RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Mostrando postagens com marcador China. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador China. Mostrar todas as postagens

1/14/2019

Licor de osso de tigre para financiar a proteção da espécie? Sim, na China

Eu não tenho mais palavras pra expressar todo meu desprezo por países asiáticos e em especial da China.... Que gente fria e insensível!!!!! A esperança de mudança é graças aos jovens que estão tendo uma visão muito mais consciente da vida animal e do meio ambiente.
----------------
A proteção da vida animal selvagem tem melhorado na China, mas a maneira como

1/11/2019

O triste massacre dos cavalos-marinhos do qual ninguém fala

Aproveitando, queria que conhecessem o Projeto Hippocampus que trabalha aqui no Brasil (Ceará) pela preservação destes seres incríveis que fazem parte de uma esplendida natureza....
------------
Eles são uma espécie em extinção e ainda assim continuam a ser capturados, secos ao sol e ralados. Estamos falando sobre o cavalo-marinho, um dos animais mais fascinantes do mundo, e que é morto e

1/10/2019

O horror por trás dos pincéis para barba e maquiagem: animais espancados

Gente, como os povos asiáticos são frios e cruéis não? Chineses e a cambada toda da Ásia fazem do sofrimento animal sua fonte de vida... Deus meu, me responde, por favor: pra que o mundo precisa de gente tão ruim? porque deixa solto os demônios aqui neste planeta Terra?
--------------
Capturados ilegalmente, trancados em pequenas gaiolas superlotadas e depois mortos a marteladas. Este é o destino de muitos texugos (Meles meles) denunciado

12/23/2018

Circo na China obrigada animais a lutar para entreter platéia

Se é da China, tem crueldade contra animais..... Minha Santa, fala pra mim: "Ele" não costuma ir naquele país, não? Os demônios moram lá? "Ele" não dá um jeito nisto porquê?
--------------
Ativista francês capta imagens de abuso; Animais também performavam giros no ar, em arcos e caminhavam em duas patas.

11/19/2018

Cães abandonados, de raças proibidas e de estimação são apreendidos e mortos violentamente na China

Gente, veja o que o radicalismo traz como consequência. O autor da agressão que provocou toda esta desgraça (dono dos cachorros) está completamente errado porque seu cão pentelhinho foi mexer com uma criança que estava quieta andando na rua com sua mãe e irmão. Pô, se as pessoas tem medo, temos obrigação de tirar o cachorro. Daí ele partiu

11/16/2018

Crocodilo fica ferido após visitantes de zoo atirarem pedras para saber se ele 'era real'


China... sempre China... eita povinho do demônio.... só livro a cara dos nossos companheiros de luta pelo direito animais e os simpatizantes.... O resto é tudo filho do demo!!!!! alguém discorda? que povo frio e insensível.....
----------------
Crocodilos costumam ficar imóveis por um

11/14/2018

Imagens mostram "prisão de baleias" que explora os animais na Rússia

Humano é podre mesmo..... Explorar animais para diversão é algo que não entra na minha cabeça.....E a venda pra onde é? China, é claro!!!!! Deus meu, tira estes pensamentos cabeludos da minha mente.... mas, que dá vontade de explodir aquilo lá, ah, dá.... né não?
------------------

11/01/2018

O “elixir milagroso” chinês que ameaça burros por todo o mundo

Deus que me perdoe, mas, os asiáticos são frios demais.... não tem sentimentos.... Se bem que o movimento de proteção animal na China e em outros países estão trabalhando muito. É um trabalho difícil e injusto pela quantidade destas pessoas filhos do demônio..... Burros estão sendo mortos adoidado pelo mundo afora, incluindo o Brasil.
----------------
Chama-se ejiao e é apresentado como um

9/15/2018

Associações de defesa dos animais preparadas para impedir touradas em Macau

É uma desgraceira danada..... Ô raça de humanos que não tem a mínima compaixão pelos animais.... Imagine a volta de touradas na China nesta cidade maldita onde fazem, também, festival de carne de cachorro como Yulim.... Pior saber que o tal Bolsonaro acha touradas um evento excelente para atrair turismo...... Jesus, nos salve deste e dê muita força para nossos companheiros lá em Macau.....
------------

6/23/2018

FESTIVAL YULIN: Começou o evento que mata milhares de cães na China para comer

Infelizmente, anteontem, começou o maldito festival de carne de cachorro na cidade de Yulin. Matérias rodam pelos jornais importantes mundo inteiro, mas, infelizmente sem nenhuma mudança. As autoridades alegam que como não é um "festival" registrado, eles não podem fazer nada..... pode isto? tem desculpa mais idiota já que o evento rola pelas ruas? fala sério........

