RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador chimpanzés. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador chimpanzés. Mostrar todas as postagens

3/09/2019

Estamos acabando com a cultura dos chimpanzés, diz estudo na Science

Falando entre nós: o que o humano não está acabando?
-------------
Os impactos trazidos pelo ser humano às florestas e savanas habitadas por chimpanzés não estão ameaçando apenas a sobrevivência física desses grandes macacos. Também estão empobrecendo as manifestações culturais dos símios, segundo um novo estudo.

A mera ideia de que primatas não humanos

1/30/2019

Doação anônima de 2 milhões ajuda a criar santuário para 200 chimpanzés

Abençoado milhões de vezes este doador anônimo!!!!!!
-------------
Mais de 200 chimpanzés que já foram usados em pesquisas estão prestes a ganhar espaço em um santuário em Luisiana, nos Estados Unidos. A iniciativa da organização Chimp Haven recebeu uma doação anônima de 2 milhões de dólares (cerca de R$ 7,5 milhões).

A ONG explica que os Institutos Nacionais

9/26/2018

Santuário para chimpanzés torturados em experimentos pode fechar na Áustria

O que fazer, meu Deus? só você tem a solução.... dá uma força à quem pode resolver.....
-------------
Gänserndorf (Áustria), 18 set (EFE).- Susi, Helene e Anton são três chimpanzés capturados em Serra Leoa nos anos 80 e que passaram muito tempo nas pequenas jaulas de uma empresa farmacêutica alemã que os torturou com experiências científicas, até serem libertados em 1997 e enviados a um santuário nos arredores de Viena (Áustria).

8/01/2018

Chimpanzés vivem triângulo amoroso em zoológico do Rio de Janeiro

Será um triangulo amoroso mesmo? Acho estes bichos tão lerdos pela monotonia que lhes é imposto, né não? Pode ser impressão, mas, sinto isto. Pode ser que a atual direção esteja tentando motivar os dois machos e a fêmea.... Enfim, que seja para maior conforto deles..... Só espero que nesta nova gestão proíbam aqueles gritos de crianças de

5/13/2018

QUE JUSTIÇA? Direitos animais submetidos aos supostos direitos humanos

Que coisa mais absurda desta corte de justiça americana.... Deixar de dar liberdade a animais que vivem explorados e presos em jaulas como a que vemos na foto..... Por isso que, às vezes, resolvo minhas paradas direto, entendem? justiça é isto aí....
-------------
A corte de Justiça do Estado de Nova York rejeitou na terça-feira 8 o pedido de liberdade para os chimpanzés Tommy e Kiko, mantidos em jaula por seus respectivos donos, entre eles, um treinador de animais.

Sob a responsabilidade do advogado Steven Wise, o processo foi registrado pela organização Projeto de Direitos Não-Humanos, que desejava levá-los para um santuário de animais. A corte de apelações entendeu que a decisão da primeira instância estava correta em definir que os símios não são pessoas legais. No entanto, o juiz da corte de apelações Eugene Fahey avaliou que, como possuem 96% do DNA humano, os chimpanzés têm habilidades cognitivas avançadas e trazem um grande dilema ético e de regulação que precisa ser resolvido.

FONTE: istoedinheiro

3/24/2018

Animais são explorados e abusados cruelmente em zoo da Tailândia. Ajude acabar com isto!

O "The Dodo" fez uma matéria interessante sobre um maldito parque na Tailândia onde funciona um zoológico com apresentação de animais em condições deploráveis de total abuso e crueldade. O conhecido defensor de primatas Greer Bullock, resolveu dar um passo na direção de por um fim à esta desgraceira. Por favor, pelo amor de Deus, assine a PETIÇÃO para que ele consiga respaldo para levar estes animais para um santuário. 
-------------------
Orangotango bebê acorrentado no zoológico parece pedir ajuda para ser libertado.
Um novo vídeo mostra-o chegando aos visitantes do zoológico, mas, sua corrente é muito curta para alcançá-los.
Aparafusado ao chão com uma corrente grossa ao redor de sua cintura, um orangotango bebê na Samutprakarn Crocodile Farm and Zoo na Tailândia não tem escolha a não ser posar para fotos de turistas o dia todo. Em vez de estar em estado selvagem com a mãe, escalando árvores por quilômetros, ele mal consegue andar três metros sem ser preso pela corrente.

