RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador animais abandonados. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador animais abandonados. Mostrar todas as postagens

1/18/2019

Brasilienses dão exemplo de solidariedade ao resgatar e abrigar animais

Que bom saber disto, não?
---------------
Tem muitas opções também para quem quer ajudar de alguma forma o tratamento dos cães resgatados, como doar ração ou participar de rifas.

Comida, lar e acolhimento. O resgate de animais nas ruas virou parte da vida de muitos brasilienses. “Parece que eles entendem que você salvou a vida deles”, conta uma das defensoras dos bichos, a

1/17/2019

Prefeito da capital revoga ordem que proibia servidores de cemitérios a cuidar de animais

Muito bom!
-------------

Departamento que administra dos cemitérios tinha proibido os funcionários de dar água, alimentos e abrigo a animais abandonados. Prefeito determinou que os responsáveis pelos cemitérios procurem ONGs para ajudar a resolver o problema.

1/06/2019

Projeto resgata animais vítimas de maus tratos em Mairinque

Projeto pioneiro? como assim? a grana vem de onde? Estado de SP?
----------------
Projeto pioneiro no país está resgatando animais vítimas de maus tratos. Eles são levados para uma clínica em Mairinque (SP).

Fonte: 

12/31/2018

Revoltante: câmeras flagram animais sendo abandonados - Cascavel - PR

É muito nojento, não? 
---------------
Em um dos casos, cãozinho é jogado por cima de portão e acaba se machucando...
A CGN recebeu imagens de câmeras de segurança de uma residência que mostram animais sendo abandonados, na região do Jardim Padovani, em Cascavel. Segundo a moradora, os casos de

12/22/2018

Os anjos da guarda dos animais abandonados

Que matéria boa de se ler..... Oh, my God, tudo devia ser assim.....
------------
Em Friburgo, são muitos bons exemplos do acolhimento aos animais de rua
A barbárie que mobilizou pessoas do país inteiro pela punição dos responsáveis por matar o cachorro “Manchinha”, como era conhecido, em um supermercado, em Osasco-SP, também motivou a equipe de A VOZ DA SERRA a mostrar que ainda há esperança no ser humano. Nova Friburgo

12/11/2018

Grupo é suspeito de ameaçar matar e queimar cães abandonados para 'limpar' ruas de Goiânia

Jesus amado!!!! a que ponto chega a loucura humana..... Criar um grupo de WhatsApp para matar os animais nas ruas..... Pois é, quando eu falo do perigo de colocar casinhas e deixar ração em lugares públicos é por isso..... A loucura humana não brinca em se tratando de animais.....
-----------------
Segundo a Polícia Civil, posts feitos nas redes sociais descrevem a forma como os

12/09/2018

Animais abandonados em desapropriações são salvos por protetores na Baixada Santista

Se não for estas pessoas corajosas e dedicadas, os animais estavam ferrados porque o poder público não cumpre a lei que diz que "todo animal é tutelado pelo Estado". Axé pra toda esta gente abençoada que não mede esforços!!!!
-----------
Ações individuais de moradores de comunidades garantem a sobrevivência de centenas de cães e gatos.

“Meus filhos foram embora de casa. Não

11/19/2018

Cães abandonados, de raças proibidas e de estimação são apreendidos e mortos violentamente na China

Gente, veja o que o radicalismo traz como consequência. O autor da agressão que provocou toda esta desgraça (dono dos cachorros) está completamente errado porque seu cão pentelhinho foi mexer com uma criança que estava quieta andando na rua com sua mãe e irmão. Pô, se as pessoas tem medo, temos obrigação de tirar o cachorro. Daí ele partiu

9/27/2018

Mulher é presa por cuidar de animais abandonados sem licença veterinária durante furacão Florence

