RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador Japão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Japão. Mostrar todas as postagens

12/27/2018

Japão anuncia retomada da caça de baleias para fins comerciais

Meu Jesus amado, olha pra isto..... Uma decisão que vai de encontro à tudo que tanto temos trabalhado pelos animais..... Minha vontade é de me rasgar toda diante do domínio do mal que está vigorando no mundo inteiro......
-------------
País se junta a Islândia e Noruega no grupo de países que praticam abertamente a caça; decisão não foi bem recebida por Austrália e Nova Zelândia

12/07/2018

Dois gatos hilários tentam diariamente por anos entrar em um museu no Japão

Gente, a matéria é maravilhosa e bem a propósito da diferença como pessoas inteligentes tratam os animais. Eu separei algumas fotos, mas, é bom entrarem no site porque tem inúmeras outras muito engraçadas, principalmente, do gatinho amarelo que faz cara feia por não poder entrar..... Muito bom....
-----------------
Dois amantes de arte, bem dedicados, têm tentado entrar no Museu de Arte Hiroshima Onomichi por ANOS, mas foram consistentemente expulsos assim que entraram. Conheça Ken Chan e Gosaku, os felinos mais persistentes de que se tem memória. 

O Museu de Arte Hiroshima Onomichi passa a maior parte do seu dia recusando a entrada a dois gatos
E esses dois são os culpados… O preto

9/15/2018

Proposta de liberar caça comercial de baleias é rejeitada pela Comissão Baleeira Internacional

Foi uma vitória muito significativa considerando a tradição e poderio econômico de países como Japão, Islândia e outros europeus..... Agora a luta é o Santuário das Baleias..... Parabéns ao amigo Truda que vem trabalhando muito pelas nossas amadas baleiras..... Axé, garoto!!!!!!
--------------------
Votação ocorreu na manhã desta sexta-feira. Sugestão de alteração foi

8/30/2018

Caso de golfinho abandonado em aquário no Japão causa revolta pública

Que dó, minha Santa!!!!! tomara que não só o golfinho seja recolocado, mas, todos os outros também.... O pobrezinho veio de Taiji... precisa falar mais?
-----------------------
Dona do parque marinho fechou o local em janeiro devido à queda nas visitas depois do terremoto e da crise nuclear de 2011.
O drama de um golfinho solitário e

7/17/2018

Máquinas do Japão vendem até lagostas e animais de estimação


Gente, eu acho que no Japão tem umas coisas lindas e invejáveis, mas, o que que é isto? maquinas pra vender cachorros? lagostas? Tô ficando doidona da cabeça...... Meus sais!!!! melhor, tirem o tubo!!!!
---------------
Existes máquinas normais, mas outras nem tanto.
Como todo mundo já sabe, Japão é um país com uma cultura muito peculiar. As pessoas têm bastante pressa e por isso o país é cheio de

6/02/2018

MATANÇA: Japoneses matam mais de 300 baleias para “pesquisas científicas”

Eu acho a civilização japonesa tão incrível, mas, quando vejo este horror que aquele país continua promovendo, perco as estribeiras e daí falo um monte, sabia? &*#%, #%¨&º  e mais outros impublicáveis...... Covardia dos donos dos olhos rasgados pra baixo.....
------------
Foram 333 baleias Minkes (Balaenoptera acutorostrata) mortas por caçadores japoneses na expedição de quatro meses, terminada em março último. 122 delas eram fêmeas grávidas. Outras dezenas eram imaturas, ou seja, eram jovens demais ainda para se reproduzir.

A alegação é que são “amostras biológicas” que servirão para investigar a estrutura e a dinâmica dos ecossistemas marinhos. A justificativa é a mesma utilizada no ano passado, como mostramos neste outro post, quando um número semelhante de baleias perdeu a vida.

Mais uma vez, as imagens brutais da matança anual das baleias e a desculpa esfarrapada dos japoneses provocaram revolta no mundo todo. Apesar do “objetivo científico” do extermínio, a carne e o sangue dos animais ainda hoje são vendidos em mercados e restaurantes como iguarias.

