RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador cativeiro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cativeiro. Mostrar todas as postagens

6/13/2019

Canadá saúda a vitória histórica ao proibir o cativeiro de baleias, golfinhos e botos

Muita gente ignora as conhecidas "petições" que ONG´s do mundo inteiro fazem na busca de apoio nas suas empreitadas pelo direito dos animais de viverem no planeta sem a exploração humana. Quando nos deparamos com uma vitória desta, não só o Canadá comemora, mas, todos nós do mundo inteiro. Parabéns à ONG HSI que lutou e conquistou este fato histórico para a causa mundial.

2/13/2019

Resgatados 11 animais mantidos em cativeiro em Mato Grosso

Durante o cumprimento de mandado de busca domiciliar em Araputanga (330 km de Cuiabá), policiais militares realizaram buscas no interior da residência e localizaram animais silvestres mantidos em cativeiro. Foram resgatados oito jabutis, duas serpentes da espécie Jiboia e um filhote de macaco prego.

Os animais foram levados até a sede da

4/17/2018

Ave considerada extinta é encontrada em cativeiro durante operação em SP

Volto a repetir.... quero ver estes infratores e criminosos pagar esta multa...... é uma brincadeira este nosso país..... chegam no juiz apresentam atestado de pobreza (que às vezes nem precisa) e daí vão fazer um serviço público que ninguém fiscaliza...... Ô nojo!!!! Se algum leitor conhecer um caso que a multa foi paga, conta pra gente?
------------------
Ao todo, mais de 30 pássaros foram resgatados. Infratores foram multados em R$ 121 mil.

Ao menos 31 aves mantidas ilegalmente em gaiolas em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo, foram resgatadas na sexta-feira (13). Entre as espécies encontradas, está o caboclinho frade (Sporophila bouvreuil), que consta, segundo a Polícia Militar Ambiental, como "provavelmente extinta".

Durante a operação, três alvos de denúncias foram visitados pelas equipes da polícia, que os multou em R$ 121 mil. Os infratores também foram encaminhados à Delegacia de Polícia, mas acabaram liberados para responder aos crimes ambientais em liberdade. Armadilhas e gaiolas foram apreendidas.

Em uma residência no Balneário Redentor, onde foi encontrado um exemplar do raro caboclinho, também estavam trinca ferro verdadeiro, cardeal do nordeste, galo de campina e curiós. Todos os animais, segundo a polícia, estavam em condições de maus tratos e não possuem documentação de procedência.

Em outras duas casas nas proximidades, policiais também localizaram um coleirinho papa capim e outros exemplares de trinca ferro. Todos os animais foram resgatados e parte deles já foi devolvida à natureza por apresentar boas condições de saúde. Os demais serão avaliados por veterinários.

Mais aves
Na quinta-feira (12), outras 40 aves foram resgatadas durante operação semelhante da Polícia Militar Ambiental em Cananéia e também em Ilha Comprida. Alguns animais também eram comercializados pelos próprios infratores, multados em R$ 70 mil, após serem capturados.

Alguns pássaros foram devolvidos à natureza ainda durante o dia, e outros encaminhados ao batalhão da polícia para serem submetidos a avaliação de veterinários. Todas as armadilhas e gaiolas encontradas com os infratores foram apreendidas pelas equipes para posterior destruição.

FONTE: midianews

3/17/2018

FPI recupera 100 animais silvestres que eram mantidos em cativeiro

Fico muito feliz com a eficiência da fiscalização, mas, quem vai fazer estes criminosos pagar as multas? é só o camarada entrar com atestado de pobreza que o juiz libera a multa..... Sinceramente, este país é uma piada.........
------------
Durante fiscalização no interior, foram emitidos cerca de 20 autos de infração por diversos crimes

Seguem intensos os trabalhos da Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Em dois dias de atividades, a força-tarefa conseguiu recuperar cerca de 100 animais silvestres que eram mantidos em cativeiros. Somente nesta terça-feira (06), foram resgatados 28 pássaros em uma única propriedade, localizada no município de Teotônio Vilela, Agreste alagoano. Entre as aves encontradas estavam dois exemplares do Sete-cores, também conhecido como pintor verdadeiro, e que está na lista vermelha de animais ameaçados de extinção no Brasil.

