RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador Ipanema. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ipanema. Mostrar todas as postagens

11/16/2017

Baleia aparece morta na Praia de Ipanema

Gente, que pena ver esta grandona morta.... Agora, a incompetência da administração da Crivelândia é tão grande que até a noitinha ainda não haviam recolhido o animal..... Vocês não tem ideia do quanto a prefeitura do rio está bagunçada....
------------
Jubarte surgiu entre os postos 8 e 9 e atraiu muitos banhistas curiosos. Animal será enterrado em Seropédica e ossada usada para estudos

Rio - Uma baleia jubarte apareceu morta no mar da Praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta-feira. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o animal surgiu entre os postos 8 e 9. Equipes do Corpo de Bombeiros, Capitania dos Portos, Comlurb e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) estão no local e se mobilizam para a retirada do mamífero.

A baleia adulta estava longe da faixa de areia, mas foi se aproximando da arrebentação por conta da correnteza. Ela foi avistada por banhistas por volta das 6h, que acionaram as autoridades. Ainda não se sabe a causa da morte do mamífero, que morreu há mais ou menos uma semana e está em estado de decomposição.


De acordo com a Comlurb, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) orientou que a baleia seja removida por terra. Segundo o Inea, a retirada do animal por mar poderia causar transtornos para as embarcações.

A Comlurb informou ainda que, a jubarte será removida a noite para não atrapalhar os banhistas. Para a retirada do animal será usados um guindaste, duas escavadeiras e uma carreta. Após a retirada, mais de 15 garis farão a retirada de possíveis resíduos do animal, deixados na praia. Os restos mortais da baleia serão levados para o Centro de Tratamentos de Resíduos (CTRio-Rio), Seropédica, onde será enterrado. Posteriormente, seus ossos serão doados para uma instituição de ensino que estuda animais marinhos. Durante a retirada do animal de Ipanema, a Guarda Municipal fechará algumas ruas. 


"As equipes vão fazer a avaliação da causa da morte. A baleia já está em estágio avançado de decomposição, é importante que as pessoas não toquem nesse animal e nem entrem no mar aqui perto. A gente ainda não sabe a causa da morte e isso pode afetar na vida do banhista. É comum esse tipo de baleia aparecer na costa brasileira entre julho e agosto vindo do atlântico sul para reproduzirem por aqui", disse Rafael Carvalho, biólogo da Faculdade de Oceanografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Muitos curiosos se aglomeraram para ver o mamífero, mas alguns evitar ficar perto da área próxima de onde ele encalhou. "Eu não entrei aqui no mar. Fiquei com medo de acontecer alguma coisa comigo e minha filha, então fomos para o posto 10. Não quero correr o risco de minha filha pegar alguma doença", disse a publicitária Graziela Camargo, de 38 anos, que estava com a filha Júlia, de 10 anos.

Fonte: O Dia

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