RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador carga viva. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador carga viva. Mostrar todas as postagens

9/27/2018

LEITURA OBRIGATÓRIA: Assustados, bois iniciam viagem sem volta rumo ao abate na Turquia

Todos devem ler para se renovarem na luta..... a coisa não passou..... Pelo amor de Deus, gente, temos que nos preocupar com o transporte terrestre também. As novas regras já estão valendo, mas, sem a nossa cobrança, nada funciona....
------------------
Alvo de críticas, exportação de gado vivo envolve operação milionária
Comprados por pecuaristas da Turquia, 5.400 bois embarcaram no último dia 12

5/03/2018

EXPORTAÇÃO CONTINUA: Porto de Imbituba realiza exportação de 4.341 bois vivos - SC

Que horror, meu Deus!!!! Santa Catarina, também, pode exportar animais vivos? é preciso saber se está licenciada..... Como os exportadores falaram, com todo apoio que estão tendo, estão aumentando a exportação de gado vivo. É tudo uma podridão só!!!!!
----------
Carga-viva segue navegação a caminho da Turquia neste momento
O Porto de Imbituba realizou o embarque de 4.341 bois para a Turquia. A operação durou aproximadamente 11 horas e foi um sucesso, segundo a administração do empreendimento estadual. Às 7h de sábado, o navio Gelbray Express partiu de Imbituba rumo ao Porto de Bandirma, na região Noroeste do país euro-asiático. A embarcação navega com bandeira de Singapura e tem sua estrutura especializada no transporte de gado.

A Agência Marítima Imbituba gerenciou o embarque e a Fertisanta foi a empresa responsável pela operação.

A Turquia é hoje a maior importadora de bois vivos do Brasil. A preferência pela compra de gado é recorrente em países onde há população muçulmana, pois possuem uma técnica especial de abate.

O embarque feito no porto de Imbituba é demorado, leva um dia inteiro. Além dos animais, toneladas de ração também são levadas. Tanta comida é para aguentem os mais de 20 dias da viagem. Diferentemente de outras regiões do país, estes animais, que foram criados no Estado catarinense, embarcam sem vacinação, já que Santa Catarina é a única unidade da federação livre de febre aftosa.

Em 30 de maio de 2016 ocorreu a primeira exportação de gados vivos no porto imbitubense, na verdade foi a pioneira no Estado. A ideia da administração local é exportar, em média, 50 mil animais por ano.



FONTE: notisul

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