Nos locais que foram alvos da FPI, os fiscais do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) emitiram 18 autos de infração, com os policias do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) lavrando 22 termos circunstanciados de ocorrência (TCO). Na ação, eles contaram com o apoio de técnicos da Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco.

"A manutenção de qualquer animal silvestre em cativeiro desobedece diretamente a legislação ambiental. Temos visto cada vez menos essas espécies soltas na natureza. São animais que possuem funções importantes no nicho ecológico onde vivem e, obviamente, precisam estar soltos para cumpri-las. Além do mais, eles acabam tendo suas funções biológicas impedidas, já que não conseguem voar ou se reproduzir. É por isso que se faz urgente o resgate para que, após reabilitados, possamos soltá-los", explicou o técnico do IMA Epitácio Correia.

Além dos dois Sete-cores, também foram encontradas espécies de Craúna, Azulão, Papa-capim, Veludo, Sabiá e Galo-de-campina.


Jabutis e Tejos
No primeiro dia de operação, foram resgatados 72 animais silvestres em residências da cidade de Penedo. Além de espécies de aves, a FPI também recuperou cinco jabutis e dois tejos. "Todos estavam em situação de maus-tratos. Os tejos foram encontrados em gaiolas pequenas, sujas e com pouca água. São animais que não se acostumam a viver dentro de grades. Eles precisam ficar soltos no meio ambiente. Presos, entram em sofrimento", esclareceu Epitácio Correia.

Todos os animais recuperados estão sendo levados para o Centro de Triagem Animal da FPI. Lá, recebem tratamento adequado de uma equipe formada por veterinários, ornitólogos e biólogos até recuperarem as condições de reintrodução na natureza.

Entrega voluntária
A FPI também incentiva a entrega voluntária de animais silvestres. Para tal, técnicos de órgãos ambientais estão de plantão na sede do Ministério Público, em Penedo. Os cidadãos que optarem por isso ficarão isentos de qualquer penalidade.

Eficiência
Para o promotor de justiça Ramon Formiga, que tem atuação nas Promotorias de Penedo e Teotônio Vilela, a FPI do São Francisco tem contribuído para a instalação e o fortalecimento de políticas públicas ambientais nos municípios alagoanos. "Esta é a segunda FPI que acompanho, e tenho notado que a força-tarefa provoca melhorias ambientais consideráveis por onde passa. O programa incentiva gestões públicas municipais a implantarem políticas ambientais necessárias ao desenvolvimento saudável das cidades", disse ele.

O promotor ainda citou como exemplo a interdição do lixão do município de Teotônio Vilela, ocorrido a partir de ações adotadas em etapas anteriores da FPI. "O lixão foi interditado e o Executivo passou a dar a destinação adequada aos resíduos sólidos produzidos na cidade. Hoje, o poder público já compreende o quanto é vantajoso transportar os resíduos sólidos para um local adequado, proporcionando, assim, um meio ambiente mais saudável para a sua população", destacou.

FONTE: gazetaweb

2/14/2018

Polícia Ambiental apreende iguanas e cobras mantidas em cativeiro sem licença

Pobres animais..... tomaram que tenham chance de voltar à natureza....
-----------
Animais eram mantidos por morador de Echaporã (SP). Homem foi multado em R$ 2,8 mil e responderá por crime ambiental.

A Polícia Ambiental divulgou nesta segunda-feira (5) a apreensão de duas iguanas e duas cobras que eram mantidas por um morador de Echaporã (SP).

A ação foi realizada na última sexta-feira (2) e o homem foi autuado e pagará uma multa de R$ 2,8 mil, além de responder por crime ambiental com pena de seis meses a um ano de prisão.

De acordo com a Polícia Ambiental, os animais foram recolhidos e passaram por avaliação médica para avaliar a possibilidade de serem devolvidos à natureza.


