RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador baleia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador baleia. Mostrar todas as postagens

7/08/2019

Espetáculo da Natureza

Um Sabiá do Campo, pássaro em extinção, foi registrado em sua “sinfonia”, em uma região da Mata Atlântica, no Rio de Janeiro. Para completar a cena, ao fundo, no mar, uma baleia Jubarte com seu filhote fazem o seu “ballet”. Confira!

4/08/2019

Rússia planeja libertar quase 100 animais da "prisão das baleias"

Vladimir Putin com Leonardo DiCaprio no Kremlin.
Parece que as coisas estão bem encaminhadas. O Presidente russo foi sensível aos milhares de apelos mundiais sobre a situação destes animais e está querendo fazer tudo direitinho. Agora, toda caquinha deste mundo com animais, a China está metida... Estes bichos eram para exploradores de animais daquele país.... Deus meu!!!
-----------------

3/23/2019

Baleia com 40 kg de plástico no estômago morre de fome nas Filipinas

Gente, eu achei o vídeo mostrando a necrópsia da grandona, mas, é muito forte.... Preferi não. Dá uma dó ver a quantidade de plástico enrolado nas vísceras dela.... Cheguei a chorrar....
-------------------
Uma baleia morreu de fome com 40 kg de resíduos de plástico em seu estômago depois que ela acabou encalhada nas Filipinas, anunciaram autoridades nesta segunda-feira.

1/11/2019

Baleia se lança contra mulher, o motivo vai levar você a lágrimas

E tem gente que acha que os animais não raciocinam..... E uma droga a gente saber de tanta coisa e as pessoas não acreditarem....
--------------
Nan Hauser é uma bióloga marinha, que tem mergulhado junto de baleias por quase 30 anos. Recentemente, um acontecimento curioso aconteceu com ela. Uma baleia selvagem se lançou contra ela

12/27/2018

Japão anuncia retomada da caça de baleias para fins comerciais

Meu Jesus amado, olha pra isto..... Uma decisão que vai de encontro à tudo que tanto temos trabalhado pelos animais..... Minha vontade é de me rasgar toda diante do domínio do mal que está vigorando no mundo inteiro......
-------------
País se junta a Islândia e Noruega no grupo de países que praticam abertamente a caça; decisão não foi bem recebida por Austrália e Nova Zelândia

11/28/2018

Surfistas que resgataram filhote de baleia em Laguna recebem prêmio ambiental

Publicamos sobre este ato louvável destes moços do bem. Confira: Surfista leva 3h para salvar filhote de baleia preso em rede de pesca em SC . Agora, serão reconhecidos com um prêmio. ambiental.... muito louvável a iniciativa do pessoal  ligado ao setor de animais marinhos.
---------------------
Responsáveis pelo resgate de um filhote

11/24/2018

Baleia com 6 kg de plástico no estômago é encontrada morta na Indonésia

Nossos mares estão morrendo e os humanos não se tocam que são os únicos culpados.... Meu Deus!!!!! dá um socorro ao nosso lindo planeta....
---------------
Entre chinelos, copos e garrafas, mais de 1.000 fragmentos foram retirados do animal. A descoberta causou revolta entre os ambientalistas.

Uma baleia cachalote foi encontrada morta em um parque nacional na Indonésia, com cerca de 6 kg de plástico

10/16/2018

Surfista leva 3h para salvar filhote de baleia preso em rede de pesca em SC

Que legal a iniciativa e coragem do surfista João Alberto, não? Graças a ele o filhotão da mamãe baleia foi salvo.... Legal que ela ficou perto acompanhando tudo.... demais.... um AXÉ grandioso para ele....
----------------------
Um filhote de baleia-franca foi resgatado de redes de pesca por um surfista no Farol de Santa Marta, em Laguna, no Sul

10/12/2018

Imagens flagram filhote de baleia preso em rede para conter tubarões na Austrália

Isto já vem sido falado há tempos, mas, ninguém tem dado muita bola. Parece que agora está tomando um vulto considerável..... Um verdadeiro absurdo!!!!!!
--------------------
Ativistas denunciam que governo tenta esconder o extermínio da vida marinha
A intenção é proteger os banhistas que aproveitam as praias de Gold Coast, um conhecido balneário no sudeste do estado

8/29/2018

Bombeiros divulgam vídeo de resgate de filhote de baleia-franca enrolado em rede de pesca em SC

Demorou, mas, graças a Deus saiu tudo bem....
-----------------
O Corpo de Bombeiros divulgou um vídeo com o resgate do filhote de baleia-franca em Garopaba, no Sul catarinense, que estava preso em uma rede de emalhe. As imagens mostram os socorristas cortando o material que prendia o animal. O resgate foi feito na quinta-feira (23).