Estou publicando ao final várias matérias sobre o assunto e quero destacar, mais uma vez, a exposição do Fábio Chaves (Vista-se) que considero um orgulho de trabalhador pela causa animal e veganismo. Parabéns e muita força!!!!!!!
=============
Por mais um ano, a cidade de Yulin, na China, fará o Festival da Carne de Cachorro. Durante esse festival, que vai de quinta-feira (21) até sábado (30), de 10 a 15 mil cachorros serão mortos e consumidos em espetinhos de carne, sanduíches, sopas e outras preparações.

O festival é uma agressão à cultura ocidental que trata cachorros e gatos como animais de estimação, mesmo dizimando outras espécies como bois, porcos, frangos e peixes. É sobre todas essas tradições e contradições que trata o vídeo desta semana em nosso canal no YouTube.

O canal do portal Vista-se no YouTube (inscreva-se) tem o apoio do Prime Dog (Facebook) e da Loja Vista-se (loja on-line).


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
=============
Vejam o vídeo dos manifestantes na porta do consulado da China em Sampa. Sobre aquela petição MILHARES de brasileiros assinam PELO FIM do Festival Yulin de Carne de Cachorro os funcionários se negaram a receber, novamente.

6/20/2018

DESTRUIÇÃO DE HABITAT: Leopardo ferido entra em vilarejo atrás de comida e assusta moradores na China

O lindão teve sorte de ser resgatado antes que a população o matasse .... Estão sentindo na pele a destruição do meio ambiente dos animais, donos das florestas.... tanto na China quanto na Índia..... países onde humanos nascem como ratos... nascem sem condição nenhuma de sobreviver ou fazer alguma coisa de boa para o planeta.....
---------------
Animal foi resgatado por oficiais do Departamento Florestal depois de procurar alimento no vilarejo; ele não atacou ninguém e está sendo tratado. O leopardo foi capturado por oficiais do departamento florestal e será solto após passar por tratamento

Um grande leopardo, que apresentava um machucado na região dos olhos, se perdeu e acabou em um vilarejo no contato de Xinlong, no sudoeste da China. Segundo informações da emissora NDTV , o animal teria chegado ao local em busca de alimentos e não atacou ninguém.

O caso aconteceu na última terça-feira (12) na província de Sichuan, onde os moradores foram surpreendidos pela presença do leopardo . Ele foi visto rosnando para as pessoas e também causou danos a uma propriedade, mas logo as autoridades foram chamadas para lidar com a situação.

Dez oficiais do Departamento Florestal da região atuaram para capturar o mamífero, que agora está sendo tratado por veterinários e será liberado na natureza assim que receber alta médica, como explicaram as autoridades responsáveis pelo caso.

Casos de interação entre humanos e felinos têm se tornado cada vez mais frequentes na China e em outros países asiáticos, como a Índia. As causas para tais situações são diversas, mas especialistas avaliam que o avanço da ocupação humana no habitat natural dos animais faz com que o contato seja mais provável, assim como uma série de fatores que levam à diminuição da oferta de alimentos nos locais onde os mamíferos vivem.

Ataques de tigres na Índia
Essas situações deixaram uma região da Índia em alerta quando diversos ataques de tigres deixaram ao menos 22 pessoas mortas , em um ano, no distrito de Lakhimpur Kheri. De acordo com o portal  Daily Mail , a localidade fica próxima de florestas declaradas reservas ambientais em 2014, o que tem aumentado o número de felinos na região.

A situação é considerada um impasse nacional: mais de 22 pessoas foram mortas e, em contrapartida, as autoridades explicam que a criação das reservas foi a responsável por dobrar a população de animais ameaçados de extinção .

O governo decidiu pagar um milhão de rúpias (cerca de R$ 50 mil) para as famílias das vítimas mortas fora das reservas, mas os moradores reclamam da ineficiência dos guardas florestais, que não conseguem conter a situação.

Para especialistas, as mortes só serão controladas com um melhor planejamento das medidas florestais: com a criação de “corredores verdes”, por exemplo, para que animais como os tigres possam se movimentar, isso evitaria o contato com os humanos da região. No caso do  leopardo  na China, ninguém ficou ferido além do animal, que já apresentava ferimentos.

