RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

10/11/2018

Mulher dá chicotadas em homem que estaria maltratando animal

Olha aqui, este papo de idoso poder fazer o que quer não é bem assim. O "idoso" estava praticando um crime e e mulher apenas reagiu instintivamente diante da covardia do mequetrefe nojento. Ninguém está discutindo ele ganhar a vida explorando o animal, mas, sim o fato dele estar maltratando o animal. Esta gente gosta de passar a mão na
cabeça de criminoso mesmo..... E olha, sou mais velha que ele quase 10 anos e procuro não cometer nenhum crime.... 
-----------------
Um vídeo que mostra uma mulher batendo em um carroceiro, de 63 anos, que estaria maltratando o animal, repercutiu nas redes sociais durante a última semana e chegou à Delegacia do Idoso. O caso aconteceu na rotatória do bairro São Francisco, em São Luís, capital do Maranhão.

A discussão entre os internautas questionava quem estaria com a razão. A mulher teria parado o carro ao ver como o idoso tratava o animal. Nas imagens, ela já está fora do carro discutindo com o homem. Logo após, ela pega o chicote e começa a bater nele. Após a agressão, a mulher entra no carro e vai embora. Assista:


A Promotoria do Idoso alegou que a mulher foi abusiva, já que é preciso levar em consideração o aspecto cultural da profissão. Além disso, solicitou a abertura de um inquérito na delegacia. “Ali tem uma questão social envolvida. É cultural que em nossa região, pessoas tenham esses animais pra transporte de material como meio de subsistência dele e da família. Ao longo da história é comum saber que tem famílias inteiras que sobrevivem através desse tipo de trabalho”, explicou o promotor Augusto Cutrim.

O homem que aparece no vídeo foi identificado como Olegário Castro e trabalha há 50 anos como carroceiro. Ele teria o animal há 7 anos e ele fica em um estábulo improvisado no quintal de sua casa.

O idoso contou que ficou assustado com a atitude da mulher. "Eu fiquei impressionado com aquilo que estava acontecendo. Ela surgiu do nada do meu lado. Chamando palavrões e me bateu com o chicote", disse Sr. Olegário.

A filha dele, Francilene Silva, é técnica de enfermagem e contou que o pai não é aposentado e sempre sustentou a casa com o trabalho de carroceiro. "Nunca deixou faltar nada pra gente e nem para os animais que ele tem. Ela não poderia fazer isso com ninguém. Poderia chamar pra conversar", disse a filha.

Fonte: JMTV e TNH1

27 comentários:

  1. Esta senhora me representa. Se todos tivessem está coragem, os animais sofreram menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb estou com vc,se estivesse lá tb iria encher esse veio de portada.vagabundo

      Excluir
  2. Ah! Tá então por essas,estas pessoas que foram contra a mulher que chicote ou o velho desgracado,desumano,desalmado no lugar do burro,pra verde e bom tomar chicotadas.

    ResponderExcluir
  3. "... precisa levar em conta o aspecto cultural da profissão". ATÉ O MINISTÉRIO PÚBLICO ACEITA ESSE TIPO DE COISA ??? CADÊ A TIPIFICAÇÃO DE CRIME AMBIENTAL ??? CADÊ A LEI ??? Agora, neste país, cada um aplica a lei como acha que deve ser. Uma aberração. Existe a lei, mas depende do "coitadinho" do cara que está praticando!!! É uma barbaridade. Até o Ministério Público aceita a "profissão", em vez de estar pegando no pé dos prefeitos pra que tomem uma atitude com essa gente pra acabar com as carroças!!! Este país é mesmo um passo pra frente e dois pra trás. E vai piorar!!! Já é atrasado e vai ficar muito pior. Ninguém toma uma atitude sensata. A Constituição Federal é só um tapete pra essa gente pisar em cima!!! Cruz-credo. Tô com muito nojo. Pena não ter mesmo uma nave de extraterrestres pra gente embarcar.