“A matança de 122 baleias grávidas é uma estatística chocante e triste, prova da crueldade da caça no Japão”, afirmou Alexia Wellbelove, gerente da Humane Society International, em comunicado à imprensa.

Em 2014, uma corte internacional ordenou a suspensão temporária da caça anual das baleias na região. Entretanto, o governo japonês encontrou uma brecha na moratória e, em 2016, voltou a matar os cetáceos alegando que tinha fins científicos e que reduziria o número de mortes para 1/3.

O método utilizado pelos japoneses para capturar as baleias é cruel. Segundo organizações ambientais, elas são mortas com granadas explosivas, colocadas na ponta de arpões. Mas apenas entre 50% e 80% delas morrem instantaneamente, deixando as demais em sofrimento profundo.

FONTE: conexaoplaneta

6/01/2018

RECLAMAÇÃO DE VIZINHOS: Dona de 30 gatos é obrigada a deixar a própria residência

Imagine a situação.... Ainda mais no Japão onde as leis são rígidas e imperdoáveis..... Só espero que alguma ONG de proteção ajude a ela..... 
-------------
Dona de 30 gatos é obrigada pela Justiça a deixar a própria residência após reclamações de vizinhos
Uma mulher foi obrigada pela justiça a deixar o seu lar por criar 30 gatos em um conjunto de apartamentos onde animais são proibidos.
O caso ocorreu na cidade de Nagoya e de acordo com as autoridades, uma mulher de cerca de 40 anos se mudou para um conjunto de apartamentos na zona norte de Nagoya no último mês de fevereiro. A mulher cuidava de aproximadamente 30 gatos, porém animais domésticos eram proibidos no local.

O cheiro e o barulho dos animais começou a incomodar os moradores do condomínio, que exigiram atitudes concretas das autoridades. O governo da cidade de Nagoya enviou um aviso para que a mulher abandonasse os gatos, mas como não houve nenhuma mudança de comportamento por parte da acusada, o Tribunal Regional de Nagoya emitiu em março uma nota judicial para que a mulher cumprisse as determinações do governo regional.

Contudo, os gatos continuaram a ser mantidos no local, sem qualquer comprometimento por parte da dona de se desfazer deles. Cansado de esperar, o Tribunal Regional da cidade emitiu uma ordem judicial exigindo não a saída dos gatos, mas sim da mulher, dando o direito de usar a força caso fosse preciso. Sem opções, a dona dos gatos deixará o local, porém o destino dos quase 30 gatos ainda não foi definido.

Caso as autoridades não encontrem ninguém interessado em cuidar dos gatos há a chance deles serem abandonados em algum lugar da cidade.

FONTE: ipc.digital

5/15/2018

CONTRABANDO: Homem é preso por tentar contrabandear animais raros para o Japão

Que palerma!!!! achando que podia fazer os outros de bobos!!!! Tá pensando que é Brasil, é? toma!!!!!
----------
O japonês disse que comprou os animais porque os achou 'bonitinhos'.
Um homem de 61 anos foi preso após ter chegado no Aeroporto de Narita (Chiba) no ano passado com animais raros em sua bagagem, disseram a polícia e a Alfândega de Tóquio.

Kazuo Murakami, que mora na província de Chiba, foi preso em 10 de maio sob suspeita de tentar contrabandear animais raros, incluindo 12 pequenas corujas da espécie Athene brama e seis roedores conhecidos como lirões africanos quando ele chegou da Tailândia em 7 de abril.

De acordo com a Alfândega de Tóquio, os animais estavam em oito gaiolas dentro da bagagem despachada de Murakami. O japonês disse à alfândega que comprou os animais porque os achou “bonitinhos”.

A venda da coruja Athene brama é proibida pela Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção, também conhecida como Convenção de Washington.