FONTE: ultimosegundo

6/17/2018

PELES - Burros africanos ameaçados de extinção

Temos falado muito sobre os burros que são esfolados quase vivos para serem vendidos na China. Isto acontece no mundo inteiro. Já falei aqui que precisamos acompanhar nos "interiores do Brasil" se esta máfia não está agindo aqui. Aqueles abatedouros na Bahia que matam burros precisa ser investigado.... Seria o fio da meada de uma investigação saber os compradores do couro de burro deles..... Vejam algumas postagens que já fizemos a respeito: 
2 - Burros espancados até à morte para uso em medicina tradicional chinesa -
3 - Chineses correm o mundo atrás do couro de burros
4 - Procura na China ameaça sobrevivência de burros em África
==============

O roubo e contrabando de burros em várias partes de África está a colocar esta espécie em perigo.
Burros roubados, abatidos e esfolados, tudo por causa da pele pois conteria um ingrediente essencial utilizado na medicina tradicional chinesa e muito procurado pelas mulheres para o tratamento de problemas de saúde que vão desde dores menstruais até problemas de sono.

"Vendemos todos os produtos feitos com gelatina de burro. Eles são produzidos pela companhia de gelatina Dong'e e o principal alvo são as mulheres mas também é bom para os rins dos homens. Enriquece o sangue das mulheres também", afirma uma vendedora chinesa na localidade de Dong'e, localidade chinesa na província de Shandong.

Em apenas uma década, a população de burros na China caiu para metade, são agora 5,5 milhões. A oferta não satisfaz a procura daí a necessidade de recorrer a África. Para as comunidades locais, isto representa um problema que é agravado pelo aumento do roubo e contrabando destes animais. Isto apesar de 14 países africanos já terem proibido a exportação de peles de burro.

"Outro problema é que os burros são animais que levam muito tempo para reproduzir. A gravidez demora um ano e do nascimento até atingirem a idade de reprodução são quase três anos", adianta o veterinário Calvin Solomon Onyango, gestor de programa do Santuário dos Burros no Quénia.

Neste santuário para burros no Quénia, a solução é simples. Há que proibir totalmente o comércio em peles de burros antes deste espécie entrar em extinção no continente, ou mesmo a nível mundial.

FONTE: euronews

6/15/2018

CRUELDADE: Yulin - Chinês tenta ferver o cão vivo após arrancar seu pelo

O maldito Festival de Yulin começa semana que vem...... POR FAVOR, dê um minuto de sua vida e assine uma das inúmeras Petições para o fim de tamanha crueldade que acontece na China dos Horrores!!!!!! Cliquem no título abaixo:

================
Aviso: Não assista se você não consegue lidar com a tortura animal! 
Depois de ser banhado em água fervendo para tirar o pelo, o cão é colocado em uma bacia de cabeça com água fumegante para afogá-lo. O cão então salta e tenta fugir, tropeça e os homens riem disso. O cachorro corre para um beco gritando em agonia. Verdadeiramente a humanidade no seu pior estágio de podridão....

Fonte: Liveleak

Os malditos tiram os pelos dos animais na base da água fervendo na panela. Depois afogam ou dão paulada..... Eles não matam antes porque alegam que o sofrimento do animal faz ele ficar com a carne macia..... Quem pode com tamanha crueldade?
Veja o vídeo  AQUI.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Por FAVOR, assinem, também, a PETIÇÃO DA Humane Society International  que tem trabalhado muito a respeito. É URGENTE porque eles vão entregar pessoalmente ao governador da cidade de YULIN.

6/13/2018

URGENTE: Festival de Yulin começa este mês. Vamos tentar salvar os cães e gatos

PETIÇÃO . Assinem, por favor, lembrando que o Festival que mata mais de 30 mil animais da forma mais cruel do mundo, começa na semana que vem:


Sou ativista pelos direitos animais, sou vegana e moro em São Paulo. Há um festival na cidade de Yulin, na China, em que comerciantes locais matam milhares de cachorros para vender suas carnes aos visitantes.

Esse festival terrível tem que parar. E nós, brasileiros, queremos ter a nossa voz ouvida. Em 2017, o governo chinês anunciou medidas contra vendedores de carne de cachorro, como multas. Mas desistiu pouco antes do Festival de Yulin.