    ResponderExcluir
  4. Boa! HEROÍNA! Ações como as dessa heroína são necessárias para conter esses malditos covardes! Agredir um ser tão inocente sem chance de defesa!

    ResponderExcluir
  5. Sugiro a mutilação genital desses imbecil troglodita!

    ResponderExcluir
  6. Minha heroína! ��������������

    ResponderExcluir
  7. Eu teria feito a mesma coisa, enfiava o chicote nesse FDP

    ResponderExcluir
  8. Há tá... aí ele não gostou de apanhar mas gosta de ficar espancando o lombo do bichinho!!

    ResponderExcluir
  9. Precisamos de mais pessoas assim!! Os animais só começarão a serem respeitados quando começarmos a fazer o que ela fez!! Tem coisas que só mudam com atitudes!!

    ResponderExcluir
  10. Aki a 14 anos a trás havia 200 carroceiros.O Prefeito* da época, vendo o sofrimento dos animais, cadastrou os carroceirros e doou carrinhos tipo feirante, pra transpotar reciclagem e organizou o recolhimento de entulhos por caçambas, em local determinado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS. ACABOU COM O SOFRIMENRO DOS ANIMAIS.
    Prefeito* Nelsinho Trad
    Hj eleito Senador do MS pra 2019.

    ResponderExcluir
  11. Vão se catar cambada, sou mais pelo o animal do que certos humanos

    ResponderExcluir
  12. E sei que muitos maltratam com essas malditas carroças, muitos acham que animal é máquina que pode puxar carga o dia inteiro em baixo de um sol ardente

    ResponderExcluir
  13. Olhar o aspecto cultural é o cacete. O que tem uma coisa com a outra? Depender do animal para subsistência é uma coisa (tem que ser discutido), agora chicotear o animal é outra bem diferente. Essa bosta de chicote já devia ter sido proibida, seria a primeira coisa. è usado abusivamente quando o animal está cansado e precisa descansar.

    ResponderExcluir
  14. Acho quem ficou com peninha do carroceiro deveria levar chicotadas também.

    ResponderExcluir
  15. como vão maltrata um animal que sustenta a casa. .imagino o que ele estava fazendo pra ela toma essa atitude.

    ResponderExcluir
  16. Tinha que ter matado essa porra de velho.

    ResponderExcluir
  17. Cultural????
    Esse velho safado mereceu as chicotadas. O animal, está com aparência de sofrimento, está sendo escravizado por esse velho, assim como deve ter feito com outros cavalos.
    PARABÉNS A ESSA SENHORA PELAS CHICOTADAS.ME SENTI REPRESENTADA POR ELA.

    ResponderExcluir
  18. Tbm concordo com a atitude dela,n nã precisa maltratar animal eu mesma já quis bater numa vizinha por abandonar filhotes cachorro ela só não apanhou porque não saiu fora do portão

    ResponderExcluir
  19. Essa mulher me representa e tem todo o meu respeito e admiração!!!

    ResponderExcluir
  20. Nossa! Que cena deliciosa! Essa senhora fez pouco, até. Que esse velho imbecil morra pisoteado pelo próprio animal.

    ResponderExcluir
  21. Que horror a mídia não mostra o lado do coitado do animal.

    ResponderExcluir
  22. Me representa essa mulher tem meu respeito

    ResponderExcluir
  23. Coitadinho! Ficou assustado de apanhar mas não fica de bater. Eu teria feito a mesma coisa que ela. Canalhas também envelhecem. E pelo tempo que trabalha como carroceiro em quantos já bateu!

    ResponderExcluir
  24. ahhh... o velho tem força pra aguentar mais porrada!!!Me representa!

    ResponderExcluir
  25. Também estou com ela. Ele ficou assustado porque, até hoje, nenhum homem teve coragem para fazer o que devia ser feito.

    ResponderExcluir

EM DESTAQUE


Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