É impressionante este caso... A protetora foi salvar e cuidar dos animais vítimas do furacão e ainda foi presa? fala sério......
----------------
Uma mulher da Carolina do Norte, identificada como Tammie Hedges, cuidou de 27 cães e gatos doentes durante a passagem do furacão Florence, enquanto os donos dos animais evacuavam as áreas de risco. O ato que poderia ser

8/07/2018

Prefeito veta alteração de lei que evita sacrifício de animais abandonados, na PB

Olha a encrenca que o legislativo cria ao fazer PLs que não são de sua alçada só para enganar os "trouxas" que não aprendem as coisas para defender direito os animais..... É em todo país...
----------------
Emenda que altera lei sugeria destinar o animal para adoção.
O prefeito da cidade de Santa Luzia, no Sertão da Paraíba, vetou a alteração de

7/24/2018

Animais são resgatados em situação de maus-tratos e desnutrição em Fortaleza

Que situação, minha Nossa!!!!!!! pra variar, foi encontrado armas de caça.... que tal? estou quase afirmando que a caça está ficando descontrolada.... Todo dia, os policiais encontram armas.... Vai ver, o mequetrefe usava os cachorros pra caça.... não duvido nada, embora os cães sejam porte médio....
------------------------
Dezessete animais – 13 cães e quatro gatos - foram resgatados em situação de maus-tratos e subnutrição em uma casa

5/06/2018

TORTURA: Cães são encontrados carbonizados em terreno baldio - SC

Quando eu falo deste negócio de colocar casinhas e comida para cães em abandono nas ruas, é por causa disto..... Geralmente, os animais criam domínio de terreno e daí avançam em qualquer pessoa que ameace a segurança deles.... Daí, o resultado é este que vemos constantemente!!!! Quer proteger? ótimo.... alugue uma casa ou corra atrás de um prédio da prefeitura para utilizar como abrigo seguro para os animais..... É o certo!!!!! inclusive porque você não acostuma a sociedade irresponsável que tem "gente" para cuidar de animais que eles nã querem mais.... Pesquisem nossos arquivos que vão achar muitos casos a respeito....
--------------
Os animais teriam sido queimados em sacos plásticos junto com peças de roupas em um loteamento, que também é utilizado para descarte irregular de materiais

Moradores do bairro Areias, em São José, ficaram chocados na tarde deste domingo (29) quando encontraram seis cães amarrados e carbonizados e outro com diversos cortes pelo corpo em um terreno baldio na rua Pedro Antunes Ezequiel. Os animais teriam sido queimados em sacos plásticos junto com peças de roupas em um loteamento do bairro, que também é utilizado para descarte irregular de materiais.

“A gente procura fazer o máximo possível para acolher esses animais. Se estiver na rua, conversamos com pessoas que têm casas maiores, para de repente acolher por um final de semana”, conta Seide Vieira, motion designer e um dos moradores da região. Segundo ele, a vizinhança costuma alimentar e algumas pessoas até adotam os animais.

Perto de onde os cães foram encontrados, organizações independentes montaram casinhas que servem de abrigo para os animais de rua, com água e comida. Ezequiel Nunes é um dos protetores que atua na região e idealizador do projeto Amiguinhos Indefesos, que cataloga os animais encontrados em situação de abandono. “Não temos certeza de onde foram trazidos esses cães, mas a certeza que tenho é que não foi do bairro Areias. Haja vista, que tem um cadastro e a gente conhece cada um desses cães aqui”, disse Ezequiel.

Os moradores acreditam que o crime foi cometido por alguém de outra localidade e, de acordo com eles, o abandono de cães e gatos na área é frequente. O loteamento foi aberto há cerca de seis anos e as novas ruas deram acesso aos terrenos vazios, que viraram ponto para descarte irregular de materiais.