FONTE: portalmie

4/10/2018

Banho quente ajuda a reduzir estresse de 'macacos da neve' no Japão

Aliás, banho quente ajuda qualquer um estressado....
---------------
Pesquisadores da Universidade de Kyoto analisaram amostras de fezes de grupo de fêmeas para níveis de glicocorticoides. Efeito 'relaxante' pode ajudar na reprodução.

Os macacos do norte do Japão (Macaca fuscata), conhecidos como "macacos de neve", são famosos entre os turistas que visitam a região, onde costumam ser vistos tomando banhos "relaxantes" de água quente nas termas locais.

Segundo estudo divulgado na publicação científica "Primates", o efeito dos banhos nos animais é de redução do estresse causado pelas baixas temperaturas da região.

Os pesquisadores da Universidade de Kyoto coletaram e testaram fezes dos animais para verificar os níveis de glicocorticoides, hormônios que aumentam com o estresse. O frio é conhecido por ser um dos fatores que causa o aumento do nível deste tipo de hormônio.

O resultado mostrou que quando os animais se banham nas águas quentes, os níveis de estresse diminuem. Segundo o estudo, geralmente as fêmeas alfas dos grupos passam mais tempo "relaxando" nas termas, o que indica a importância do ato para a espécie.

Foram estudadas 12 fêmeas adultas do grupo de macacos que frequenta as termas do parque Jigokudani no período de nascimento dos animais, na primavera japonesa, e no período de inverno, momento em que os acasalamentos acontecem.

Para estas fêmeas, o banho quente ajuda a regular a temperatura corporal e assim a diminuir o estresse causado pelo frio, que as torna agressivas e pode atrapalhar o período de reprodução.

"Este hábito singular dos macacos japoneses de tomar banhos quentes ilustra como a flexibilidade de comportamento pode ajudar a lutar contra o estresse causado pelo clima, com possíveis implicações para a reprodução e sobrevivência", diz o estudo.

FONTE: G1

4/05/2018

Baleeiros japoneses matam 333 cetáceos na Antártica

Eu tenho uma admiração enorme pelo povo japonês por sua educação, inteligência e coerência. Mas, quando chega nesta questão de caça às baleias, sinto um nojo tão grande..... 
-------------
Baleeiros japoneses voltaram neste sábado ao porto depois de capturar 333 cetáceos na Antártica, sem o sinal de protestos de organizações contrárias à caça, anunciaram as autoridades.

Uma frota de cinco embarcações iniciou em novembro a campanha no âmbito da polêmica “caça científica” de baleias do Japão. Três baleeiros, incluindo o principal da frota, o “Nisshin Maru”, chegaram neste sábado ao porto de Shimonoseki, oeste do Japão.

No total, as cinco embarcações capturaram 333 baleias Minke, como estava previsto. Ao contrário de outros anos, nesta ocasião não foram interrompidos por organizações de defesa dos animais com a Sea Shepherd. Esta ONG anunciou em 2017 que não preparava nenhuma operação de protesto para a temporada.

O Japão assinou a moratória sobre a caça da Comissão Baleeira Internacional, mas se ampara em uma cláusula que autoriza a caça de cetáceos com fins científicos. O consumo da baleia tem uma longa história no Japão, onde os cetáceos são objeto de caça durante séculos. A indústria se desenvolveu após a II Guerra Mundial para proporcionar proteína animal aos habitantes do país. A demanda dos consumidores japoneses, no entanto, diminuiu muito nos últimos anos.

FONTE: istoe

3/16/2018

Empresa aérea envia ao Japão pet que viajaria entre cidades dos EUA

Não bastasse a meleca que esta empresa fez há dois dias com um outro cachorro, aprontou mais uma terrível!!!!!
-----------
Um pastor alemão que viajaria entre cidades americanas acabou sendo enviado ao Japão, por uma falha da empresa aérea.

É o segundo problema envolvendo animais e a United Airlines nesta semana e ocorre após a morte de um buldogue francês a bordo de um voo.

A confusão com o pastor alemão Irgo, 10, começou na terça (13). Em processo de mudança de Oregon para Wichita, no Kansas, Kara Swindle e seus dois filhos embarcaram em um voo, mas o cachorro foi em um kennel, em outro.

