"O Grito do Bicho"

Publicações mais recentes

´divergência A fazenda A Ilha dos Cães Aaron Gekoski abandonado abandono abandono de animais abate abate halal abate humanitário abate kosher abelha abelhas abolição abonar abrigo abrigo de animais abuso abuso de animais abutres acabar academia acalmar ação ação humana ação pública ACAPRA acasalamento achado acidente acidentes acompanhante acordo Açores acorrentado Acre acreditar Açude do Jatobá acumuladora acumuladores de animais; meio ambiente acusação acusado Adamantina adestramento adestramento de cães adoção adoção de animais adolescente adolescentes adoração adotada adotado Adote um Orelhudo adote uma rena adu bagong adubar aeroporto Afeganistão África África do Sul África Oriental agradecer agradecimento agressão agressividade Agro agronegócios agrotech AGU água água fervendo águias ajuda ajudar Alagoas Alain Delon alarme Alasca alcatrão alce Alemanha ALERJ alerta Alex Atala Alfenas alimentação alimentados alimentar alimento alinhas almoço alternativas Alterosa aluguel de animais alunos Alzheimer amamentar amansar Amazonas Amazônia ambulância ameaça ameaça de extinção americanas americano amigos amizade AMK9 amputação Ana Maria Braga anaconda Anápolis ANDA anestésicos Angra dos Reis ANIDA Anima animais animais abandonados animais abrigados animais de apoio animais de carga animais de companhia animais de consumo animais de estimação animais de rua animais deficientes animais dissecados animais domésticos animais em circo animais em condomínios animais especiais animais exóticos animais gigantes animais idosos animais maltratados animais marinhos animais na religião animais na rua animais resgatados animais robôs animais selvagens animais silvestres Animal Aid animal de consumo animal de estimação animal exótico Animal Recovery Mission animal silvestre animal símbolo Anitta aniversário Anjinhos da Rua ano do cachorro Ano Novo anta anti-peles antílope antílopes antinatalismo anular anzol ao vivo apanhar aparelho aparência apartamento aplicativo apologia aposentada aposentadoria apreensão aproveitador AquaRio aquário aquecimento Arábia Saudita Araguaina arame arame farpado aranha aranhas araras Araruama Araxá arena Argentina ariranha Arkansas arma armadilha armas Armênia arminho arpão arrastar arrecadação arrecadar arte artesão artigo artigos artista árvore Ásia assassinato assistente Associação Mata Ciliar Asturis ataque atenção atendimento atendimento veterinário aterro Atibaia atingir atirar ativismo ativista ativistas ator atordoamento atrair atriz atropelado atropelamento atropelar audiência pública Auschwitz Austrália autismo Autrália autuações ave aves aves silvestres aves vivas avião avó azar BA Babu babuíno bagageiro Bahia Baia de Guanabara Baia de Sepetiba Baía de Sepetiba bala balada balanço baleado baleeiros baleia baleias balsa bananas bancada ruralista Bangcoc Bangu banho banho e tosa banho quente banir banners bar barata Barbra Streisand Barcelona barco Barra da Tijuca barulho bassê Batalhão de Polícia Ambiental Batatais bater Bauru BBC. Fantástico beagles bêbado beber água bebida Belém Belo Horizonte bem-estar Berlim bezerro BH bichos bicicleta Bill Gates biólogo bioparque biscoito bisões bloco boate boca bode boi boi em pé boicote bois Bolinha Bolívia bombeiro bombeiros bonecas bons tratos Bornéu boto-cinza botos-cor-de-rosa botox Botsuana box boxer brabo braços Brasil brasileiro Brasília Bridget briga briga de cães brigadista Brigitte Bardot brincadeira brincar brinquedos Bruno Gagliasso Brusque Budapeste bueiro búfalo bugios Bulgária buraco burro burros cã0 cabeça Cabo Frio Cabo Verde caboclinho frade cabras cabritinhos cabrito caça caça de raposas caça desportiva caçada caçadas caçador caçadores caçamba cachalotes cachoeira cachorra cachorra abandonada cachorro cachorro quente cachorro-do-mato cachorros cadáver cadeirinha de rodas cadela cadela obesa cães cães abandonados cães agressivos cães cegos cães de agarre cães de assistência cães de ataque cães de caça cães de estimação cães de raça cães de resgate cães de rua cães de trabalho cães deficiente cães deficientes cães envenenados cães na rua cães policiais cães selvagens café cágado cair caixa caixa de areia caixa de transporte Cajazeiras calçado cálculo calendário Califórnia calor calvice Camarões cambão Camboja camelo camelos câmera câmera de segurança caminha caminha para animais caminhada caminhão caminhão de lixo caminhões camisa campanha Campina Grande Campinas campo de futebol Campo Grande Campus campus universitário camundongo Canadá canal canal de TV cancelamento câncer candidato canguru cangurus canídromo canil canil dos horrores canil municipal canis cano canos de pvc Cantagalo cantina cantor canudos cão cão abandonado cão baleado cão branco cão comunitário cão consolar cão de estimação cão ferido cão idoso cão morreu cão perdido cão roubado cão-guia cãodomínios capacidade capinar capivara capivaras capturar cara de humano caranguejo caranguejos carcaça cardápio carga viva Caribe carinho Carla Sássi Carmen Marín carnaval carne carne artificial carne canina carne de cachorro carne de cães carne de gatos carne de laboratório carne de porco carne sintética carneiro carpas carro carro PM carroça carroças carroceiro carros carrossel cartilha casa Casa dos Gatos casa noturna casaco de pele casaco de peles casais casal casamento casamento real casamentos Casas de Hogwarts caseiro casinha casinha de cachorro casinhas caso Dalva castração castramóvel Cat Licious catedral cativeiro Cauã Reymond Caucaia cauda causa animal causar cavalgada cavalo cavalos cavalos selvagens Caxias do Sul CCZ CCZ Palmas CE cego cegos ceias celebridade celular células células-tronco cemitério censura centopeias Centro de Referência para Animais em Risco cérebro certificado cerveja cervo cervos CETAS CGN champanhe Chapada dos Guimarães Chapada dos Veadeiros Chapecó charrete charretes chegar em casa cheiro Chernobil chester chifres Chile chimpanzé chimpanzés China chinês chineses chitas chocolate choque chorar Chris Brown chumbinho chumbo churrasco chutar chute chutes chuva Cici ciclista Cid Moreira Cidreira cientistas cigarro Cingapura cinomose Cintia Frattini circo circos cirurgia cirurgia plástica cisne cisterna clínica clínica veterinária clipe clonagem clonar cães coala cobaia cobaias cobertores cobra cobra de ratos cocaína cocô coelho coelhos colaboração coleira coleiras colete coletes