RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador galinha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador galinha. Mostrar todas as postagens

2/20/2019

Galinha ajuda em tratamento de pacientes com paralisia cerebral

Esta matéria já tem um tempo, mas, quis registrar porque foi a primeira galinha terapeuta pet que vi...... Achei muito legal!!!!!
-----------------
Ideia de usar esse animal surgiu quando uma paciente cega quis saber como as galinhas andavam; Laila foi adotada para ajudar na reabilitação

Dar um estímulo a mais para os pacientes. Este é o objetivo da Terapia

11/01/2018

Globo é acusada de maltratar animais em cenas de Segundo Sol

Queridos leitores, vocês sabem do meu estado de saúde, certo? fico impedida de trabalhar em diversas ocasiões. Esta foi uma das vezes. Eu vi as cenas de maus tratos praticadas contra uma galinha feita pela atriz Adriana Esteves na Novela Segundo Sol e só agora consegui juntar os vídeos que baixei e a postagem. Só que o Fábio Chaves do Portal Vista-se

10/25/2018

Ovo de galinha caipira é orgânico? Não necessariamente. Aprenda a diferenciar os vários tipos

Vale a pena aprender.....
------------------
O professor Bruno Antunes Soares, especialista em aves, explica o que muda do ovo industrial para o caipira, o 'cage free' e o orgânico.

O Globo Rural deste domingo (14) mostrou uma criação de galinhas livres, ou sob o chamado sistema "cage free".

8/08/2018

Gato e galinha fazem 'amizade' ao escapar de incêndio florestal nos EUA

Meu Deus, estes incêndios pelo mundo afora estão acabando com a vida animal. Resgates são poucos e as ONG´s estão desesperadas por fala de grana para irem aos locais..... Minha Santa dá uma força!!!! Estes animais e seus salvadores precisam de ajuda....
---------------------
Dupla inusitada foi resgatada pelos

6/26/2018

INOPERÂNCIA: Como é difícil ajudar animais através de órgãos públicos e autoridades

Estou publicando dois casos de abandono de animais em situações diversas, mas, mostrando como é difícil ajudar os animais quando se recorre aos órgãos públicos e autoridades......
---------------
Donos se mudam e abandonam seis cachorrinhos no bairro Cordeiros
Moradores da rua João Emiliano da Silva, no bairro Cordeiros, em Itajaí, denunciam que moradores da casa 728 foram embora e deixaram para trás seis cachorros – três cães adultos e três filhotinhos. Um dos animais está com a perninha quebrada.

Os cães estão se alimentando graças a bondade dos vizinhos, que levam comida, água e cobertas. Os vizinhos contam que já ligaram várias vezes para a Defesa Animal, da fundação Municipal do Meio Ambiente (Famai), mas ninguém apareceu para ajudar.

Os moradores também procuraram a vereadora Renata Narcizo, que é protetora voluntária há anos, mas que alegou que não podia fazer nada, já que os cães estão dentro de uma propriedade particular.
Os vizinhos pedem a ajuda do povão pra continuar cuidados dos animais. Eles pedem apoio de um veterinário, para atender o filhote com a perna quebrada, remédios, ração, cobertores e um lar temporário ou definitivo. Também esperam que uma ong se sensibilize com a situação e acolha os animais. A assessoria da vereadora disse que ela recebeu a denúncia, mas como está doente não conseguiu ir ainda ao local.

Famai não atende telefone
Andréia Paula Reich, da Defesa Animal, diz que a Famai não recebe mais denúncias por telefone. Elas precisam ser feitas no site da fundação, pelo aplicativo da Famai ou pessoalmente no órgão. “Precisamos de provas para entrar em uma área particular para retirada dos animais”, explica. Ela estava fora da Famai ontem e não conseguiu confirmar se recebeu denuncia dos cães da rua João Emiliano da Silva. Há fotos e vídeos e muitos relatos do caso nas redes sociais.Quem quiser ajudar os cãezinhos, pode falar no Whats (41) 99988-2570

FONTE: diarinho

=============================================================
A galinha da vizinha…

Pobres bichos
Hoje trago uma história tristemente triste e infelizmente verdadeira do país real. Domingo à noite, algures num bairro das Caldas.