Ao procurar pelo animal no setor de cargas da United Airlines no destino, Kara descobriu que havia um cão da raça great dane —que tinha o Japão como destino— no lugar do seu pet.

Confirmado o erro, funcionários informaram que Irgo passaria por um veterinário antes de colocado em um avião para os Estados Unidos. Ao Bom Pra Cachorro, Kara diz que ele deve chegar em casa na noite desta quinta (15).

Em entrevista ao canal KCTV5, ela afirmou temer pela saúde do animal, já idoso. Segundo ela, o cão nunca havia viajado de avião. “Eu sinceramente não sei se ele vai sobreviver a este voo.”
A empresa aérea diz que investiga o caso e que as caixas dos dois pets eram parecidas.

Segundo a emissora, um representante da United enviou nota na qual afirma que houve um falha durante conexão em Denver e pede desculpas pelo erro.

KOKITO
O buldogue francês Kokito, de dez meses, morreu após ser colocado por um comissário no compartimento de bagagem de mão de um avião da United Airlines, na segunda-feira (12), nos Estados Unidos.

Segundo testemunhas, a tutora foi pressionada a deixar o animal no bagageiro acima das poltronas.

“Nós assumimos a responsabilidade total por essa tragédia e expressamos nossas condolências à família e estamos empenhados em apoiá-los”, disse a empresa em nota.

FONTE: bompracachorro

3/02/2018

Ilha dos gatos mais famosa do Japão quer reduzir número de felinos

Podia jurar que teriam mais animais... Só 130 gatos? isto é mole para resolver os problemas. Um dos nossos veterinários daria conta de tudo em uma semana.... Espero que a associação lá resolva a parada de controle populacional....
---------------
A falta de pessoas, assim como de infraestrutura, fez a sociedade da ilha pensar que ela não pode mais sustentar um número maior de gatos do que já tem.

Aoshima, ilha que faz parte da província de Ehime, é comumente considerada um paraíso dos felinos.

Embora não seja a única ilha de gatos do Japão, ela é a mais famosa, atraindo visitantes nacionais como internacionais, que vêm para ver os 130 gatos que circulam pelas ruas da ilha.

Na verdade, os residentes de Aoshima sentem que finalmente a ilha chegou a um ponto de ter muitos gatos. Enquanto os animais podem vaguear por onde queiram, eles são amplamente cuidados pela Associação de Proteção aos Gatos de Aoshima, a qual recomendou que todos os felinos na ilha sejam castrados/esterilizados para reduzir gradualmente sua população.

Em contraste aos 130 gatos que vivem na ilha, há somente 13 residentes humanos, com uma média de idade de 75 anos. A falta de pessoas, assim como de infraestrutura, fez a sociedade pensar que ela não pode mais sustentar um número maior de felinos do que Aoshima já tem. Em 2016, a organização até havia solicitado doações de comida de gato para alimentar os felinos.

Veterinários para castrar os animais em Aoshima
A sociedade de proteção recomendou a iniciativa da castração/esterilização em julho passado, e a cidade agora destinou fundos para tal programa em sua proposta preliminar de orçamento para o próximo ano fiscal.

Trabalhando junto com a organização de bem-estar animal da província de Hyogo, a Dobutsu Kikin, o plano traria veterinários a Aoshima, os quais permaneceriam na ilha enquanto os procedimentos fossem realizados, o que custaria cerca de 400 mil ienes em viagem e acomodação.

Influxo de visitantes não está acompanhado de lucros
Enquanto Aoshima tenha se tornado um destino popular de turismo, a quase falta de comércio no local – não há uma única de máquina de venda automática na ilha, uma condição surpreendente para uma cidade no Japão – significa que o influxo de visitantes não está acompanhado por uma entrada de lucros, então é improvável que haja dinheiro suficiente nos cofres para simplesmente expandir os serviços e instalações da Sociedade de Proteção aos Gatos de Aoshima.

