"O Grito do Bicho"

Publicações mais recentes

A fazenda abandonado abandono abandono de animais abate abate halal abate humanitário abate kosher abelha abelhas abonar abrigo abrigo de animais abuso abuso de animais academia acalmar ação ACAPRA acidente acidentes acordo acorrentado Acre acumuladora acusação acusado adestramento de cães adoção adoção de animais adolescente adolescentes adotada adotado Adote um Orelhudo adote uma rena adubar aeroporto Afeganistão África África do Sul agradecimento agressão agressividade água água fervendo águias ajuda ajudar Alasca alcatrão alce Alemanha alerta Alfenas alimentação alimentados alimentar alunos amamentar Amazonas Amazônia ambulância ameaça ameaça de extinção americanas americano amigos amizade AMK9 amputação Ana Maria Braga Angra dos Reis ANIDA Anima animais animais abandonados animais de apoio animais de companhia animais de consumo animais de estimação animais deficientes animais dissecados animais domésticos animais em circo animais em condomínios animais exóticos animais marinhos animais na religião animais na rua animais resgatados animais selvagens animais silvestres Animal Aid animal de estimação animal exótico Animal Recovery Mission animal símbolo Anitta aniversário Anjinhos da Rua ano do cachorro Ano Novo anta anti-peles antílope anular ao vivo aparelho aplicativo aposentadoria apreensão aquário aquecimento Arábia Saudita arame arame farpado aranha Araruama Araxá arena Argentina ariranha Arkansas armadilha Armênia arminho arpão arrastar arrastar. cachorro arrecadação arte artigo artista árvore assassinato Associação Mata Ciliar Asturis ataque atendimento aterro Atibaia atingir atirar ativismo ativistas atordoamento atrair atropelado atropelamento atropelar Auschwitz Austrália Autrália ave aves aves silvestres avião azar babuíno bagageiro Bahia Baia de Guanabara Baia de Sepetiba Baía de Sepetiba balada balanço baleado baleia baleias bananas bancada ruralista banho banho e tosa bar barata Barcelona barco barulho Batalhão de Polícia Ambiental bater bêbado beber água bebida Belo Horizonte bem-estar Berlim bezerro Bill Gates biólogo bisões bloco boca bode boi em pé bois bombeiro bombeiros Bornéu boto-cinza botos-cor-de-rosa botox Botsuana brabo braços Brasil Brasília briga briga de cães Brigitte Bardot brincadeira brincar brinquedos Bruno Gagliasso Budapeste bueiro bugios buraco burro burros cabeça cabras cabritinhos caça caça de raposas caça desportiva caçada caçador caçadores caçamba cachalotes cachoeira cachorra cachorra abandonada cachorro cachorros cadáver cadeirinha de rodas cadela cadela obesa cães cães abandonados cães de agarre cães de assistência cães de caça cães de raça cães de rua cães de trabalho cães deficientes cães envenenados cães na rua cães selvagens café caixa caixa de areia caixa de transporte calendário Califórnia calor Camarões camelo câmera de segurança caminhão caminhão de lixo camisa campanha Campina Grande campo de futebol Campo Grande Campus campus universitário Canadá canal canal de TV cancelamento câncer candidato canguru canídromo canil canil dos horrores canil municipal cano canos de pvc cantor cão cão branco cão comunitário cão deficiente cão ferido cão idoso cão morreu cão perdido cão roubado cão-guia cãodomínios capacidade capivara capivaras capturar caranguejo caranguejos carcaça Caribe carinho Carla Sássi Carmen Marín carnaval carne carne artificial carne canina carne de cachorro carne de cães carne de porco carne sintética carpas carro carro PM carroça carroças carroceiro carros carrossel casa Casa dos Gatos casaco de pele casaco de peles casais casal casamento Casas de Hogwarts casinha casinha de cachorro casinhas caso Dalva castração castramóvel Cat Licious catedral cativeiro Cauã Reymond Caucaia cauda cavalgada cavalo cavalos Caxias do Sul CCZ CCZ Palmas CE cego cegos ceias celebridade celular células cemitério censura centopeias Centro de Referência para Animais em Risco cérebro cerveja cervo cervos Chapada dos Veadeiros Chapecó charrete charretes cheiro Chernobil chester chifres chimpanzé chimpanzés China chinês chineses chitas chorar Chris Brown churrasco chutar chuva Cici Cid Moreira Cidreira cientistas cigarro Cingapura cinomose circo cirurgia cirurgia plástica cisne cisterna clínica clipe clonagem clonar cães coala cobaia cobaias cobra cobra de ratos cocaína cocô coelho coelhos colaboração coleira coleiras colo colonias coloridos comer comer a perna comer animais comer carne comercial comercialização comércio Comlurb compaixão companheiras companheiro companhia companhia aérea comportamento comprar comprometimento comunicação conceito concurso de beleza condenação condenado condenar congelamento congelar consulta consumo de carne controle controle populacional convênio conversar Copa do Mundo cor coração corça Coréia do Sul córrego correio corrida corrida de cães cortar corujas couro cozida viva cozido vivo crack creche crédito crematório criação criação de animais criação livre criador criador de cães criadouro irregular criança crianças crime crionças Cristiano Ronaldo Crivelândia Crivella crocodilo crueldade cruza CTI Cuba cuidados curiosidade curiosidades Curitiba custo cutia cutiano dachshund Dakota do Sul Dalva Damasco dançar Danone dedo defender defesa defeso delegacia delegacia virtual democracia denuncia denúncia depressão deputado desabamento desaparecimento desculpas desenho desfazer desfigurado desfile designer desmaio despejo