A prefeitura de São José diz que a limpeza dos terrenos é responsabilidade dos proprietários e que faz a retirada de lixo na região com frequência. A última limpeza foi feita há 15 dias, mas já há acúmulo de resíduos no local novamente. “A responsabilidade dos proprietários é manter o terreno limpo com relação a mato e sujeira. Esse descarte irregular, ele tem punição e não pode ser feito dessa forma”, explica Michael Pedro Rosanelli, secretário adjunto de urbanismo e serviços públicos.

Segundo Michael, é responsabilidade da prefeitura fiscalizar este tipo de descarte, mesmo quando o lixo está na frente do terreno da pessoa ou sobre a calçada. “Se for identificado quem fez esse descarte irregular, ele deve ser identificado e encaminhado até a delegacia”, disse.

Os animais mortos foram recolhidos ainda no fim de semana e enterrados perto de onde foram encontrados. Os moradores registraram um boletim de ocorrência, mas o Estado não tem delegacia própria para atender crimes contra a fauna e flora. “Hoje, nossa legislação é muito fria em relação a punição. Ela tem uma pena prevista que vai de três meses até um ano. É muito pouco. Então, causa realmente uma sensação de impunidade na população”, falou o advogado, Anisio do Nascimento Júnior.

A ideia de que os animais possam ter sido torturados entristece quem costuma se doar para garantir o mínimo de bem-estar a eles. “Para a causa animal hoje, posso dizer que é um dia de luto. Não tem palavras que expliquem. Muito triste mesmo”, lamenta Ezequiel Nunes.

FONTE: ndonline

4/01/2018

Gatos de rua ganham 'abrigo premium' em praça do São José

Desculpa, gente..... eu não consigo aceitar este tipo de "cuidados" com animais de rua, ainda mais gatos.... Sei que o moço é cheio de boa intenção, mas, um barraco numa área pública é óbvio que contraria as posturas municipais. Daí ele coloca câmeras para monitorar os "possíveis perigos" que os animais ficam expostos e ainda confessa que deseja ter um espaço onde possa cuidar de animais.Será que ele não conhece nenhuma ONG local? ele pode ajudar e quem sabe ter um espaço só seu dentro de um abrigo? As pessoas precisam de tanta ajuda... porque não se juntam.... porque não se ajudam? Deus meu!!!!! será que só eu vejo o melhor para os animais? 
-------------
Após enchente ter matado 16 gatos, morador do Jardim São José criou abrigo de alvenaria em praça e cuida diariamente dos bichanos.
Uma história de amor dedicada aos animais. Essa tem sido a rotina do conferente Fabrício Zumerle, 34, morador no Jardim São José (zona Leste). Depois de uma chuva forte ter provocado a morte de 16 gatos, em um bueiro, Fabrício ficou sensibilizado e decidiu fazer algo para melhorar a vida dos oito bichanos que restaram. "Eu não podia ficar parado. Minha vontade era adotá-los. Mas já tenho outros quatro gatos e, além disso, a minha mulher é alérgica. Decidi fazer uma casinha com tijolos e cimento para eles. Protegê-los da chuva foi minha primeira preocupação", disse.

Criador de gatos desde a infância, Fabrício logo contou com a ajuda de um vizinho e deu início ao projeto. Conseguiram erguer uma pequena casa, que serviria de abrigo para os animais. O "hotel" dos felinos está localizado em uma área de bastante sombra, embaixo de duas árvores. Na parte de fora, uma vasilha de cerâmica, com água, e outra, com ração, garantem a alimentação diária dos animais.

Doações  
O projeto existe há seis anos e trouxe tranquilidade e bem-estar aos animais, que hoje vivem em constante harmonia no ambiente. Segundo Fabrício, tudo é feito junto com a comunidade. Mas, mesmo recebendo doações, seu gasto mensal em alimentação com os oito gatos é de cerca de R$ 200. Medicamentos e vacinas também são realizados por ele e sua família.