Um cronograma para o programa proposto ainda será estabelecido, mas o novo ano fiscal se inicia na primavera, então se a iniciativa for finalmente aprovada, as operações começariam em breve.

FONTE: portalmie

2/14/2018

Trem que late afasta veados e diminui acidentes no Japão

Achei esta solução um espetáculo.... viu como basta pouco para se conseguir muito?
-----------
Trem equipado com um alto-falante emite sons de latido para evitar colisões com os veados na linha ferroviária.

Para prevenir colisões na linha ferroviária, pesquisadores no Japão equiparam um trem com um alto-falante que emite sons de latido e sons que os veados fazem.

De acordo com o jornal Asahi, a combinação de sons tem a função de assustar os veados, fazendo com que eles saiam dos trilhos em uma tentativa de reduzir o número de mortes de animais na linha ferroviária.

Funcionários do Instituto de Pesquisa Técnica de Ferrovias disseram que um toque de três segundos do som de um veado respirando com esforço atrai a atenção dos animais e outros 20 segundos de um latido é suficiente para afastá-los dos trilhos.

Descobriu-se que as linhas ferroviárias são atrativas para os veados por causa da necessidade de ferro em suas dietas alimentares. Eles lambem as vias férreas para colher restos de ferro gerados pela ação das rodas contra os trilhos.

Outros planos para afastar os animais das linhas férreas
Essa necessidade alimentar levou a uma constante batalha para manter os veados longe dos trilhos e planos anteriores que envolveram espalhar fezes de leão nas linhas férreas foram abandonados após a chuva ter dissolvido os excrementos quase que imediatamente.

Outro plano, que concedeu a um funcionário de transporte ferroviário o Good Design Award do Japão em dezembro, era para policiar as travessias de veados por ondas ultrassônicas, as quais permitiam a eles acessarem os trilhos quando os trens não estavam em funcionamento. Em experimentos, a ideia de Yuki Hikita reduziu dramaticamente as mortes de veados na área.

Acidentes
De acordo com o Ministério dos Transportes do Japão, houve um recorde de 613 casos de trens que atropelaram veados e outros animais selvagens em 2016, cada um resultando em atrasos de 30 minutos ou mais para os passageiros.

FONTE: portalmie

12/17/2017

O homem dá ao gato um petisco apenas para disparar com uma pistola de ar comprimido

O que leva uma pessoa em sã consciência fazer isto com um pobre animal.... O cara joga a comidinha, dá a volta e vem para atirar no animal..... Minha Nossa dá um jeito nesta criatura..... Reparem nas apresentadoras japonesas que parecem indignadas....
------------
No caso do gato ter sido baleado com uma arma de ar  comprimido na cidade de Osaka, Japão, a polícia identificou o homem de 38 anos como empregado de uma empresa e encaminhou a denuncia para lá. Ele começou a trabalhar na empresa no mês passado, está há 24 dias morando na cidade e recebeu lá os documentos de suspeita de violações da lei de bem-estar animal por disparar uma arma de ar para atrair o gato após jogar pasta de peixe para atraí-lo.  O nome do suspeito não foi revelado para a CCTV.

Fonte:LiveLeak

11/30/2017

Homem admitiu torturar gatos com água fervente Japão

Tenho certeza que ele será punido devidamente com trabalho forçado como é praxe no Japão.... Muita covardia o que fez com os animais....
-----------
O homem de 52 anos foi indiciado por torturar 13 gatos no período de março de 2016 a abril de 2017 na província de Saitama.


Um ex-contador que foi preso em agosto sob suspeita de crueldade contra animais admitiu o ato durante a primeira audiência de seu julgamento no Tribunal Distrital de Tóquio em 28 de novembro.

Makoto Oya, de 52 anos, foi indiciado por acusações de violação da lei relacionada ao Bem-Estar e Gestão de Animais por torturar 13 gatos no período de março de 2016 a abril de 2017 na província de Saitama. Ele teria despejado água quente nos animais ou os queimado usando um maçarico, causando a morte de nove gatos e deixando outros quatro feridos.