Um cão abandonado, visivelmente maltratado e com uma orelha ferida, aproxima-se de uma família e “pede” para entrar num prédio, claramente pedindo ajuda. Com uma informação anterior que, nesses casos, se deve ligar à GNR, assim se fez. A GNR disse para ligar à PSP. A PSP chegou duas horas e meia depois e apenas para verificar se o cão tinha chip. Não recolheu o animal e disse que, nestes casos, se deve ligar para a Câmara, que tem um piquete de serviço. Mas ao mesmo tempo que deu esta informação, lá disse também que desse serviço ninguém iria atender, o que obviamente aconteceu…

(O cãozinho dormiu num terraço privado do prédio. Caso contrário teria continuado a vaguear no bairro…).

Segunda-feira de manhã, novo dia, vamos ver o que aconteceu. Ligou-se para a Câmara, a veterinária estava fora em vacinação e não se sabia se voltaria à Câmara nesse dia. Ligou-se para o canil municipal e foi explicado que o canil está lotado e que não pode recolher o animal, mas apenas divulgar no Facebook… Também informaram que todas as associações locais estão sobrelotadas. Perante a explicação de que o animal iria ficar à deriva, sem cuidados básicos e colocando em perigo pessoas, outros animais e mesmo podendo vir a causar acidentes no trânsito, o funcionário disse compreender, mas não poder fazer nada.

(O cãozinho, sem condições para continuar a ficar no terraço do prédio, passou para a rua, onde tem comida e água e uma manta para dormir).

Não sei se lá continua, imagino que sim. À hora em que escrevo, terça de manhã, não sei ainda de nada. Espero que continue. E sobretudo que não ande a vaguear, doente, cheio de parasitas, à fome, pela cidade. É pelo bicho, claro, mas é pelos miúdos e graúdos que andam na rua, que podem ser atacados. É pelas doenças que pode transmitir. É pelos carros que passam e pelos acidentes que o cão pode causar…

Entretanto mil telefonemas e insistências para as associações locais (CRAPAA, Rede Leonardo), que estando cheias a abarrotar, estou certa que hão de encontrar uma solução. Mais dia menos dia, estou certa que sim.

A questão não é este cão. A questão é não termos uma resposta, eficaz e na hora, para casos como este que sucedem diariamente, de animais sem dono que erram pelas ruas. Os animais têm direito, têm os seus direitos e são credores de respeito e atenção por parte da comunidade. Porém, em casos como este, são também a saúde e segurança públicas que estão ameaçadas, fortemente ameaçadas.

O problema dos animais sem dono, ou abandonados por alguém, é complexo e não se resolve em duas penadas. É da responsabilidade pública autárquica, uma responsabilidade partilhada pela sociedade civil (associações, particulares). Sabendo da limitação de recursos existentes, mesmo em termos de capacidade/lotação dos espaços disponíveis, é preciso pensar soluções alternativas. E mesmo havendo espaço nos canis/gatis, também não é solução fechar os animais para sempre numa vida de clausura e sem uma família de adoção.

É preciso pensar em conjunto e tomar providências concretas para resolver os problemas que se vão colocando no que diz respeito aos animais ditos de companhia e abandonados à sua sorte. E, nesse quadro, é fundamental é que haja soluções de emergência para casos como o que hoje relato, que se passa aqui ao pé, pertinho de nós, na nossa cidade.