colo Colômbia colonias coloridos combate comer comer a perna comer animais comer carne comercial comercialização comerciante comércio comida Comlurb compaixão companheiras companheiro companhia companhia aérea comportamento compra comprar comprometimento computador comunicação CONCEA conceito concurso concurso de beleza condenação condenado condenar condições precárias conectar conferencia conferência confinamento congelamento congelar Congo conselho de proteção animal consulta consumo de carne contrabando controle controle populacional convênio conversar convivência Copa do Mundo cor coração Corais da Amazônia corça Cordeirópolis Córdoba Coréia do Norte Coréia do Sul córrego correio corrente corrida corrida de cães cortar coruja corujas couro cozida viva cozido vivo cozinheiro CPI crachá crack creche credibilidade crédito crematório criação criação de animais criação de cães criação livre criador criador de cães criadores criadouro irregular criança crianças Criciúma crime crimes ambientais crionças Cristiano Ronaldo Crivelândia Crivella crocodilo crueldade cruza CTI Cuba cuíca Cuíca-graciosa cuidados cuidar cumprimento curiosidade curiosidades Curitiba curso custo cutia cutiano dachshund Dakota do Sul dálmata Damasco dançar Danone deboche decisão dedicação dedo defender defesa defesa dos animais defeso deformidade degola delegacia delegacia virtual demarcação democracia demolição dentes denuncia denúncia depressão deputado derramar desabafo desabamento Desafio da natureza desaparecimento descartar desculpas desenho deserto desfazer desfigurado desfile designer desmaio desmatamento desmontar despejo destino destruição detido devolução devolução a natureza devolver devorado DF dia das mães Dia de Ação de Graças dia do sacrifício dia internacional da mulher Dia Internacional dos Direitos dos Animais Dia Mundial do Veganismo diabo-da-tasmânia diagnóstico dicas difamado dificuldades dificuldades financeiras Dilma Dinamarca dinheiro diplomatas direção direito de imagem direito de vizinhança direito dos animais direitos dos animais direitos e deveres diretor discoteca dissecação dissecar Distrito Federal distrofia muscular Divinópolis doação doador de sangue documentação documentário doença doenças doenças renais doente doentes dog friendly dog hero Dolce e Gabbana domador domar domesticação domingo dos leitores Domínio dona dona falecida Donald Trump Donatella Versace doninha dono donos dor dormir DPMA Dr. Lobo Dries Mertens droga drone drones duas caras Dubai Duda Castro dueto de gatos ebola ecologia ecoparque ecoturismo educação educação ambiental égua Eid al-Adha eijão elefanta elefantas elefante elefante-marinho elefantes elefantes Zimbábue Elephant Parade embalagem embarcar embargo embarque EMBRAER Emenda Constitucional 96/17 emergência emigrante empatia empregada empresa empresa aérea empresa de ração empresas empresas aéreas encalhar encerramento enchente encoleiramento encontro Enem enforcado enfrentar engenharia enriquecimento ambiental ensinar ensino enterrada enterrada viva enterrar enterrar viva entregar entrevista envelhecimento envenenados envenenamento enxada enxurrada escada escamas escândalo escapar escavadeira escola escola de toureiros escombros escova de dente escultura esculturas esculturas têxteis esmola espaço espancado espancados espancamento Espanha esperar espetinho espingarda de ar espinho espiões espiritismo esporotricose esquartejado esquilo Estadio do Maracanã estagiário estaleiro estatística estátua estilistas estímulo estrada estradas estrelas do mar estresse estudantes estudo estupro EUA Europa eutanásia evento eventos evitar exame excesso de população humana excursões executivo exército americano exibição exoneração experimentação animal exploração exploração animal exportação exportação carne exposição exposição de cães expressões expressões faciais expulso extermínio extinção extinto extração de bilis extravio fábrica de filhotes facada facadas facão Facebook faculdade Fala Bicho falar falcões falta falta de energia família família de gatos família real fanatismo fantasia farmácia faro farra do boi fauna favelados fazenda fazenda de leite fazenda leiteira Fazenda Modelo fazendas fazendas de cães fazendeiro fazer mal febre amarela fechadas fechamento fechar feira agropecuária feira de Pavuna feira vegana feiras felinos fêmea Ferdinando férias ferida Fernando Ferreira Fernando Trujillo ferocidade ferramenta Ferrari festa festa de rua Festa do peão Festa S.Filipe no Fogo Festival festival indiano fetos fidelidade fidelidae fiel depositário figurinista filha filho filhos filhote filhote de cães filhotes Filipinas filmagem filme fim das charretes financiamento público fiscalização flagrante flecha flechada flor flora flores floresta Florianópolis Flórida foca focas focinho focinho torcido fogão fogo fogos fogos de artifício fogos silenciosos foie gras fome fonte de sustentação força-tarefa formatura formigas fórmula falida Fortaleza fórum Fórum Animal fossa fóssil foto fotógrafo fotos França frango frango vivo frangos fraude Fred freiras Friboi frigoríficos frio fronteira fuga fugido fugir fumaça fumante fumar funcionário funeral furacão fúria furões furtados futebol gado gado em pé gado vivo gaiolas gaiolas de gestação galagonídeos galgo galgos galinha galinhas galinhas caipiras galinhas livres galinhas poedeiras galinheiro galinheiros galo galos galpão gambá gang gangues ganso gansos garça garupa gata gata persa gatas gateiras gatinha gatinho gato gatos gatos pretos Gatos recordistas do Guinness desaparecem após incêndio nos EUA gavião gelo genética Gênova Georgia Geórgia geração de empregos Getúlio Vargas ginástica gineteada Giovanna Ewbank girafa girafas brancas Gisele Bündchen glitter Globo Natureza Globo Natureza: Ilha Grande GO Goiânia golfinho golfinhos gorila gorilas gorilas-das-montanhas Governador Celso Ramos Governador Valadares governo brasileiro governo espanhol Gracyanne Barbosa gráficos granja gravida Grávida gravidez greve dos caminhoneiros gritar guarda guarda compartilhada guarda responsável Guarulhos Guatemala guaxinim guerra Guia quatro patas habilidade Haiti halal Harry Harry Potter HBO herança herói hipopótamo hipotálamo história histórias histórico Holanda homem homem embriagado homenageado homenagem homens homeopatia homosexualismo Honduras Hope for Paws horóscopo chinês Hortolândia hospedagem hospitais hospital hot dog hotel hotel de luxo