Ativistas estimam que até 15 mil cães são mortos para o Festival de Yulin, que acontece desde 2009. Foi só com a pressão da sociedade que o governo da China cogitou se mexer, em 2017. Precisamos manter a pressão neste ano!

Pela Nação Vegana Brasil impulsionaremos este abaixo-assinado. Junte-se a nós, assine e compartilhe esta petição!

Nosso objetivo é fazer uma grande campanha, com milhares de assinaturas, E ENTREGAR NA EMBAIXADA DA CHINA NO BRASIL na segunda semana de junho, antes da realização do festival.

Vamos mostrar que estamos indignados! Queremos que o Governo da China se comprometa com os direitos animais. Respeitamos o povo e a cultura da China, mas entendemos que há muitos chineses que também são contra o Festival Yulin, como mostra esta reportagem

Leia este trecho da matéria: "Cada vez mais chineses estão em campanha para proibir a festividade anual realizada no solstício de verão". Vamos nos unir aos que são contra o Festival Yulin! Espero que ativistas de outros países fiquem inspirados pela nossa ação e também criem campanhas em seus países!

Se não abrir, clique em: Facebook

6/06/2018

REJEIÇÃO MUNDIAL: Bílis de urso usada na medicina tradicional chinesa é alvo de reprovação

É de uma crueldade sem tamanho a exploração destes animais pela China. Ainda bem que ao menos, um país asiático vai proibir isto.....
---------------
O comércio da bílis de urso fatura milhões por ano no leste asiático. O Vietname vai acabar com a barbaridade que fazem aos animais, mas a China nem quer ouvir falar disso

A indústria da bílis de urso tem os dias contados no Vietname, mas noutros países da Ásia de leste, como a China e o Japão, o negócio fatura milhões todos os anos.

Falar da utilização de bílis de urso é tão invulgar como outras idiossincrasias destes países, cuja cultura difere muito da ocidental. Mas falar de maus tratos a animais é tema universal. Nestes países existem quintas de ursos cuja única finidade é a extração da bílis dos animais para ser vendida como cura para as hemorroidas ou a ressaca, por exemplo.

Os animais são mantidos em jaulas, demasiado pequenas para que se consigam mexer alguém de poucos centímetros, e persistem num estado apático devido aos medicamentos que lhes dão. De poucos em poucos dias, são sedados e é-lhe injetada uma agulha na vesícula biliar para lhes extrair a bílis.

Mais de 20 mil ursos, segundo a reportagem do The Washington Post, são mantidos nestas condições, no leste da Ásia, para satisfazer “as necessidades” de quem vive obstinado com os poderes mágicos dos produtos feitos a partir de animais exóticos.

Se, no ano passado, o governo do Vietname se comprometeu a acabar com as quintas de ursos até 2022, através de um protocolo assinado com a Asia Animal (associação de defesa dos animais), já na China o caso muda de figura. Os cerca de 10 mil ursos, mantidos por 70 produtores, têm muita procura, e a extração de bílis continua a ser legal.

A estranha ideia de tirar bílis começou na chamada Dinastia Tang, à volta do ano 650, mas só nos anos 1980, na Coreia do Sul, começaram a existir as quintas de ursos que rapidamente se expandiram a outros países. Alguns estudos dizem que o ácido da bílis tem benefícios médicos na dissolução de cálculos biliares ou no tratamento de algumas doenças do fígado, assim como algumas propriedades anti-inflamatórias e anti microbianas. A crença popular também diz que um pouco de bílis misturada com vinho de arroz trava as ressacas

No Vietname, o governo proibiu a caça furtiva de animais selvagens, em 1992, mas permitiu que a criação de ursos continuasse – embora se soubesse que a indústria continuava a ser mantida através das populações selvagens. Mas o interesse pelo produto começou a decrescer e houve pressão da população para que terminasse de vez.

Já na China, quando, em 2006, uma carta do Parlamento Europeu a pedir ao governo chinês que acabasse com agricultura da bílis, fez efeito boomerang. Nada aconteceu. “O governo chinês tem um péssimo hábito: quando percebem que alguma coisa está errada, mudam-na, a não ser que isso seja apontado por estrangeiro”, refere, ao The Washington Post, Toby Zhang, um ativista chinês que luta há 10 anos pelo fim destas quintas. Aliás, cientistas da Shenyang University criaram uma alternativa sintética à bílis de urso, mas as autoridades nunca aprovaram a sua utilização.