FONTE: G1

1/29/2018

Mico é resgatado de cativeiro pela Polícia Ambiental em São Gonçalo

O pobrezinho teve sorte.... outros foram mortos....
---------
Denúncia foi recebida pelo Linha Verde:
Um mico sagüi foi resgatado de cativeiro por policiais da Unidade de Policiamento Ambiental da Serra da Tiririca, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Segundo os agentes da 6ª UPAm, denúncias vindas pelo Linha Verde, do Disque Denúncia do RJ, levaram os agentes uma residência na Travessa Jurema, onde ao serem recebidos pela dona do imóvel, encontraram uma gaiola contendo um animal silvestre da espécie mico sagüi, pertencente a família Callitrichidae.

Como a proprietária não possuía nenhuma autorização para mantê-lo em cativeiro, os policiais encaminharam-na à 73ª DP (Neves), onde responderá com base no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais. Ainda segundo os agentes, o primata foi levado ao Instituto Ambiental Phenix de Animais Silvestres, em São Pedro da Aldeia.

Importante ressaltar que qualquer crime ambiental no Estado do Rio de Janeiro pode ser denunciado através do Linha Verde, pelos telefones 2253 1177 (capital), 0300 253 1177 (interior).

FONTE: osaogoncalo

11/05/2017

Depois de 10 anos em jaulas submersas e enferrujadas, ursos são libertados - Armênia

É deprimente saber que ainda existem vários animais nesta situação de maus-tratos e humilhação. Quando desrespeito pela vida animal, meu Deus!!!!! Que bom que esta ong vai libertar todos eles com ajuda do próprio governo da Armênia..... Axé para todos!!!!! Muita força!!!! Não deve ser fácil não, gente!!!!! 
-----------
Dois ursos morrendo de fome finalmente provaram a liberdade depois de passarem suas vidas em gaiolas soldadas assistindo as famílias a jantar em um restaurante ribeirinho. Misha e Dasha haviam ficado atrás das grades em um recinto apertado perto da capital da Armênia, Erevan, nos últimos dez anos, implorando por restos de clientes de restaurantes.


Mas depois que MailOnline destacou esta situação, os leitores doaram milhares de libras e os dois animais desnutridos e traumatizados finalmente foram libertados. As fotos mostram que os bombeiros abrem suas gaiolas antes que os socorristas britânicos e armênios os sedassem e os transportassem para um vasto recinto novo, no alto das montanhas, onde viverão o resto dos dias. 


Não é incomum detectar um urso em uma pequena gaiola em um restaurante, depósito de ônibus, shopping center ou uma fábrica. Eles são muitas vezes pegos como filhotes e passam suas vidas em cativeiro para atrair turistas ou simplesmente entreter seus donos. No entanto, a ong de proteção animal britânica International Animal Rescue (IAR) está lançando The Great Bear Rescue, com o objetivo de libertar dezenas de ursos enjaulados na Armênia.



Misha e Dasha, que tinham sido mantidas para a diversão de clientes em uma gaiola semi-submersa em água em um restaurante ribeirinho, foram carregadas em um caminhão para ser transportado para um santuário especialmente construído nas montanhas. Lá, eles viverão o resto de suas vidas em paz em um vasto recinto - não dependem mais dos restos que lhes são lançados pelos comensais.


Se tudo der certo, Dasha, uma fêmea, e Misha, um macho, serão os primeiros de até 80 ursos que a  ong de proteção animal libertará destas condições miseráveis em toda a Armênia nos próximos meses.


Grandes progressos na educação e nas condições sociais foram alcançados na antiga República soviética desde que o comunismo caiu. Mas a manutenção dos ursos - nas fábricas, nos restaurantes e mesmo nos shopping centers - persiste.   


Agora, o governo prometeu seu apoio ao IAR para libertar os ursos de seus sofrimentos. Milhares de libras foram doadas pelos leitores MailOnline depois que sua situação foi destacada há uma semana e esse dinheiro está sendo gasto no programa de resgate.


O diretor geral do IAR, o ator Neil Morrissey, disse: "Agora que a situação desses ursos apareceu, eu sei que o IAR não vai voltar suas costas para eles. Estou com eles todo o caminho nesta missão de resgate. Muitos deles aliviam o tédio e a frustração passando de um lado para o outro em suas jaulas, batendo a cabeça contra as paredes ou subindo as barras, procurando freneticamente uma rota de fuga. É doloroso e estamos determinados a acabar. Depois de anos de miséria e negligência, o fim do sofrimento dos ursos vai chegar em breve. 


