RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador frangos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador frangos. Mostrar todas as postagens

3/18/2019

Mulher é detida após manter abatedouro clandestino de aves, diz polícia

Gente, aves também tem sensibilidade.... imaginem o sofrimento delas..... 
-----------------
O local foi lacrado e os policiais aplicaram uma multa à mulher que vai responder por maus-tratos a animais e crime contra a relação de consumo

A Polícia Civil informou, na noite desta terça-feira (12), a detenção de uma

1/20/2019

Em nome do lucro, redes de fast-food impõem cenário cruel para animais

Material para termos na ponta da língua para defendermos estes animais...
--------------
A ONG Proteção Animal Mundial divulgou um estudo que revela que frangos são torturados desde o nascimento. Das empresas avaliadas, nenhuma possui políticas adequadas para evitar o sofrimento das aves

O sofrimento imposto aos frangos usados

1/17/2019

Ranking indica que grandes redes de fast-food ignoram o bem-estar de frangos

As coisas estão acontecendo, mesmo que modestamente.... Dezenas de matérias estão sendo escritas sobre a exploração animal....
-----------
A pesquisa da Proteção Animal Mundial classificou empresas que atuam no Brasil - Burger King, Domino's, KFC, McDonalds, Pizza Hut, Starbucks e Subway, entre ruim e deficiente, indicando uma negligência quase que universal para o bem-estar animal.

1/15/2019

Cientistas britânicos: “Nós vivemos na Era das Galinhas”

Gente, não deixem de ler isto......  uma verdade inquestionável.........
-------------
De acordo com novo estudo, número gigantesco de frangos que vivem hoje pode ser decisivo para nomear o nosso período

A cada ano, 65 bilhões de galinhas são consumidas por nós. Atualmente, existem cerca de 23 bilhões dessas aves no planeta, o que representa um número

1/08/2019

Caminhão com 2 mil frangos é incendiado na Caucaia - CE

É de uma crueldade sem tradução... Que sentimento teria estas pessoas capazes de cometer um ato de tamanha crueldade? não é possível entender ou aceitar que sejam chamados "humanos"...
----------------
Um caminhão com cerca de dois mil frangos foi incendiado na madrugada deste sábado, 5, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os animais eram transportados vivos e morreram queimados. O crime faz parte da maior sequência de ataques da história do Ceará, com pelo menos 65 atentados. 

O incêndio do caminhão foi confirmado pelo tenente Romário Fernandes, da

9/24/2018

Florence mata 3,4 milhões de frangos e 5,5 mil porcos na Carolina do Norte

Que desespero, gente!!!!!!
-----------------
A passagem do furacão Florence, depois rebaixado para tempestade tropical, pelos Estados Unidos vem deixando rastros de destruição e inundações de cidades inteiras devido a chuvas torrenciais. Apesar da evacuação antecipada de animais nos estados americanos, o número de perdas impressiona. De acordo com o Departamento de Agricultura e

8/23/2018

ONG denuncia condições ‘brutais’ de frangos criados pela indústria

Aqui no Brasil temos poucas (ou nenhuma) ONG que trabalha neste tipo de denúncia. Seria tão bom que um grupo de formasse para fazer este trabalho..... Eu contribuiria pela manutenção das ações arranjando patrocinadores e doações de recursos. É só me falar...
--------------
A ONG internacional Mercy for Animals acaba de divulgar vídeos e fotografias tiradas em granjas pelo Brasil mostrando frangos em condições consideradas ‘brutais’.

5/28/2018

O QUE É PIOR? Greve leva à morte 64 milhões de aves

Não sei nem o que falar..... Estas aves se não morressem de fome, iriam morrer no abatedouro.... Deus o que é pior? Bom que os "fornecedores de proteína animal" (é assim que o assunto é tratado.... nojo!) tiveram prejuízo....  Queria que estes carniceiros tivessem todo dia este prejuízo!!!!! talvez, desistissem....
-------------
Greve leva à morte 64 milhões de aves e pode resultar em alta de preços
Abastecimento pode levar 2 meses para ser normalizado. Impacto nas exportações já chega a US$ 350 milhões
RIO - Um total de 64 milhões de aves adultas e pintinhos já morreram em decorrência da greve dos caminhoneiros, que tem impedido que a ração chegue às fazendas em quantidade suficiente para alimentar os animais, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). A paralisação também tem prejudicado o abate das aves, que já não encontram condições "minimamente aceitáveis de espaço". A associação diz que há risco de um bilhão de aves e 20 milhões de suínos morrerem nos próximos dias e de os preços subirem.