FONTE: visao.sapo.pt

5/24/2018

Imagens denunciam coletes feitos de pele de gato em mercado chinês

Coletes feitos com pele de gatos foram vistos sendo vendidos em mercado de rua na China. Itens cruéis como patas de tigres também foram encontrados à venda

Coletes feito de pele gato foram registrados sendo vendidos abertamente em mercados de rua na China. Imagens chocantes revelaram a maldade desses mercados que, além de torturar e matar gatos para fabricarem e venderem roupas, comercializam também garras de tigres, chifres de antílopes ameaçados e filhotes presos em pequenas gaiolas.

Localizados na cidade de Hohhot, capital da Mongólia Interior, na China, esses mercados tradicionais vendem os produtos cruéis com um rótulo ao lado que diz: “Pele de gato de verdade, não as toque se você não quiser comprar”.

Fotos e vídeos dessa prática cruel sendo vendida no mercado aberto são chocantes.


Elisa Allen, diretora de Pessoas por Tratamentos Ético dos Animais (PETA) do Reino Unido, disse ao The Daily Mail: “Todos os anos, na China, incontáveis ​​gatos – alguns ainda usando coleiras – são sequestrados para serem enforcados, sangrados até a morte ou estrangulados, para que suas peles possam ser usadas para casacos e bugigangas, algumas das quais certamente são exportadas para outros países”.

A Mongólia Interior, que é uma região autônoma na China, vende também peles de raposa, marmota, veado, garras de tigre e até cabeças de urso, nos palcos de crueldade que são os mercados de rua. Cães também são mortos por suas peles e couro na China, o maior exportador mundial de peles.

Próximo às barracas do mercado, há pet shops com filhotes de cachorros presos em gaiolas minúsculas e superlotadas. Alguns são forçados a ficar em cima de grades de metal que são instáveis ​​para suas patas, que caem com fezes recolhidas em uma bandeja abaixo. O mal cheiro é devastador.

A PETA Ásia descobriu um mercado de couro de cachorro similarmente horrível na China, onde cachorros são espancados até a morte com paus e sua pele é transformada em luvas, que são propositalmente rotuladas incorretamente e enviadas para a Europa e os Estados Unidos para comercialização”, denunciou a diretora da PETA, que aconselha que o público que se sensibilizar com tamanha crueldade abandone a compra de produtos e itens de pele ou couro.

FONTE: anda

5/04/2018

FIDELIDADE: Cachorro fica em estação, todo dia, esperando dono voltar do trabalho

Cães são cães... amados cães..... como compreendo os cães..... aliás, todos nós, né mesmo? Só fiquei preocupada ser na China..... será que ninguém vai pegar o pobrezinho não? Gente amiga, eu não confio na segurança de um animal na rua em nenhuma situação onde humanos trafeguem....
-------------
Cachorro fica em estação por 12 horas, todo dia, esperando dono voltar do trabalho
Animal vive na China e tem comovido usuários de redes sociais
O cão Xiongxiong, de 15 anos, fica diariamente deitado próximo à entrada de uma estação de metrô na China, esperando o dono voltar do trabalho 

PEQUIM - Um cachorro idoso e muito fiel têm emocionado a China: o animal espera pacientemente do lado de fora de uma estação de metrô todos os dias até que seu dono volte do trabalho.
O site "Pear Video", popular na China, compartilhou um vídeo de Xiongxiong (o que quer dizer "pequeno urso") no final de abril, e, desde então, ele já foi visto mais de 10 milhões de vezes. Filmado na cidade de Chongqing, no sudoeste do país, o vídeo também fez muitos internautas pensarem criticamente sobre suas próprias ideias de lealdade.

O vídeo explica que Xiongxiong, um cachorro de 15 anos de idade, não tem coleira e não fica amarrado na saída da estação. Ele simplesmente se senta no chão na entrada do metrô todos os dias e espera por cerca de 12 horas até que seu dono volte. O dono, que não teve o nome revelado na filmagem, diz que cuida de Xiongxiong há cerca de oito anos. — Ele sempre foi assim — diz.

Os moradores do entorno da estação de metrô se surpreendem com a rotina do cachorro. — Ele não come nada que você dê a ele. Ele aparece por volta das 7 ou 8 horas todos os dias, quando o dono dele vai trabalhar ... e ele espera, ele apenas espera muito feliz — conta um dos moradores.

