RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador aeroporto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aeroporto. Mostrar todas as postagens

7/14/2018

Cachorro foge de avião durante pouso e fica perdido por seis dias no deserto

Gente, mais um caso..... a caixa abriu porque? provavelmente por falta de cuidado dos funcionários da viação ou do aeroporto... Que eu nunca viva uma experiência desta! Morro!
------------
Gaspar aproveitou que a caixa de transporte onde estava se abriu e fugiu pelo compartilhamento de bagagens
Um cachorro daschund (os famosos “salsichas”) chamado

6/05/2018

PARTO EM AEROPORTO: Cadela dá à luz oito filhotes em aeroporto na Flórida, nos EUA

Que barato, não? queria tanto ver uma cena destas.... Algo inusitado mesmo!!!!
---------------
Uma cadela deu à luz oito filhotes no Aeroporto Internacional de Tampa, na Flórida, nos Estados Unidos, pouco antes de seus donos embarcarem em um voo para a Filadélfia — a cerca de 1,6 mil quilômetros de distância.

O parto da labradora Ellie foi acompanhado por vários espectadores que aplaudiram quando os filhotinhos — sete machos e uma fêmea — nasceram. As informações são do "Miami Herald".

A cena inusitada aconteceu na última sexta-feira. Os donos de Ellie contaram que sabiam que ela estava grávida, mas não sabiam que ela estava prestes a entrar em trabalho de parto. A cadela recebeu ajuda de paramédicos do Corpo de Bombeiros de Tampa. Fotos e vídeos de Ellie com seus filhotes recém-nascidos foram postados no perfil do Twitter da corporação.

Os donos da labradora — uma mulher e sua filha — não conseguiram embarcar em seu voo. As duas, os papais Ellie e Nugget e os oito filhotes tiveram que alugar um carro para seguir viagem até a Filadélfia.

FONTE: extra.globo

3/10/2018

Cachorro surpreende ao consolar homem em luto no aeroporto

Embora todos os animais tenham a mesma capacidade, não são todos que tem paciência com humanos.... Claro que entendemos, né mesmo?
------------
"Eu nunca tive dúvidas de que a Cora conseguiria perceber quem está magoado e quem precisa de companheirismo e amor", escreveu a dona da mascote no Facebook

A corgi Cora mora com a sua dona, Madison Palm, em Coeur d’Alene, em Idaho, nos Estados Unidos. A mascote está treinando para ser um cão de terapia. Há 15 dias, Cora e Madison estava no aeroporto a caminho do Alasca quando a dupla precisou fazer uma escala em Seattle. Foi então que a cadelinha se aproximou de um estranho e deitou ao lado dele.

Uma publicação compartilhada por Cora the Explorer 🌸🌎 (@the.corgi.cora) em

“A Cora se afastou de mim silenciosamente durante a nossa longa escala e deitou ao lado de um completo estranho. Ele fez carinho nela, disse o quão fofa ela era e fez uma foto com ela“, contou Madison em uma publicação no Facebook. O homem, então, revelou por que o encontro com a mascote era tão importante: “Ele também compartilhou com a gente que, na noite anterior ao encontro, ele tinha perdido seu querido cachorro de estimação“, revelou a mulher.

“Eu nunca tive dúvidas de que a Cora conseguiria sentir quem está magoado e quem precisa de companheirismo e amor. Ela nasceu para ser uma cachorra de terapia. Eu sou tão abençoada por chamá-la de meu cachorro“, escreveu Madison no Facebook. A parte mais adorável? O começo da vida da mascote não foi nada fácil: ela foi adotada quando tinha oito ou nove meses de vida. Antes de Madison, seu antigo dono a negligenciava, a deixava sempre do lado de fora de casa, a alimentava com sobras do jantar e nunca a havia levado ao veterinário. Mesmo assim, a cachorrinha não esqueceu como amar. Assista:


FONTE: vejasp

1/09/2018

A odisseia do gato perdido no aeroporto de Lisboa - Vídeo

Graças a Deus, o gatinho foi encontrado.... não fosse a insistência da proteção animal, a empresa aérea e o aeroporto não iam continuar nas buscas..... Fazem a "caquinha" e a gente ainda tem que ficar em cima.... Não estranhem a forma escrita do texto porque é um periódico de Portugal. Confiram nossa publicação anterior aqui.
---------
Jackie devia ter embarcado rumo à Madeira a 21 de Dezembro. 
Só chegou ao seu destino esta segunda-feira.

Um gato que andou perdido no Aeroporto de Lisboa, quando deveria ter embarcado a 21 de Dezembro no voo TP 1683 rumo à Madeira, chegou esta segunda-feira à região, devido à persistência da dona e após 19 dias de odisseia.

Jackie, gato branco e preto de seis anos de idade, e o cão Max, seu companheiro de casa, apresentaram-se a 21 de Dezembro no Aeroporto Humberto Delgado nas respectivas caixas transportadoras para embarcarem para a Madeira.

Cumprida hora e meia de viagem, felino e canídeo eram esperados no Aeroporto Cristiano Ronaldo, nessa quinta-feira, pela dona.