Houston HSI humanidade humano-guia humanos humanos X animais husky husky siberiano Ibama Ibicuitinga ICMBio idiota Iditarod idosa idoso idosos Igaracy igreja iguana ilegalidade Ilha do Bananal Ilha dos gatos Ilhas Faroé ilusão de ótica imagens imigrante impacto impedir importação impressão 3D incêndio inconstitucional indenização Índia índio gigante Indonésia industria da carne industria da pele industria laticínios Inglaterra insensibilidade insetos insolação inspeção Instagran instinto animal Instituto Luisa Mell inteligencia inteligência inteligência artificial inteligentes interdição interditado internet intriga Inuka invasão inverno investigação investimento Ipanema Ipatinga IRA Iraque Irlanda irmã isca isenção Islã islamismo Islândia Israel Istambul Itália Itararé Ituiutaba Iúna jacaré jacaré do papo-amarelo Jacarépagua jacarés Jackie jaguatirica Jair Bolsonaro janela Japão Jaraguá do Sul jararaca jardineiro jaulas javali javalis jegues João Dória João Pessoa Jockey Club jogador de futebol jogadores jogados jogar jogo de futebol Jogos Olímpicos Joinville jóquei Jordânia jovem jovens judiar juiz juíza julgamento Jumbo jumenta jumento jumentos Jundiaí Juninho justiça Kaloré Kauê Kedi Kéfera Buchmann Kid Vinil Kim Kardashian kosher Kosmo Kustelinha KwaZulu Natal lã mohair lã pura laboratório labrador ladrão lagartas lagartixa lagarto lagartos lago Lagoa Lagoa Maior lagosta lagostim lagrante laje lançamento lanchonete Laos Larissa Manoela Latino latir laudo Lava Jato lavar lavar dinheiro leão Leblon lebres legislação legislativo lei lei da vizinhança lei municipal leilão leis leishmaniose leite leite orgânico leite vegetal leitura lêmure leoa leões leopardo leopardo das neves lesma Letícia Filpi Líbano liberação liberação da caça liberdade libertação libras licença licença ambiental Lilica liminar limitação limpeza limpos Lince-Ibérico língua Lisboa litoral Liv lives livres livro lixeira lixeiro lixo lixo plástico lobo loja lojas Londres Londrina lontras Lopez Elorza louça Louisville Luana Piovani Luis Carlos Ramos Luisa Mell Lula Lulu luta lutas mabecos macaca macaco Macaco viciado rouba gasolina de motos na Índia macaco-prego macacos macacos-prego Macapá macaquinho Macau Maceió maconha macumba Madagascar madeireiros Madri madrinha Madureira mãe mãe de bicho Maia e Guida Maias Mais Você maitaca mala malamute mama Manaus manda manias manifestação maquiagem máquina máquina de balas máquina de lavar mar Maracanã marcas Marcelo Pamplona marfim marginais Mariah Carey Marília Marina Ruy Barbosa Maringá maritaca marmota marreco marrecos Marrocos Marsha máscaras mascote massacre matador matadouro matadouros matança matança de animais matar matas material material didático material reciclável matilha mau agouro mau-caráter Maurício de Sousa Mauricio de Souza maus-tratos Max Max Cat McDonald’s medicamentos vencidos medicina chinesa médico medidas medo mêdo Meghan meio ambiente Mel memória mendigo menina menino mensagem mentir mentira Mercadão de Madureira mercado mercado de peles Mercy for Animals Mercy For Animals Brasil Mero meses metro Metrô meus bichos México MG Mianmar Michigan mico-estrela mídia milagre milícia milicianos milionária mineração minhocas mini-porco mini-vaca Ministério dos Esportes ministro mistério mito Moçambique moda modelo modelos Mogi das Cruzes Mogi Mirim monitoramento morador de rua moradora de rua moradores moradores de rua morbilivírus morder mordida morrendo morrer morta mortandade morte morte violenta morto mortos Moscou Mosqueiro motocicleta motociclista motorista móveis MP MS MT muçulmanos mudança mudança climática mula mulas mulher mulher idosa mulheres multa multar multas muro murro museu música musicoterapia mutante nadar Nagoya Nairóbi Namorada namorado Nana Nárnia nascer natal Natura navio navio curral Neafa Negão negligência Nego Nepal netos neve Ney Matogrosso Nina ninho ninhos Niterói noiva nomeação normal Noruega noticiário noturnos Nova Aurora Nova Délhi Nova York Nova Zelândia novilho Novo Hamburgo OAB obesidade objetos de decoração obras observação observadores oceanos ocupada odiar ódio off-topic oficial óleo de palma olfato olhar Olimpíadas de Inverno Olímpiadas de Inverno Olinda onça onça-pintada onças ong de proteção animal ONGs ônibus Ontário Ontinyent ONU operação operação Beethoven Operação Policial oráculo orangotango orangotangos orca falante Orelha orelhas caídas órgãos públicos origem Osasco osso de leopardo ossos Ourinhos ovelha ovelhas ovo ovos pacarana padre pagar pai pai de santo Paiçandu países asiáticos Palas palestras Palmas Pamela Anderson Pampas Safári PAN Panelas pangolins pânico Pantanal pântano Paolla Oliveira papagaio Papai Noel Paquistão Pará Paraíba Paraíso dos Focinhos Paraná parapeito paraplégica parar parede parir Paris Paris Jackson parque Parque do Flamengo parque estadual Parque Guinle parque para cães Parque Zinave parques Páscoa passar mal passarela pássaro pássaros passeador passeadores passear com cães passeio pata patas pato Pato Branco patrocinador Patrocínio Paul McCartney pauladas Paulinho pavão PB PE peão peça musical pecuária peculato pedaço de pau pedradas Pedreira pedreiro peixe pele pele de animais pele de gato pele humana pele impressa peles peles de animais pelicanos pelo pelo animal pelo de cabra pelos Pelotas penas pendurada pendurado penetra penhasco penitenciária Penka pensamento pensão alimentícia perder perdido Perdigão perfume perigo perito animal Pernambuco perseguição personagens personal trainers personalidade pertubação sossego peru perus perus selvagens pesca pesca esportiva pescador pesquisa pesquisas pesquisas científicas pessoa boa ou má pessoas pet pet friendly Pet Lounge Pet Park pet shop PETA petição petições petróleo Petrópolis pets PI Piauí picada pijama pinguins pinscher pintinhos pintura pinturas Pipo piranha piscina pistola de ar pit bull pivetes pizza PL PL 6268/16 PL 6268/2016 placa placenta planejamento Planeta Terra plantas plástico plebiscito PM pneus POA poço Poços de Caldas poesia polícia polícia ambiental polícia civil polícia federal polícia militar policiais policial policial atirar política política pública políticos poluição pombo pombos Pomerode pônei ponte Rio Niterói popularidade Por que os cachorros seguem seus tutores porca porcas porcas do rodoanel porco porco-espinho porcos Porque os animais sofrem porquinho porquinho da índia porta porta-mala porta-malas portão portão do