8/05/2018

Baleia resgatada há 15 anos reaparece com filhote no litoral de SC

Ah que bom ver, de novo, a grandona com seu bebê albino. Parece que estes filhotes não sobrevivem muito tempo.... tadinhos..... Que sejam protegidos pelos anjos das águas.....
-------------
Uma baleia da espécie franca (Eubalaena australis) que foi salva há 15 anos no litoral de Laguna, região Sul de Santa Catarina, após ficar presa em um banco de areia em 2003 foi novamente avistada e desta vez na companhia de seu bebê,

7/12/2018

Duas baleias são encontradas mortas em Arraial do Cabo durante o fim de semana

O que dá pena é que elas vem para nossas águas para procriar e parir.....
------------
Neste fim de semana, duas baleias da espécie Jubarte foram encontradas mortas em praias de Arraial do Cabo. A localidade faz parte da rota desses animais que saem da Antártida para Abrolhos com o objetivo de ter filhotes.

O primeiro animal encontrado já estava em estado de decomposição e foi vista próximo à Ilha dos Porcos, na tarde de sábado, 07. Já no domingo, 08, uma outra baleia de cerca de sete metros foi encontrado entre as Prainhas do Pontal do Atalaia e a Ilha do Farol.

As carcaças foram levadas para alto-mar por órgãos ambientais. O objetivo é fazer com que o mar não devolva o corpo do animal as praias.

Em 2017, foram encontradas 122 baleias mortas na costa brasileira, sendo 20 no litoral do Rio. Tudo indica que durante a migração realizada pelos animais, algumas acabam não conseguindo resistir a viagem, vindo óbito.

FONTE: cliquediario

6/06/2018

POLUIÇÃO AMBIENTAL: Baleia morre depois de engolir 80 sacolas plásticas na Tailândia

Eita mundo podre..... estamos apodrecendo as futuras gerações humanas..... e como é difícil as pessoas ouvirem isto....
--------------
Uma baleia morreu depois de ter engolido mais de 80 sacolas de plástico na Tailândia, anunciaram as autoridades que tentaram, em vão, salvar o cetáceo. A Tailândia é um dos países do mundo onde mais se usa sacolas plásticas, causando todos os anos a morte de centenas de criaturas marinhas que vivem perto das populares plaias do sul do país.

A baleia, um jovem macho, é a mais recente vítima achada entre a vida e a morte perto da fronteira com a Malásia, segundo informou o ministério da Marinha este sábado no Facebook. Uma equipe de veterinários tentou salvar a baleia, mas não obteve sucesso.

Segundo a necropsia, ela tinha em seu estômago mais de 80 sacolas pesando cerca de oito quilos. A baleia chegou a vomitar algumas sacolas durante a tentativa de salvamento.

As sacolas impediram que ingerisse qualquer outro alimento nutritivo, segundo Thon Thamrongnawasawat, biólogo da Universidade Kasetsart, de Bangcoc. Ao menos 300 animais marinhos, entre baleias, tartarugas e golfinhos, morrem todos os anos nas águas tailandesas por engolir resíduos plásticos, explicou Thamrongnawasawat à AFP.

FONTE: extra.globo

4/14/2018

Autópsia revela 29 quilos de lixo em corpo de baleia encalhada

Que tristeza mesmo!!!!! Estamos matando tudo com este lixo fabricado por humanos..... Que todos os anjos do céu atuem na conscientização humana sobre o mal que promovem neste planeta lindo que vivemos.....
-------------
Material provocou infecção da membrana abdominal, causando a morte do animal

A morte de uma baleia cachalote na Espanha mostrou ao mundo o impacto dos resíduos plásticos na vida marinha. A autópsia do animal, encontrado em fevereiro encalhado numa praia próxima ao Farol do Cabo de Palos, na cidade de Cartagena, na Região Autônoma de Múrcia, revelou a presença de 29 quilos de lixo plástico em seu trato digestivo, que, segundo os especialistas, provocaram a morte do cetáceo.

Segundo pesquisadores do Centro de Recuperação da Fauna Silvestre El Valle, responsáveis pela autópsia, o sistema digestivo da baleia - um jovem macho com cerca de 10 metros de comprimento pesando 6,5 toneladas - tentou expulsar parte do lixo ingerido provocando lesões no intestino, que levaram a um quadro de peritonite, uma inflamação da membrana que reveste os órgãos abdominais.

Entre o material encontrado no estômago e no intestino da baleia estavam sacos plásticos, cordas, restos de redes de pesca e até um tambor, entre outros objetos que não são digeridos e acabam se acumulando. Sensibilizada pelo incidente, a secretária de Meio Ambiente da região de Múrcia, Consuelo Rosauro, anunciou a criação de uma campanha de conscientização para alertar a população sobre os danos do plástico à vida marinha.