Em um vídeo recente postado por um turista, o jovem macaco é mostrado com um shorts de ginástica rastejando em círculos e continuamente se jogando no chão de estômago primeiro. Multidões de pessoas assistem e o chamam, fazendo com que ele corra para eles, apenas para ser puxado de volta pela corrente .

Depois que o orangotango pega um pedaço de areia e o coloca em sua boca, um zelador entra neste espaço de exposição para bater com força no rosto do animal e arrastá-lo para longe. O orangotango bebê também é mostrado em outros vídeos no mesmo piso de concreto, subindo em uma cadeira de plástico ou sentado ao lado de um chimpanzé bebê na frente de pequenas gaiolas. Este vídeo abaixo mostra diversas situações dos animais

Para Prashant Khetan, diretor executivo da Born Free USA , uma das principais preocupações é onde o jovem orangotango acabará quando se tornar mais forte e menos tolerante com a interação humana. 
"Os orangotangos são tipicamente solitários, então, fazer com que um deles interaja com os humanos vai precisar de algum 'treinamento'. E é por isso que este orangotango está acorrentado em um ponto controlado por seu manipulador", disse Khetan ao The Dodo. “Eles podem viver de 40 a 50 anos. Chegará o momento em que o orangotango precisará ser eliminado, porque esse 'ato' não é mais lucrativo para o proprietário ”.

Abuso de orangotango bebê Tailândia
Quando os primatas são usados ​​para entretenimento de zoológicos, especialmente na Ásia, é muito provável que tenham sido originários do comércio ilegal de animais selvagens, acrescentou Khetan. Isso geralmente envolve roubar bebês de suas mães na natureza para serem vendidos depois de matar as mães, eliminando as chances dos bebês de aprender habilidades importantes de sobrevivência e socialização que suas mães lhes ensinariam em seus primeiros anos de vida.

Na Tailândia, as atrações do orangotango não são incomuns. Outro zoológico próximo, o Bangkok Safari World, força grupos de orangotangos a “tocar” um concerto para a platéia, depois de tirarem o zíper do palco.

Embora não se saiba muito sobre o orangotango bebê no Samutprakarn Zoo, incluindo seu nome ou idade exata, o vídeo provocou uma onda de protestos online de defensores dos animais e telespectadores na esperança de trazer as condições cruéis ao Ministério de Recursos Naturais e Meio Ambiente da Tailândia. .

O veterano defensor dos primatas Greer Bullock, de Sheffield, Inglaterra, iniciou uma petição on-line depois de ver o vídeo pela primeira vez no mês passado. Ganhou mais de 60.000 assinaturas até agora. "Meu coração quebrou instantaneamente", disse Bullock ao The Dodo. “Fiz algumas pesquisas no zoológico e fiquei horrorizado com a extensão das terríveis condições em que os animais são mantidos. Eu sabia que tinha que fazer algo para tentar ajudar.”

Abuso de entretenimento de crocodilo Tailândia
No mesmo zoológico, os crocodilos são usados ​​regularmente em shows onde os treinadores lutam com eles e forçam as bocas dos animais a abrirem suas próprias cabeças. Elefantes também são usados ​​em shows e feitos para dar passeios de pessoas enquanto seus treinadores os espetam com lanças .

Abuso de passeio cruel em elefante Tailândia
Uma família fazendo um passeio de elefante no zoológico 
Assim como o orangotango jovem, tigres adultos, filhotes de gatos grandes e pássaros exóticos também são mantidos em coleiras e correntes para que os turistas possam tirar fotos com eles.

Abuso de tigre Tailândia
Um turista posando com um tigre acorrentado no zoológico 
Para Bullock, o principal objetivo é que os animais sejam transferidos para santuários onde possam viver uma vida mais natural, livre de câmeras e correntes.

"Este pobre bebê orangotango deveria estar com sua mãe em uma floresta", disse Bullock. "Eu realmente espero que possamos fechar o zoológico e que os animais se mudem para santuários, onde eles possam obter o amor e o cuidado de que precisam." Para ajudar os orangotangos resgatados de situações como esta, você pode fazer uma doação para o International Animal Rescue. Você também pode apoiar os esforços de Bullock assinando sua petição .