Bloqueios realizados por caminhoneiros que interrompem o transporte de ração e de animais vivos permanecem, apesar de acordo anunciado pelo governo e a categoria na quinta-feira. Além disso, por falta de condições de transporte, milhares de toneladas de alimentos estão ameaçadas de perderem prazo de validade, enquanto o consumidor já enfrenta a escassez de produtos, alertou a associação.

Nos cálculos da ABPA, 167 unidades frigoríficas de aves e suínos estão paradas. Mais de 234 mil trabalhadores estão com atividades suspensas. A situação é caótica não só para o mercado nacional. Aproximadamente 100 mil toneladas de carne de aves e de suínos deixaram de ser exportadas na última semana. O impacto na balança comercial já é estimado em US$ 350 milhões, segundo a ABPA.

"Com risco de canibalização e condições críticas para os animais, 64 milhões de aves adultas e pintinhos já morreram, e um número maior deverá ser sacrificado em cumprimento às recomendações da Organização Mundial de Saúde Animal e das normas sanitárias vigentes no Brasil", disse a ABPA em nota. "As carnes suína, de frango e os ovos, proteínas que antes eram abundantes e com preços acessíveis, poderão se tornar significativamente mais caras ao consumidor caso a greve se estenda ainda mais. O velho fantasma da inflação poderá assombrar o país, pelo menos até que ocorra o restabelecimento da produção", complementa a associação.

A ABPA fez um apelo aos caminhoneiros para que suspendam a greve e exigiu "intervenção rápida do governo". "Apelamos para a sensibilidade das lideranças do movimento grevista dos caminhoneiros, da Polícia Federal, das polícias estaduais e municipais pela liberação da passagem dos caminhões carregados com ração, cargas vivas, carnes e outros alimentos em caminhões frigoríficos", diz a nota da ABPA.

Segundo a associação, a regularização do abastecimento de alimentos para a população poderá levar até dois meses após o fim da greve. "Uma intervenção rápida do governo brasileiro é urgente para evitar a continuidade da mortandade de milhões de animais, o desabastecimento dos brasileiros, problemas de saúde pública, danos ao meio ambiente e possível fechamento de agroindústrias e cooperativas, que empregam centenas de milhares de brasileiros e movimentam a economia nacional e o comércio internacional do país".

Fonte: O Globo

4/20/2018

Comitê europeu decide barrar 20 frigoríficos brasileiros.... Eitcha, que legal!

Agora, vejam amigos leitores...... Como este Ministro da Agricultura Blairo Maggi, seus asseclas e a AGU tem coragem de dizer que o envio dos animais para países orientais é fiscalizado.... a coisa é descarada e eles dizem, mais descaradamente, que está tudo certo!!!!!! Achei muito bom este embargo da Europa. Os idiotas falam só em "empregos", prejuízos financeiros e que é política..... Gente safada!!!!Se não fiscalizam doenças nos animais vão se preocupar com o bem estar deles?
----------------
A União Europeia anunciou nesta quinta-feira (19) a proibição de 20 frigoríficos brasileiros de exportar frango para o bloco econômico. O embargo entrará em vigor 15 dias após a decisão ser oficialmente publicada.

"Nós confirmamos que os representantes dos países votaram por unanimidade a favor de deslistar 20 estabelecimentos brasileiros de exportar carne e seus derivados (especialmente frango). A medida proposta pela comissão europeia é relativa a deficiências detectadas no sistema brasileiro oficial de controle sanitário", disse a UE, em comunicado da comissão sanitária do bloco.

A lista com as 20 unidades não foi divulgada pela UE "por razões comerciais". A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa os produtores nacionais de aves, informou ao G1 que 9 empresas foram afetadas: 12 frigoríficos da BRF e outras 8 unidades de outras empresas.

Dona das marcas Sadia e Perdigão, a BRF é a maior produtora mundial de frango. As ações da empresa, que chegaram a disparar mais de 8% pela manhã na bolsa brasileira diante de possíveis mudanças na gestão da companhia, reduziram ganhos após a divulgação da decisão da UE.

O G1 procurou a empresa para comentar e aguarda posicionamento.