A acusação pediu uma sentença de um ano e dez meses de prisão com trabalho forçado, enquanto seus advogados pediram uma pena suspensa. O juiz Yasunobo Hosoya vai transmitir sua decisão em 12 dezembro.

Crueldade contra os felinos postada na internet
Na audiência, Oya explicou: “em abril de 2015 havia estragos causados por urina e fezes de gatos perto da minha casa e os peixes que eu criava também foram mortos, então eu comecei a capturar os gatos e os soltava bem longe dali”. Ele contou que começou a sentir ódio dos felinos após ele ter sido mordido por um em fevereiro de 2016.

Após assistir a vídeos online mostrando abuso contra gatos, Oya disse que começou a filmar os atos de crueldade e postá-los na internet também. Como usuários começaram a pedir que ele “fizesse mais”, ele sentiu que “havia pouca resistência e postar os vídeos se tornou o propósito” dos abusos.

Os argumentos finais da acusação destacaram que Oya “encontrou prazer em atormentar os gatos”, conduzindo a um crime terrível. Nos argumentos finais no lado de Oya, seus advogados disseram que após perder seu emprego e condição social na sequência de sua prisão, ele está refletindo sobre suas ações.

Muitos amantes de gatos se juntaram na galeria para audiência, incluindo a atriz Aya Sugimoto. “Gostaria que ele fosse punido severamente para que coisas como essa não voltem a acontecer”, disse Sugimoto após a conclusão da audiência.

FONTE: portalmie

11/22/2017

Um vídeo sobre a Ilha dos Gatos que toda gateira vai amar - Japão

Quem gostaria de morar nesta ilha levanta o dedinho!!!!!! euuuuuuuuuuuu!!!!!! Só que parece que mudaram o enfoque das coisas e perceberam que é uma grande fonte de renda para o local. Os gatos estão sendo tratados e tem sua população devidamente controlada. Nós publicamos uma postagem em maio deste ano mostrando que há controvérsias:  Na ilha onde há mais gatos do que pessoas os animais não são felizes . Ou seja, só mesmo uma de nós indo lá....
------------
Ilha dos Gatos em Fukuoka é considerada um dos maiores pontos turísticos para amantes dos felinos
Ainoshima, ou Ilha dos Gatos (Nekonoshima), é ponto turístico em crescimento mais visitado por japoneses e estrangeiros. 

A Ilha dos Gatos em Fukuoka é considerada um dos maiores pontos turísticos para amantes dos felinos. A Ilha dos Gatos é o nome popular da Ainoshima, ilha situada na Praia de Genkai, no bairro de Shingu (Fukuoka), fica localizada a cerca de 20 minutos de barco do Porto de Shingu. A ilha, com formato de coração, tem aproximadamente 270 habitantes e 200 gatos.

A fama internacional trouxe muitos turistas japoneses e estrangeiros, aumentando as expectativas em elevar os padrões da cidade.


Uma embarcação turística trouxe vários visitantes, que rapidamente começaram a tirar fotos do local quando chegaram à ilha, no ultimo dia 3 deste mês. Já na área de desembarque havia 5 gatos. Os turistas cercaram os animais que estavam ronronando ou deitados de barriga para cima. Muitos também estavam brincando com plantas locais. 

Kim Seo Jin, 25, residente em Busan (Coreia do Sul), visitou o local com seu irmão, Dong Hyeon, 23. “Os gatos estão dormindo na rua. Que paisagem pacífica!”, disse o coreano. Segundo Kim, eles conheceram o local através de programa da TV coreano. Ele e seu irmão planejaram uma viagem ao Japão de 3 dias e 2 noites. Um dia foi apenas para visitar Ainoshima.


“Há muitos gatos nesta ilha linda!”, disse Eric Midor, 46, americano que veio de Tóquio. Turismo incentivado por mídia americana A Ilha dos Gatos em Fukuoka é considerada um dos maiores pontos turísticos para amantes dos felinos.

