RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador animais na religião. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador animais na religião. Mostrar todas as postagens

9/18/2018

Polícia Ambiental evita sacrifício de animais em centro de umbanda no bairro da Vitória, em Patos

Depois esta gente que sacrifica animais em rituais acham que não temos direito de defender os animais..... Eles não entendem que este tipo de procedimento é crueldade para conosco, também, já que amamos e sofremos tanto pelos animais...... Se liguem  e saibam que nenhuma religião tem o direito de ser cruel com os bichos e com humanos que os amam...
----------------------
Os garrotes foram encontrados amarrados e prontos para o sacrifício

9/02/2018

Criticada, Paula Burlamaqui pede desculpas após declaração associada a intolerância religiosa: 'Perdão'


Sinceramente, não achei nada demais o que ela falou..... Enche o saco estes lances, sabia? Ela falou errado? sexta-feira os macumbeiros não usam gatos para seus rituais? ah, me poupem!!!!!
-----------------
Paula Burlamaqui publicou um vídeo nas suas redes sociais, nesta quarta-feira,

8/29/2018

Nada contra religião, mas, tudo contra o sacrifício de animais

Sinceramente, alguém pode imaginar que isto se chama religião? Que Deus macabro é este? Esta gente que usa animais em rituais não tem pena de nós que sofremos por tamanha barbaridade? se não sentem pelos bichos, não sentem por nós? não respeitam nossos sentimentos? não é hora de criarmos dentro da sociedade a conscientização de que somos um segmento que merece respeito?

8/10/2018

STF começa julgamento sobre sacrifício de animais em religiões de matriz africana

Sinceramente, chega dar pena das tais pretensões da causa animal que tanto debato aqui. Pior saber que quem fez esta lambança foi o MP de Porto Alegre. Depois me chamam de arrogante, mas, na hora de verem a realidade ficam com raiva de mim ao invés de ficar envergonhada por não aceitar que a causa animal não devia estar nas mãos de gente tão despreparada. Pelo que vi da audiência, só o Fórum de Animais estava lá (acho que a amada Carla Sassi, também). O advogado que o

7/19/2018

Governo Temer defende sacrifício de animais em cultos religiosos

Gente, é inacreditável..... se não tivesse o documento na matéria, eu acharia que é mentira.... Como pode isto!!!! Chegamos ao fim do poço? Vai ser julgado dia 09 de agosto. Será que tem alguém acompanhando isto?
--------------
Enviou manifestação ao STF
Cita insegurança alimentar
O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal), em nome da Presidência da República, manifestação favorável ao ritual de sacrifício de animais

6/15/2018

RELIGIÃO: 56 esqueletos de crianças sacrificadas são descobertos no Peru

Gente, esta outra ossada com crianças e animais nos dão ideia de como os povos andinos faziam em termos religiosos..... Jesus, livra-nos do mal, Amém!!!!!! Cruz credo!!!! Saber que somente ha 500 anos atrás, estas atrocidades aconteciam....
----------------
No Peru foram encontrados 56 esqueletos de crianças sacrificadas durante rituais pagãos, informa o portal El Comercio.

Relata-se que os arqueólogos encontraram os esqueletos na província de Trujillo, na região La Libertad, ainda no início de maio, mas só há pouco comunicaram à imprensa. Detalha-se que, além dos restos das crianças, os especialistas também contaram 30 esqueletos de filhotes de lamas que também fizeram parte dos rituais.

De acordo com os arqueólogos, o sepultamento mais antigo conta com 600 anos. Para eles, as crianças foram sacrificadas aos deuses pagãos para evitar catástrofes naturais. Os cientistas lembraram que perto do Peru o fenômeno El Niño é muito ativo e se manifesta em aumento anômalo da temperatura na superfície da parte pré-equatorial do oceano Pacífico em 0,5°C. Foi estabelecido que tal aumento pode ser causa das chuvas fortes e inundações destrutivas.

A cultura Chimu existiu no Norte do Peru contemporâneo aproximadamente de 1250 a 1470. Ao longo da sua existência o reino Chimu gradualmente se foi expandindo, conquistando as culturas menores, mas no fim foi completamente submetido pelos incas.