FONTE: gazetacaldas

3/18/2018

Clube é punido após dirigente dar chute em galinha jogada pela própria torcida

Eu vi o vídeo, mas, não consegui achar de novo... Que palhaço, não? aliás, tinha um monte de palhaços  lá que jogaram as pobres no campo..... Como sempre falta saber o que foi feito das galinhas....
------------
Um fato incomum marcou a Primeira Divisão do Campeonato Uruguaio de futebol. Durante a partida do Fénix contra o Racing, pela sexta rodada da competição, duas galinhas foram atiradas no gramado do estádio Parque Capurro pela torcida da casa, que protestava contra a recente campanha da equipe. No entanto, a reação de um dirigente do clube fez com que o Fénix fosse punido.

Gaston Alegare, diretor de futebol do clube , estava acompanhando o jogo no banco de reservas. Mas quando viu as galinhas dentro de campo, que haviam sido jogadas pelos torcedores, ficou revoltado. Assim, o homem se levantou, e deu um belo pontapé em uma delas. Vale ressaltar que os animais estavam pintados de verde, cores do time rival, que venceu a partida por 1 a 0.

A ação do dirigente caiu nas redes sociais e foi bastante criticadada na internet pelos defensores dos direitos dos animais, que manifestaram repúdio pelo ato. Além disso, de acordo com o jornal La Tercera , entraram em protesto e pediram alguma punição. A Federação Uruguaia de Futebol, por sua vez, atendeu o pedido e puniu o clube: o Fénix perdeu o mando de campo do próximo jogo.

O presidente do clube de Montevidéu rebateu às críticas: "Há muita hipocrisia. Muitos criticaram o que Alegari fez, mas amanhã você verá essas pessoas no mercado comprando franco e carne para comer", disse Álvaro Chijane. Na internet, o diretor de futebol se desculpou pela atitude. "Peço desculpa, não é o meu mode costumeiro de agir. O momento foi desagradável. Estou arrependido", afirmou Gaston Alegare.

Defesa dos animais 
Galinhas jogadas pela torcida do Fénix foram pintadas de verde, as cores do Racing. "Há pobreza de critério no senhor Gastón Alegari, que não conseguiu controlar sua ira em frente à dezenas de pessoas, sem se importar com nada e fazendo uma barbárie", escreveu, pedindo punições à Federação Uruguaia , a ONG Animales Sin Hogar, ao solicitar a punição do clube.

FONTE: esporte.ig

2/26/2018

Galinha vira galo, mas passa por cirurgia para voltar a ser fêmea

Fui pesquisar e achei o caso contado em vários sites..... inacreditável!!!! Pois é, mal comparando, se existe em animais que não sofrem influência de nenhuma espécie, por que não existir entre humanos a transexualidade, né?
--------------
A vida de Olívia passou por uma transformação intensa até que encontrou tratamento
Uma história inusitada tem chamado a atenção dos morados de Sydney, na Austrália. Certo dia, a galinha Olivia passou por uma transformação repentina: começaram a crescer uma crista avantajada e um papo maior, além disso parou de colocar ovo. Do nada, passou a cantar. Olivia, que era galinha, virou um galo.

Segundo os veterinários que estudaram o caso dela(e), a galinha transexual sobre de uma rara síndrome, que atinge 1 a cada 10 mil animais dessa espécie, chamada de inversão sexual. “Durante o desenvolvimento embrionário, o ovário esquerdo dela não foi para frente. No entanto, não ficou totalmente sem função. De repente, ele começou a lançar testosterona, o que a fez ter características masculinas”, disse a clínica por meio do Facebook.

Para salvá-la da síndrome, os médicos resolveram fazer uma cirurgia e implantaram um chip com hormônios embaixo da pele para suprimir a testosterona. Tanto o papo quanto a crista de Olívia já diminuíram e ela parou de cantar. Agora, ela está mais feminina. O implante dura a vida inteira.

FONTE: midianews

1/31/2018

Morre sucuri que levou 60 pontos após ser esfaqueada por comer galinha

A pobre morreu porque foi se alimentar.... Olha, eu tenho pena da galinha que morreu, é claro! mas, o que a cobra vai fazer quando humanos invadem seu habitat acabando com sua sobrevivência? 