O G1 questionou a UE sobre quais as exigências esses frigoríficos teriam que cumprir para voltar a exportar. A UE disse apenas que eles terão que "construir um histórico de conformidade com as normas da UE", sem especificar prazos e critério. Fontes da UE disseram à TV Globo que a reabilitação dos frigoríficos pode levar anos.

Fonte: G1 Agro

4/02/2018

IMPORTANTE: Sauditas proíbem choque em frangos e ameaçam embarques do Brasil

Recentemente chamei atenção de ativistas que o Brasil está cheio de matadouros e abatedouros halal. O próprio frigorífico Minerva que exporta os bois para países asiáticos tem um setor de abate halal totalmente separado do "comum" devido a exigências dos seus clientes que consomem  este tipo de carne.

Pois bem, aos interessados, vejam a matéria e o que os sauditas estão exigindo e ameaçando parar de comprar os frangos.....

Agora, pergunto eu: o que tinha na cabeça do juiz que alegou que não ia liberar o envio de bois para a Turquia porque lá utilizavam o abate halal? será que os ativistas não sabiam que o Brasil é o maior fornecedor de carne halal para os países muçulmanos? Tenha dó, gente!!!!
--------------------
Empresas como BRF e JBS, que já lidavam com investigações, com o aumento do custo da ração animal e com a queda das exportações, agora podem ser forçadas a reduzir também a velocidade do abate. Segundo comunicado do Ministério da Agricultura do Brasil enviado por e-mail, a Autoridade Saudita de Alimentos e Medicamentos argumenta que o procedimento padrão de atordoar os frangos antes do abate, por meio de choques elétricos que os deixam inconscientes, não cumpre os princípios do Islã. Os preceitos do abate halal requerem que os animais estejam vivos ao terem o pescoço cortado, e a Arábia Saudita agora exige que as descargas elétricas sejam eliminadas a partir de abril.

A mudança também aumentará o desperdício de carne durante o processo de abate devido às asas quebradas pela resistência dos animais durante o abate. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a perda de rendimento chegaria a 30 por cento com os novos procedimentos.

Representantes do governo e da indústria do Brasil se reuniram com autoridades da Arábia Saudita na segunda-feira para apresentar evidências de que as aves ainda estão vivas após receberem choques na tentativa de convencer o país a rever sua decisão.

“Os choques não matam, apenas sensibilizam para que a morte aconteça sem que os animais sintam”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, por telefone. O Brasil pediu mais tempo para discussões ou pelo menos para que os produtores se ajustem, mas os importadores têm sido relutantes, acrescentou. “Como envolve um tema religioso, essa é uma questão delicada para eles.”

A Arábia Saudita, que no ano passado elevou uma tarifa aplicada às importações de carne de frango, é a maior compradora do frango brasileiro. Em 2017, as aquisições do país ultrapassaram 591.000 toneladas, ou 14 por cento das exportações brasileiras, segundo dados do governo.

Representantes do governo e da indústria do Brasil estão participando de discussões com a Organização de Padronização do Conselho de Cooperação do Golfo (GSO, na sigla em inglês) sobre os novos procedimentos para a produção de carne halal, segundo o Ministério da Agricultura. Até lá, as empresas dispostas a exportar para a Arábia Saudita terão que proibir choques no processo de abate.

As produtoras brasileiras de carne não estão sendo beneficiadas pelo rali deste ano no mercado de ações. A JBS caiu 8% por cento e a BRF desabou 38 por cento no ano, pior desempenho entre os pares internacionais. A empresa, que tem trabalhado nos últimos anos para expandir sua presença no mercado halal, também lida com um conflito entre seus principais acionistas e com a proibição às exportações para a Europa.

FONTE: portosenavios
-----------
Outra matéria:
Missão brasileira apresenta estudos técnicos sobre abate de frango para sauditas

1/04/2018

Dois mil frangos morrem após queda de energia de dez horas em Ouro Verde - GO

O que me impressiona é que só falam do prejuízo financeiro sem se importarem com a morte das aves em sofrimento.... Minha Santa, ajuda por um fim nisto....
-----------
A produtora de frangos Maria Antonieta Oliveira relata que perdeu dois mil animais após uma queda de energia de dez horas de duração em Ouro Verde de Goiás, no centro Goiano. No total, foram mais de seis toneladas de carne perdidas. Segundo ela, os animais já estavam prontos para o abate e o problema causou um prejuízo de R$ 12 mil.