destruição detido devolução devolução a natureza devolver devorado DF Dia de Ação de Graças dia do sacrifício Dia Internacional dos Direitos dos Animais Dia Mundial do Veganismo diagnóstico difamado dificuldades financeiras Dilma Dinamarca direito de imagem direito de vizinhança direitos dos animais direitos e deveres diretor dissecação distrofia muscular doação doença doenças doente doentes dog friendly dog hero domingo dos leitores dona dona falecida Donald Trump doninha dono donos dormir drone drones Dubai ecoparque ecoturismo educação égua Eid al-Adha elefanta elefantas elefante elefantes embarcar EMBRAER empatia empregada empresas encerramento encontro Enem engenharia ensinar enterrada enterrada viva enterrar viva entrevista envelhecimento envenenados envenenamento enxada enxurrada escada escamas escândalo escola escola de toureiros escova de dente esculturas têxteis esmola espaço espancado espancamento Espanha espinho espiões esquartejado esquilo estaleiro estilistas estímulo estrada estresse estudo estupro EUA Europa eutanásia evento exame excesso de população humana experimentação animal exploração animal exportação exposição expressões expressões faciais expulso extermínio extinção extravio facada facão falcões falta falta de energia família real fantasia farra do boi favelados fazenda de leite fazenda leiteira Fazenda Modelo fazendas fazendas de cães fazendeiro febre amarela fechadas fechamento fechar feira vegana feiras fêmea Ferdinando férias ferida Fernando Ferreira Fernando Trujillo ferocidade ferramenta festa festa de rua Festa do peão fidelidade figurinista filhote filhotes Filipinas filme fim das charretes financiamento público fiscalização flagrante flor floresta Florianópolis focas focinho focinho torcido fogão fogo fogos fogos de artifício fogos silenciosos foie gras fome fonte de sustentação força-tarefa formigas fórmula falida Fortaleza fórum fossa fóssil foto fotos França frangos fraude Friboi frio fronteira fuga fugido fumaça fumante fumar funcionário funeral furacão fúria furões gado gado em pé gado vivo gaiolas de gestação galagonídeos galgo galgos galinha galinhas galinhas caipiras galinheiro galo galos gambá gang gangues ganso gansos garça garupa gata gata persa gatinho gato gatos gatos pretos Gatos recordistas do Guinness desaparecem após incêndio nos EUA gavião gelo genética Gênova Georgia Geórgia Getúlio Vargas ginástica gineteada girafa girafas brancas glitter Globo Natureza Globo Natureza: Ilha Grande Goiânia golfinho golfinhos gorila governo espanhol Gracyanne Barbosa gráficos granja Grávida gravidez guarda guarda compartilhada guarda responsável Guatemala guaxinim Guia quatro patas halal Harry Potter herança hipopótamo história histórias Holanda homem homosexualismo Honduras Hope for Paws horóscopo chinês Hortolândia hospedagem hospitais hospital hotel hotel de luxo HSI humanidade humanos husky husky siberiano Ibama Iditarod idosa idoso iguana Ilha do Bananal Ilha dos gatos Ilhas Faroé ilusão de ótica imagens imigrante impacto impedir importação impressão 3D incêndio indenização Índia índio gigante Indonésia industria da carne industria laticínios Inglaterra insensibilidade insetos insolação inspeção Instagran instinto animal Instituto Luisa Mell inteligencia inteligência interdição interditado internet invasão investigação investimento Ipanema IRA Iraque irmã isenção Islã islamismo Islândia Israel Istambul Itália Itararé jacaré jacaré do papo-amarelo Jackie jaguatirica Jair Bolsonaro janela Japão jararaca jardineiro jaulas javali javalis jegues João Dória João Pessoa jogar Jogos Olímpicos Joinville jóquei jovem jovens judiar Jumbo jumento jumentos justiça Kaloré Kauê kosher labrador lagartas lagartixa lagarto lago Lagoa lagosta lagrante laje lançamento Laos Larissa Manoela latir Lava Jato lavar lavar dinheiro leão Leblon lebres lei municipal leilão leishmaniose leite leite orgânico leite vegetal lêmure leões leopardo leopardo das neves Líbano liberação da caça libertação libras Lilica liminar língua Lisboa litoral Liv lives livro lixeiro lixo lobo loja lojas Londres Louisville Luisa Mell Lula Lulu luta mabecos macaca macaco Macaco viciado rouba gasolina de motos na Índia macaco-prego macacos Macau Maceió maconha macumba madeireiros Maia e Guida Mais Você mala malamute mama Manaus manda manias manifestação maquiagem máquina de lavar mar marcas marfim marginais Mariah Carey marreco Marrocos mascote massacre matadouro matança matança de animais matar material material reciclável mau agouro Maurício de Sousa maus-tratos Max Max Cat medicamentos vencidos medicina chinesa médico medidas medo mêdo meio ambiente mendigo menina menino mensagem mentir mentira mercado mercado de peles Mercy for Animals Mercy For Animals Brasil Mero Metrô México MG Mianmar mico-estrela milagre milícia milicianos milionária mineração minhocas mini-vaca Ministério dos Esportes mistério Moçambique moda modelo Mogi das Cruzes morador de rua moradora de rua moradores morbilivírus morder mordida morrendo morrer morta mortandade morte morto Moscou motocicleta motorista móveis MS MT muçulmanos mudança climática mulher mulheres multa multar multas muro murro música Nairóbi Namorada namorado Nana natal navio navio curral negligência Nego Nepal neve Ney Matogrosso ninho ninhos Niterói noiva Noruega noticiário Nova Aurora Nova York Nova Zelândia novilho obesidade objetos de decoração oceanos odiar ódio off-topic óleo de palma olfato olhar Olimpíadas