O projeto não para por aí. Segundo o conferente, a ideia é aumentar a casinha dos gatos e melhorar mais a qualidade de vida dos animais. "Esta casa já passou por reforma, até porcelanato eu coloquei (risos). O meu objetivo é melhorar ainda mais o cantinho deles. Estou guardando um dinheiro e em maio iremos fazer algo maior e melhor". Os oito gatos são castrados e esbanjam saúde.

Preocupação 
Com medo dos gatos sofrerem alguma agressão ou represálias, Fabrício instalou duas câmeras de seguranças próximas à casa dos bichanos. Com isso, ele consegue monitorar e controlar 24 horas por dia o acesso de qualquer pessoa que queira fazer mal aos gatinhos. Além disso, Fabrício conta que os moradores abraçaram a causa e todos cuidam e preservam pela vida dos bichinhos.

Sonho  
O grande sonho de Fabrício é um dia conseguir um local próprio para cuidar dos bichanos. "Meu sonho é comprar um terreno ou uma chácara e cuidar destes animais. Queria ter mais de 100, iria cuidar dos feridos e dos gatos que encontro na rua. Assim, eu poderia ter um ambiente só deles, com melhor qualidade de vida para os animais. Espero um dia com muita luta conseguir este objetivo". 

FONTE: acidadeon

3/25/2018

Voluntários reclamam de falta de apoio com cuidados aos animais abandonados em Pouso Alegre, MG

Eita, Pouso Alegre, o que está faltando pra tomar vergonha? Aposto que quem está a frente é um apaniguado do prefeito ou coisa parecida....
-------------
Representantes de movimentos de defesa animal afirmam que prefeitura não oferece os serviços básicos aos animais de rua.

Há meses, representantes de movimentos de defesa animal tentam chamar a atenção da prefeitura de Pouso Alegre (MG). Segundo os voluntários, falta apoio da atual administração em serviços como recolhimentos de animais de rua, castração e socorro.

As principais reclamações são sobre o ônibus de castração e o serviço chamado de Samu Vet. O ônibus, adaptado para realizar procedimentos de castração na cidade, está parado no pátio da prefeitura. Já o Samu veterinário, para atendimento de urgência e emergência, também está sem funcionar desde a última gestão.

“O Samu Vet é um carro que antigamente era usado para resgate. Hoje, ele virou um carro do bem-estar animal. Ele era usado num plantão 24 horas. E hoje ele não tem mais serventia”.

Recentemente, um protesto organizado pelo movimento independente pelo direito dos animais na praça Senador José Bento reuniu pessoas com cartazes, reivindicando proteção dos animais abandonados. Foi feito um abaixo assinado com o tema, que será encaminhado à prefeitura.

“A gente fez várias vezes tentativa de falar com a prefeitura, fizemos ofício, e o prefeito não respondeu. Então a gente quis expor para a população a omissão da prefeitura”, explica a representante do movimento animal, Valdene Rosa.

Por nota, a assessoria de imprensa informou que as atividades do centro de bem estar-animal, para onde são levados os animais recolhidos, continuam normalmente. Porém, as instituições de proteção animal da cidade contestam essa afirmação.

Sobre as castrações, a administração argumenta que a população carente precisa preencher um requerimento com o pedido, que passará por análise. Já em relação ao ônibus, a prefeitura informou que o Castramóvel está sendo adaptado para cumprir as normas sanitárias em vigor e será colocado em funcionamento em breve.

Ainda segundo a prefeitura, o castramóvel será mais um instrumento para auxiliar no controle da população de animais.

FONTE: G1

3/04/2018

Operação da OAB/AL resgata animais abandonados em residência

Tem Comissões da OAB que funcionam legal.....
--------------
Cães estavam há duas semanas sem comer e beber água
Sete filhotinhos e uma cadela sob fortes condições de maus tratos foram resgatados em uma casa com sinais de abandono no conjunto Santos Dumond, parte alta de Maceió. O fato aconteceu na manhã desta quarta-feira (28) durante uma operação da Comissão de Bem Estar Animal da OAB/AL, que teve o apoio da Polícia Militar e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

De acordo com a advogada que lidera a Comissão da OAB/AL, Rosana Jambo, os animais estavam em ambiente insalubre sem água ou alimentação há pelo menos duas semanas. Na porta da casa era perceptível o acúmulo de dejetos dos animais, conforme relato de Jambo.