inferno portinhola Porto de Imbituba Porto de Santos Porto de São Sebastião Porto Rico Portugal posse responsável posto de gasolina pouca gordura Pouso Alegre PR praça praça de touros pragas praia praias prateleiras preás preço preço de gatos preconceito preços populares predadores prédio prédio IBGE prédio público prefeito prefeitura Prefeitura de BH Prefeitura de Brusque Prefeitura de Maricá Prefeitura de Marília Prefeitura de Pouso Alegre Prefeitura de São Joaquim Prefeitura de São Paulo Prefeitura de Torrinha Prefeitura do Rio preguiça prejuízo prêmio prender presa presente presente de Natal presépio preservação presidência preso presos pressentir prevenção prever previsão primata primatas primeiro socorros Princesa Príncipe Frederik Príncipe Harry prisão procurar produtos vencidos professor professora programa programa de TV proibição proibidas proibido proibir projeto Projeto Amazônia projeto de lei promotor Propriá prostitutas proteção proteção animal proteína proteína animal proteína vegetal próteses protesto protetor de animais protetora protetora de animais protetoras protetores protetores de animais publicação pug pular puma Qatar quatis quebradas Queen queimadas queimado queimados queimar queixa quelônios Quênia quero-quero questionamento quimerismo rabo raça ração ração de cachorro racismo rações Rainha Margrethe II ralo Ramba rancho dos gnomos rapaz raposa raposas rapper rato ratos reabilitação reação reality show receitas reciclagem Recife recinto reclamação recolhimento reconhecer reconhecimento facial recorrer recuperação recursos rede rede social redes sociais reencontro reforma regras regulamentação regulamento Reino Unido reintegração reintrodução relação homem animal relação homem x animal religião remédio remoção renas renúncia representação reprodução répteis reserva ambiental reserva de caça resgatado resgate resgates residência Resq Charitable Trust ressuscitar restaurante restaurantes retono retorno retrospectiva reveillon Revista Veja revolta Ribeirão Preto Riccardo Naman rifa Rihanna rinha rinha de galo rinoceronte rinoceronte branco rinocerontes rio Rio de Janeiro Riozoo Rita Lee Ritinha rituais rituais satânicos RJ Roberto Trípoli robótica rochas roda rodeio rodeio crioulo rodeio de carneiros Rodonópolis rodovia rodoviária Roma Rondônia ronronar Roraima roubado roubar roubo roupa roupas roupinha Royal Polo Cup do Elephant 2018 RS RSPCA rua ruas rumo russa Russia Rússia russo sabiá Sabine Fontana Sabrina Sato sacada saco sacola plástica sacos sacos plásticos sacrificado sacrifício sacrifício de animais sacrifícios Sadia safari safári Safari Park salamandra salmonela Salvador salvamento salvar salvos sangue Santa Catarina Santiago Santo André Santos santuário santuário animal santuário de elefantes Santuário Terra dos Bichos São Caetano São Conrado São Fidélis São Francisco São Lourenço São Paulo São Roque São Vicente sapatos sapos saruê SC Scalibor SE Sea Shepherd seca secretário segunda sem carne seguro para animais seita seleção selfie selfies sem carne sem-teto semana seminário Senado senciente sentença sentimento separação sepultamento seres senscientes Sérgio Malandro Sérgio Rangel Sergipe serial killer série Seropédica Serra da Cantareira serumano Sérvia serviço gratuito servidor público Sevilha sexta-feira 13 sheila moura Sheila Waligora shopping Shopping Eldorado Shpynx Sibéria Simba Simon's Cat simone nardi sinais dos surdos Singapura sintético sintomas Sintra SIPA Síria sírio sítio sobrevivência soco socorro socos soja soldado solidariedade soltar soltura solução Sorocaba sorte sorvete soterrada SP Sri Lanka Stanley Startup SUBEM substituição sucuri Suécia Suiça Suíça SUIPA sumir super população supermercado superpopulação humana superstição suricatos Surubim suspender suspensão Suzane Rizzo Suzano Tá no Ar Tailândia Taiwan tamanduá tamanduá-mirim tampinhas Tanzânia tapa Tarântulas tartaruga tartarugas Tatá Werneck tatu-bola tatuagem taturanas tatus Taubaté taxista Taylor Bird tecnologia teiú teleférico telefone telhado temperamento tempestade temporal tênis. bola terapia Teresina terminologia território Tessy teste testes testes cosméticos texugo texugos Thomas Thor tigre tigre-de-sumatra tigres tijoladas tilápia tinder tingidos tinta Tiradentes tirar foto tiro Titi titular tiziu Tocantins tomar banho tortura tortura animais torturador tosa Total Alimentos tourada touradas toureiro touro touros trabalho trabalho humanitário tradição traficante traficantes trafico tráfico tráfico de animais tráfico de drogas tragédia trangênicos transexual transferência transplante transplante de cabeça transporte transporte de animais transporte de animais vivos transporte de aves transporte de carga viva transporte terrestre tratamento trazer treinador treinamento treino trem Tremembé tribo tributos triciclos troféus troféus de caça tropa feminina tubarão tubarões tucano tucanuçu túmulo turismo turista turistas Turquia tutela jurídica dos animais tutores TV para cachorros Twelves tziu Uber UFBA UFPB Uganda UIPA ultrassom Umuarama UNIPA United Airlines universidade Universidade do Paraná ursa ursa Marsha urso urso panda urso polar ursos ursos polares Uruguai uso de peles USP vaca vacas vacinas Valdir Colatto Valdivino Vale do Silício Valença Vanessa Mesquita vaquejada vaquejadas vaquinha varanda Varginha Varig vasos veado veados vegana veganismo vegano veganos vegetariana vegetariano vegetarianos velar velho velório venda venda de animais venda de filhotes venda de vagas vender veneno Veneza Venezuela verdade verdade inconveniente vereador vereadores vergalhão vetada veterinário veterinários veto viagem viagem de animais viajar viciada vicio vida na Terra vídeo vídeo educacional vídeos vídeos curiosos vídeos educacionais vídeos educativos vídeos engraçados Vietnã Vigilância Sanitária vila Velha vingança vinho violência contra animais vira-lata Viradouro virus virús vírus visita vison Vista-se vítimas vitória viva vivas viveiro viver vivo vizinhos voar vodu Volkswagen voltar voluntária voluntários voo votação voz voz de criança Wesley Safadão Westworld Wikie Workshop xarope xenotransplante xixi Xuxa Xuxa Meneghel Yasmin Brunet yorkshire Youtuber Yulin zap do dia zebra Zeca Zimbábue zoofilia zoológico zoológico da Venezuela zoológico de Brasília zoológico de Gaza zoológico de Londres zoológico de São Paulo zoológico do Iraque zoológico do Rio zoológico dos EUA zooterapia