"A presença de plásticos em mares e oceanos é uma das maiores ameaças para a conservação da fauna silvestre em todo o mundo, já que muitos animais ficam presos no lixo ou ingerem grandes quantidades de plástico que acabam provocando a morte", afirmou Rosauro. "E a Região de Múrcia não está alheia a este problema que devemos atacar por meio de ações de limpeza e, sobretudo, de conscientização dos cidadãos".

Um relatório recente produzido pela Fundação Ellen MacArthur alerta que sem medidas efetivas para evitar que o plástico chegue ao mar, em 2050 os oceanos terão mais plástico que peixes. Atualmente, a estimativa é que ao menos 8 milhões de toneladas de plástico sejam despejadas no mar, o equivalente a um caminhão de lixo por minuto.

Os animais de grande porte, como baleias, golfinhos, tubarões e tartarugas, correm o risco de ficarem presos no lixo, mas também de serem contaminados pela ingestão do plástico. Cientistas estão particularmente preocupados com o microplástico, partículas com menos de cinco milímetros de diâmetro, que são ingeridas em grande quantidade. Além do risco de intoxicação, o acúmulo de plástico no sistema digestivo dos animais dá a falsa sensação de saciedade, fazendo com que eles comam menos que o necessário e acabem sofrendo de desnutrição.

As baleias cachalotes estão entre os maiores animais do planeta, alcançando 18 metros comprimento e 57 toneladas. O nome científico Physeter macrocephalus se refere a uma característica peculiar: a espécie possui o maior cérebro entre todos os animais que vivem ou já viveram no planeta, pensando, em média, cerca de 7 quilos em indivíduos adultos.

Segundo a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza, a estimativa é que a população de cachalotes no mundo seja de cem mil animais. A espécie está listada como vulnerável.

FONTE: gazetaonline

11/16/2017

Baleia aparece morta na Praia de Ipanema

Gente, que pena ver esta grandona morta.... Agora, a incompetência da administração da Crivelândia é tão grande que até a noitinha ainda não haviam recolhido o animal..... Vocês não tem ideia do quanto a prefeitura do rio está bagunçada....
------------
Jubarte surgiu entre os postos 8 e 9 e atraiu muitos banhistas curiosos. Animal será enterrado em Seropédica e ossada usada para estudos

Rio - Uma baleia jubarte apareceu morta no mar da Praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta-feira. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o animal surgiu entre os postos 8 e 9. Equipes do Corpo de Bombeiros, Capitania dos Portos, Comlurb e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estão no local e se mobilizam para a retirada do mamífero.

A baleia adulta estava longe da faixa de areia, mas foi se aproximando da arrebentação por conta da correnteza. Ela foi avistada por banhistas por volta das 6h, que acionaram as autoridades. Ainda não se sabe a causa da morte do mamífero, que morreu há mais ou menos uma semana e está em estado de decomposição.


De acordo com a Comlurb, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) orientou que a baleia seja removida por terra. Segundo o Inea, a retirada do animal por mar poderia causar transtornos para as embarcações.

A Comlurb informou ainda que, a jubarte será removida a noite para não atrapalhar os banhistas. Para a retirada do animal será usados um guindaste, duas escavadeiras e uma carreta. Após a retirada, mais de 15 garis farão a retirada de possíveis resíduos do animal, deixados na praia. Os restos mortais da baleia serão levados para o Centro de Tratamentos de Resíduos (CTRio-Rio), Seropédica, onde será enterrado. Posteriormente, seus ossos serão doados para uma instituição de ensino que estuda animais marinhos. Durante a retirada do animal de Ipanema, a Guarda Municipal fechará algumas ruas. 


"As equipes vão fazer a avaliação da causa da morte. A baleia já está em estágio avançado de decomposição, é importante que as pessoas não toquem nesse animal e nem entrem no mar aqui perto. A gente ainda não sabe a causa da morte e isso pode afetar na vida do banhista. É comum esse tipo de baleia aparecer na costa brasileira entre julho e agosto vindo do atlântico sul para reproduzirem por aqui", disse Rafael Carvalho, biólogo da Faculdade de Oceanografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Muitos curiosos se aglomeraram para ver o mamífero, mas alguns evitar ficar perto da área próxima de onde ele encalhou. "Eu não entrei aqui no mar. Fiquei com medo de acontecer alguma coisa comigo e minha filha, então fomos para o posto 10. Não quero correr o risco de minha filha pegar alguma doença", disse a publicitária Graziela Camargo, de 38 anos, que estava com a filha Júlia, de 10 anos.