Fonte: The Dodo
--------------
NOTA: O que pude apurar é que este Parque enorme fica na Província de Samut Prakan, Tilândia, e é dividido em setores onde animais de todo tipo são expostos tendo locais específicos para promover contato humano com animais ou apresentar números de coragem e circenses. Este tal  "Lekbiz Childtoy" que publica estes inúmeros vídeos sobre os filhotes de chimpanzés e orangotango, só expõe naquele espaço muito estranho, bebês que fazem suas gracinhas. Eles mantem os filhotes em várias gaiolas e daí o povo fotografa..... Uma podridão promovida por seres humanos incapazes de serem consideradas como tal.....
Tripadvisor é um site de turismo que pede às pessoas para avaliarem os locais que visitam. VEJAM AQUI, o que as pessoas falam deste local de horror!!!!

2/16/2018

Autocontrole é sinal de inteligência em humanos e chimpanzés, diz pesquisa

Caramba, os caras estão doidos!!!! fazem pesquisa com humanos, mas, aí fazem com macacos para comprovar.... hein? tira o tubo!!!!
---------
Matéria do jornal Le Monde desta terça-feira (13) mostra o trabalho de uma equipe de pesquisadores da Universidade da Geórgia que conseguiu realizar com um grupo de macacos o equivalente ao famoso “teste do marshmellow”, feito com crianças em 1972 na Califórnia.

Le Monde lembra o famoso teste de 1972 realizado pelo psicólogo norte-americano Walter Mischel com crianças na Universidade de Stanford, na Califórnia, nos Estados Unidos. Durante o procedimento, a criança era instalada numa mesa, onde se encontrava um marshmellow. Os cientistas avisavam então que se ela conseguisse esperar o retorno do pesquisador para comer a guloseima, ela poderia comer dois marshmellows ao invés de apenas um. Caso contrário, era só soar a campainha e comer o doce.

O teste conduzido em Stanford provou, ao longo dos anos, que os pequenos que conseguiam se controlar face à guloseima se tornaram adolescentes e adultos de sucesso, com diplomas e salários melhores e com baixo índice de adição ou obesidade. Saber esperar é sinônimo de inteligência, dizem os especialistas.

“A chave é a capacidade de conseguir prever o futuro e adaptar seu comportamento para obter recompensas melhores”, conta o pesquisador da Universidade da Geórgia, Michael Beran, em entrevista ao Le Monde esta terça-feira (13). “Entre as crianças, aqueles que se tornaram mais bem-sucedidos foram os que conseguiram tirar o olho da recompensa, ou mesmo de realizar uma outra atividade. Esperar, pensar antes de agir, verificar se estamos agindo corretamente, mudar o comportamento antes de fracassar”, completa o cientista.

Segundo o depoimento de Beran ao jornal, o teste realizado na Califórnia é “um instrumento muito poderoso”. “Ele permite de observar se um indivíduo escolhe ou não esperar por um futuro melhor, mas também quanto tempo ele consegue resistir, e suas estratégias para conseguir resistir. Quando comecei a me interessar por primatas não-humanos, logo decidi implementá-lo”.

Resultado com primatas comprova teste com humanos
Segundo conta o vespertino francês, Michael Beran reuniu uma equipe em 2000 para realizar o mesmo tipo de experimento com chimpanzés. “Num artigo publicado em 8 de fevereiro, o psicólogo norte-americano e o especialista em primatas, William Hopkins, estabelecem a ligação entre autocontrole e inteligência nos animais sem sombra de dúvida”, diz o jornal.

“Os cientistas realizaram um teste à base de grãos e uvas, semelhante ao do marshmellow”, relata o jornal. “A ligação entre o QI e a capacidade do macaco de esperar, quando ele escolheu esta estratégia é extremamente sólida”, explica o pesquisador. “Os chimpanzés inteligentes sabem o que querem e, para conseguirem o que querem, eles estão prontos a deixar a recompensa para mais tarde”, analisa Le Monde.

“Esta capacidade de controle sobre si mesmo é fundamental nas sociedades complexas, onde um indivíduo vigia o outro, como a sociedade humana. O teste com humanos já havia provado isso, e agora comprovamos a maior capacidade cognitiva de chimpanzés que conseguiram adiar a recompensa. Para ter sucesso na sociedade, é necessário não somente ser inteligente, mas controlar suas pulsões, e essas duas competências andam de mãos dadas”, conclui Le Monde.

FONTE: br.rfi.fr

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