O site Vista-se publicou esta matéria ontem. Muito bem escrita e opinativa. Assim que gosto de ler as coisas, informando e formando pessoas. Excelente matéria mostrando a tragédia do que são rodeios e vaquejadas..... E saber que a porcaria de um veterinário aqui do Rio é candidato apoiando estes eventos macabros onde a exploração e sofrimento do animal é EXPLÍCITA. Detalhe que eles não tem uma única estrutura para retirar o animal ferido da arena. Arrastam o pobre que devia estar sentindo toda dor do mundo....Malditos perebentos criminosos!!!!!
-------------------
Touro tem patas quebradas em prova de rodeio na frente de milhares de pessoas em Adamantina-SP
Considerado o principal evento da cidade de Adamantina, no extremo oeste do estado de São Paulo, o Adamantina Rodeo Festival ocorreu entre os dias 11 e 16 de junho e reuniu dezenas de milhares de pessoas de toda a região.

Na noite da última quarta-feira (13), o recinto do rodeio estava lotado quando um touro teve as duas patas traseiras quebradas durante uma prova de montaria. O vídeo que você confere abaixo foi feito por pessoas que estavam na arquibancada e, mesmo apoiando o rodeio, lamentaram a cena que viram.

É possível ouvir claramente no vídeo várias pessoas comentando que estão com dó do animal, que ele acabará sendo morto e que ele deve estar com dor. É também possível ouvir vaias à situação. Mas não é possível saber se as pessoas estão vaiando a demora para que o animal seja retirado ou o tratamento rude dado a ele.

O touro tenta levantar e não consegue, então, começa a se arrastar pelo recinto com as patas traseiras imóveis. Na pressa para retirar o animal e dar sequência às provas, um grupo de homens puxa o animal pela cauda e usa também uma corda em seu pescoço puxada por um homem montado em um cavalo.

Após ser retirado da arena, há informações não oficiais de que o animal recebeu atendimento, chegou a ser levado a um hospital veterinário, mas foi morto. Embora em um primeiro momento seja natural pensar em “acidente”, essa situação não pode ser entendida dessa forma. Quando uma pessoa decide obrigar um animal a participar de uma competição como essa, assume o risco de que tragédias assim aconteçam.

Isso sem falar no risco para os seres humanos, que frequentemente saem machucados ou mortos desse tipo de evento – o que também é lamentável. Mas no caso dos peões, eles escolheram estar ali, encaram o risco por vontade própria. Os touros, não. É injusto.

Procuramos um posicionamento sobre o acontecido nas páginas oficias da empresa Cabeludo Eventos, que organiza o Adamantina Rodeo Festival, do Circuito Rancho Primavera (CRP), que é responsável pelo campeonato de rodeio e suas provas, e também de dois jornais locais. Ninguém se posicionou publicamente sobre o assunto.

O Adamantina Rodeo Festival deste ano contou com shows de Alok, Henrique & Juliano, Marília Mendonça, Júlia & Rafaela, Brenno & Matheus e Matogrosso e Mathias; artistas, que apoiam eventos como esse.

Fonte: Vista-se

O vídeo abaixo é de 2015, mas, foi vinculado na mídia agora. Só que, como costumo pesquisar tudo, lá fui eu...... Gente, tem vídeo de galinha, galinha e pintinhos, cavalo, cachorro, bagre, peixe, barata, capivara, boi e porco tomando cerveja com fundo sonoro de gargalhadas humanas..... Pode parecer engraçado, mas, pra mim é algo triste e lamentável de se ver...... Quem quiser conferir é só ir no YouTube... tem vários....... Lamentável!!!!! 

Agora, vejam este porco abaixo que ainda arrebenta, com a boca, as latinhas de cerveja. Em princípio achei que era no Brasil porque nas filmagens falam em português. Mas, fuçando descobri que este porco, aliás, são 2, são explorados por um casal de fazendeiros. Leiam abaixo a verdade dos fatos:

Porcos bebendo da cerveja famosa de St Croix
Escondido na floresta tropical no lado oeste de St. Croix é um pequeno bar, MT. Pellier Hut Domino Club. Um telhado de palha cobre o que é, em todos os casos, uma barra de selva, e muitas vezes tem sido chamado de tal. Mesas com baralhos de cartas e dominós aguardam os que buscam a atmosfera única do lugar. Os moradores locais adoram isso lá. Norma, a anfitriã, mantém as cervejas geladas e o "Mamma-wanna" à mão. JJ e Oreo, as principais atrações, podem até beber debaixo da mesa!