O motivo do boom do turismo na ilha foi a CNN News, mídia americana. Em 2013, a CNN apresentou os “5 Maiores Spots de Gatos pelo Mundo” (em tradução livre), e  Ainoshima foi uma das escolhidas. Após isso, outros jornais, noticiários e revistas realizaram entrevistas e visitas no local.

As fotos dos gatos de Ainoshima viralizaram rapidamente na Internet. Os turistas que utilizam as embarcações turísticas aumentaram. O número cresceu de 99.800 pessoas, no ano fiscal de 2013, para mais de 130 mil em 2016. A Ilha dos Gatos em Fukuoka é considerada um dos maiores pontos turísticos para amantes dos felinos


Na ilha há diversas placas de “não alimente os gatos” ou “não ultrapasse” escritas em inglês e chinês.
O cais da ilha é muito visitado pelos amantes da pesca. Já os visitantes que não gostam da atividade costumam visitar o “Shima no Eki – Ainoshima”, localizado perto do porto de pesca.

O local vende peixes frescos, secos e em conserva, além de lembrancinhas de felinos. O refeitório serve refeições de sashimi e champon de frutos do mar. O segundo andar serve hambúrgueres de peixe para a apreciação dos visitantes.


Para promover ainda mais o turismo local, a prefeitura preparou um comercial ao som de “Shape of You”, do cantor Ed Sheeran. “Tenho a impressão de que estão aumentando as visitas de turistas após a publicação (do vídeo)”, disse Saki Ida, 26, do departamento de administração política do bairro.

Fonte: Portal Mie

11/18/2017

Off-topic - Transporte no Japão

Se tem uma civilização oriental que me encanta é a japonesa. A pena é que eles matam baleias e mesmo com o mundo inteiro pedindo, eles mantem o que chamam de "tradição".... é, porque a alegação de "pesquisa científica" foi recentemente desmentida.

Gosto deles porque são organizados, inteligentes e pensam no coletivo, sempre. Os filhos são criados para servir a pátria. Respeitam os idosos e são trabalhadores. Eu também sei que nada é perfeito, mas, gosto de gente limpa, trabalhadora, educada e inteligente.....  Vejam dois vídeos que me encantaram. Torço para que, numa hora em breve, parem de matar as baleias....

Transporte no interior do Japão

Como funciona um trem no Japão

11/09/2017

Impaciência de Trump com as carpas no Japão chama atenção nas redes sociais

Estou publicando a matéria e queria que vissem o vídeo para ver se é o que percebi... sei não... Acho o Tump uma caquinha, mas, sei não.... reparem...
----------
Gesto impaciente de Donald Trump com as carpas ocorreu durante visita a Tóquio, quando o líder norte-americano estava acompanhado do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe De pé, Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe começaram a jogar pequenas porções da comida, que estava em caixas de madeira, em uma lagoa repleta de carpas koi coloridas, no palácio de Akasaka


Fotografias e vídeos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, jogando um pacote inteiro de comida para peixes em um lago de carpas japonesas provocou uma 'festa' nas redes sociais nesta manhã de segunda-feira (6/11). O gesto, visto como impaciente, ocorreu durante a visita do líder norte-americano a Tóquio, no segundo dia da turnê por cinco países na Ásia. 

De pé, Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe começaram a jogar pequenas porções da comida, que estava em caixas de madeira, em uma lagoa repleta de carpas koi coloridas, no palácio de Akasaka. Rapidamente os animais começaram a se aglomerar no local onde caía o alimento. Pouco depois, Trump aparentemente perdeu a paciência com o método e virou de uma vez só na água todo o conteúdo da caixa.

Shinzo Abe observou a cena com um sorriso discreto, assim como as mulheres vestidas de quimono ao lado de Abe e de Trump. Já o secretário de Estado Rex Tillerson mostrou surpresa com a atitude de Trump com as carpas, mas acabou rindo da situação. Em seguida, Trump e Abe acenaram e deixaram o local junto com a comitiva que os acompanhava.


