RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador MS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador MS. Mostrar todas as postagens

3/06/2019

Em 2018, polícia registrou 214 casos de maus tratos contra animais em MS

Simplesmente porque agora a reação da sociedade é maior.........
---------------
Um caso de envenenamento de animais que ocorreu no mês passado no bairro Santo Antônio em Campo Grande (MS) chocou os moradores, mas, não se pode dizer que o crime é tão incomum assim.

Dados do Núcleo de Estatísticas e análise criminal da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) apontam que, no ano passado foram registrados 75

2/03/2019

PMA autua homem de 60 anos por maus-tratos a uma égua - MS

Sinceramente, alguém pode imaginar o sofrimento desta égua? dá para acreditar?
----------------

PMA autua homem de 60 anos por maus-tratos a uma égua, segundo caso idêntico em uma semana

11/29/2018

Após ser separado do cão de estimação, idoso morre em hospital de Corumbá - MS

Amigos, sabem algum protetor lá de Corumbá? é para dar uma espiada nesta situação.... coitadinho do cachorro.....
--------------
Nestor Oliveira, de 73 anos considerava o animal como se fosse um filho
Não é à toa que o cão sempre será o melhor amigo do homem. Foi nesse companheirismo que o idoso Nestor Gomes de Oliveira, de 73 anos, viveu com o seu cachorro sem raça definida, o “Guri”, antes de morrer no Hospital de Corumbá.

Nestor morava sozinho há muitos anos

11/01/2018

Caçador morre após ser vítima de disparo acidental de sua própria arma de fogo enquanto caçava - MS

Ebaaaaa!!!!! que tiver com pena do criminoso desgraçado levanta o dedinho aí!!!!! o bandido já tinha sido condenado por 2 anos (substituída, claro, por serviços à comunidade) e uma multa de 500 pratas. Safado!!!! teve o que merecia. Veja o PROCESSO DELE NA JUSTIÇA DE 2012 (caça de animais silvestres e porte ilegal de arma) . Diz aí, amigos, o que adianta esta pena? o cara volta a fazer a fazer o mesmo crime.... O cara estava no

10/22/2018

Jacarés que vivem em lagoa urbana de MS são removidos para evitar ataques; cachorro foi morto em maio deste ano

Realmente, os jacarés soltos atacam cães e gatos para alimentação.... pássaros idem..... É a tal lei da sobrevivência que vivo questionando o Criador sobre tamanha falta de humor....
------------------
Dois cães já foram mortos pelos jacarés que vivem na Lagoa Maior, em Três Lagoas (MS). Segundo o MPE, presença

10/16/2018

Cachorrinha é resgatada após passar 3 dias presa em galeria de água em MS

Que sorte da pobrezinha, não?
------------------
Segundo Corpo de Bombeiros, o animal estava debilitado e foi encontrada por um homem que estava fazendo caminhada na cidade de Corumbá.

Uma cachorrinha foi resgatada após ficar 3 dias presa em uma galeria de escoamento de água, em Corumbá,

9/27/2018

Animais são vítimas de maus tratos - MS

Gente, não quero insinuar nada, apenas constatar. Existem estados que acontecem muitos animais feridos a bala devido a quantidade de armas clandestinas. Este estado é um deles.... Só por Deus mesmo!
--------------
Em menos de 90 dias uma clínica veterinária, em Campo Grande, recebeu quatro animais feridos por arma de fogo. Esse ano, diversos casos de maus-tratos

8/03/2018

Animais têm sofrido por conta das queimadas nas matas de MS

Aqui no Brasil está havendo queimadas por conta da estiagem e clima seco... Fico durante noite acordada pensando e rezando por estes pobres animais vítimas.....
--------------
Incêndios no habitat obrigam os bichos a fugirem
A estiagem já dura 80 dias em Mato Grosso do Sul e a baixa umidade do ar provoca o aumento de incêndios em vegetação. A Polícia Militar Ambiental (PMA) tem feito uma série de resgates a animais silvestres, que fogem feridos de

4/17/2018

Protetora é denunciada e reabre polêmica sobre alimentar animais de rua - MS

Sinceramente, não entendi porque esta protetora não recorreu ao CCZ local que tem programa de adoção, incluindo microchipagem dos animais. A colega da ONG Cão Feliz, falou muito bem. Endosso totalmente, embora compreenda as dificuldades de certas pessoas entenderem como funcionam as coisas....
-------------
Os animais foram recolhidos pelo CCZ
É permitido alimentar cachorros e gatos de rua? Esta questão tem causado polêmica entre protetores de animais. Nesta semana, a dona de casa Ângela Silva foi denunciada por um vizinho após deixar alimento e água para os gatos de rua na calçada de sua casa.

Ângela conta que não é a única que faz isso na região e que só não adota os animais porque tem quatro cachorros no quintal. “Eu não posso trazer para minha casa porque meus cachorros não deixam, mas eu alimento e dou água”, afirma. Outros três moradores também foram denunciados ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), mas a dona de casa defende que os animais não incomodam ninguém.

