animals International atuam desde 2016 no Brasil, onde esse comércio era quase desconhecido. Neste ano, Ação Civil Pública do Fórum Animal conseguiu laudo técnico veterinário (Dra.Magda Regina) e suspensão da exportação em nível federal, até intervenção da Advocacia Geral da União. Fórum Animal espera agora resultado de seu Recurso na Justiça Federal para restabelecer a proibição federal da exportação. 

Projetos de Lei contra a exportação foram apresentados no Congresso, na Assembleia do Estado de São Paulo, na do Estado do Rio de Janeiro, e na Prefeitura de Santos.


5/28/2018

MANIFESTAÇÃO: Milhares de manifestantes pedem o fim das touradas

Tinha que o povo todo sair nas ruas..... Nossos companheiros da Espanha (e outros países que promovem esta crueldade inominável) lutam muito na tentativa de eliminar estes malditos eventos....
---------------
Milhares de espanhóis e estrangeiros manifestaram-se este domingo no centro de Madrid, em Espanha, para reivindicar a abolição da tauromaquia em todas as suas formas, uma iniciativa que contou com a participação de 500 ativistas.

A manifestação começou na Puerta del Sol com uma performance em que ativistas partiram bandarilhas criando uma grande nuvem vermelha para simbolizar o sangue de mais de 20 mil touros, vacas, novilhas, touros e bezerros que morrem a cada ano nas touradas em Espanha. Os participantes começaram a marcha com uma faixa onde se lia “Tourada é violência” e slogans como “abolição da Tourada” ou ” vergonha nacional tauromaquia”.

Laura Gonzalo, porta-voz do evento, explicou em declarações à agência EFE que a iniciativa contou com 40 mil participantes e que foi apoiada por onze associações nacionais e internacionais de defesa animal. A manifestação teve como objetivo exigir a eliminação das touradas das listas de património e de interesse cultural, o fim dos apoios públicos e ainda da participação de crianças.

Victoria Lacalle, colaborador Gladiator para a Paz e um psicólogo especialista em violência, disse à Agência Efe que “a tauromaquia representa o calcanhar de Aquiles do abuso de animais e terminá-lo eliminaria outras formas de violência contra humanos e outros animais”.

Fonte: Observador

5/23/2018

VETERINÁRIOS DO BEM: Palestras contra maus-tratos aos animais

Por isso que acho difícil a gente aceitar que nesta profissão existem traficantes de anestésicos..... Horror!!!! Olha que trabalho bom pelos animais..... Isto é ótimo!!!!
-------------------
Curso de Veterinária da FPM promove manifestação contra crueldade e maus-tratos a animais
As palestras foram ministradas pelo professor Dr. Saulo Gonçalves com o apoio e organização dos integrantes do grupo.

O mês de abril foi intitulado pela Aspca (Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade Contra os Animais) como Abril Laranja, mês de prevenção contra a crueldade e maus-tratos a animais. E a data se popularizou também no Brasil, a partir de 2014.

Para promover a data, o GEAS – FPM (Grupo de Estudos em Animais Silvestres) realizou um ato concreto aberto à população com o intuito de estimular uma reflexão sobre um tema tão atual e complexo que é o caso da crueldade e maus-tratos contra animais. Foram realizadas palestras sobre a lei de Crimes Ambientais e sobre a penalização por maus-tratos. As palestras forma ministradas pelo professor Dr. Saulo Gonçalves com o apoio e organização dos integrantes do grupo.

“Os maus tratos contra os animais de criação, produção, estimação ou silvestres são uma realidade muito próxima que gera muita preocupação, há um longo caminho para ser conquistado o respeito e direitos aos animais”, pontuou o professor Saulo que também apresentou dados sobre maus-tratos a animais na região.

O Grupo GEAS - FPM listou seis formas de maus-tratos aos animais que precisam ser combatidas:
1 - Caça e reprodução indiscriminada: Ocorre em favor do contrabando de animais, a caça ou reprodução animal geralmente é feita para o mercado das peles.

2 - Abandono: É o ato de abandonar o animal nas ruas, sozinho, sem condições básicas de sobrevivência.

3 - Exploração comercial: Exposição de animais em circos, zoológicos, em espetáculos de brigas (galos, cães, etc), corrida de touros, tração de sangue, etc.

4 - Ausência de alimentos e água: Deixar o animal sem condições básicas de sobrevivência.

5 - Acorrentamento: Existem vários motivos que as pessoas usam para justificar esse ato, seja para que o animal não avance nas visitas, não fuja etc, mas é necessário analisar muito bem essa situação, pois o animal não deve sofrer.

6 - Agressões físicas: É um dos crimes mais comuns, é proibido agredir animais!