“Estive aqui ontem e constatei o fato já suspeitando que houvesse, inclusive, animais mortos. Hoje, entramos na residência com a intenção de resgatar e dar a possibilidade para que eles tenham um futuro melhor", disse a advogada.

Ainda segundo Rosana, o proprietário da residência se mudou de local deixando para trás seus animais e uma placa de ‘venda-se’ na fachada da casa, sumindo em seguida. "Na placa constam dois números para contato, mas nenhum deles está operando”, informou.

Abandono e maus tratos a animais é crime. A pena prevista pelo Art. 32 da Lei de Crimes Ambientais é de detenção de três meses a um ano e multa. Já a pena prevista pelo Art. 164 do Código Penal é de 15 dias a seis meses de prisão, ou multa.

FONTE: tnh1

3/03/2018

Universidade do Paraná anuncia fim da eutanásia para animais abandonados em hospital

Muito boa decisão.... afinal já podemos considerar que a eutanásia de animais sadios é algo que deixou de considerada uma prática de saúde pública....
----------
Por força de uma recomendação do Ministério Público do Paraná, expedida por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Umuarama, no Noroeste do estado, os animais abandonados pelos donos no hospital veterinário da Universidade Estadual de Maringá (UEM)  não serão mais sacrificados.

Antes da intervenção do MPPR, essa era a prática adotada na unidade de saúde animal: se em 15 dias não fossem reclamados pelos donos, os bichos passavam por uma eutanásia – isso inclusive era acordado por meio de uma declaração, assinada quando o animal era internado.

Nesta quarta-feira, 28 de fevereiro, a Reitoria da UEM comunicou oficialmente o Ministério Público que acolheu a orientação. A partir de então, o termo de autorização para procedimentos veterinários assinado pelos donos quando deixam os animais para tratamento inclui a informação de que, após 15 dias da alta, os animais não reclamados passam a ser considerados abandonados e são encaminhados para adoção.

Casos excepcionais – Na recomendação, a Promotoria de Justiça ressalta que o sacrifício dos animais por motivo de abandono é uma prática ilegal, contrária às normas de proteção animal. Foi proposto ainda que os profissionais da área veterinária que atendem no hospital adotem a eutanásia apenas em casos excepcionais, dentro do previsto por resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária. O MPPR também sustenta os pedidos no Código Estadual de Proteção aos Animais (Lei nº 14.037/2003) e em expedientes internacionais de proteção ambiental, como a Declaração Universal dos Direitos dos Animais, da Unesco.

FONTE: bemparana
======
ATUALIZAÇÃO
"UEM nega eutanásia em animais" 

2/25/2018

Brasil tem mais de 30 milhões de animais abandonados



Achei a matéria bem feitinha, mas, estes números não batem com o que deduzo.... É ruim Brasil levar a sério a estatística necessária para dar uma informação desta..... Posso estar errada, mas, tenho minhas duvidas...
-----------

Fonte: G1 Santos

2/19/2018

Resgates incríveis de animais abandonados

Eu fico encantada com os resgates destas ONGs Hope for Paws e da Animals Aid.... Quando vejo os vídeos que eles postam eu nunca me sinto tão parte desta tribo que se preocupa com os animais. Graças a Santa Internet conseguimos nos encontrar e comungar um sentimento que durante anos foi segregado como algo de positivo.... Gostar de bichos sempre foi coisa de maluco e frustrado e hoje temos esta geração que, graças a Deus,  não sentiu este dissabor..... Vejam a abordagem incrível destes especialistas em resgates....
---------------
Faça uma doação para a nossa organização aqui: http://www.HopeForPaws.org 
Suas doações, grandes ou pequenas, se somam e nos permitem resgatar mais animais do que nunca! É inverno, e está frio lá fora, e queremos acabar com a falta de moradia.