FONTE: ubiie

6/02/2018

ANIMAIS NA RELIGIÃO: Conferência religiosa quer continuar a fazer rituais com animais

A reivindicação de continuar a usar animais em rituais, fere nossa missão de defendê-los. Sofremos muito ao ver animais destroçados em cemitérios e encruzilhadas e, por isso, NENHUMA RELIGIÃO TEM O DIREITO DE PROVOCAR EM NÓS TAMANHO SOFRIMENTO.... Já que não ligam para os bichos, se importem com o nosso sofrimento.... NÃO É JUSTO!!!!
----------------
Durante conferência, povos de matriz africana reivindicam políticas de proteção a terreiros
Durante a 4ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Conapir), realizada em Brasília, de 27 a 30 de maio, lideranças religiosas de vários estados do Brasil debateram sobre casos de violações de direitos e reivindicaram políticas públicas de proteção a terreiros, além do combate ao preconceito e intolerância.

 “A gente está vendo terreiros e os símbolos do candomblé, das religiões de matriz africana, sendo destruídos por fundamentalistas das mais variadas tendências religiosas. E a gente precisa que esses fundamentalistas comecem a respeitar mais a fé alheia, porque você tem direito a sua fé, tem direito até de não professar nenhuma fé”, avaliou Erivaldo Oliveira, presidente da Fundação Cultural Palmares.

Segundo Oliveira, a fundação recebeu, desde 2015, cerca de 100 denúncias de violações contra terreiros em todo o país, mas diz acreditar que o número de casos que não chegam ao conhecimento da fundação pode ser ainda maior. “Isso tudo é fruto de um racismo, de um preconceito exacerbado no Brasil e também da falta de conhecimento, porque as pessoas do Brasil não se acostumaram com a cultura afro-brasileira e não entendem o que é um terreiro, a umbanda e o candomblé”, declarou.

Uma das propostas levantadas durante a conferência foi o fortalecimento da Lei 10.639, que obriga as escolas a incluírem no conteúdo programático o ensino da história da África e da cultura afro-brasileira. “Quando você implementa a [Lei] 10.639, você está fazendo um trabalho com uma criança para que ela se torne um adulto que vai respeitar, ela não vai ser um adulto intolerante”, defendeu a mãe de santo Tuca D´Osoguiã, integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR).

Mãe Tuca afirmou ainda que uma das prioridades eleitas durante a conferência é a luta pelo arquivamento da ação que tramita no Supremo Tribunal Federal, contra o sacrifício de animais para fins religiosos (grifo meu). Os praticantes da fé de matriz africana querem manter as práticas de abate de animais destinados à alimentação nos cultos dos terreiros. “Se esta ação passar no STF, pode virar uma jurisprudência e isso acaba com nossa cultura e com a segurança alimentar do nosso povo”, disse Mãe Tuca.

FONTE: bahianoticias

5/01/2018

RELIGIÃO: Descoberto o local do maior sacrifício em massa de crianças e animais

Que coisa bárbara, não? não sei porque humanos ainda usam animais em rituais religiosos.... Coisa macabra.....
-------------
Sítio arqueológico no Peru reúne 140 crianças mortas há 550 anos
Um tesouro arqueológico encontrado no Peru revela um trágico episódio do passado. Sob as areias da praia de Huanchaquito, foram descobertos ao menos 140 corpos de crianças, sendo que a maioria tinha entre 8 e 12 anos quando morreram. Para os pesquisadores envolvidos na escavação, trata-se de um ritual de sacrifício ocorrido há 550 anos, o maior envolvendo crianças já relatado na História.

"Eu, para citar um, nunca esperava por isso", contou à “National Geographic” John Verano, arqueólogo da Universidade Tulane, em Nova Orleans, com 30 anos de trabalho de campo na região. "E não acho que qualquer outra pessoa esperaria".

Junto com as crianças, os arqueólogos encontraram os restos de ao menos 200 jovens lhamas, que aparentemente também fizeram parte do sacrifício. O sítio arqueológico está a poucos metros da praia, a cerca de um quilômetro de distância de Chan Chan, antiga capital administrativa da civilização Chimu, onde hoje está a cidade de Trujillo.