Deus meu, por que você inventou este negócio de lei de sobrevivência? pô, tão inteligente que é e inventa um método tão cruel para os carnívoros? sei não.... não me conformo com isto.... é tão incoerente.....
---------
Cobra estava em recuperação, mas não resistiu aos ferimentos. Suspeito do crime, o dono de uma chácara em Balbinos, recebeu uma multa de R$ 6 mil. A sucuri que foi atingida por golpes de enxada após comer uma galinha no dia 18 de janeiro não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de sexta-feira (26) no Zoológico Municipal de Bauru (SP).

O animal, que levou 60 pontos por conta dos ferimentos, estava em recuperação, mas segundo o diretor do zoo, Luiz Pires, houve muita perda de sangue e infecções. “Sabemos que milhares de pessoas vinham acompanhando a tentativa de recuperar o animal, mas ela não conseguiu superar as agressões e veio a óbito. Essa é mais uma batalha que perdemos em uma guerra que travamos contra a desinformação”, publicou a equipe do zoológico em uma rede social.

Ainda de acordo com o diretor do zoológico, foi feita a necropsia e o laudo foi encaminhado à Polícia Ambiental.

Multa de R$ 6 mil
A cobra foi ferida em uma chácara na zona rural de Balbinos. O réptil macho com mais de 11 quilos e 2,7 metros de comprimento foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros com vários cortes, além de fraturas em pelo menos cinco costelas. 

No dia 19, a Polícia Ambiental foi ao local do ataque e identificou o homem autor dos golpes na sucuri. 

De acordo com o capitão Nílson César Pereira, comandante da Polícia Ambiental na região de Bauru, o homem foi autuado por crime ambiental e multado de forma administrativa em R$ 3 mil. Como a cobra morreu, o valor da multa dobrou. 

No âmbito criminal, o autor do ataque à sucuri também foi enquadrado por crime ambiental, que prevê de três meses a um ano de detenção, além de uma nova multa. 

FONTE: G1

1/23/2018

Galo e galinha adotam Fórum como lar e ganham até nome

É bom demais a gente ver estas histórias, né? Só temos que pedir a Deus para não aparecer nenhum "serumano" e detonar o casal.....
--------------
Funcionários cuidam das aves que foram batizadas de Frida e Valentim. Um dos cantos do prédio tem um ninho

Uma galinha e um galo fazem parte do quadro de “funcionários” de um ambiente onde predominam pilhas de papel e pessoas concentradas. Sem cerimônias, o casal de aves gostou tanto da companhia dos colegas que decidiu morar no prédio do Fórum de Catanduva (SP).

Os animais têm dado o que falar na cidade de pouco mais de 100 mil habitantes. Além de sempre estarem se exibindo para os moradores no local, eles também fizeram um ninho nas dependências do prédio.

Ninguém sabe de onde a Frida e o Valentim vieram. Eles foram carinhosamente batizados com nomes pelos funcionários do local. “Eles não fazem ideia de que é o Fórum, mas aqui acabou se tornando um lar já que eles são bem tratados”, afirma a auxiliar de limpeza Maria Cristina Santana. O casal se encontra só durante o dia e não para de comer. A Cris faz questão de alimentar as aves na mão mesmo. “O Valentim é o mais esfomeado, haja milho para este garoto. Mas ele é lindo, ele espera a Frida comer e depois vem. É um cavalheiro”, diz Maria Cristina Santana.

Ao final do expediente, ele vai embora pelo portão de funcionários. Um morador gravou a rotina do galo. (Veja o vídeo acima).

Pontualmente às 18h30 ele se despede da galinha, sai pelo portão, observa se nenhum carro está passando, atravessa calmamente a rua e vai para algum lugar ainda desconhecido dos funcionários, que também se encantam com o ninho da Frida.