2/16/2018

Prestes a receber a Copa do Mundo, Rússia mata milhares de cães e gatos de rua

Ao final coloquei algumas matérias a respeito do massacre que a Rússia fez em 2014... Gente podre!!!! Tem uma petição a respeito. Assine AQUI. 
---------------
Assim como aconteceu dias antes das Olimpíadas de Inverno de 2014, cidades russas que vão receber os jogos também estão “se livrando” dos animais de rua

A Rússia já está nos últimos preparativos para sediar a 21ª Copa do Mundo da FIFA, que começa no dia 14 de junho de 2018, e receber todos os turistas que vão assistir o evento esportivo e aproveitar para conhecer o país.

Porém, entre esses preparativos, algumas cidades incluíram também diminuir a quantidade de animais que vivem nas ruas. Mas isso não está sendo feito da melhor maneira possível.

De acordo com informações de grupos de resgate de animais, 11 cidades decidiram “se livrar” de milhares de cães e gatos abandonados.

Segundo estimativas, cerca de dois milhões de cães vivem nessas cidades. Porém, muitos deles já desapareceram.

Assim como aconteceu dias antes das Olimpíadas de Inverno em Sótchi em 2014, quando a Rússia foi criticada pelo tratamento dado aos animais abandonados depois que milhares de cães e gatos foram baleados e envenenados, animais de rua voltaram a desaparecer e ser assassinados.

Ainda de acordo com grupos de resgate de animais, cães resgatados também foram levados. Segundo Nadejda Sergueeva, voluntária de um grupo de resgate em Volgograd, eles perderam vários cães em dezembro.

“Em dezembro, havia sete ou oito deles. Todos foram capturados, apesar do fato de que todos tinham coleira. Os guardas nos disseram que ouviram gritos, mas quando eles vieram para verificar, todos os cães já haviam sido carregados na van”, contou Nadejda para a revista francesa Réveil Courrier.

O Presidente da Comissão Parlamentar para a Ecologia e Proteção da Natureza, Vladimir Bourmatov, exigiu, em janeiro deste ano, que o Ministro do Esporte, Pavel Kolobkov, impedisse esses assassinatos.

Apesar de o governo, que está preocupado com a imagem da Rússia no exterior, já ter ordenado que essas cidades anfitriãs criassem novos abrigos de animais para cachorros e gatos de rua, a situação ainda não começou a mudar.

Também bastante procurada para prestar informações e interferir no caso, a FIFA afirmou apenas que: “temos tanto a fazer que não podemos fazer nada sobre isso”.

A Bloody FIFA 2018, uma comunidade criada na internet com a intenção de boicotar o evento na Rússia, criou uma petição pedindo que o presidente Vladimir Putin intervenha e pare os assassinatos.

FONTE: portaldodog
=============
Matérias que publicamos sobre o massacre que a Rússia fez em 2014 e 2018



2/12/2018

Animais maltratados: O grupo que faz justiça pelas próprias mãos

Gente, antes de imaginarem não é o IRA terrorista e sim um grupo que resgata animais em Portugal. E, como sempre, há os descontentes.
--------
O IRA recolhe cães, gatos e cavalos em situação que entende ser de maus-tratos, invadindo até casas particulares. Mas há donos a queixarem-se de terem sido roubados sem razão

O nome IRA evoca um grupo terrorista da Irlanda do Norte. Mas o propósito do acrônimo terá mais a ver com o facto de estarem irados. Irados com a situação dos animais maltratados em Portugal.