de Inverno onça ong de proteção animal ônibus Ontário Ontinyent ONU operação operação Beethoven orangotangos orca falante orelhas caídas órgãos públicos origem Osasco ossos Ourinhos ovelha ovelhas ovo ovos pacarana padre pagar pai de santo Paiçandu Palas Pamela Anderson Pampas Safári pangolins pânico Pantanal Papai Noel Paquistão Pará Paraíso dos Focinhos Paraná parapeito parar parede parir Paris parque parque estadual Parque Guinle pássaro pássaros passeador passeadores passear com cães passeio pata patas pato patrocinador Paul McCartney Paulinho pavão PB PE pedaço de pau pedradas Pedreira peixe pele pele de animais pele impressa peles peles de animais pelo penas pendurada pendurado penetra penhasco pensamento perder perdido perito animal Pernambuco personagens personal trainers personalidade pertubação sossego peru perus perus selvagens pesca pesca esportiva pesquisa pesquisas pessoa boa ou má pet friendly Pet Park pet shop PETA petição petições pets Piauí picada pinguins pinscher piscina pistola de ar pit bull pivetes PL PL 6268/16 placa planejamento Planeta Terra PM POA poço Poços de Caldas polícia polícia ambiental polícia militar policiais policial política pública poluição pombo pombos Pomerode pônei ponte Rio Niterói Por que os cachorros seguem seus tutores porca porcas porco porcos Porque os animais sofrem porquinho porquinho da índia porta porta-mala porta-malas portinhola Porto de Santos Porto Rico Portugal posse responsável posto de gasolina pouca gordura Pouso Alegre PR praça praia prateleiras preço preconceito predadores prédio prédio público Prefeitura de BH Prefeitura de Brusque Prefeitura de Maricá Prefeitura de Marília Prefeitura de São Paulo Prefeitura de Torrinha Prefeitura do Rio preguiça prêmio presa presente presente de Natal presépio preservação preso presos pressentir prever previsão primata Príncipe Frederik Príncipe Harry prisão procurar professora programa proibição proibidas proibido projeto Projeto Amazônia projeto de lei Propriá proteção proteção animal proteína próteses protesto protetor de animais protetora protetora de animais pug pular Queen queimado queimados queimar queixa quelônios Quênia quero-quero rabo raça ração racismo rações Rainha Margrethe II Ramba rancho dos gnomos rapaz raposa raposas rapper rato ratos reabilitação reação reality show receitas Recife recinto recolhimento reconhecer reconhecimento facial recorrer recuperação recursos rede rede social redes sociais reencontro regulamentação regulamento Reino Unido reintegração relação homem animal relação homem x animal remédio remoção renas representação reprodução reserva ambiental resgatado resgate resgates Resq Charitable Trust ressuscitar restaurante restaurantes retorno retrospectiva reveillon revolta Ribeirão Preto rifa Rihanna rinha rinocerontes Rio de Janeiro Rita Lee rituais rituais satânicos Roberto Trípoli rochas rodeio rodeio crioulo rodeio de carneiros rodoviária Rondônia ronronar roubar roubo roupas RS RSPCA rua russa Russia Rússia russo sabiá Sabine Fontana Sabrina Sato sacos sacrificado sacrifício de animais Safari Park Salvador salvamento salvar salvos sangue Santa Catarina Santiago Santo André Santos santuário santuário de elefantes São Lourenço São Paulo São Roque São Vicente sapos saruê SC SE Sea Shepherd seca secretário segunda sem carne seguro para animais seita selfies sem carne semana sentença sentimento separação sepultamento Sérgio Malandro Sergipe Serra da Cantareira serumano Sérvia servidor público Sheila Waligora shopping simone nardi sinais dos surdos Sintra Síria sírio sobrevivência soco socorro soldado solidariedade soltura Sorocaba sorte soterrada SP Sri Lanka Stanley Startup SUBEM substituição sucuri Suécia Suiça Suíça SUIPA sumir supermercado superpopulação humana superstição suricatos suspender suspensão Suzane Rizzo Tá no Ar Tailândia tamanduá Tanzânia tapa tartaruga tartarugas tatu-bola tatuagem taturanas taxista tecnologia teiú teleférico telefone telhado temporal terapia Teresina Tessy teste testes texugos Thomas tigre tijoladas tilápia tingidos Tiradentes tirar foto tiro titular tiziu Tocantins tomar banho tortura tortura animais torturador tosa Total Alimentos tourada touradas toureiro touro touros trabalho traficante traficantes trafico tráfico tráfico de animais tragédia trangênicos transferência transplante transplante de cabeça transporte transporte de animais transporte de aves transporte de carga viva tratamento trazer treinamento trem tribo tributos troféus de caça tropa feminina tubarão tubarões túmulo turista turistas Turquia tutores TV para cachorros tziu UFBA UFPB UIPA ultrassom Umuarama universidade ursa ursa Marsha urso urso polar ursos ursos polares vaca vacas Valdir Colatto Valdivino Valença Vanessa Mesquita vaquejadas vaquinha varanda Varginha veados veganismo vegano veganos vegetariano vegetarianos velar velho velório venda venda de filhotes vender veneno Veneza Venezuela verdade verdade inconveniente vereadores vergalhão veterinário veto viagem viajar vicio vida na Terra vídeo vídeo educacional vídeos curiosos vídeos educacionais vídeos educativos vídeos engraçados Vietnã Vigilância Sanitária vingança violência contra animais vira-lata virús vírus visita vison Vista-se vítimas vitória viva viver vivo vodu Volkswagen voltar voluntária voluntários voo votação voz Wikie Xuxa Meneghel Yasmin Brunet yorkshire zebra Zimbábue zoofilia zoológico zoológico de Gaza zoológico de Londres zooterapia

