RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador abrigo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador abrigo. Mostrar todas as postagens

8/30/2019

Cachorro protagonista de A Dama e o Vagabundo foi resgatado de abrigo que sacrifica animais

Achei super correto eles escolherem animais resgatados de abrigo para fazer a nova versão da clássica história da "Dama e o Vagabundo". Isto conscientiza as pessoas cada vez mais....
-----------------
A Disney escolheu um cachorro que foi resgatado de um abrigo que sacrifica animais quando o espaço está muito lotado ou depois de estarem lá por muito tempo para ser um dos protagonistas do live-action de A Dama e o Vagabundo.

7/20/2019

Luisa Mell dá abrigo a cão que foi atropelado por trem da CPTM - SP

Barbaridade..... e os caras ainda debocharam porque tinha gente tentando resgatar o pobre cão.... Nestas horas, o papel da Mell é bom demais porque eles sentem o que acontece quando fazem M com os animais.... Bem feito!!!! Parece que o Delegado Bruno vai arrepiar, também....
-------------------
A ativista e defensora dos animais Luisa Mell anunciou nesta quarta-feira (17) o

7/19/2019

Polícia busca suspeitos de tentar envenenar cães em abrigo na Zona Norte do Rio

Barbaridade!!!! se bem que naftalina tem um cheiro muito forte... para os animais comerem só envolvido em carne ou outra coisa..... Acho que os vizinhos estavam reclamando mais do cheiro do que querer envenenar os animais.... Só investigando mesmo....
-------------------
A Polícia Civil tenta identificar pessoas que tentaram envenenar cachorros de um

Cerca de 40 cães criados em situação degradante, são resgatados em residência, no Bairro de Fátima

Minha Mãe do Céu!!!!! o que será feito com os animais..... parece que não há nenhuma ONG no local..... 
--------------------
Cerca de 40 cães estão sendo retirados, nesta quinta-feira (18), de uma residência localizada no Bairro de Fátima, em São Luís. De acordo com vizinhos, o dono da residência, que é um idoso, vivia sozinho com os animais que resgatava da rua, desde 2015.

7/18/2019

Cerca de 30% dos animais adotados são devolvidos para ONG - MG

Apesar de conhecermos bem esta questão, acho que vale a pena o registro para que pessoas leigas saibam da tristeza que é trabalhar com adoção.... Não é mole não!!!! Pior que a gente ainda ouve pessoas dizerem: "cadê a proteção animal que não faz nada?" ..... 
---------------
Atualmente a ONG Abrigo dos Anjos

7/14/2019

Amigas juntam latinhas e arrecadam dinheiro para resgatar animais que seriam sacrificados

Não é mole não!!!!! protetoras se viram nos trinta para salvar animais.... É revoltante ver gente trabalhando em um serviço de utilidade pública sem ajuda dos órgãos governamentais.... É dose mesmo!!!! Axé para nossas companheiras....
-----------------------
Duas amigas mudaram completamente de vida após começar a ajudar animais de rua. Sem condições financeiras para cuidar dos bichos, elas começaram a juntam materiais recicláveis.

3/18/2019

Casal vê foto do cão mais triste do abrigo e dirige 6 horas para o adotar

Estas histórias fazem nossos corações acreditarem na nossa luta.... Vamos conseguir muito mais....
----------------
Quando Jessica Williams e seu namorado, Jared, se mudaram para um apartamento que permitia cães, eles não hesitaram em adotar um. Jessica estava tão animada que começou a procurar por vários animais… Foi nesse momento que a mulher se deparou com um cachorro, que precisava de ajuda imediata.

3/02/2019

Cuidadores de animais questionam Carnaval ao lado de abrigo - Maringá - PR

Pelo jeito, o pessoal do abrigo esta passando por uma situação parecida com aqui no Rio. Fizeram um gatil, inaugurado com honras e pompas, em frente ao Sambódromo. Tem ideia? No carnaval tiravam os gatos e levaram pra Fazenda Modelo. Quando voltavam, estavam estressados, doentes e morria um tanto..... Coisa de maluco.....
------------------
Quando parecia que estava tudo resolvido

1/18/2019

Brasilienses dão exemplo de solidariedade ao resgatar e abrigar animais

Que bom saber disto, não?
---------------
Tem muitas opções também para quem quer ajudar de alguma forma o tratamento dos cães resgatados, como doar ração ou participar de rifas.