Vários repórteres que acompanhavam o momento fizeram imagens e vídeos, e a ação de Trump logo causou polêmica na internet. No Twitter, o gesto virou motivo de piadas e críticas entre os internautas: "Trump não consegue nem alimentar os peixes de modo correto", ironizou um deles. 

Outro manifestou preocupação com o modo como o presidente dos EUA tratou os animais. "Trump, essas são as carpas imperiais. Peixes não sabem a hora de parar de comer, por isso tem que alimentar aos poucos senão... morrem", escreveu. Um internauta brincou: "É muito protocolo para a paciência de Trump."

Outras filmagens feitas no palácio de Akasaka mostraram que, mesmo que não tenha tido delicadeza e o mínimo de traquejo para alimentar os animais de forma calma, Trump seguiu a liderança de seu anfitrião. Segundo o jornal britânico The Guardian, houve especulações de que um empregado do palácio teria sido designado em seguida para limpar a 'bagunça' no lago assim que Trump e Abe saíram.

Morte por excesso de comida
A grande coleção de carpas koi do palácio já foi vista por uma sucessão de líderes mundiais, incluindo Margaret Thatcher. Nenhum, no entanto, foi tão impaciente com o cardume quanto Trump. Mas o erro na alimentação de peixes não foi cometido apenas pelos líderes em Tóquio. Especialistas destacam que a sobrealimentação é o erro mais comum de criadores de carpas, o que pode levar os animais à morte. O despejo de grande quantidade de comida no criadouro das carpas provocam queda expressiva na qualidade da água, a deixando tóxica para os peixes.

Fonte: Correio Brasiliense

11/05/2017

Mulher é indiciada por soltar 4 guaxinins na floresta

Modéstia às favas, como dizem algumas "otoridades" (risos...), mas, fui a autora da sugestão de inclusão do art. 31 da Lei de Crimes Ambientais por causa disto. As pessoas não tem noção do prejuízo ao ecossistema local quando faz uma besteira desta... O mais triste é saber que este artigo nunca é usado.... já viram algum fazendeiro preso por soltar javali nas matas? então.....
--------

Por soltar 4 guaxinins, uma pessoa foi indiciada pela primeira vez na história do Japão, por infringir a legislação sobre animais exóticos específicos.

Depois de criar 4 guaxinins sem a devida permissão, a mulher acabou soltando os animais na floresta. Nesta terça-feira (31), autoridades da Divisão do Meio Ambiente da Polícia Metropolitana anunciaram que ela foi indiciada. A encaminhada para a promotoria é uma arubaito de 43 anos, residente em Tondabayashi (Osaka). Ela foi indiciada por ter soltado 4 guaxinins na floresta. Isso feriu a lei que protege os animais exóticos específicos.

O guaxinim é um animal de origem norte-americana. Quando ele é jogado na mata como ela fez, pode desenvolver um temperamento áspero e selvagem. Isso traria sérios danos à agricultura, por isso é especificado sob a proteção dos animais exóticos vindos do exterior.

4 guaxinins apareceram no armazém
Ela é suspeita de criar os guaxinins no armazém e na sua casa, no período de meados de março deste ano a 14 de setembro. Não tinha autorização do governo e, ainda por cima, os soltou na floresta em setembro.

Segundo a Divisão do Meio Ambiente, em meados de março, os 4 filhotes apareceram no armazém da empresa onde ela trabalha, na cidade de Sakai (Osaka).

Em abril ela teria levado os guaxinins para sua casa. No final de agosto, a divisão recebeu denúncia sobre eles. Ela foi convocada para uma audiência em setembro e recusou.

Logo depois da convocação, no dia 14 desse mês, ela soltou os bichos na floresta próxima a Taishi (Osaka). “Fiquei com pena deles, sob risco de serem exterminados. Levei para casa, mas sem autorização para criá-los, achei melhor soltá-los”, declarou a mulher que diz gostar de animais.

FONTE: portalmie

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