Fonte: O Dia

10/29/2017

As baleias, estrelas do ecoturismo na Islândia, escapam da caça

A mudança de comportamento e a maior vitória da nossa causa. Sempre foi meu único foco porque a educação (fazer pensar) muda a realidade de qualquer problema. Taí o caso das baleias
--------------
Durante muito tempo, as baleias na Islândia tradicionalmente acabavam nos pratos em forma de filés. Mas os tempos mudaram, e com a peregrinação de turistas a esta ilha no Atlântico Norte, esses animais se tornaram estrelas do ecoturismo.

"Uma baleia Minke no fundo à direita, a cerca de 200 metros!", gritou Alberto Alejandro, um guia espanhol da companhia Elding, cujo barco navega ao longo da costa da capital, Reykjavík.

O aparecimento do cetáceo é rápido e furtivo, e só se vê a barbatana caudal, mas esses poucos segundos são suficientes para tirar o fôlego dos 60 turistas a bordo da embarcação, que suspiram em coro. "Esta é uma das coisas que queríamos fazer de qualquer jeito em nossa primeira visita aqui", disse Joachim Holm, um visitante sueco. "Temos poucas chances de ver baleias vivas", acrescentou.

Em um momento em que grupos ambientalistas e alguns cientistas lutam contra a caça destes animais, a presença dos turistas também não é inócua, e perturba estes mamíferos marinhos. Mas no fim das contas, é preferível que os animais estejam vivos a que terminem esfolados, segundo os defensores do meio ambiente.

Em Húsavík, no norte do país, e também na baía de Faxaflói, perto de Reykjavík, mais de 355 mil pessoas foram observar baleias em 2016, na esperança de vislumbrar os animais no Atlântico Norte. Isto representa um aumento de 30% em relação a 2015, e quadruplica o número de dez anos atrás.


- Tradição versus turismo verde -
Na baía de Faxaflói também ocorre a pesca da baleia Minke, cuja população estável nas águas islandesas é estimada em cerca de 32.000 exemplares, segundo dados do governo. Ao contrário da pesca da baleia-comum, suspensa após a falta de interesse comercial do Japão, a caça da baleia Minke persiste na Islândia, que é um dos dois únicos países do mundo, junto com a Noruega, que ignora a moratória sobre a pesca comercial destes cetáceos, que data de 1986.

Alessandro Rosa, um turista italiano, disse que respeita "as tradições" da Islândia, onde a pesca de baleias é registrada desde o século XIII. Mas "nunca comi carne de baleia e não tenho intenção de fazer isso", assegurou. Os próprios islandeses consomem pouca carne de baleia, e se a pesca continua é sobretudo para satisfazer a demanda dos turistas. No ano passado, o país recebeu 1,8 milhão de visitantes, e deve receber mais de dois milhões neste ano.

Há vários anos, a Islândia está longe de explorar as cotas às que tem direito, devido, em grande parte, ao mau tempo. A empresa IP-Utgerd Ltd, uma companhia especializada na caça da baleia Minke, abateu 17 mamíferos em 2017 (em comparação com 46 em 2016), muito abaixo do limite estabelecido, de 224.

- Baleia no cardápio -
Em Reikiavik, o restaurante Thrír Frakkar inclui carne de baleia em seu cardápio desde que abriu suas portas, em 1989. Os asiáticos são os clientes mais assíduos. "Eles estão acostumados com a carne de baleia, é algo que está na sua cultura", explicou o chef, Stefán Úlfarsson. A americana Sarah Krieger disse que não tem nada contra este costume, defendendo uma gestão "responsável" das populações. "Os humanos estão no topo da cadeia alimentar", argumentou.

Entre a caça e a observação, as baleias contribuem com cerca de 100 milhões de euros em rendimentos por ano no país, uma pequena ilha com cerca de 300.000 habitantes e um PIB de 20 bilhões de euros, segundo dados dos especialistas. A caça continua sendo rentável e, segundo dados do setor, com cerca de 45 exemplares pescados a cada ano desde 2003, seu preço dobrou em uma década, passando a 2.500 coroas por quilo (20 euros, 24 dólares), mais que o frango ou o porco.

Mas os consumidores são cada vez mais escassos. Segundo pesquisas do Fundo Internacional para a Proteção dos Animais (IFAW), o consumo da carne de baleia caiu entre os turistas estrangeiros. Em 2016, só 12% afirmaram ter comido, em comparação com 40% em 2009, segundo esta ONG.  O responsável da filial islandesa da IFAW, Sigursteinn Másson, disse estar convencido de que a caça de baleias vive suas últimas horas, devido à mudança de mentalidade da população.

FONTE: em

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