O jornal "South China Morning Post", de Hong Kong, afirmou que muitos usuários de redes sociais começaram a fazer viagens para visitar o "cachorro-celebridade". Ele provou ser tão popular que milhares de usuários do microblog Sina Weibo fizeram postagens usando hashtags relacionadas a ele.

Fonte: O Globo - China Daily

4/29/2018

INCRÍVEL: Esta família dedica tudo ao cuidado de 3.000 cães sem lar em Taiwan

Gente do Céu, quando é pra malhar "nóis malha", mas, quando é para elogiar o povo asiático de bom coração, temos obrigação de noticiar com grande destaque.... Como sempre falei aqui, nossos companheiros de luta pelo direito dos animais naqueles países da Ásia, são uns heróis porque é uma luta muito pesada. São lutas terríveis que eles enfrentam!!!! Axé para estes companheiros e que muita luz energizem seus caminhos idealísticos. Entrem no link da matéria para verem todas as fotos incríveis e visitem o facebook da ONG que faz um trabalho inacreditável de tão bom!!!!!
--------------- 
Esta família de Taiwan, dedicou tudo para cuidar de 3000 cães desabrigados. O Santuário da Sra. Hsu funciona há cinco anos 
Não há dúvida de que esta cena parece sonho para os amantes de cães: mais de 3.000 cães de todas as formas e tamanhos, com beijos incontáveis, licks e wiggles sendo oferecidos para adoção durante todo o dia. Mas em um abrigo de animais em Taiwan, é uma realidade.

No Santuário da Sra. Hsu , um abrigo familiar aberto há cinco anos, os cães superam as pessoas. Porque a população passou a abandonar os cães no país, a família Hsu lentamente começou a hospedar uma pequena população de cães desabrigados e esse número continuou a crescer até que, finalmente, um bom samaritano doou uma grande facilidade para servir como um abrigo adequado . Agora mais de 3.000 cães vivem lá enquanto esperam por sua casa para sempre.

Como muitos voluntários que dedicam incontáveis ​​horas aos cães, Angel Wang começou a se voluntariar no abrigo há quatro anos, porque ela também percebeu quantos cães em sua comunidade estavam desabrigados. "Eu realmente amo cachorros, mas especialmente cães de rua. Porque há tantos, o nosso refúgio se tornou o maior em Taiwan ".

Em fevereiro passado, Taiwan tornou-se o primeiro país da história a proibir a eutanásia de cães sem lar como meio de controle populacional. Abrigos como o Santuário da Sra. Hsu estão se concentrando mais em programas castrados e neutros, uma mudança bem-vinda que esperançosamente aumentará a conscientização sobre a reprodução.

A maioria dos cães do abrigo chegou perdida, mas muitos foram resgatados de acidentes de trânsito ou armadilhas por fazendeiros para manter os animais longe das plantações. Geralmente, eles acabam pegando cães inocentes no processo. "Temos um veterinário em nosso abrigo, mas se o cão tiver uma lesão crítica demais, será levada para um hospital de animais local. Temos vários cães com pernas perdidas ou paralisia nas patas traseiras. "

Além de uma variedade de funcionários em tempo integral e voluntários, o abrigo também tem um colaborador especial que constrói cadeiras de rodas customizadas e de baixo custo para qualquer cão que precise delas. Além de cuidados veterinários, o abrigo também oferece uma sala de banheiro em grande escala, um quarto noturno para os cães dormirem e uma sala especial apenas para gatos.

Como muitos dos cães estão perdidos e estão acostumados com a companhia de outros cães, eles costumam passar o dia no "parque", o que lhes dá a oportunidade de brincar um com o outro e dar um passeio com os voluntários. Angel gosta especialmente do tempo que passa com cada um dos cães, e até conheceu sua melhor amiga no processo. 

Um dia, em dezembro de 2015, Angel viu uma cadela cinzenta e peluda, de aparência doce, que acabara de ser levada ao abrigo. "Ela foi imediatamente muito gentil comigo e quis sentar no chão e brincar o dia todo. Toda vez que fui voluntário, ela me viu e caminhou ao meu lado pelo resto do dia. Finalmente comecei a chamá-la de Huei Huei, que significa "cinza". Os meses passaram e, em seguida, o tempo que Huei Huei passou no abrigo tornou-se anos. Mas Angel continuou a prestar atenção especial a ela e, em março de 2017, ele a levou oficialmente para casa. "Ela tocou meu coração. Nós nos tornamos bons amigos ".