Apesar de menos conhecidos, os Chimu foram o segundo maior império pré-colombiano da América do Sul, se estendendo por cerca de mil quilômetros ao longo da costa do Pacífico, da atual fronteira do Peru com o Equador até a capital, Lima. A civilização era superada apenas pelos Incas, cujas forças derrotaram Chan Chan por volta de 1.475, pondo fim ao império Chimu.

Sacrifícios humanos eram comuns entre as grandes civilizações da América pré-colombiana, com relatos e vestígios arqueológicos indicando a existência do ritual religioso entre Astecas, Maias e Incas. Mas um sacrifício de crianças com a dimensão do descoberto entre os Chimu nunca havia sido relatado no continente. Nem no mundo.

CORAÇÕES REMOVIDOS EM RITUAL
Os primeiros corpos foram encontrados em 2011 e, quando as escavações foram concluídas, em 2016, mais de 140 crianças e 200 lhamas haviam sido descobertas. Restos de roupas e tecidos dataram o sítio arqueológico entre os anos 1.400 e 1.450. Tanto as crianças como as lhamas possuem marcas de deslocamento do esterno e de costelas. Provavelmente, as vítimas tiveram o peito aberto para a remoção do coração durante o ritual.

Os cortes no esterno não apresentam marcas de hesitação, são limpos e eficientes. Provavelmente, dizem os arqueólogos, foram feitos por pessoas treinadas. "É um ritual de matança", disse Verano. "E muito sistemático".

As crianças tinham idades entre 5 e 14 anos quando foram sacrificadas, sendo a maioria com idades entre 8 e 12 anos. Quase todos os corpos foram enterrados com o rosto virado para oeste, olhando para o mar. Enquanto as lhamas, todas com menos de 18 meses, foram enterradas viradas para oeste, em direção aos Andes.

Os corpos de três adultos foram encontrados perto das crianças e dos animais. Sinais de traumatismo na cabeça e a falta de bens funerários indicam que eles participaram do sacrifício e foram descartados após o ritual.

Para os pesquisadores, todas as crianças e lhamas foram mortas num evento único. Numa camada de lama seca encontrada no local do sacrifício estão pegadas de sandálias de adultos, cães, crianças descalças e jovens lhamas. Marcas profundas de patinagem sugerem que os animais foram forçados a chegar ao local.

Pela análise das pegadas, os arqueólogos reconstruíram como o ritual deve ter se desenrolado. O grupo de crianças e de lhamas foi conduzido para o local vindos do norte e do sul, se encontrando no centro da área, onde foram sacrificados e enterrados. Alguns corpos foram simplesmente abandonados na lama molhada pelo sangue.

O MAIOR SACRIFÍCIO DE CRIANÇAS JÁ DESCOBERTO
Até então, o maior sacrifício em massa de crianças das Américas foi descoberto no Templo Mayor, com 42 corpos encontrados, na capital Asteca de Tenochtitlán, onde hoje está a Cidade do México. Rituais entre os Incas também já foram encontrados, mas com número menor de vítimas. Fora do continente, um cemitério em Cartago contém centenas de urnas com restos cremados de crianças, com evidências de que elas seria vítimas de sacrifícios, mas em diferentes eventos ao longo dos anos.

FONTE: gazetaonline

4/28/2018

A Páscoa "voodoo" do Haiti

Desde 2013 acompanhamos este ritual. Este ano, parece, que usaram um boi para tirar sangue.... Barbariddade!!!!! Não tenho nada a ver com religião, mas, sou contra qualquer religião que usa animais em seus rituais. NÃO RESPIETO MESMO!!!!! ANIMAIS SÃO MINHA VIDA E OS DEFENDO ATÉ A MORTE E EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO!!!!!
-----------------
Fiéis do "voodoo" (vodu) haitiano assinalaram o domingo de Páscoa com a tradicional cerimónia de sacrifício de animais, banhos e dança em aparente transe. Centenas de praticantes da religião que assimila a doutrina católica a algumas crenças africanas concentraram-se para expressar a devoção aos respetivos deuses.