Sandra Freitas foi, no entanto, surpreendida pela falta do gato, já que a caixa transportadora de Jackie chegou vazia e sem porta.

"Eu já estava na Madeira, mas o meu marido ainda estava em Lisboa. Nós tínhamos decidido passar o Natal e o Fim de Ano na Madeira e, como eram alguns dias, decidimos trazer os animais também. O meu marido foi entregá-los no terminal de carga, mas como vinha na easyJet, e esta companhia não permite o transporte de animais, teve que os embarcar na TAP", contou à agência Lusa.

Apresentada queixa à companhia aérea TAP e à ANA - Aeroportos de Portugal, Sandra Freitas começou de imediato a procurar o gato e até se deslocou a Lisboa oito dias, a expensas da operadora aérea nacional.

Face ao insucesso, a dona do gato, castrado e com um chip, voltou à Madeira, mas a vontade em encontrar o animal de estimação não esmoreceu. O caso foi, entretanto, referido nas redes sociais.

Sandra pediu ajuda à Associação Gatos Urbanos, que indicou, por sua vez, uma equipa de resgate - a SARTEAM. Ambas as entidades ajudaram-na a pressionar o aeroporto e a TAP para insistir nas buscas.

"Houve centenas de partilhas nas redes sociais e houve muitas pessoas que trabalham no aeroporto que se encarregaram, pessoalmente, de procurar o gato. Houve pessoas que nem sequer estavam ligadas à TAP, nem à Groundforce, que me ajudaram", disse.

Jackie foi avistado a 3 de Janeiro por um funcionário da Portway perto da zona do terminal de carga. Estava a comer "junto de uma gatinha, porque lá há colônias de gatos perdidos", referiu a dona.

"Chamei logo a equipa de resgate da SARTEAM, que vedou o espaço do contentor onde ele se encontrava por debaixo, deixando apenas uma saída em direção à armadilha montada com vista à sua captura", relatou.

A solução não resultou, mas a equipa de resgate e o veterinário do aeroporto conseguiram autorização para entrar no contentor de carga. Desparafusaram a chapa inferior e conseguiram, assim, alcançar o gato, a 5 de Janeiro.

Jackie embarcou num avião rumo à Madeira, numa caixa transportadora, mas os ventos pregaram-lhe nova partida e fizeram-no regressar a Lisboa, onde passou o fim de semana na casa de uma auxiliar de veterinária, amiga de Sandra Freitas.

Ao final destes dias todos, Sandra Freitas diz que se não fosse a sua insistência e perseverança, Jackie seria mais um gato errante entre os muitos que deambulam pelo aeroporto.

"Ainda por cima estou grávida, não imagina o desgosto que apanhei. Passei stress e ansiedade que nunca devia ter passado numa altura destas da minha vida", observou, referindo que continua sem saber como é que o gato desapareceu.

A Lusa contatou a TAP, que remeteu informações para a Groundforce. No entanto, ainda não foi possível obter uma resposta desta empresa.

Fonte: Publico PT
=======
Vídeo publicado pelo Diário de Notícias 

12/27/2017

Quatro dias passaram e o gato perdido em aeroporto não aparece

A negligência acontece em outros países, também!!!! Olha a desgraceira com o gato Jackie!!!!!! O gatinho Esquilo que sumiu em Brasília, até hoje não foi encontrado....
----------------
Terminaram por hoje, sem sucesso, as buscas pelo gato perdido no Aeroporto de Lisboa. Uma garantia dada ao DIÁRIO pela dona do felino, Sandra Freitas, adiantado que se o Jackie não for encontrado até amanhã, viaja para Lisboa para tentar ajudar.

“Vou chamá-lo para ver se ele se aproxima”, refere, salientando ter recebido informações que o gato desapareceu no exterior, na imensa zona de embarque das bagagens pelo que “seriam necessárias centenas de pessoas em busca durante vários dias”.

Na zona foram colocadas armadilhas de captura na tentativa de recuperar o gato que desapareceu no Aeroporto de Lisboa quando aguardava para embarcar no voo da TAP, com destino à Madeira, no passado dia 21 de Dezembro.

Sandra Freitas refere que para a localização do animal é preciso uma pista, pois há milhares de sítios onde se pode esconder. Regista o empenho e esforço do aeroporto de Lisboa para a localização do animal, pois estão a ser desenvolvidas várias acções nesse sentido: divulgar por todos os técnicos operacionais do aeroporto a informação com foto, do animal perdido; perceber quais os pavilhões que estavam abertos na altura do acidente; saber, através de quem manuseou a transportadora para que lado, e em que sentido foi o animal; dar atenção as câmaras de vigilância, em especial ao entardecer e anoitecer, altura em que os felinos são mais capazes de se aproximar de zonas de comida

O Aeroporto de Lisboa fez saber a Sandra Freitas que está em comunicação directa com a SARTEAM - entidade responsável por resgate animal - caso haja algum pequeno sinal ou pista da localização do gato. Dá “uma palavra forte de confiança” à dona, pois acredita que o animal vai ser localizado uma vez que a zona tem muitos funcionários e muitos “esconderijos”. “Se estiverem todos atentos, o Jackie acabará por ser visto por alguém e nessa altura é possível avançar para as operações de resgate”, assegura.