Comida, lar e acolhimento. O resgate de animais nas ruas virou parte da vida de muitos brasilienses. “Parece que eles entendem que você salvou a vida deles”, conta uma das defensoras dos bichos, a

11/27/2018

Animal em condições terríveis é deixado em abrigo, mas assim que rasparam seu pelo viram uma criatura linda

Inacreditável!!!!!
---------------
Infelizmente a equipe da Douglas County Animal Care & Services está bem acostumada com o abandono de animais no seu abrigo durante a noite. Mas, a história de um caso recente foi ainda mais dolorosa que o habitual.

Um homem não identificado, foi apanhado pelas câmeras CCTV deixando um portador de animais na frente do abrigo.

10/31/2018

Salários de funcionários da Fazenda Modelo estão atrasados e tratamento aos animais é prejudicado

Bem, falaram que ia reabrir hoje. A conferir!!!!! Publiquei ontem sobre o assunto, mas, fiz questão que nossos leitores vissem as imagens deprimentes..... O capim está cobrindo!!!!! E não está pior porque tem um grupo da proteção dando a maior força possível....
-----------------
Funcionários da Fazenda Modelo da Prefeitura do Rio de Janeiro, que cuida de

9/17/2018

Abrigo na Zona Norte precisa de ajuda para continuar a resgatar animais de rua - RJ

Esta ONG já tem anos de trabalho pela causa animal. Quem puder dar uma força, seria muito legal....
----------------------------
A Sozed está com 48 cães e 140 gatos disponíveis para adoção. Eles estão tão superlotados que não podem mais fazer resgates, porque não há espaço. Tem animais de todas as idades e cães e gatos de todos os tipos. Muitos chegam com sinais de maus-tratos ou abandono.

8/27/2018

VÍDEO: desempregada, mulher abriga 70 cães dentro de casa no Entorno do DF

Ela precisa ser ajudada, mesmo. O depoimento dela é muito triste e a gente compreende bem o problema de doar e encontrar de novo o animal na rua todo estropiado...  Pelo jeito os animais estão doentes e em ambientes sujos.... Seria bom que uma ONG desse uma olhada por lá para tentar resolver.....É lamentável!!!
--------------
Conhecida como A Senhora dos Cães,

8/15/2018

Abrigo para gatos em ilha paradisíaca na Grécia abre vaga de emprego

Ô minha Santa!!! me devolve meus 20 anos e me faz falar grego? o resto eu resolvo..... kakakaka... qual de nós não ia querer estar ali, hein?
--------------
Oferta de trabalho para cuidar dos animais oferece remuneração e uma casa com jardim com todas as despesas pagas.
A busca pelo emprego perfeito pode ter terminado para quem admira felinos. O abrigo God's Little People Cat Rescue, localizado na belíssima ilha de Syros, na

7/24/2018

Animais são resgatados em situação de maus-tratos e desnutrição em Fortaleza

Que situação, minha Nossa!!!!!!! pra variar, foi encontrado armas de caça.... que tal? estou quase afirmando que a caça está ficando descontrolada.... Todo dia, os policiais encontram armas.... Vai ver, o mequetrefe usava os cachorros pra caça.... não duvido nada, embora os cães sejam porte médio....
------------------------
Dezessete animais – 13 cães e quatro gatos - foram resgatados em situação de maus-tratos e subnutrição em uma casa

7/05/2018

ABRIGO MODELO: Abrigo reformado da Fundação Brigite Bardot

Coisa mais linda, gente....... Olha a organização de um abrigo como todos nós sonhamos..... Aqui no Rio temos um gatil modelo e quem é do ramo sabe de onde falo. Tudo é muito lindo lá, os animais super hiper bem tratados.... Enfim, adoraria morar lá no fim da minha vida.....
----------------
Descubra o nosso refúgio Bazoches (cidade da França) através da sua nova apresentação cinematográfica. Arranjado a partir da antiga propriedade oferecida pela nossa Presidente Brigitte Bardot à Fundação, Bazoches tornou-se um refúgio para os nossos animais.

6/15/2018

ABRIGOS: Itajaí monta abrigo de inverno para moradores de rua e seus cães

Achei legal!!!!
-----------
O abrigo será aberto quando as temperaturas atingirem os 13 graus
A Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Defesa Civil, está com tudo preparado para o acolhimento de pessoas em situação de rua durante a estação mais fria do ano. Um abrigo de inverno foi preparado para as noites de frio intenso e será aberto quando as temperaturas atingirem os 13 graus.