Minha Nossa!!!!! olha o perigo..... o pobrezinho correndo risco de vida e o perebento não estava nem aí....
-----------
Código de trânsito prevê multa gravíssima por ultrapassar o semáforo. Em relação ao transporte de animais, o condutor pode ser multado por conduzir animais nas partes externas do veículo.

Um motociclista foi filmado levando um cão na garupa da moto no Setor Santa Genoveva, em Goiânia (veja o vídeo). A gravação também mostra que o piloto furou o sinal vermelho.

Autora do vídeo, uma mulher que se identificou apenas por Ariane disse à TV Anhanguera que ia para o trabalho quando flagrou a cena. Ela ficou revoltada com a falta de proteção com que o cachorro era transportado.

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê multa por conduzir animais nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados. A infração é considera média e prevê multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Trânsito.

Apesar de o piloto não aparecer distraído no vídeo, há penalidade por dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança. Neste caso, a imprudência é considerada leve com pagamento de R$ 88,38 e três pontos.

Fonte: G1

Olha, eu não sei o que pesquisadores tem na cabeça por ignorarem o sofrimento dos animais para testar suas elucubrações.... Tomara que estes caras sejam presos mesmo....
------------
Os pesquisadores poderão ser multados e, segundo o código penal alemão, a crueldade em relação a animais pode ser punida com até anos de prisão em função da gravidade dos fatos

A justiça alemã anunciou nesta terça-feira (20/1) uma ação contra três pesquisadores do famoso Instituto Max Planck por práticas cruéis contra símios em experiências com seu cérebro.

Os três especialistas em cibernética biológica de um laboratório de Tubinga são acusados de ter alongado demais suas experiências e infligido aos animais sofrimentos prolongados durante um longo período, segundo um comunicado.

Os pesquisadores poderão ser multados e, segundo o código penal alemão, a crueldade em relação a animais pode ser punida com até anos de prisão em função da gravidade dos fatos.

Neste caso, os experimentos com os símios foram aprovados pelas autoridades, mas na condição que fossem cessados se o sofrimento dos animais se tornasse evidente. "Ao contrário das regras que foram estabelecidas, os pesquisadores atrasaram a eutanásia dos animais, causando a eles portanto um sofrimento significativo e prolongado", assinalou a justiça.

FONTE: correiobraziliense

Até quando abusarás de nossa paciência?
---------
Não é novidade que para a ciência a realização de testes e procedimentos em animais é uma realidade antiga. E, nesta última terça feira (19), mais uma notícia de crueldade com os bichos causou revolta em muita gente.

O caso, desta vez, aconteceu na Suíça. A organização Liga Suíça Contra Testes em Animais (LSCV) denunciou publicamente a Universidade de Fribourg, uma das mais tradicionais do país, acusando-a de manter práticas cruéis contra macacos.

Na petição, que já consta com mais de 15 mil assinaturas, a organização afirma que universidade oferece cocaína aos animais para testar procedimentos neurológicos a fim de encontrar a cura do vício. O método consiste em dar pequenas doses da droga aos primatas, até que eles, enfim, se viciem na substância.

No documento, validado pelo Escritório Federal Suíço de Segurança Alimentar e Veterinária (OSAV), por um veterinário e um comitê de testes em animais, a LCSV não somente pede a suspensão dos testes, mas também a divulgação do protocolo dos experimentos realizados.