Tudo começou há mais de 20 anos. George e Norma, os donos do lugar, eram fazendeiros. Eles tinham muitos porcos e decidiram diminuir o número. Eles venderam quase todos eles; Ms. Piggy e Buster Pig foram mantidos. As pessoas vinham pela propriedade de vez em quando e aconteceu um belo dia em que um visitante passou  com uma cerveja na mão na frente de Buster e ele roubou e tomou !! Uma estrela nasceu. 

Com o tempo, as pessoas continuaram vindo visitar George e Norma, para tomar uma cerveja e jogar dominó e assim desenvolveram o Domino Club! Os visitantes dariam a Buster uma cerveja para o prazer dele já que ele havia indicado seu gosto no dia que tomou a primeira.  Buster morreu e um pequeno monumento em seu nome está na propriedade. Seu filho JJ e sua neta Oreo assumiram o show!

Aposto que você ainda está se perguntando - como JJ e Oreo pegam as cerveja e como elas as bebem? Os visitantes do Domino Club podem pagar à JJ e Oreo uma rodada de cervejas sem álcool a US $ 2 por rodada ou US $ 1 por visitante.

JJ e Oreo são mantidos em uma baia em frente ao bar e restaurante. Eles são muito bem tratados para os deleites e, então,  um toque simples no portão é o suficiente para adquirir a atenção dele e dela. Coloque a lata de cerveja aberta na boca e eles cuidam do resto. Tomam o conteúdo e jogam a lata de cerveja no chão, assim como um porco faria!

Então, da próxima vez que você estiver em St. Croix, passe e diga Olá para Norma, compre uma rodada para JJ e Oreo e aproveite a atmosfera única do Monte. Pellier Domino Club.

Fontes: Vinow - Family Travel (sites de viagem são legais porque nos contam o que rola em outros países com os animais) - 
Saint Croix (Santa Cruz) é uma ilha no Mar do Caribe, condado e distrito das Ilhas Virgens Americanas, um território não-incorporado dos Estados Unidos.

A história deste cão é emocionante. Aconteceu na Rússia e numa cidade conhecida, até então, por sua industria de automóveis. Cortei um pedaço do vídeo porque mostrava muito sobre carros. Agora, vocês sabem que adoro pesquisar e achei coisas lindas sobre as histórias de cães que viraram estátuas, em especial na Russia. Sobre este cão encontrei mais duas matérias....vejam ao final....
----------------------
Monumento da devoção: a história do pastor alemão de Togliatti
Este pastor alemão tornou-se membro de uma jovem família da cidade de Togliatti enquanto ainda era um cachorrinho pequeno. O cão cresceu e ficou mais forte a cada dia com seus donos. Ele era um verdadeiro amigo.

Aquele dia seria um dia quente de verão, se não fosse por uma terrível catástrofe. Na saída para a estrada de contorno da cidade, o casal em seu carro colidiu com outro carro. É claro que no carro doméstico não havia airbags, então o cara e a garota foram mortos. Mas seu cão favorito sobreviveu milagrosamente.

Quando o cachorro acordou, ele não saiu da cena do acidente e permaneceu obedientemente esperando por seus mestres. Um dia, uma semana, um mês se passou, mas o fiel cão não queria sair.

As pessoas da cidade começaram a prestar mais e mais atenção a um cão que estava sentado à beira da estrada em qualquer clima durante um ano - fosse chuvarada, neve ou geada. Alguns tentaram levá-lo para casa ou dar a um abrigo, mas o amigo de quatro patas sempre voltava para o seu lugar. Saltava e latia para toda de cor carros cereja, porque lá dentro achava que eram seus mestres.

Percebendo que para levar o cachorro era inútil, os habitantes de Togliatti começaram a alimentá-lo. O Pastor passou a fazer parte de suas almas  e eles o tratavam com muito amor e carinho. Até mesmo o nome foi dado - Constantino, que do grego significa "verdadeiro". Após 7 anos, todos os habitantes da cidade o conheciam.

Em 2002, os habitantes de Togliatti soaram o alarme: Constantine desapareceu. Mais tarde, o cadáver do cão foi encontrado nas profundezas da floresta. Apareceram rumores de que o pobre cão foi atropelado por um caminhão e o motorista, percebendo quem matou, tirou o corpo da pista.

Só depois de um tempo eles estabeleceram: o cachorro lendário não foi morto. Aparentemente, tendo percebido a aproximação da morte, o próprio animal foi para a floresta e lá ele já faleceu.

Sem pastor alemão, a cidade estava vazia, ele perdeu seu símbolo principal. Portanto, as pessoas da cidade decidiram arrecadar dinheiro e em 2003 instalaram um monumento a Constantin. Mesmo depois de sua morte, ele continua a esperar por sua amada família, lembrando-nos tudo sobre as principais coisas nesta vida - sobre o amor sincero e devoção.

Fonte: Flytothesky

=============
1- Neste link  Sobaki.guru  vocês encontram histórias incríveis sobre outros cães.... Coloquem no tradutor do Google e aproveitem...... São histórias lindas..... 

1 - Um cão fiel de Togliatti




Engraçado que, normalmente, os elefantes quando tem algum membro da manada em dificuldade ficam perto e tentam ajudar. Este manezinho aí, nem a mãe estava por perto..... O que teria acontecido..... será que a mãe foi morta e aí ele estava sem rumo? é o mais provável..... caçadores malditos!
----------
Este é o momento comovente que um filhote de elefante sai de um poço abandonado de 12 metros. O bebê de um ano de idade tinha passado 12 horas dentro e estava exausto demais para subir o caminho íngreme que havia sido cavado para ajudá-lo a sair. Ele deslizou algumas vezes enquanto subia e parou em exaustão por algum tempo. 

Quando parecia que ia desistir, o filhote reuniu sua última gota de energia e desceu, fazendo com que uma grande multidão de curiosos aplaudisse. O incidente ocorreu em uma floresta em Dhenkanal, Odisha, Índia, em 12 de junho . Alguns moradores da vila de Jhumpudia notaram que o filhote havia caído em um poço abandonado na noite de 11 de junho.

Na manhã seguinte, alertados pelos aldeões, os funcionários florestais trouxeram uma escavadeira e escavaram um caminho para fora do poço para resgatar o filhote. O animal exausto começou a escalar o caminho, mas continuou escorregando. Mas quando os aldeões aplaudiram, ele saiu mostrando uma força impressionante. 