As mulheres, por exemplo, vestiram-se de branco para simbolizar a ligação ao vodu, emergiram dos rituais banhadas de sangue e mergulharam nas piscinas em aparente transe, dançando ao ritmo de tambores num ritual inspirado nos ancestrais africanos. Milhões de haitianos acreditam no "voodoo", uma religião reconhecida pela Constituição local em 1987 e tornada oficial em 2003.

Em 2012, o Senado e o Parlamento aprovaram uma emenda à constituição haitiana, apoiada pelo então presidente Michel Martelly, revogando a revisão de 1987 e retirando a proteção legal ao "voodoo" que outras religiões mantêm no Haiti.


FONTE: pt.euronews
===========
Matérias nossas desde 2013

3/24/2018

Pesquisa revela que civilização Maia sacrificava e comercializava cães há mais de 2 mil anos

Gente, este povo que viveu nesta época, faziam horrores com os animais..... Temos um dossier enorme a respeito deste assunto que publiquei em nosso blog para tentar entender o que prevalece para os animais na religião.
------------
Por meio de análise de restos mortais dos animais, estudiosos evidenciaram que cães eram usados em rituais de sacríficos dos Maias, e que faziam parte do comércio da civilização no período entre 700 e 350 antes de Cristo

Pesquisa expôs que cães eram um pouco maiores do que os chihuahuas, e viviam mais tempo por se alimentarem melhor
Um estudo divulgado na segunda-feira (19) pela equipe de pesquisa do Instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, revelou que a civilização  Maia criava e comercializava cães há mais de 2,5 mil anos. Segundo a pesquisa, que analisou restos dos animais encontrados em Seibal, na Guatemala, os animais eram utilizados em cerimônias, o que foi possível deduzir pela localização onde os esqueletos foram encontrados.
Os estudiosos defendem que os ossos estavam em uma espécie de "centro cerimonial", o que para eles evidencia que os cães pertenciam a alguém muito importante ou seriam um “presente de prestígio”. Eles também afirmam que os animais eram um pouco maiores do que os chihuahuas de hoje, e viviam mais tempo por se alimentarem melhor.
Comércio de animais
Outros animais encontrados no sítio arqueológico ajudaram a equipe a descobrir que os cachorros eram usados em rituais de sacrífico, e que faziam parte de um mercado no período entre 700 e 350 antes de Cristo (a.C.)

Ossos foram encontrados em sítio arqueológico em Seibal, na Guatemala

"Por meio de nossas análises, acreditamos que esses animais passaram a ser inseridos no comércio antes de 400 a.C., quando as pessoas começaram a se tornar sedentárias e a estabelecer acordos para negociação. Na Ásia, África e Europa, a gestão comercial desses animais acompanhou o desenvolvimento das cidades, enquanto que, na América, isso se deu por conta dos ritos durante o Período Clássico, entre 250 e 900 depois de Cristo”, informou a autora principal da pesquisa,  Ashley Sharpe, ao Daily Mail .

Ao estudar os isótopos de carbono, nitrogênio, oxigênio e estrôncio dos restos dos animais, os pesquisadores descobriram também o tipo de alimentação que as espécies possuíam, identificando, assim, se os ossos pertenciam a animais selvagens ou domésticos.

"Os restos mortais se dividem em dois tipos. O primeiro possui isótopos de carbono mais baixos, que revelam uma alimentação baseada em plantas silvestres, e o segundo tem isótopos maiores, presentes nas espécies alimentadas somente com milho", explicou Sharpe.

A pesquisa ainda revelou que os ossos maxilares de dois cães, encontrados no complexo cerimonial, continham isótopos de estrôncio parecidos aos animais de regiões consideradas secas e montanhosas, próximas à atual Cidade da Guatemala. Para a pesquisadora, tal dado aponta a transferência dos cachorros para a América naquela época.
FONTE: ultimosegundo

3/23/2018

Onze presos em rituais de animais. Policiais acham cachorros, cobras e galinhas mortos

Jesus amado, olha pra isto!!!!!! não acredito mais em humanos há muito tempo, mas, fico na ilusão que o Cara lá de Cima vai produzir o grande milagre..... Não dá mais para viver com esta quantidade de gente que usa animais para este tipo de crueldade..... Ebola nesta cambada!!!!!
------------
Cabras mortas, galinhas e outros animais foram encontrados em uma casa em San Antonio (EUA) na sexta-feira, depois que a polícia recebeu chamadas de que os animais podiam ser sacrificados.