EM DEFESA
De acordo com o Holidog Times,  a universidade é acusada de explorar macacos em testes científicos desde 1975 e  de maltratar 23 macacos apenas em 2017. A instituição se pronunciou contra as acusações, afirmando que detém de todas as autorizações éticas, veterinárias e governamentais para realizar a pesquisa.

FONTE: jc.ne10

Enquanto não jogarem uma bomba nestes locais que fazem a farra, esta gente não vai tomar jeito.... Os caras burlam a polícia quando não corrompem.... Políticos se fazem oferecendo bois para a "farra".... são uns nojentos....
-----------
Autoridades dão início a ações de prevenção contra a prática, comum no litoral durante a Quaresma

Não é preciso ser um expert em investigação ou membro do departamento de inteligência da Polícia Militar para encontrar apologia à farra do boi nas redes sociais. Livremente, como quem fala sobre qualquer tipo de assunto, adeptos da prática comum no litoral catarinense exaltam o que, para eles, é tido como uma tradição.

Alguns dos comentários em postagens que mostram bois gordos à espera do abate tentam justificar o ato criminoso. Para combater a prática que se torna ainda mais corriqueira na época da Quaresma, Polícia Militar e Ministério Público de Santa Catarina unem forças, preparam um cerco em locais específicos e prometem fiscalização não apenas para atender ocorrências do gênero, como também evitar que elas aconteçam.

No Vale do Itajaí, ações da polícia serão mais frequentes em pontos comuns, explica o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar em Balneário Camboriú, tenente-coronel Evaldo Hoffmann. A presença de reforço policial até o dia 2 de abril no litoral catarinense vai auxiliar nesse combate, com o alerta ligado aos fins de semana a partir do fim da tarde, quando normalmente ocorrem os crimes. Trabalhos com caráter de fiscalização ocorrerão em Bombinhas, Porto Belo, Itapema, e na Zona Sul de Balneário Camboriú, locais onde há maior incidência da farra devido à colonização açoriana.

Hoffmann conta ainda que a PM monitora casos de exaltação à farra do boi na internet, e que isso ajuda a conter possíveis casos na região.  – Apoiar ou incentivar fato criminoso é apologia ao crime, previsto no Código Penal. A gente acompanha as redes sociais e através dessas informações, temos condição de fazer ações para evitar que a farra do boi aconteça e capturar o animal – explica o comandante do 12º BPM.

Vídeos publicados em páginas que defendem a farra do boi surpreendem desavisados. Com publicações há três semanas que podem ser vistas e curtidas. É justamente essa a preocupação do Ministério Público, que promove encontros regulares envolvendo o Grupo Especial de Defesa dos Animais. O objetivo é desencadear em parceria com as prefeituras, ações em outros municípios como Navegantes, Itajaí, Governador Celso Ramos, Florianópolis, Garopaba e Tijucas.

O promotor Paulo Antonio Locatelli, coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, ligado ao MP, diz que em um momento de fácil acesso à informação, ter a participação popular para denunciar possíveis casos de farra do boi é essencial para combater a prática no Estado:

– É importante a participação do cidadão denunciando a suspeita de transporte de animais, principalmente agora no período em que casos acontecem de forma mais corriqueira. Mangueiras, lugares suspeitos de contenção desses animais, bois sem brincos que serão usados para coisas ilegais, precisam ser denunciados – afirmou em entrevista ao canal do MP-SC na internet.

A farra do boi é proibida desde 1997 pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por ser entendida como prática de maus tratos contra animais e considerada crime pela Lei de Crimes Ambientais. A pena vai de três meses a um ano de detenção. Criminosos alegam ser uma herança cultural de pescadores portugueses e, por isso, o município de Governador Celso Ramos tentou regulamentar a “brincadeira do boi” em 2007. Meses depois, o Pleno do Tribunal de Justiça de SC acatou um pedido do MP-SC e considerou a lei inconstitucional.

É crime
A farra do boi é proibida desde 1997 pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por ser entendida como prática de maus tratos contra animais e considerada crime pela Lei de Crimes Ambientais, Lei Federal nº 9.605/98. A pena vai de três meses a um ano de detenção.

Como denunciar
Caso você presencie ou saiba de uma farra do boi, procure os seguintes canais para informar as autoridades:
- Polícia Militar – 190
- Polícia Civil – 181
- Ministério Público – www.mpsc.mp.br/atendimento-ao-cidadao/denuncie

FONTE: jornaldesantacatarina

Olha,a gente compreende que não é qualquer um que atura latição de cachorro e, na verdade, é horrível.... Mas, o que fazer quando uma de nós que faz um serviço voluntário para a prefeitura fica a mercê de incomodados com a tal latição? é triste, viu?
----------------
Michele Alencar abriga cachorros que foram abandonados. Denúncias de vizinhos resultaram em conflito judicial para a retirada dos animais