A Lei nº 9.605 em seu art. 32 prevê pena de detenção, de três meses a um ano e multa, para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Existem algumas maneiras para lutar contra esse crime, entre elas estão as condições de doações para entidades protetoras, realizar campanhas de conscientização, reforçar o ato de denúncia ao presenciar algum tipo de violência, ajudar nos abrigos ou ceder o seu lar para ser um abrigo temporário enquanto o animal ache um lar fixo.

FONTE: patoshoje

4/30/2018

MILITÂNCIA: Dezenas de pessoas fazem vigília à porta de matadouros pela defesa dos animais


Portugal, também, tem lutado muito contra o abate e transporte de animais vivos.
---------------
Dezenas de Voláteis do Porto Animal Save têm uma vigília em Famalicão e em Penafiel, junto aos matadouros. O que é uma liberdade de comunicação por animais, não é um dia em que a liberdade é comemorada em Portugal.



FONTE: sapo.pt

4/12/2018

Centenas de pessoas marcham em Lisboa pelos “direitos de todos os animais”

Centenas que espero ser milhares de pessoas nesta luta covarde de crueldade contra os animais..... Vamos esperar uma luz divina para mudar o rumo do pensamento humano e enquanto isto, trabalhemos para a conscientização....
-----------
As duas centenas de manifestantes que se manifestaram em Lisboa neste sábado querem acabar com a distinção entre os animais de que gostamos e os animais que comemos e exigem que se respeitem os “direitos de todos”.

Dezenas de associações, grupos, plataformas e alguns partidos políticos desfilaram entre o Campo Pequeno, “catedral máxima da tortura institucionalizada” (nas palavras de Rita Silva, da Animal), e a Assembleia da República, entoando palavras de ordem, sob a batuta de alguns ativistas de megafone em punho.

Pessoas e alguns cães fizeram parar o trânsito, sob o controle da polícia, para “mostrar ao resto da população que a proteção dos animais não é, de todo, um assunto menor, pelo contrário, cada vez há mais gente preocupada, cada vez mais gente sai das redes sociais e vem para a rua”, diz Rita Silva.

Desde 1999 que a marcha Animal se cumpre todos os anos, “em defesa dos direitos de todos os animais, cães, gatos, touros, porcos vacas, todos”, frisa a ativista, enquanto vários manifestantes passam com cartazes perguntando “amas uns e comes outros?”.

Apesar dos passos legislativos — sendo o mais recente o que permitirá, a partir de maio, que os animais de companhia possam acompanhar os donos a estabelecimentos comerciais devidamente sinalizados –, o que é motivo para “celebrar”, é preciso continuar a “protestar”, realça o deputado André Silva, do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), que desfilou na marcha.

“Os animais de produção, de pecuária, continuam sem qualquer tipo de proteção jurídica”, compara, acrescentando que é necessário “reivindicar mais proteção e mais direitos para os animais que não os de companhia”.

Apesar de existir “uma vontade da parte dos portugueses de conferir mais direitos aos animais”, a Assembleia da República, “na sua maioria, [está] de costas voltadas para o sentimento geral”, critica o único deputado eleito pelo PAN.

São passos “tardios”, considera Rita Silva, referindo-se à permissão de levar os animais para certos estabelecimentos comerciais. “Mas são passos importantes. São duas coisas paralelas, à medida que vamos consciencializando a população, também o legislador vai fazendo o seu trabalho. Claro que não chega”, reconhece.

“Há muito para fazer no bem-estar e na defesa dos direitos dos animais”, afirma Ricardo Robles, vereador na autarquia lisboeta, eleito pelo BE, também presente no protesto. “Os municípios têm muitas responsabilidades, no âmbito da esterilização, por exemplo, evitando os abates, mas também não apoiando nem financiando os espetáculos que implicam sofrimento animal, como as touradas, que ainda temos algumas pelo país, em Lisboa também, ou nos espetáculos com animais em circos”, especifica.

“Touros para a arena, nem mais um” foi um dos lemas que se ouviu na marcha, logo à saída do Campo Pequeno, onde decorre a temporada “torista”, como se lia num cartaz. “Quase ninguém sabe que o dinheiro que ainda faz com que a tauromaquia subsista é nosso”, alerta Rita Silva, recordando a campanha “Enterrar Touradas”, pelo fim dos apoios públicos à tauromaquia.

“Tortura não é cultura” e “sofrimento não é divertimento” foram outros dos gritos de ordem e a utilização de animais em circos também foi lema de protesto. Um humano disfarçado chamava a atenção: “Estamos a atravessar uma extinção em massa maior do que a dos dinossauros e a culpa é dos humanos”.

“O pouco que já avançamos é muito pouco e é preciso dar passos rapidamente para garantir que os animais são reconhecidos na nossa sociedade e que os seus direitos estão defendidos”, frisa Ricardo Robles.

FONTE: mundolusiada

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