Os deputados do xerife do condado de Bexar responderam a uma chamada em torno de 19h de que a crueldade animal estava ocorrendo no bloco 11400 da Bronze Sand Road, informou o  San Antonio Express-News .

De acordo com o sargento Elizabeth Gonzalez, as autoridades chegaram para encontrar pelo menos uma dúzia de pessoas reunidas em círculo na garagem da casa onde uma mulher estava cortando “partes de animais” e outra pessoa estava drenando sangue de frango em um recipiente.Onze pessoas foram presas depois que moras trouxas, galinhas e outros animais foram encontrados em uma casa em San Antonio na sexta-feira, depois que a polícia recebeu chamadas de que os animais podiam ser sacrificados .

As autoridades chegaram para encontrar pelo menos uma dúzia de pessoas reunidas em círculo na garagem da casa onde uma mulher estava cortando “partes de animais” e a pessoa antera estava drenando sangue de frango em um recipiente. Gonzalez também acrescentou que o agente respondente não entendeu o idioma que falavam apesar de falar fluentemente em inglês e espanhol. Depois de procurarem a casa, os deputados encontraram vários animais vivos – mas mutilados – e animais, incluindo “cabeças de cabra” e mais galinhas, disse Gonzalez.

Onze homens e mulheres com idades compreendidas entre os 23 e os 65 anos foram presos por crimes de crueldade contra animais. De acordo com um relatório da polícia, alguns dos suspeitos presos disseram aos deputados que os animais estavam sendo sacrificados para fins religiosos. No entanto, uma mulher que vive na residência disse que a situação não era como parecia. “Há um mal entendido, mas não vamos falar sobre isso”, disse ela.

Um vizinho disse à estação de notícias que ficou horrorizado com os acontecimentos que ocorreram na casa e disse que constituía a crueldade. “É uma criatura viva. Se você não vai comer depois de matá-lo, não há como fazer isso “, disse Antonio Jimenez à Fox 29. Outros vizinhos, que não queriam falar na câmera, disseram que muitas pessoas iriam para a casa pelo que agora acreditavam ser rituais. Muitas vezes, eles dançavam em torno de um incêndio no quintal.

Um casal que vive perto da casa, mas pediu para permanecer anônimo, disse ao San Antonio Express-News que eles viram uma grande quantidade de codornas correndo fora da casa na manhã de sábado, bem como o proprietário tentando encaminhá-las para gaiolas. Os animais da casa que ainda estavam vivos no momento da prisão estão atualmente na proteção de Animal Care Services.

Os 11 suspeitos foram identificados como: Alexander Gene Campos, 23; Ivan Felipe Gonzalez, 24; Carmen Maria Gonzalez-Trujillo, 41; Cynthia Gabriell Martinez, 29; Liza Mercado, 46; Marie Galan Murcia, 65; Ramon Patino Jr, 65; Luiz Rodríguez Ortiz, 41; Robert Talamantez, 55; Irma Garza Talamantez, 64; e Arteaga Ariel Torres, 39.

FONTE: goiasurgente

1/17/2018

Para que serve o vodu?

Gente, esta matéria é para enriquecer nosso conhecimento e argumentação quando defendemos os animais em rituais religiosos... Quem pode respeitar um negócio deste como se fosse do bem? sangue de animais em troca de pedidos? fala sério.....
-----------
Essa prática religiosa, que surgiu na África, consiste em agradar e louvar seres espirituais para obter pedidos como saúde, dinheiro e amor.

Para pedir proteção, afastar inimigos, alcançar o amor ou o sucesso financeiro e profissional. O vodu é muito mais que um boneco com alfinetes espetados. Trata-se de uma prática religiosa, na qual os seguidores entram em contato com o mundo espiritual para pedir orientação e resolver problemas do dia a dia.