Um morador local, Ramakantha Das, disse: “Demorou muito tempo, quase quatro horas, para completar o resgate. O bebê impaciente continuava atrapalhando o trabalho do escavador, retardando o trabalho.” Um funcionário da floresta disse que o o filhote havia se perdido do seu rebanho. "Vamos tentar enviá-lo de volta ao rebanho", disse ele.

Fonte: LiveLeak

Acho foclórico estas histórias. Mas, eu ia carregá-lo pra minha casa...... ia ficar debaixo das minhas asas como boa "galinha" que sou.... hehehehe.... Não confio em humanos NUNCA. Boa sorte ao Bolinha e que seus protetores estejam sempre atentos....
------------
Moradores de São Lourenço compartilham a rotina do cachorro Bolinha em um grupo com quase 1,5 mil pessoas.

A rotina de um cachorro que vive no calçadão no Centro de São Lourenço (MG) deu a ele a fama de um animal religioso. O Bolinha Católico, como ficou conhecido, frequenta missas, procissões, passeia pelos corredores da igreja e, recentemente, entrou de "penetra" em um casamento da cidade. Os hábitos diferentes atraíram quase 1,5 mil pessoas em um grupo criado nas redes sociais para compartilhar as aventuras do Bolinha.

Nas fotos, Bolinha aparece em todos os eventos importantes da cidade. Já foi clicado na procissão de Corpus Christi, nas comemorações da Semana Santa e aparece dormindo perto do altar.

“Ele frequenta missas das 8h, das 10h, o confessionário. Ele chega ‘chegando’ e não se intimida de entrar num lugar. Vai procurando um banco, vai deitando. Já foi visto até nas reuniões do Alcoólicos Anônimos, em uma sala alugada na igreja”, conta Denise Lage, que criou o grupo há quase duas semanas.

Bolinha foi visto na cidade pela primeira vez em um acidente, há quase 7 anos. Ele foi atropelado por um carro e saiu correndo com a pata machucada. Dias depois, foi encontrado pela dona de casa Vandrea Nicola e o marido Marcus, que deram remédio e viram o cachorro melhorar.

"Ele começou a ser visto em tudo que é lado... nos barzinhos, nas lojas, as pessoas faziam carinho. Conquistou o espaço dele", contra Vandrea. Em um dos passeios, descobriu a igreja e escolheu como seu lugar favorito. "Começou a gostar do local, é calmo, tranquilo, onde podia dormir sossegado e isso foi se tornando um hábito. Hoje, assiste aos casamentos, batismos, velórios".

O cachorro católico coleciona aventuras e, às vezes, precisa ser segurado. “Teve uma caminhada pra Nhá Chica em Baependi, eu tive que prender ele no hotel. Porque senão ele vai, não aguenta voltar, aí ligam pra mim e tenho que buscar o Bolinha em Baependi, porque lá ele fica”, conta Denise.

E para o Bolinha, toda religião é bem-vinda. “Teve uma vez que ele desapareceu, foi parar em Pouso Alto, fomos buscar. E lá ele estava frequentando uma igreja evangélica”.

Mas o bicho também tem uma vida fora da igreja: frequenta bares, restaurantes e festas da cidade. “Tem que estar na balada, na noite, nos eventos. Inaugurou uma lanchonete nova há uns dias, e lá estava ele. Eu nem sei como ele fica sabendo que o lugar vai inaugurar”, brinca Denise.

Como um cachorro independente que passeia por todos os lugares, a dificuldade é saber onde o Bolinha está. “Por isso criei o grupo, no sentido de proteção. Todo mundo ajuda a ficar de olho e a cuidar. Agora sei por onde ele anda”.

O cachorro tem muitos “donos” que ficam de olho em cada passo dele, mas vive nas ruas. Recebe as vacinas obrigatórias, ganha comida e roupas. A opção de não colocar Bolinha para a adoção é por conta da liberdade.

“Ele é de todo mundo. Não pode ser adotado, ele não é feliz numa casa. Quando ele dorme no hotel, ele quer ir embora, não quer ficar lá. É uma característica dele. Ele quer ser livre, feliz”.

FONTE: G1

Gosto muito, só espero que não seja um palanque político, se é que entendem..... Pelo menos, este vereador fez o dever de casa certinho. Arranjou a verba para implantação e funcionamento, certo? 
-------------
O veículo itinerante é adaptado para a castração e atendimento móvel veterinário de animais como cães e gatos de rua...
Com a aquisição de um Castra Móvel, o Município de Pato Branco poderá ampliar a política pública de controle de animais. A liberação do recurso para a aquisição do veículo e equipamentos está assegurada. 

Segundo o vereador Fabrício Preis de Mello (PSD), o investimento de R$ 125 mil  foi depositado, inclusive o gestor municipal pode dar início ao processo licitatório para adquirir a unidade de castração.

O valor de R$125 mil foi empenhado junto à Secretaria Municipal de Saúde, no dia 06 deste mês. O processo de licitação e cotação para aquisição do equipamento envolverá as secretarias Meio Ambiente e Saúde.

O recurso liberado pelo Ministério da Saúde,  dentro do programa de controle de zoonoses, foi conseguido com o apoio do deputado federal Osmar Bertoldi (DEM). Fabrício agradeceu ao deputado pela conquista, a qual auxiliará o desenvolvimento da politica pública de controle dos animais.

O Castra Móvel é um veículo, itinerante, adaptado para a castração e atendimento móvel veterinário de animais como cães e gatos de rua. Objetivo será promover o equilíbrio entre saúde pública e o meio ambiente, além de promover o bem-estar animal, evitando a superpopulação.

FONTE: cgn

Vejam porque sou contra alimentar e colocar casinhas para animais nas ruas. O tal "serumano" é podre e não dá para confiar...... Espero que as pessoas comprovem meus dados sobre tal assunto.... O ideal é recolher, tratar e fazer adoção. 
----------------
Protetores independentes encontraram os bichos ensaguentados e agonizando por volta de 6h30 desta sexta (15).

Cerca de 20 gatos foram mortos a pauladas no polo de lazer Gustavo Braga, na Avenida João Pessoa, em Fortaleza. O local é ponto de abandono de animais. Os gatos foram encontrados com sinais de violência por protetores independentes na manhã desta sexta-feira (15).

De acordo com Floriana Oliveira, protetora de animais que atua na área, uma equipe esteve no local por volta de 6h30 e se deparou com animais ensanguentados; dois deles estavam agonizando e foram levados ao veterinário. Os protetores aguardam laudo para comprovar os maus-tratos.