O IRA (Intervenção e Resgate Animal) é um grupo que se dedica a “resgatar” cães, gatos e cavalos em situação de negligência ou maus-tratos. Recebe e divulga denúncias pelo Facebook, e, quando alguém se disponibiliza para acolher o animal, os membros do IRA põem--se em ação: vão ao local onde os animais se encontram (incluindo casas particulares) e recolhem-nos, publicando imagens dos “salvamentos” no Facebook e no YouTube. Sempre de cara coberta. A maioria dos 71 mil seguidores do IRA parece concordar com os seus métodos – são numerosas as manifestações de apoio.

Nem todos concordam. Chegaram à VISÃO duas situações de resgate (ambas em outubro) que os donos juram terem sido injustas. Numa, o dono, de Cascais, garante que a primeira foto divulgada no Facebook, em que o seu cão aparecia na varanda com sinais de magreza extrema, foi captada há quase um ano, quando o animal estava doente. “Ele tem leishmaniose, que é uma doença incurável. Mas comecei a dar--lhe comida úmida, a cozinhar para ele, e foi melhorando. Como se vê pela imagem mais recente que o IRA publicou, já nem sequer está magro”, diz o dono do cão, que não se quer identificar por medo. “Eles publicaram uma foto da minha cara e os meus dados no Facebook e subiram a um segundo andar para me virem roubar o cão. Já não me sinto seguro na minha própria casa.”

Outro dono, que também não quer ser identificado (“Eles são vingativos”, desculpa-se), assegura que os seus cinco cães de caça foram levados por engano das suas instalações de Algés, Oeiras. “O meu vizinho sim, tinha lá um cão em mau estado. Mas os meus estavam bem. Eu adoro animais. Até acho bem que eles resgatem animais maltratados, mas os meus estavam ótimos. Aliás, tinha lá ido a veterinária municipal, que recebeu uma denúncia, e confirmou que os cães estavam bem. Nem pulgas tinham.” O homem diz que fez queixa à polícia, mas que esta “não mostrou grande interesse”. O caso já foi arquivado por falta de provas, apesar de o grupo ter publicado um vídeo no YouTube a roubar os cães.

A VISÃO confrontou o IRA com estes casos, por email, mas o grupo garante não se ter enganado. Em relação ao animal da varanda, que primeiro surgia esquelético mas apareceu bem nutrido no dia do resgate, a diferença “deve-se aos moradores que atiravam comida e à pressão das autoridades.” O cão “encontra-se sob supervisão veterinária e o médico que o observou atribui o seu estado de saúde a pura negligência”.

Quanto aos cães de Algés, o IRA conta outra versão: “Deslocámo-nos ao local e constatamos que haviam gaiolas/jaulas com diversos canídeos porte médio e pequeno amontoados, cheias de fezes e comida espalhada em cima das mesmas. Uma vez mais disponibilizamos a nossa plataforma para acolher os animais a quem os resgatasse, tendo sido examinados por um veterinário que verificou diversas escoriações, parasitas externos (pulgas e carraças) e ferimentos em cicatrização. Uma das cadelas foi submetida a uma intervenção cirúrgica por terem sido detetados tumores nas cadeias mamárias.” O dono, novamente contatado pela VISÃO, nega terminantemente. “É mentira. Nem uma carraça. E eu lavava o local todos os dias.”

A verdade é que, fora um ou outro caso mais duvidoso, não é certo que o grupo tenha uma atuação completamente à margem da lei, avança Maria da Conceição Valdágua, professora de Direito Penal e presidente da Pravi 
– Proteção de Apoio a Vítimas Indefesas. Se o IRA rapta animais “fazendo cessar a agressão ilícita que está a ser praticada sobre o animal, estará a atuar a coberto do direito de legítima defesa de terceiro ou auxílio necessário, previsto no art. 32º do Código Penal. Direito que, aliás, pode ser exercido por qualquer pessoa e poderá evitar a continuação do sofrimento do animal ou mesmo a sua morte.”

FONTE: sapo.pt

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