E a novidade esse ano é o acolhimento dos cães, a sugestão foi apresentada pela vereadora Renata Narcizo, na última segunda-feira, 4, em uma reunião com o Secretário de Assistência Social. Marinho prontamente atendeu ao pedido da Vereadora, e assim que aberto o abrigo, os animais também serão bem-vindos.

Como o abrigo é voltado para moradores de rua, os animais serão acolhidos, porém precisam de casinhas e cobertas para se protegerem do frio. Toda ajuda da comunidade é bem-vinda, e a vereadora Renata se disponibiliza a buscar as doações. Caso vocês tenha interesse e ajudar a causa, entre em contato com a vereadora pelo 47 9952-6319.

A expectativa é que os primeiros atendimentos sejam realizados nesta sexta-feira, 8. O abrigo está localizado na rua José de Alencar, 345, no bairro São Vicente.

O horário de entrada será das 20h às 23h30. O local tem capacidade para acolher 30 pessoas. Os acolhidos receberão janta e café da manhã. A equipe de Abordagem Social ajudará as pessoas em situação de rua para se deslocar até o abrigo. O horário de saída é até às 7h30 do dia seguinte.

Depois disso, eles serão acolhidos pelo Centro de Referência Especializado da Assistência Social para População em Situação de Rua (Creas POP), localizado na rua José Pereira Liberato, 2219, no São Judas.

“A intenção do acolhimento é fomentar o vínculo com o usuário na perspectiva de possíveis encaminhamentos, para um novo projeto de vida, se a pessoa assim desejar”, ressalta o Secretário de Assistência Social, Fabrício Marinho.

Esta ação é realizada em conjunto com a Defesa Civil de Itajaí, que cedeu o espaço, além de parceiros que realizam projetos sociais na cidade como a Igreja São Cristóvão; Igreja do CEI; Igreja Nossa Senhora de Lourdes; Igreja Reviver e Igreja Bom Pastor.

O município possui também a Casa de Apoio Social, que realiza este acolhimento durante as noites, para quem necessita, de domingo a domingo. “A ideia do abrigo também serve para as pessoas que optam por passar as noites nas ruas ao invés da nossa Casa de Apoio. Devido ao frio intenso, propiciamos esta oportunidade para quem não quer ficar no relento”, finaliza o secretário.

FONTE: clickcamboriu

5/26/2018

PROTETORA EM DIFICULDADE: Aposentada deixa de comer para alimentar animais

Quem puder ajudar, não deixe de fazê-lo.... A gente sabe como funcionam estas questões.
-------------
Interessados em ajudar com doações, podem entrar em contato pelos telefones (12) 9 9223 7205 (Duchie), após às 22h, (12) 9 9137 9098 (Sandra)
Cães e gatos abandonados pelas ruas de Ilhabela ganharam, nas últimas décadas, mais que uma simples defensora. Dochie Dobrota, 61 anos, chegou a vender um computador, aparelhos eletrônicos e objetos da casa onde vive, além de ter suspendido o serviço de internet, para comprar ração para os 48 cães e 150 gatos que ela recolhe das ruas do arquipélago, nos últimos 20 anos, a maioria, em idade avançada e doente.

Apesar de já estar aposentada, Dochie (lê-se Duquiê) gasta a maior parte do salário que recebe como balconista em um supermercado, para adquirir ração e medicamentos. Ela conta: “Estou cansada, exausta, com idade avançada, mas preciso do trabalho para alimentá-los. E permanecerei assim enquanto tiver forças”. Muitos dos animais foram encontrados com doenças terminais, como câncer, e até mutilações. “Animais doentes, aleijados, ninguém quer adotar. Preferem os sadios, bonitinhos”, diz ela.

Para abrigá-los, ela construiu um canil e um gatil improvisados, erguidos com restos de madeira, cercas de arame e telhas de amianto, nos fundos de sua casa humilde, também feita de madeira, no alto de um morro, longe da vizinhança. Mesmo assim, já recebeu queixa de vizinhos incomodados com os latidos, apesar da distância de quase mil metros da casa mais próxima.