A galinha botou diversos ovos e logo a família vai aumentar, quando vêm os pintinhos para passear pelo Fórum para alegrar ainda mais a rotina dos funcionários e das demais pessoas que procuram pelos serviços oferecidos no local.

“Eu achei muito top porque eu passei e vi o galo. Faz tempo que não vejo um ‘galão’, arrasou. E olha que no Fórum eu já vi de tudo, menos galo”, diz a autônoma Dulcineia Silva em meio aos risos.

Fonte: G1 - TVTEM

1/11/2018

Agricultor marroquino tortura um cachorro por comer uma galinha



Respondam por favor: por que tem gente assim neste mundo? O maldito arquitetou ate a forma de torturar o pobre.... Fico questionando à Deus este tipo de coisa sendo Ele o Criador do céu e da terra...... fazer um ser desta natureza pra quê? mesmo a pessoa sendo ignorante não justifica tamanha crueldade. IMAGENS FORTES. Não veja se não tiver estomago... O lance aconteceu em Casablanca, Morrocos.
----------

Fonte: Liveleak

12/17/2017

Creche de Florianópolis usa galinhas para adubar a terra da horta e ensinar crianças

Galinha é maravilhosa.... Ela limpa um terreno que é uma maravilha.... Tive muitas e elas mantinham tudo limpinho e adubavam o terreno .... bicho é maravilhoso, né?
------------
Cuidar da terra, plantar e colher alimentos da horta são atividades que já fazem parte da rotina de muitas creches e escolas de Florianópolis. Mas cuidar de galinhas, tratá-las e recolher os ovos no galinheiro são novidades que a criançada da creche Lausimar Maria Laus, no bairro Rio Vermelho, está adorando.

O galinheiro educativo foi a ideia que o professor de educação física, Nado Gonçalves, teve para adubar a terra usada na horta e dar um destino sustentável para o lixo orgânico produzindo na escola. Segundo Gonçalves, a creche produz 40 quilos de material orgânico por dia. São restos de comida, cascas de frutas e legumes que antes iam para a lata do lixo e hoje são a matéria-prima para deixar a terra cheia de nutrientes.

O professor explica que todo o resíduo orgânico é colocado dentro do galinheiro para que os animais reciclem o material.

— Jogamos palha, serragem e folhas por cima e fica ali por 10 dias. As galinhas comem e colocam o esterco delas, que é incrivelmente nutritivo. O bom é que as galinhas mexem muito no material e, com isso, sempre tem bastante oxigênio no composto.

O material vai para um cantinho da horta, onde descansa por quatro a seis meses até ser usado na plantação. A horta da creche, existente desde 2012, é composta por alface, pimentão, feijão, chuchu, cebolinha, abóbora, morango e ervas para chás.

Já o galinheiro foi montado neste ano. Começou com duas galinhas doadas pelo pai de um aluno. Hoje, a creche já tem cinco galinhas, um galo e dois pintinhos. A intenção da unidade é ampliar o espaço da horta e do galinheiro para produzir mais terra adubada que poderá ser doada para as famílias.

Trabalho pedagógico
Além da questão ambiental e de sustentabilidade, a proposta de ter um galinheiro dentro da creche também é para que as crianças tenham mais contato com a natureza e aprendam de onde vêm os alimentos.

— Queremos que elas tenham essa experiência fora da sala de aula, vivenciem esse pulsar da vida que tem neste entorno, desemparedando as crianças. Elas têm curiosidade, querem estar no quintal. É bom para elas saberem que o brincar não precisa acontecer a partir do que é comprado, a própria natureza propõe brincadeiras de forma natural — comenta a professora Patrícia Machado.

Para as crianças, a hora de cuidar das galinhas é pura diversão, mas elas sabem das responsabilidades e cuidados que devem ter. Quem explica isso é o pequeno Davi Santana, de seis anos.