Um conflito judicial se encerrou com decisão para que uma mulher que abriga 21 cães se desfaça dos animais até maio. Conforme denúncias de vizinhos, os cachorros abrigados por Michele Alencar, 48, em Caucaia, provocavam muito barulho e mau-cheiro. Órgãos do município avaliaram em visita que há barulho de latido acima do permitido, observando também que os animais estão em boas condições de abrigamento e sem sinais de maus-tratos.
“Moro aqui há dez anos e dou abrigo a esses animais e agora querem que eu me desfaça do canil. Alguns eu coloco para adoção responsável, mas eu tenho laço com eles,. Não estão nem preocupados para onde esses cachorros irão”, afirma a corretora. Ela agora busca ajuda para encontrar outro local para os animais, já que Caucaia não conta com abrigo público e, em caso de abandono, ela pode responder criminalmente por maus-tratos. Michele recebe doação de ração e ajuda financeira para tratamento médico dos cães.

Núbia Sousa, 44, é uma das vizinhas que realizou a denúncia. De acordo com a secretária administrativa, o barulho dos latidos, o mau-cheiro e a proliferação de carrapatos dificultaram o convívio. “Eu me mudei recentemente e falei com ela. Só pedi que pelo menos esses cachorros que ficam aqui próximo à minha parede fossem mudados, mas ela se recusou e entrei com a denúncia. A gente mal consegue entrar nos quartos aqui em casa”, disse. Após denúncias, o Ministério Público solicitou vistoria do local pelo Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac), que constatou, em visita no dia 25 de setembro, que “os animais encontravam-se em boas condições de abrigamento”.

Porém, conforme relatório, “por se tratar de quantidade razoável de animais, existe a produção de ruídos acima do limite permitido aferido na vizinhança”. Segundo promotor responsável pelo caso, Francisco Lucídio de Queiroz, por ter sido um acordo entre as partes — apenas na terceira audiência, este ano — não há espaço para recurso. “A dona Michele resgatava animais das ruas e ia cuidando e conseguindo tratamento, mas permanecia com os cachorros em vez de encaminhar para um local que realmente tivesse condição de receber”, explicou o promotor.

Ela tem 90 dias, desde a assinatura do acordo, para a transferência dos cães e limpeza do local. “Se ao término, ela não tiver cumprido, pode responder a um processo criminal e ocorrerá a retirada compulsória dos animais”, disse o promotor.

O POVO buscou contato com Helena Leite, assessora jurídica do Imac, para saber as definições de uma reunião sobre a transferência dos animais, no entanto, as respostas não foram enviadas até o fechamento desta página. Michele Alencar afirma que está entrando com apelação para permanência dos animais no local.

O QUE DIZ A LEI 
Art. 32 da Lei de Crimes Ambientais - Lei 9605/98 Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa. Decreto Nº 24.645, de 10 de julho de 1934 Art. 3º - Consideram-se maus tratos: V - abandonar animal doente, ferido, extenuado ou mutilado, bem como deixar de ministrar-lhe tudo que huma-nitariamente se lhe possa prover, inclusive assistência veterinária.

FONTE: opovo

Olha, esta matéria está excelente. Guardem para consulta e envio para quem possa estar com problemas relativos ao tema.
-----------
Descumprimento das regras pode virar multa
Em condomínio, assim como os seres humanos, animais de estimação possuem direitos e deveres, e mesmo assim a convivência com pets está entre os assuntos que mais geram polêmica.

De acordo com o IBGE, o Brasil está em segundo lugar no ranking mundial dos pet, com uma população total de 32 milhões de animais, entre cães, gatos e aves domésticas, tanto que o direito de criar o bichinho é previsto no Código Civil. Porém, como todo aspecto da vida em condomínio, é preciso diálogo e atenção para evitar desentendimentos e descumprimento das regras.

O administrador Gil Lopes, que possui quatro bulldogs franceses, foi informado pela síndica que não poderia usar o elevador social e as áreas comuns acompanhado por seus bichinhos. Ele acredita que a decisão da administradora foi arbitrária. “Por conta de um vizinho que não tomava cuidado com as necessidades do cachorro, ela argumentou que os moradores estavam deixando sujeira nos locais de convívio”, explica.

A imposição sem diálogo com os condôminos causou revolta. “Ela criou a regra sem convocar a assembleia, daí mobilizei o restante dos moradores e conseguimos reverter a decisão. Até criamos um play dog para os cães”.

As principais queixas destinadas à presença de animais de estimação em condomínios se referem a mau cheiro, medo ou fobia a animais e mesmo o barulho. Por isso, estabelecer regras de convivência que garantam o conforto e a segurança tanto dos condôminos quanto  dos pets é fundamental para evitar brigas.

O presidente do  Sindicato da Habitação, Kelsor Fernandes, aponta que a administração deve estar atenta à legislação e a criação de qualquer regra na convenção deve ser discutida em assembleia, no caso da permanência de animais do condomínio, nem a convenção tem o poder de sobrepor o Código Civil.

“Nenhum condomínio pode proibir a permanência de animais no interior de apartamentos, pois estaria violando o direito de propriedade, que é permitido pela Constituição Federal, contudo, as regras de espaços comuns podem ser votada em assembleia”.