Em 2010, a prefeitura de Ilhabela demoliu o canil e o gatil erguidos por ela, sob a alegação de que a estrutura estaria irregular. “Não me notificaram, não avisaram. Simplesmente chegaram aqui e colocaram tudo abaixo, mesmo com os cães e gatos”, conta ela, lembrando sobre o desespero que passou para abrigar os animais. Anos depois, ela recebeu uma indenização, após ter ingressado com ação judicial contra a prefeitura, por danos morais, por intermédio de uma advogada que também trabalhou de forma voluntária no caso. O canil atual já está com sua estrutura comprometida e com risco de desabar.

Devido às dificuldades financeiras, Dochie depende de doações de voluntários para alimentar “seus filhos”, como ela gosta de chamá-los. “Recorro a amigos, a pessoas que gostam de animais. Tem mês que eles podem ajudar, mas nem sempre é possível”, reconhece. A aposentada conta que, para os bichos não morrerem de fome, pede dinheiro emprestado. “Deixo de comer ou vendo minhas coisas. Já vendi meu computador, cancelei a internet e já não tenho quase nada em casa”, desabafa ela, apontando para seu barraco de um cômodo, onde vive rodeada por diversos cães. Ela se recorda da última perda. “Uma cadela, já idosa, morreu recentemente de câncer”.

No início do ano, Dochie levou um grande susto. Caiu de uma altura de 40 metros, ao lado de sua casa, após tentar resgatar uma cadela que havia despencado pela ribanceira. Ao tentar descer, escorregou porque a vegetação não suportou seu peso. Foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com escoriações leves, após duas horas de operação de resgate. “Faria tudo de novo, por amor que tenho pelos cães”.

Mesmo com a falta de condições financeiras, veterinários fazem consultas regulares aos cães e gatos sob seus cuidados, que são vacinados e vermifugados, sem cobrar pelos serviços. Para tentar melhorar a qualidade de vida dos bichos, Dochie pensa em abrir uma organização não governamental para conseguir ração. “Com CNPJ, consigo preços mais baratos para comprar ração e medicamentos, que são caríssimos”.

Quem se interessar em ajudar Dochie com doações, pode entrar em contato pelos  telefones  (12) 9 9223 7205 (Duchie), após às 22h,  (12) 9 9137 9098 (Sandra). Para doações em dinheiro: Banco Bradesco: agência 1013-8; CC: 10.510-4 - Dochie Dobrota.

FONTE: d.costanorte

5/04/2018

VELHICE: Cães idosos encontram um lugar acolhedor para o fim de suas vidas

Como amo animais idosos.... queria tanto ter condições de atender estes animais..... São tão queridos.....
-----------
Cães idosos encontram um lugar acolhedor para passar o fim de suas vidas em Michigan
A organização sem fins lucrativos funciona como um asilo para cães idosos e visa trazer mais amor e conforto durante a velhice desses animais, além de oferecer um final de vida digno para eles

Assim como é para os humanos, a velhice também é o momento mais complicado da vida dos cachorros. Este é o momento onde todos nós precisamos de um cuidado maior, de mais ajuda para fazer as coisas do dia a dia, incluindo as mais simples, e também de mais atenção. Porém, é neste momento da vida também, a velhice, em que todos são mais esquecidos, tanto idosos humanos quanto idosos animais.

Cansada de ver e ouvir sobre casos de cachorros idosos que foram abandonados quando mais precisavam de ajuda, Kim Skarritt criou, há cerca de dois anos, a Silver Muzzle Cottage Rescue & Hospice, uma organização sem fins lucrativos localizada em Michigan, nos Estados Unidos, que ajuda animais idosos abandonados e trabalha com abrigos, além de também ajudar tutores, sempre pensando no bem-estar dos cães mais velhos, aqueles que precisam de um cuidado maior e atenção especial.

A Silver Muzzle Cottage funciona como uma espécie de asilo para cachorros idosos e é administrado por um grupo local de amantes de cachorros que se uniu para dar um final de vida mais digno e cheio de amor para esses peludinhos mais velhos que foram abandonados.

No local, que conta com profissionais treinados, os animais encontram um lar aconchegante e acolhedor, onde eles podem descansar e vão sempre receber atenção e carinho, independente de estarem doentes, incapacitados ou terem sido indesejados por seus antigos tutores.