O número de cães excede em muito os funcionários e voluntários, as pessoas na comunidade trabalham o dia todo para cuidar dos cães e são totalmente financiadas por doações de pessoas locais que acreditam em sua missão. "Eu amo estar com cães e vê-los felizes", disse Wang. "Os sorrisos deles são minha parte favorita."

Mais informações: Facebook

Fonte: Notas de Mascotas

4/27/2018

Médico chinês passa 3 meses preso por dizer que vinho com osso de leopardo não cura doenças


Vejam o que um profissional progressista passa na China. 
-------------
Recentemente, um jovem médico chinês foi libertado depois de passar três meses na prisão por alegar que uma determinada marca de vinho medicinal era tóxico e não podia curar doenças cardíacas e artrite, como alegava o fabricante. Tudo começou em dezembro passado, quando o médico de Guangzhou, Tan Qindong, publicou um pequeno artigo sobre a plataforma de mídia social chinesa Meipian, afirmando que o popular vinho medicinal Hongmao não era apenas tóxico, mas também ineficaz no tratamento de doenças cardíacas graves e artrite.

Seu post aparentemente atraiu muita atenção, já que a Hongmao logo entrou com uma ação de difamação contra o médico de 39 anos, alegando que ele havia "desacreditado maliciosamente" a reputação da marca e causado perdas financeiras significativas de 1,4 milhão yuans (770 mil reais).

Em 10 de janeiro de 2018, o desavisado Dr. Tan foi levado de sua casa em Guangzhou pela polícia, para a Mongólia Interior, onde o fabricante de Hongmao está baseado, a 2.300 km de distância, e jogado na cadeia sem ser ao menos julgado.

De acordo com um documento policial, a Hongmao reclamou que o artigo do médico, intitulado "O licor farmacêutico mágico chinês é uma substância tóxica do céu", foi amplamente compartilhado on-line e resultou no pedido de restituição de dois distribuidores farmacêuticos e sete revendedores de vinho medicinal. A polícia considerou o artigo uma prova clara de difamação, então o prendeu. Simples assim.

O Dr. Tan Qindong passou três meses em uma prisão a milhares de quilômetros de distância de casa, e só foi liberado na semana passada, depois que notícias de sua prisão se tornaram virais, provocando polêmica nas mídias sociais chinesas. Advogados, médicos e agências estatais de notícias começaram a perguntar como uma empresa conhecida por exagerar as alegações de publicidade poderia convencer a polícia a prender alguém simplesmente por questionar os benefícios de seu produto.

O vinho medicinal de Hongmao é o principal produto de exportação do condado de Liangcheng, na Mongólia. Ele contém 67 ingredientes vegetais e animais, incluindo ossos de leopardo, e supostamente alivia doenças como dores nas articulações, rins frágeis, fraqueza e anemia em mulheres, bem como ajuda a curar doenças cardíacas. No entanto, isso é apenas de acordo com as teorias da medicina tradicional chinesa, e não foi cientificamente comprovado.

O Dr. Tan foi recentemente libertado da prisão devido a pressões da mídia e do público em geral, mas a investigação ainda não terminou, e seu advogado disse que há a possibilidade de que ele seja preso novamente. Em uma entrevista que deu recentemente, o médico de 39 anos falou sobre o pesadelo de ser preso, mas também deixou claro que não se arrepende de ter escrito o artigo sobre o vinho Hongmao.

- "Honestamente, esse local não era para humanos. Todos os dias eu dormia ao lado do banheiro, todos os dias comia dois pedaços e meio de pão cozido no vapor. Não havia banho de sol, nada...", disse o Dr. Tan sobre sua prisão, acrescentando que chegou a considerar o suicídio.

- "Foi correto escrever este ensaio", disse ele. - "Você deve falar a verdade algumas vezes durante a sua vida e, especialmente, se um médico não falar a verdade e deixar esses anúncios sobre curas milagrosas acontecerem, eles vão causar mais danos ainda a mais pessoas."


Por enquanto, o Dr. Tan Qindong está sendo saudado como um herói, e a Hongmao, a empresa que tentou silenciá-lo, já está sentindo uma reação negativa. Muitas farmácias na China retiraram o vinho medicinal de suas prateleiras para evitar irritar os clientes.