Os rituais e os nomes dos deuses variam bastante, mas a essência é bem parecida com a do candomblé do Brasil. Isso porque essas crenças surgiram na mesma época e na mesma região da África: no século 4 a.C., na faixa de terra que hoje vai de Gana até a Nigéria. Com a migração forçada de escravos para as Américas, cada região desenvolveu variações da matriz africana.

Nos ritos africanos
Conheça os diferentes tipos de vodus e os rituais de oferenda que podem envolver matança e sangue

Mulheres no comando
As cerimônias de batizado, casamento e funeral são regidas por sacerdotisas. Assim como no candomblé, é comum as mulheres liderarem as casas e delegarem aos homens funções como tocar tambores

Mortos escravizados
Alguns sacerdotes, os bokors, podem trazer mortos de volta à vida como uma forma de punição. Eles desenterram o defunto e o invocam. O morto pode viver por dois dias para cumprir tarefas – desde matar alguém a ajudar em serviços (essa crença deu origem aos zumbis do cinema). Para que o defunto cumpra as tarefas, o sacerdote ameaça atormentar sua alma. Depois, o corpo do morto é queimado para que não se torne escravo de novo

Seres da força
Os seguidores do vodu acreditam na existência de voduns (ou loas) – seres espirituais. Eles representam as forças da natureza. Para fazer contato, é preciso agradar as entidades com alimentos ou bebidas (os despachos). Também é possível ter contato direto quando os voduns incorporam no corpo de médiuns

Louvor aos espíritos
Existem rituais específicos para cada tipo de loa e para diferentes objetivos: sucesso no trabalho, saúde, amor, proteção, vingança etc. Cada família louva seus próprios ancestrais. A homenagem pode envolver a construção de altares e até cerimônias com música e incorporação

Legumes ou sangue
Cada vodun recebe uma oferenda: pode ser um prato preparado com vegetais ou o sangue de algum animal. Nesse caso, o fiel procura o sacerdote, que coordena o ritual para matar o bicho (galinhas, cabras, bodes e até bois) do jeito certo: cortando o pescoço e deixando o sangue correr sobre a comida ofertada. O animal sangra até morrer. O coração e o fígado servem de oferenda e o resto é aproveitado em almoços com a comunidade

Matança ao vivo
Durante as cerimônias, que costumam ser abertas à população, os médiuns são incorporados por espíritos, que conversam com as pessoas e recebem as oferendas. Em alguns casos, as entidades podem matar animais, mastigar a carne e tomar o sangue durante a celebração

Boneco espetado
Os famosos bonecos de vodu são como amuletos e atraem sorte, saúde, dinheiro, amor… Eles são decorados com diferentes cores, dependendo do pedido da pessoa, e devem ser colocados em uma estante dentro de casa. Diante dele, o fiel deve repetir seu pedido todos os dias. O boneco pode até ser usado para afastar alguém, mas espetar agulhas não faz ninguém sentir dor. A lenda foi disseminada pelo cinema e por quem não conhece a religião

Contato direto
Os espíritos que aparecem nos rituais dão recomendações para que a família consiga o que busca. Quando indicam que o filho tome um banho de ervas, por exemplo, é fundamental que ele cumpra – caso contrário, o pedido não se realiza e a tarefa será bem mais complicada na próxima vez

FONTE: mundoestranho

1/16/2018

Grande ‘despacho de macumba’ surpreende moradores da cidade de Sousa

Agora vão me dizer que o povo está na penúria.... ah, vai catar coquinho..... gente do capeta que está solta por aí..... na verdade verdadeira, o inferno é aqui... só pode!!!!!
-----------
Na manhã deste sábado (13), moradores do bairro Jardins, na cidade de Sousa, Sertão paraibano, se surpreenderam com algo que não é comum naquela comunidade.

Numa rua próxima a uma casa de shows, pessoas que passavam pelo local se depararam com um grande “despacho de macumba”, termo popular para o arranjo de oferendas a uma entidade mística com intuito de obter o que se deseja.

No arranjo havia pelo menos quatro galinhas mortas e centenas de corações de galinhas em tigelas de barro. Completavam o “despacho” algumas velas, cigarros e cachaça, tudo isso sobre duas mantas, uma amarela e outra vermelha. Nas imediações ninguém soube dizer quem depositou a oferenda.

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