“Eles não pedem muito quando estão realmente velhos. Eles querem ser amados e cuidados, querem comida e só precisam de um lugar quente para colocar a cabeça à noite. Em algum momento, eles foram cuidados e, quando mais precisavam, não foram. E é por isso que eles realmente precisam de um lugar como o nosso”, disse Kim Skarritt ao Detroit Free Press.

A instituição Silver Muzzle Cottage foi construída ao lado do centro de treinamento para cães que também pertence a Kim. O local foi realmente pensado para esses animais e conta com muitos sofás e camas macias. Além de cachorros idosos a partir de 10 anos de idade, a organização também oferece abrigo e cuidados para animais de qualquer idade que sofram de uma doença terminal.

Kim Skarritt conta com a ajuda de 100 voluntários que cuidam dos cães, interagem com eles, lhes dão carinho e os levam para passear.

Além de todo esse trabalho, a Silver Muzzle Cottage ainda ajuda a encontrar lares amorosos para muitos destes cães idosos, onde eles passam seus últimos momentos de vida recebendo muito amor de uma família.

Porém, mesmo os que não são adotados também têm um final de vida digno, confortável e cheio de amor na organização. Todos prezam por isso no local. “Para algumas pessoas, é muito difícil. Elas realmente não conseguem lidar com isso. Mas para quem consegue… é muito gratificante. Temos que olhar para isso de uma forma positiva, caso contrário, seria muito deprimente. Mas é uma vitória para nós e é uma vitória para os cães”, conta Kim Skarritt.

Por mais pessoas como Kim Skarritt no mundo e mais cuidado e preocupação com os animais idosos.

FONTE: portaldodog

5/02/2018

AJUDA: Abrigo de animais continua interditado por estrutura inadequada em Itararé

É triste ver a situação de uma ONG que apenas quer audar os animais. Noticiamos a interdição em janeiro último que pode ser lida AQUI.
-------------------
Vigilância Sanitária interditou a ONG pela primeira vez em janeiro, sendo que a mesma já havia sido notificada em 2009. Apesar de algumas melhorias o local continua sendo motivo de preocupação.

Foi prorrogada por mais 90 dias a interdição da ONG União Itarareense de Proteção aos Animais (Unipa) que abriga animais em Itararé (SP). A decisão foi tomada no dia 10 deste mês após serem constatadas irregularidades como superlotação, estrutura inadequada e animais doentes.

A Vigilância Sanitária interditou a ONG pela primeira vez em janeiro deste ano, sendo que a mesma já havia sido notificada em 2009. Apesar de algumas melhorias feitas, os fiscais chegaram à conclusão que o local continua sendo motivo de preocupação.

Danielle Iris, primeira secretária da Unipa, confirma que o número de animais atendidos ultrapassa o limite que foi colocado pela Vigilância Sanitária. "A ONG conta com 415 animais ao todo, sendo que deveriam ser apenas 160 segundo a vigilância. Não temos estrutura nenhuma para receber mais animais, mas muitos órgãos dependem da gente e do nosso trabalho”, afirma.

Ainda de acordo com Danielle, o barracão onde funciona a ONG também foi motivo da interdição e, para a Vigilância Sanitária, o prédio deveria ter sido demolido porque oferece risco de desmoronamento, além de estar virando abrigo de pombos. "A prefeitura se comprometeu a fazer as manutenções, mas nada foi feito. Eles chegaram a vir, olharam, mas não fizeram nada", diz.

Segundo Gislene Fátima de Oliveira, diretora da Vigilância em Saúde, a ideia não é fechar a ONG e sim melhorar as condições do local. "Nunca quisemos fechar a Unipa e sim melhorar as condições, mas vai precisar ficar mais 90 dias interditada para que haja adoções e diminuição do número de animais", diz. A Prefeitura de Itararé disse que ainda não demoliu o prédio porque serviços elétricos precisam ser feitos, mas afirmou que continua repassando verba para a ONG. A TV TEM tentou entrar em contato com o antigo responsável pela Unipa, mas ele não respondeu as ligações.

Dificuldades financeiras
A Unipa é mantida com recursos da prefeitura e doações. A tesoureira da ONG, Iuca Vidal, diz que o município repassa aproximadamente R$ 22 mil, rações e mão de obra, mas em contrapartida o custo para manter os trabalhos na unidade está sendo maior. "O que a gente tem não dá nem para a nossa existência aqui e ainda temos que lidar com dívidas da administração passada", conclui.

FONTE: G1

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