FONTE: mdig

4/20/2018

Mercado chinês ativa tráfico de presas de onça-pintada na Bolívia

Eu fiquei em estado de choque quando li esta matéria..... E o tal candidato Bolsonaro fala que vai liberar a caça...... Socorro, minha Santa das Onças!!!!! ainda mais que é para a China que vai todo este material retirado dos animais.... Gente filho do demo!!!!!
------------
O tráfico de presas de onça-pintada disparou na Bolívia. Trata-se de um negócio lucrativo, que tem como destino o mercado chinês, onde as partes deste felino em situação de vulnerabilidade são usadas como afrodisíacos ou na fabricação de joias.

Em 2014, as autoridades bolivianas começaram a receber informações sobre o contrabando das presas “em troca de dinheiro” no departamento (estado) de Beni (nordeste), explicou à AFP Rodrigo Herrera, assessor da Direção de Biodiversidade de Áreas Protegidas do Ministério do Meio Ambiente e Água.

Segundo especialistas, há fortes indícios que vinculam o auge deste comércio à crescente presença de cidadãos chineses no país. Nos últimos anos, o governo de Evo Morales concedeu obras públicas milionárias a empresas chinesas, modificando radicalmente o fluxo migratório: enquanto em 2011 entraram no país 2.624 cidadãos da China, em 2016 esta cifra saltou para 12.861.

Isto “criou um mercado” e os chineses que já moravam no país “viram este mercado e dispararam as ofertas”, avaliou Herrera. A demanda estimulou a caça de onças-pintadas (Panthera onca), colocando em xeque um dos maiores felinos do mundo. Segundo o especialista, cada presa do animal pode ser comprada na Bolívia por 500 a 700 bolivianos (70-100 dólares), mas chega a ser cotada no mercado regional em 1.700 dólares e na China em até 5.000 dólares.

Mas inclusive o crânio é cobiçado, chegando a valer 10.000 dólares. Os traficantes retiram também a pele e, no caso dos machos, até o pênis.“De cada animal, uma pessoa pobre (generalmente um camponês) pode obter até 2.000 dólares, que é muito dinheiro” em um país onde o salário mínimo equivale a 290 dólares. E o lucro do comerciante “se multiplica várias vezes”, afirma Herrera.

– Assunto diplomático –
Fabiola Suárez, outra especialista deste órgão ministerial, afirmou à AFP que a quantidade de presas que deixaram o país é “alarmante”. Em menos de quatro anos foram interceptados uns 400 dentes, a maioria quando eram enviados por correio para endereços na China. Neste período, a Justiça boliviana abriu 15 processos legais, 11 deles contra cidadãos chineses residentes no país e que se dedicam a atividades de comércio, particularmente de alimentos, segundo dados oficiais.

Até a embaixada da China se viu forçada a intervir: exigiu aos “cidadãos chineses que moram na Bolívia para respeitar e observar estritamente as leis e regulamentos, tanto chineses quanto bolivianos, contra o tráfico ilegal de animais selvagens”. Os cidadãos estrangeiros “não têm ideia do dano que estão causando”, embora admita-se que os animais também sofrem com os pecuaristas locais, que os matam para proteger seu gado, razão pela qual “o estado de ameaça é muito forte”, disse à AFP a diretora da ONG Fórum Boliviano sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, Patricia Molina.

Para uso como supostos afrodisíacos ou remédios milagrosos contra doenças como asma, câncer ou aids, os ossos de tigre, as escamas de pangolim ou os chifres de rinoceronte alimentam um próspero e milionário tráfico de partes de animais, que põe em risco a sobrevivência de algumas espécies, alertaram recentemente especialistas internacionais em um encontro na cidade colombiana de Medellín. Os dentes de onça-pintada são, além do mais, disputados para uso em joias, sinal de status social.

Segundo estimativas das autoridades, existe na Bolívia uma população de 7.000 onças-pintadas em situação de vulnerabilidade, embora ainda não tenham chegado à condição de “perigo ou perigo crítico”, anteriores à extinção.

O “Libro de la Fauna Silvestre de Bolivia” indica que a Panthera onca também é vítima de outras atividades humanas, como a invasão de seu hábitat natural devido ao aumento de terras para a pecuária ou a agricultura. Um estudo da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) determinou que existem no mundo 64.000 exemplares de onça-pintada, 90% deles na Amazônia. “Se não forem estabelecidos certos controles, pode se desencadear um problema grave” para a sobrevivência deste belo felino, adverte Fabiola Suárez.

FONTE: istoe

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