“Eu cuido de três gatos, eles dormem no meu portão. Eu dou ração boa para sustentar os gatos, eu posto foto para doar e não consigo”. Após a denúncia, a dona de casa recebeu a visita do CCZ, que levou os gatos, situação que a deixou muito chateada. “Eu me senti aterrorizada, me botaram medo, falaram que eu podia ser responsável jurídica pelos animais. Eu só estava alimentando e ainda sou criticada”.

O Centro de Controle de Zoonoses afirma que a alimentação de animais de rua não é recomendada. Segundo o Centro, além de ocasionar transtornos à população vizinha, acarreta na exposição involuntária destes moradores a situações de insalubridade e risco de zoonoses. A presidente e fundadora da ONG Cão Feliz, Kelly Macedo, afirma que o ideal é adotar o animal, mas sabe que às vezes o coração fala mais alto. “Se você quer alimentar, é melhor levar para casa, cuidar dele. Eu sei que é complicado, quando a gente vê animais abandonados, o intuito é alimentar mesmo”.

A dona de casa Ângela não conseguiu novos donos para os bichos, mas a situação é enfrentada diariamente pela ONG, que já tem 121 cachorros no abrigo. “Eu não posso nem pegar mais porque já temos uma dívida enorme, um abrigo cheio e a adoção está muito fraca”, afirma.

Em nota, o CCZ afirma que a melhor maneira de cuidar dos animais é leva-los ao Centro no caso de impossibilidade de adoção, já que não há informações sobre a vacinação e seu histórico de saúde. “Lembramos que animais de rua são potenciais transmissores de raiva e outras zoonoses e nosso município frequentemente encontra morcegos contaminados com o vírus rábico. Reforçamos que, se o cidadão não pode assumir a responsabilidade sobre o cão ou gato deve levá-lo ao CCZ. Não é recomendado que o morador espere mais de 7 dias para não retardar o processo de adoção”.

O CCZ realiza microchipagem de cães e gatos mediante o pagamento de uma taxa de R$15. O microchip serve para que caso o cão ou gato seja abandonado ou encontrado possa ter o proprietário identificado.

FONTE: midiamax

2/26/2018

Autuações por caça de animais subiram 75% no ano passado em MS

E o deputado mequetrefe quer fazer lei para liberação de caça.... 
-------------
Valores das multas também subiram 113,83% em 2017
Balanço da PMA (Polícia Militar Ambiental) revela autuações contra 35 caçadores no ano passado, número 75% superior com relação a 2016. O balanço divulgado nesta quinta-feira (22) também apontou mais de R$ 116 mil em multas, um aumento de 113,83% com relação ao ano anterior.

A caça ilegal não é uma atividade que desperte grande preocupação em Mato Grosso do Sul, porém 35 pessoas foram flagradas praticando a caça ilegal em 2017, número 75% superior às autuações de 2016, quando foram 30 autuados.

Os valores de multas foram 113,83% maiores em 2017, com relação a 2016. Foi aplicado um valor de R$ 116.000,00 em 2017, contra R$ 54.200,00 no ano de 2016.

Conforme a polícia ambiental, esses valores não são taxativos com relação à quantidade de ocorrências, pois o valor de multa por animal é variante, tendo em vista que é de R$ 500 por animal fora das listas de espécies em extinção e da Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies da Flora e da Fauna em Perigo de extinção (CITIES) e, de R$ 5 mil para os que estejam em quaisquer destas listas.

O número de autuados também não significa maior quantidade de ocorrências, pois em alguns casos, os caçadores estão em grupos e todos são autuados independentemente de terem abatido um único animal durante a caçada. A penalidade criminal é de seis meses a um ano e meio de detenção e multa.

De todos os trabalhos executados pela PMA de prevenção e minimização aos crimes contra a fauna, dentre eles a caça, é a Educação Ambiental.

CAPTURA DE ANIMAIS 2017 - Em 2017, a PMA capturou 1742 animais silvestres nos centros urbanos no Estado, número 25% maior com relação a 2016.

TRÁFICO DE ANIMAIS 2017 - Com relação ao tráfico, a PMA apreendeu 521 aves vítimas de tráfico e autuou em R$ 290 mil traficantes no Estado em 2017. Para o combate ao tráfico, os Policiais dedicam-se também ao combate aos compradores dos animais silvestres ilegais.

CRIAÇÃO DE ANIMAIS EM ILEGALMENTE EM CATIVEIRO 2017 - No ano passado, foram 21 pessoas autuadas por manter animais silvestres em cativeiro, número semelhante ao ano de 2016, quando foram autuadas 24 pessoas. Foram aplicadas multas que perfizeram o valor de R$ 263.800,00, número também semelhante a 2016, em que o valor foi de R$ 262.000,00. Ressalta-se que esse número não envolve animais apreendidos pelo tráfico. Não havia comércio, mas somente a criação. Foram apreendidos 516 animais em 2017 e 498 em 2016, a maioria aves.