“A gente trabalha, luta, luta e quando é fé... Pode acabar [a energia], eu sei, mas que volte logo. Esse 0800 não atende a gente. Está aí o prejuízo. Eu dependo disso e não somos só nós, tem uma vizinha nossa aqui que tem uma fábrica de biscoitos, se você ver as massas jogadas fora. Não é brinquedo”, contou a produtora, desolada com a situação.


A Companhia Energética de Goiás (Celg) informou à TV Anhanguera que o fornecimento de energia na região já foi restabelecido, no entanto, não explicou as causas da queda. A empresa disse ainda que encaminhará uma equipe ao local para verificar a rede elétrica.

Ainda conforme o posicionamento da Companhia, os investimentos em modernização de rede foram ampliados, mas que os resultados só podem ser vistos em médio prazo.

A também produtora rural Ana Paula Oliveira explicou que os animais só aguentam até três horas sem a ventilação adequada, proporcionada por exaustores que precisam da energia elétrica para funcionar. As maquinas mantêm as granjas com temperaturas até 27°C, máxima suportada pelos frangos. Segundo ela, o problema com a falta de energia é constante.

“Uma vez por semana tem essa queda longa. A gente chega a ficar até 12 horas sem energia”, comentou.

Ainda segundo as produtoras, os animais mortos foram enterrados em uma vala para evitar riscos de contaminação. A granja deve receber uma visita da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) que vai confirmar a causa da morte dos frangos. No entanto, até lá, os outros animais não podem ser comercializados.

Fonte: G1 Goiás

12/11/2017

Empresa volta a transportar carga de animais irregularmente seis dias após autuação e paga dobro da multa na Bahia

Pena que a matéria não diz o que houve com as aves e qual era a irregularidade.... De qualquer maneira, prejuízo é bom para tomarem vergonha.... Transporte de animais no Brasil é uma vergonha por falta de fiscalização...
-----------
Três toneladas de frango foram apreendidas na madrugada desta sexta-feira (8), na Operação Carro

Uma empresa, da cidade de Conceição da Feira, a cerca de 120 km de Salvador, voltou a ser autuada por transporte irregular de animais na madrugada desta sexta-feira (8), na Operação Carro de Boi, seis dias depois do primeiro flagrante, que ocorreu na cidade de Pojuca, região metropolitana de Salvador.

O nome da empresa não foi informado. Foram apreendidas por equipes da Secretaria da Segurança Pública, Agência de Defesa da Agropecuária da Bahia (Adab) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) cerca de três toneladas de frango, pelo trevo do Paraguaçu.

Na semana passada, também durante a mesma ação integrada, aproximadamente duas toneladas de frango eram deslocadas sem a guia, pelo município de Pojuca. Naquela ocasião uma multa foi aplicada. Por conta da reincidência da infração, desta vez o valor foi dobrado.

Participaram dos bloqueios e abordagens da operação guarnições das Rondas Especiais (Rondesp) Leste, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, equipes da PRF e da Adab.

FONTE: G1

10/31/2017

Feirantes vendem frangos coloridos artificialmente como galinhas caipiras

Publiquei esta matéria só para que a gente fique bastante embasada quando as pessoas "inteligentes" fizerem críticas aos vegetarianos.... Bem feitooooooooooo!!!!!
--------------
A Vigilância Sanitária de Boa Vista, Roraima, flagrou feirantes vendendo frangos de granja coloridos artificialmente como se fossem galinhas caipiras na  Feira do Produtor Rural. O intuito da adulteração era aumentar os lucros, visto que o frango de granja custa em média R$ 18 e a galinha caipira é vendida a R$ 45.

De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária de Boa Vista, os animais eram abatidos, depenados e pintados artificialmente. A vigilância encontrou um balde manchado de tinta sendo usado como recipiente para colorir os frangos. Um cone de trânsito também era usado como funil no abate dos animais. Tudo era feito sem as mínimas condições de higiene.


O  caso será direcionado ao Ministério Público de Roraima (MPRR) para que as devidas providências sejam tomadas. Ainda segundo o diretor da Vigilância Sanitária: “Eles já foram punidos com a interdição dos pontos. […] Vamos enviar todo o material ao MP porque a vigilância toma as providências na área administrativa e o Ministério Público nas áreas civil ou criminal, como for necessário”, finalizou.

Nove bancas de venda de frango permanecem interditadas por tempo indeterminado ou até que os feirantes se regularizem e obtenham licença para abater e vender as aves no local.

FONTE: midiabahia

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