— É muito legal ter bicho na escola, já vimos elas botarem ovos, mas às vezes a galinha não consegue botar os ovos e a gente ajuda. Damos comida pra ela e apertamos a barriga, aí o ovo sai — conta.

A colega Gabriela Camargo Ferreira Pinto, de seis anos, conta que na casa da avó também tem galinhas e ela adora os bichinhos.

— Eu trago batatas para elas e depois pegamos os ovos que elas botam.

FONTE: dc.clicrbs

12/11/2017

Você já viu uma galinha pedir crédito via aplicativo?

Realmente, um comercial bem bolado merece todo aplauso.... Achei este da galinha Clodete bem engraçado...
-------------
Promover um produto financeiro nem sempre é a coisa mais legal do mundo. Ao mesmo tempo, dar um tom de diversão para campanhas do segmento é sempre desafiador. Mas foi exatamente esse o caminho escolhido pela David para o lançamento do Serasa eCred, um buscador de crédito on-line. Por enquanto, são dois filmes que contam com animais de verdade, uma galinha e um bode, que contratam o melhor crédito para realizarem seus sonhos por meio do app.

No primeiro filme, a galinha Clodete sempre sonhou em voar, mas nunca teve asas para alcançar seu desejo. Com o Serasa eCred, porém, ela contratou o empréstimo perfeito e conseguiu voar de avião, conhecendo a sensação de viver nas alturas ao som de “Um Sonhador.”


Já no segundo filme, que vai ao ar na segunda quinzena de dezembro, o bode Gérson, que sempre quis abrir seu próprio estúdio de música, obteve pelo Serasa eCred um cartão de crédito com juros e condições de pagamento perfeitos para seu bolso, podendo finalmente soltar a voz ao som de “O Meu Sangue Ferve Por Você”.

“A gente queria trabalhar com a galinha Clodete há muito tempo, mas as agendas nunca se encaixavam. E rezava a lenda que o bode Gérson era famoso por suas exigências no camarim, e muito difícil de trabalhar. Mas assim que souberam que a campanha era para o Serasa eCred, os dois toparam na hora. Demos muita sorte” explica Rafael Donato, VP de criação da DAVID.

Fonte: AdNews

11/18/2017

Adolescente preso em Punjab por abuso sexual contra uma galinha - Índia

Fui pesquisar sobre o caso e achei uma quantidade enorme de vídeos mostrando o que tem acontecido com estes adolescentes que enfrentam a criminalidade e, principalmente, a homossexualidade. As dificuldades que eles tem de atendimento pela família que os expulsa de casa e o governo que não os reconhecem. Não estou defendendo o perebento não, mas, fiquei impressionada com a quantidade de vídeos a respeito...... Parece que o caso, muito divulgado na mídia mundial, serviu como motivação para se falar sobre o tema.
------------
Islamabad: A polícia em Hafizabad, Punjab, prendeu um adolescente que alegadamente agrediu sexualmente uma galinha e a matou.  A Polícia local disse ao The Express Tribune que o adolescente de 14 anos estuprou e matou uma galinha em sua aldeia perto de Jalalpur Bhattian em 11 de novembro.

O proprietário da galinha apresentou uma queixa à polícia dizendo que o suspeito pegava e levava a galinha para a casa [do suspeito], onde supostamente abusava sexualmente e a matava no local. Ele também apresentou duas pessoas como testemunhas oculares em sua queixa.

Jalalpur Bhattian SHO Sarfraz Anjum disse que o suspeito foi preso depois que um exame médico do frango confirmou o estupro. Ele disse que o suspeito também havia confessado o crime. "Ele é um menino de 14 anos e fez isso por frustração sexual", disse o SHO, acrescentando que os relatórios do material coletado da galinha ainda eram aguardados do laboratório.

O suspeito, que foi acusado por "ofensa natural" e ter matado o frango, foi preso na segunda-feira. Ele será conduzido para um magistrado na terça-feira.


EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