Síndico de um condomínio com 576 apartamentos, Tiago Pires explica que a melhor estratégia a ser adotada juntocom as regras são ações educativas. “Manter o controle em condomínios que têm muitos moradores é difícil, então nós criamos cartazes e folhetos para colar nas lixeiras e em áreas de convívio para que as pessoas assimilem as regras”, diz. “Se o condômino infringir o regulamento, a gente tenta conversar e em último caso aplicar uma multa. Na maior parte das vezes, o bonsenso predomina”.

Cuidados com os pets em condomínios

Segurança
Evite deixar os animais fora da coleira ou focinheira quando estiver em áreas comuns, um comportamento que possa comprometer a segurança dos demais moradores pode acabar sendo remediado por meio de determinação formal de retirada do animal. É importante estar atento se a convenção permite a circulação de animais nos locais de convívio geral ou se a locomoção é restrita aos elevadores de serviço para evitar advertências e multas

Silêncio
O barulho dos animais é uma das principais fontes de reclamação em condomínios e não se restringe aos cães, mas também aos gatos e aves. Por ser responsável pelo pet, o dono deve buscar soluções para evitar o barulho em excesso, sobretudo à noite, como forma de evitar possíveis penalidades previstas na “lei do silêncio” das convenções condominiais

Higiene e saúde
Ao levar o seu animalzinho para passear em áreas comuns, lembre-se sempre de levar um saco plástico para recolher as necessidades do animal, negligenciar o cuidado com os dejetos do pet pode acabar em multa. Também fique atento à possibilidade do bichinho estar portando algum tipo de doença transmissível para outros animais e até mesmo para humanos, a administração pode impedi-lo de transitar em áreas comuns.

Convenção
Antes de mudar para um novo condomínio busque as regras que contemplam os direitos dos animais de estimação na convenção.

FONTE: correio24horas

É emocionante observar os sentimentos puros de um animal..... Deus meu, são tão verdadeiros!!!!
----------
Um filhote de macaco agarrou-se cadáver de sua mãe em uma cena que quebrou o coração. Ela morreu depois de tocar um fio elétrico desencapado perto de Gadag, no sul da Índia, em 14 de fevereiro. O bebê, que estava brincando nas imediações, correu ao encontro do corpo da mãe e tentou acordá-la. 

Como os hindus consideram os macacos como animais sagrados, os moradores locais decidiram dar aos mortos um enterro ritual.  Colocaram-na numa plataforma improvisada e a adornaram com uma guirlanda feita de flores. O bebê que percebeu algo estava mal ficou sentado agarrado a ela. 

A visão do bebê que não abandonava o corpo de sua mãe atraiu uma grande multidão e não deixava nenhum olho seco. Manohar Kulkarni, uma testemunha ocular, disse: "Foi muito difícil separar o bebê dela. Ele foi adotado por uma organização de bem-estar animal ".

Fonte: LiveLeak

Estes cães e gatos tiveram muita sorte, né mesmo? Quantos não estão em suas gaiolas sendo testados e abusados... Deus meu, acaba com isto!!!!!
----------
O ISPCA enfrentou a tarefa de encontrar novas casas para 346 cães e 257 gatos quando foram libertados pela multinacional americana Charles River Laboratories depois de suas instalações em Glenamoy, Co Mayo, fechadas em julho de 2016.

Os animais foram criados para pesquisa de produtos veterinários e nunca haviam estado livres ou até mesmo pisado na grama antes de deixarem o laboratório.

O processo de remoção dos animais das instalações começou em dezembro de 2016 e todos tiveram que ser castrados, microchipados, vacinados e verificados pela saúde por veterinários. Muitos dos cães também precisavam ser socializados antes de serem introduzidos em seu novo ambiente.

O gerente do centro do ISPCA, Eva Ellis, disse: "Depois que o grupo experimental de cães e gatos foi removido da instalação, começamos a trabalhar em estreita colaboração com a equipe das instalações que eram extremamente cooperativas e o desafio começou a preparar a adoção.

FONTE: liveleak

Agora, me diz que porcaria de lei é esta: o charreteiro já foi preso várias vezes até por exploração infantil.... O que este mequetrefe está fazendo nas ruas repetindo os mesmos crimes? Olha, gente, eu sinto muito, mas, fiscalização não dá.... tem que acabar.....
-------------
Fiscalização foi reforçada em São Lourenço (MG) com a denúncia de turista em rede social. Ela postou fotos de um bode que puxa charrete se ajoelhando para comer.

A grande repercussão de uma postagem em uma rede social que denunciava maus-tratos aos animais fez a fiscalização ser reforçada em São Lourenço (MG). Na manhã deste sábado (17), equipes da prefeitura foram às ruas e retiraram de circulação animais que puxam charretes que estavam em situação irregular.

Segundo o setor de zoonoses, três animais que estavam irregulares foram retirados. E outros que já haviam sido notificados antes não estavam mais trabalhando nas ruas. Bodes e cavalos são usados no turismo na cidade. Enquanto os animais maiores puxam as charretes, os bodes são usados para as mini-charretes, que levam crianças.