FONTE: campograndenews

1/31/2018

Governo de MS contrata duas empresas para concluir o Aquário do Pantanal

Gente, esta obra é um dos maiores escândalos que já tomei conhecimento. Pior que ela continua depois de um "acordo" entre o MP e Tribunal de Contas do Estado de MT.... Eu quero que um raio caia na minha cabeça se a coisa vai terminar desta feita.... Veja ao final o que publicamos mostrando o que aconteceu com os peixes que eles chegaram a receber.... É revoltante!!!!!
-------------
A obra está paralisada desde junho de 2016. Projetada para custar R$ 84 milhões já recebeu investimentos de R$ 230 milhões.

O governo de Mato Grosso do Sul contratou duas empresas por um valor total de R$ 38,774 milhões para concluir o Aquário do Pantanal, em Campo Grande. A obra está paralisada desde junho de 2016. Projetada para custar R$ 84 milhões já recebeu investimentos de R$ 230 milhões.

A contratação das empresas foi sem licitação, por meio da escolha de propostas feita pelas secretarias de Infraestrutura (Seinfra) e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), após a assinatura de um termo de acordo entre o governo do estado, o Ministério Público Estadual (MPE) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS). Segundo o governo, essa foi a alternativa encontrada para terminar o Aquário, já que antes existia um impedimento legal para que os serviços para a conclusão do projeto fossem retomados.

Anunciada no início deste mês pela então governadora em exercício, Rose Modesto (PSDB) e reiterada neste domingo (28), pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a obra será retomada com uma planilha de custos para sua conclusão, que está, inclusive, detalhada no termo de acordo, e com prazo para o término, dez meses. Os avisos de dispensa de licitação e contratação das empresas para a conclusão das obras foram publicados nesta segunda-feira (29), no Diário Oficial do Estado (para conferir clique aqui). 

Para os serviços de término do prédio foi contratada a Construtora Maksoud Rahe, por R$ 27,569 milhões. Já para a realização dos serviços técnicos especializadas de suporte a vida dos animais que ficarão no aquário (filtragem, automação e iluminação) e construção cenográfica prevista para o local, foi contratada a Tecfasa Brasil Soluções em Eficiência Energética, por R$ 11,204 milhões.


Obras

O Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna, conhecido como Aquário do Pantanal, foi lançado em 2011 pelo então governador André Puccinelli (PMDB). As obras começaram no mesmo ano. O projeto é de que o empreendimento seria o maior aquário de água doce do mundo, com 6,6 milhões de litros de água, distribuídos em 24 tanques, com 7 mil animais de 263 espécies, entre elas peixes, jacarés e cobras. O projeto original previa ainda a implantação de um centro de pesquisa, com 1.000 metros quadrados de laboratório e biblioteca digital.

A conclusão do Aquário do Pantanal deve por fim a história de uma obra que se tornou um dos maiores "elefantes brancos" da história de Mato Grosso do Sul. Confirma todo o histórico de idas e vindas do empreendimento:
  • Por força de regular processo licitatório (Edital de Licitação nº 31/2010-CLO), onde a Egelte se sagrou vencedora, as partes firmaram o acordo administrativo OC nº 028/2011, cujo objeto consiste na execução da obra de construção do prédio do Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna Pantaneira – Aquário do Pantanal, no município de Campo Grande – MS.
  • A execução do empreendimento teve início em 14 de abril de 2011, nos termos da Ordem de Serviço nº 077/2011.
  • Em 10 de março de 2014, a Egelte foi substituída pela empresa Proteco Construções Ltda. através de contrato de subempreitada com a anuência da Agesul.
  • Em julho de 2015, foi recomendada à Agesul pelo MPF a imediata rescisão de contrato de subempreita com a Proteco, em virtude disso a Agesul notificou a Egelte para retomar imediatamente a obra.
  • Em meados de julho e por força de notificação, a Egelte aforou ação cautelar com o objetivo de produzir prova antecipada e de suspender todo e qualquer ato de execução do contrato administrativo, seguida de ação ordinária visando suspender o contrato.
  • Em 14 de março de 2016 as partes transacionaram acordo devidamente homologado pelo Judiciário oportunidade em que a Egelte retomou as obras pactuando uma série de obrigações com a Agesul.
  • Mas, em 15 de junho de 2016 ingressou com ação requerendo a rescisão do contrato, o que ocorreu em novembro do ano passado.
  • No mesmo mês, a Agesul oficiou a segunda colocada na licitação, mas esta não teve interesse em assumir a obra. Por isso, o governo enviou consulta ao MPE e TCE que resultou no termo de acordo para retomada da obra.
FONTE: G1
=====
Postagens desde 2014 com o escândalo:

Aquário recebe 1° lote de peixes com 600 exemplares - Campo Grande - MS




EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