FONTE: dnoticias.pt

12/26/2017

Ursos polares invadem pista de aeroporto no Alasca

Gente amiga, olha que tristeza ter que assistir o desespero dos animais em busca de comida no meio de humanos que destruíram seu habitat.... 
-------------
Dois ursos polares foram filmados por um funcionário do aeroporto Will Rogers-Wiley Post Memorial, no Alasca, na zona da pista.


Os dois animais, que podem ser perigosos para pessoas e aeronaves, acabaram por sair do recinto antes da chegada dos primeiros aviões do dia, na última quinta-feira, mas não sem antes assustar Scott Babock, funcionário do aeroporto.


"Estavam à procura de comida. Procuram tudo o que conseguirem encontrar, como qualquer urso. Se encontrarem alguns restos no chão, é mais fácil do que matar uma foca", disse Scott, que os conseguiu afugentar com os faróis do carro.

Ainda assim, os funcionários do aeroporto mais a norte dos EUA sabem que não podem colocar os ursos em risco, já que são uma espécie protegida.


Quase todos os aeroporto do mundo têm preocupações com a vida selvagem, mas o caso torna-se especial no Will Rogers, em Utqiagvik, já que neste local pode ser preciso lidar com um urso ou um leão-marinho.

Fonte: Jornal de Notícias - PT

10/31/2017

Cachorra é extraviada durante voo para Palmas: 'Está há mais de 12h em caixa'

Segundo a empresa, a cachorra chegaria no seu destino ontem..... Será que chegou? alguém tendo alguma notícia, avisa?
-----------
Mulher embarcou em São José do Rio Preto com destino a Palmas, mas cadela ficou em Congonhas, após conexão. Previsão é de que animal fique mais um dia longe da dona.

Uma cadela da raça bull terrier foi extraviada durante uma viagem entre São Paulo e Tocantins nesta sexta-feira (27). Juliana Aparecida Garcia, de 30 anos, conta que ficou quase 12 horas sem saber da cachorra, que estava dentro de uma caixa. Ela embarcou a cadela Madonna no aeroporto de São José do Rio Preto (SP) em uma aeronave da empresa Latam e viajou no mesmo voo. A mulher fez escala no aeroporto de Congonhas e chegou em Palmas por volta das 23h. Só que ao desembarcar recebeu a notícia de que a cadela não chegou.

"Embarquei ela quatro horas antes do voo, por volta das 15h, como pediram. Tinha uma conexão em Congonhas e mesmo o nosso avião tendo chegado atrasado deu tempo de mandarem as malas. Quando eu cheguei em Palmas me falaram que ela não tinha desembarcado. Fiquei esperando de 23h45 até 2h da madrugada, quando localizaram minha cachorra", disse.

Madonna teria ficado todo o tempo sem comer e beber. "Eu não dormi essa noite porque saí do aeroporto eram quase 4h estou até agora acordada. Mandaram fotos e ela está acuada em um cantinho da caixa. Ela é como um filho e não entendo como deu tempo de pegar minha mala e não deu tempo de tirarem ela", lamenta.


No aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, em Palmas, a mulher foi informada de que a previsão de chegada da cadela é para a noite de domingo (29). A cachorra dorme comigo na cama e agora está dentro de uma caixa. Foram perceber que não deu tempo de embarcar 12h depois que ela estava dentro de uma caixa, provavelmente sem comer e beber. Querem trazer ela só amanhã a noite. Onde já se viu uma cachorra ficar mais de dois dias dentro de uma caixa? Isso é maus-tratos.

Juliana Aparecida resolveu viajar com a cachorra, que tem um ano, porque vai precisar passar três meses com parentes no Pará. Ela veio para Palmas para pegar uma carona até São Felix do Xingu (PA). Agora, vai ter que gastar com aluguel de carro e hospedagem enquanto espera pela companheira de viagem.

"O rapaz me falou que não deu tempo de desembarcar ela e trocar de avião. Segundo ele, eu teria que deixar ela quatro horas antes do voo, mas não tinham falado nada disso na hora que comprei a passagem. Falaram que deveria deixar quatro horas antes em São José do Rio Preto, não em Congonhas."

O outro lado
A Latam informou que devido às condições do clima em São Paulo nesta sexta-feira (27) não foi possível realizar o transporte do animal, pela conexão do aeroporto de Congonhas a Palmas. A empresa disse que está em contato com cliente para prestar esclarecimentos. De acordo com a Latam, o animal deve chegar neste domingo (29) em Palmas.

A empresa disse que não houve extravio e "está prestando toda a assistência para o bem-estar do cachorro, como a higienização da caixa de transporte, além de oferecer ração especial com a qual o animal se alimenta habitualmente."

Fonte: G1 Tocantis

========

ATUALIZAÇÃO às 07:30hs
A cadelinha chegou sã e salva... ufa!!!!!
Após dois dias longe da dona, cadela extraviada em voo é recebida com festa

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