O caso ganhou destaque na cidade durante a semana. Na publicação, uma turista de Rezende (RJ) mostrava um bode que puxava uma charrete se ajoelhando para comer grama. Foram mais de 17 mil compartilhamentos e centenas de comentários de pessoas que são contra o uso de animais para este tipo de trabalho.

O bode que apareceu nas fotos não foi encontrado, mas o dono foi localizado. Segundo a coordenadora do setor de zoonoses, Thais Nakaoka de Matos, a situação do responsável é complicada.

“Fui falar com o proprietário do bode e ele alegou que o animal foi arrendado para um cidadão. Pedi o contrato deste ‘aluguel’ e ele falou que não tinha, que é contrato informal, por boca. Então disse que ele iria responder pelo caso, porque o animal está sob a custódia dele”.

Quando questionado da localização do animal, o homem disse que não sabia. “Não quiseram falar, a gente não sabe. Sumiram com o bode. Mas o boletim de ocorrência já foi feito. A gente tem feito os boletins na polícia de maus-tratos”.

Segundo a veterinária, esta não é a primeira vez que o mesmo homem é autuado. Agora, o boletim de ocorrência deve gerar uma multa que vai de R$ 2,6 mil a R$ 2,9 mil. “E além de maus-tratos, ele já tem boletins de ocorrência por trabalho infantil”. A informação de testemunhas é que menores de idade são colocados para puxar os bodes nas charretes.


Um dos pontos criticados pela turista era justamente a falta de fiscalização. Com as denúncias, a prefeitura colocou nas ruas as equipes de trânsito e Controladoria de Zoonoses. Na ação deste sábado, foram checados os chips instalados nos cavalos, a condição de saúde e a Carteira Municipal de Habilitação dos charreteiros. Nenhum bode, animal usado para puxar as mini-charretes com crianças, foi encontrado nas ruas.

A ação foi comemorada por defensores dos animais na rede social e turista que fez a reclamação também ficou satisfeita. “Minha publicação teve uma repercussão que não esperava. Fico feliz com a possibilidade de mudança no turismo com tração animal em São Lourenço. Espero que existam leis rígidas e fiscalização”, conta Fernanda Brito.

FONTE: G1

A matéria do The Guardian é excelente... não deixem de ler. O texto é apenas um pequeno resumo.
------------
Michael Brooks: “Como redesenharemos nossa relação com animais promete ser um dos temas dominantes das próximas décadas. Richard Dawkins, por exemplo, declarou: ‘Não temos nenhuma razão para pensar que os animais não humanos sentem a dor de forma menos aguda do que nós’. Isso deve mudar nossos hábitos. 

Embora seja cientificamente impossível saber o que uma raposa sente quando perseguida por uma matilha de cães, temos indícios. Nós compartilhamos milhões de anos de evolução com ela. Ser caçado por cães é quase tão assustador para uma raposa como seria para nós. Podemos ir mais fundo. Experiências demonstraram que baratas e aranhas sofrem em certas situações. 

É, então, antiético usar invertebrados em experimentos sem considerar como essas criaturas se sentem? Parece ir muito longe, não é? Para a maioria de nós, aranhas e baratas têm valor significativamente menor que os humanos. Os milênios de dependência de suas proteínas e a ignorância de suas vidas internas nos inculcaram a convicção de que os animais não têm o mesmo valor que os humanos. Os tempos mudam e talvez mudem novamente. Não é impossível imaginar que, dentro de algumas décadas, comer carne tenha o mesmo estigma que fumar tabaco ou usar cosméticos testados em animais já carregam.”

Fonte: Meio
Michael Brooks

Pois é... e a gente fica sem saber do final do cachorro tão fiel..... Morro de raiva destes jornalistas que não falam o que queremos saber....
---------
Este é o momento doloroso em que um cachorro tentou "acordar" seu amigo que estava morto na estrada depois que foi atropelado por um carro.

A cena tocante ocorreu na província de Hubei em 12 de fevereiro.
O vídeo mostra um pequeno cachorro preto que parece tentar mover seu amigo do meio da estrada. O tempo todo, o cão bate em vão no corpo do companheiro morto. De acordo com a mídia local, o cão leal ficou a noite inteira na cena do acidente, muito depois que o cadáver foi removido.

FONTE: liveleak

Tem gente que é contra este tipo de manifestação.... eu não sou não...... 
------------
Um grupo de sete manifestantes topless de People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) protestou na frente da London Fashion Week na The Store, no centro de Londres, na sexta-feira.

O diretor da PETA UK, Elisa Allen, explicou seus métodos de protesto:
"É difícil chegar a muitas pessoas apenas distribuindo folhetos, então as causas sociais de hoje devem ser provocativas para chamar a atenção das pessoas e esse protesto fez exatamente isso aqui na London Fashion Week para dizer às pessoas que os animais não são acessórios de moda, eles não são tecido. Se é o pêlo de uma raposa ou a pele de um bezerro, pertence a eles, não nos pertence ".

A PETA estava protestando contra o uso de peles e outros produtos de origem animal na indústria da moda.

FONTE: liveleak

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.