O Sr. Knight completou: "Não posso deixar de agradecer o governo armênio o suficiente, particularmente o Ministério do Meio Ambiente, por sua ajuda para permitir que esses resgates sejam feitos brevemente.  Eu também devo agradecer aos nossos parceiros FPWC por seus esforços incansáveis ​​para libertar esses ursos.





Fonte: Daily Mail
Tradução livre do Google para "O Grito do Bicho"

11/03/2017

Morre Nana, a golfinho fêmea que viveu mais tempo em cativeiro

Tantos anos em cativeiro.... pobre grandona!!!!! Nana é um símbolo da exploração humana.... Quantos ganharam dinheiro com seu sofrimento?
-----------------
Nana, com idade estimada em 47, foi encontrada afogada em uma enseada natural do aquário  
Uma fêmea de golfinho morreu em um aquário do Japão algumas semanas depois de superar o recorde nacional de ter vivido quatro décadas em cativeiro, informou um funcionário nesta quinta-feira, 2. Nana, um golfinho nariz-de-garrafa, com idade estimada em 47 anos, foi encontrada afogada na terça-feira no Aquário de Shimoda, em Shizuoka (centro), explicou Kiyoshi Sakamoto.

Sua morte ocorreu menos de um mês depois de Nana completar 42 anos e dez meses sob cuidados humanos, batendo o recorde anterior, que pertenceu a um golfinho do Kamogawa Sea World, no sudeste de Tóquio. No mês passado, Nana chamou a atenção da mídia com a façanha, teve o recorde reconhecido com um prêmio e um certificado especial de residente da cidade de Shimoda.

O aquário fará uma necropsia no cetáceo, pois até o momento se desconhecia a causa exata da morte, explicou Sakamoto, que contou que Nana havia perdido o apetite ultimamente. "Nana era um símbolo do nosso aquário e seu comportamento amistoso atraiu montes de seguidores", lembrou Sakamoto. "Sentimos muita falta dela", disse, acrescentando que o estabelecimento estuda fazer uma cerimônia em homenagem a ela.


Nana foi capturada em frente à costa de Ito em 1974. Desde então ela viveu no aquário, participando de shows de golfinhos, contou o funcionário. Estes espetáculos são muito populares nos aquários japoneses. Mas alguns pescadores locais caçam estes animais para aproveitar sua carne, que consideram parte tradicional de sua dieta.

Fonte: O Povo

11/01/2017

Elefanta em cativeiro tenta matar seu filhote assim que ele nasce

Já li inúmeros casos de fêmeas em cativeiro que matam suas crias. Aliás, é o comum. Na natureza elas matam quando o filhote tem algum problema de saúde, mas, em cativeiro tem que ficar de olho porque elas ou matam ou rejeitam seus bebês....
---------------

Veja o horror vivido por um elefantinho recém nascido. Uma elefanta pari um bebê e tenta matá-lo provavelmente para não entregá-lo à escravidão. Como ela sabe que não viverão uma vida natural e livre do espancamento e escravidão,  tenta matá-lo. Parece que ela tenta dizer: salve seu filho da tortura que ele vai viver.....


O vídeo foi feito na Tailândia, cerca de um mês atrás. Este comportamento é comum, muitas vezes,  com mães que vivem em cativeiro. Matá-los é a maneira de livrá-los do sofrimento.  Este nascimento foi particularmente doloroso, o que também pode ter contribuído para a sua raiva.... O filhote foi salvo da morte, mas não da escravidão....

Nunca apoiem cativeiro de elefantes ou outros animais, em jardins zoológicos, circos ou em equitação, Sempre  devemos boicotar aqueles que fazem dinheiro explorando qualquer animal usados para comida, roupas e entretenimento.... Nenhum ser consciente quer ser escravo, os inocentes devem ser protegidos do ganancioso.... 

Fonte:  Animal Freedom Fighter -  Daily Mail

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