"A violência naquele local é uma constante. Desde 2014 a gente vem lutando pra conseguir câmeras de segurança. Já houve envenenamento e de 2014 pra cá perdemos mais de 400 animais envenenados... são violências diversas. A gente sempre se depara com animais jogados num canal que tem lá, não tem fiscalização", denuncia.

Ela afirma que a população do entorno é intolerante à permanência dos bichos. "Reina a lei do silêncio. A gente suspeita que moradores do entorno pagam alguém pra praticar a violência, porque lá 'ninguém sabe, ninguém viu'", comenta.

Segundo a protetora, são feitos boletins de ocorrência sempre que constatados casos de violência contra animais no local, porém, por falta de câmeras de segurança, o trabalho da polícia é dificultado. "A polícia acaba não tendo o que fazer, porque não tem pistas", completa.

Intolerância
Presidente da ONG de proteção animal Deixa Viver, Gabriela Moreira frisa que a comunidade, como a maioria da cidade, não aceita os animais serem alimentados e cuidados. "Isso acontece em todos os pontos de abandono que a gente cuida."

Com apoio da ONG, os protetores independentes denunciaram a situação para a Coordenadoria Especial de Proteção Animal de Fortaleza (Coepa), pedindo ajuda para outros órgãos competentes que possam intervir na área. "Estamos aguardando algum tipo de ação do poder público. Eles são constantemente agredidos e mortos, lá também é ponto de droga e piora ainda mais a situação", destaca Floriana.

Conforme o Código Penal, a pena para quem "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos" é detenção de três meses a um ano e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço se ocorre morte do animal.

FONTE: G1

Ai que queria tanto que as pessoas se informassem sobre isto.....
--------------
Diversos estudos têm concluído que comer carne como fonte de proteína não é a coisa mais esperta que podemos fazer.

Aparentemente, é melhor investir nas plantas. E existem boas razões para explicar por que as fontes de proteína de origem vegetal, como o feijão, são uma alternativa mais saudável ao bacon. Vamos nos debruçar sobre algumas?

Figura geral
A carne animal é conhecida por seus muitos nutrientes. Se você come uma variedade de carnes (claras e escuras, não apenas carne bovina, assim como vários órgãos), pode ingerir todos os aminoácidos necessários para fabricar suas próprias proteínas corporais, além de vitaminas como B12, niacina, tiamina, B5, B6, B7 e vitaminas A e K.

No entanto, se você trocar toda essa proteína animal por uma dieta igualmente diversificada de proteínas vegetais, como nozes, sementes e feijões, dá basicamente na mesma. Esses alimentos também são repletos de um espectro semelhante de nutrientes. A maior diferença é a vitamina B12, que a maioria das plantas não consegue produzir. Você pode obter B12 de algas comestíveis e cereais fortificados, embora a maneira mais fácil seja através de suplementação ou da ingestão de produtos de origem animal.

No geral, contudo, as proteínas à base de plantas são muito mais saudáveis do que suas contrapartes animais. Além de oferecerem os mesmos perfis de vitaminas, contêm mais nutrientes em menos calorias e têm uma coisa que as proteínas animais não têm: fibra.

Fibra
O nutricionista Andrea Giancoli, da Califórnia (EUA), explica que a fibra ajuda na digestão, promove um microbioma intestinal saudável e está fortemente associada a menor risco de doença cardiovascular. Ponto para os vegetais.

Gordura
Outra razão pela qual proteínas animais não são tão boas para a saúde é porque geralmente são acompanhadas de gordura. A gordura é parte da razão pela qual bifes e hambúrgueres são deliciosos. Só que ela também tende a entupir seu coração. “[Com proteínas vegetais] você obtém menos gordura saturada e controla o colesterol”, defende Giancoli.

As gorduras saturadas contribuem para doenças cardiovasculares porque elevam os níveis de colesterol ruim. Já alimentos como nozes, abacates e peixes têm muito menos gorduras saturadas do que carnes vermelhas, por exemplo. Como tal, são alimentos apelidados de “gorduras saudáveis”.

Câncer
Você provavelmente já ouviu falar do relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) que concluiu que carnes vermelhas processadas, como bacon e linguiça, são carcinogênicas. O câncer colorretal, em particular, tem sido associado à ingestão de carne vermelha, bem como câncer de pâncreas e de próstata.

Até mesmo a carne grelhada pode ter alguns compostos carcinogênicos.

Tudo bem que, no que diz respeito ao risco de câncer, a carne não é o nosso pior inimigo. Estimativas recentes da OMS creem que o número de casos anuais de câncer causados por ingestão de carne vermelha seja de 50.000, comparado a 200.000 por poluição do ar, 600.000 por álcool e um milhão por tabaco. Mas o número não é exatamente insignificante, certo?

Vegetarianos vivem mais
Meta-análises que compararam a saúde de pessoas que comem proteínas animais versus proteínas vegetais constataram que, mesmo após o ajuste para outros fatores, como classe socioeconômica, peso e hábitos de exercício físico, aqueles que comem plantas tendem a viver mais e ser mais saudáveis.

Por exemplo, essas pessoas tendem a ter menos doenças cardiovasculares e menos casos de câncer. Há quase certamente alguns pequenos fatores que contribuem para a associação: pessoas que comem proteínas vegetais parecem consultar seu médico com mais regularidade e, assim, obter melhores cuidados preventivos. Talvez também tendam a viver em lugares menos poluídos.

Mas como ainda existem correlações entre o consumo de proteínas vegetais e a saúde geral mesmo após esses ajustes de controle, as análises concluíram que fatores de estilo de vida, por si só, não são responsáveis pela correlação.

A mensagem que fica, então, é: a substituição da proteína vegetal por proteína animal, especialmente no que diz respeito a carne vermelha processada, pode conferir um benefício substancial à saúde. Não precisa desistir de vez do hambúrguer, mas moderar o seu consumo é sem dúvida uma boa ideia.

FONTE: hypescience

Engraçado, não? Houve tempo que a proteção animal batia em cima de toda clínica que tinha um cão numa gaiola para tirar sangue para outro cão...... Pois é..... e ainda tem um candidato veterinário à deputado dizendo que só sua profissão pode falar sobre "bem-estar animal".... Brincadeira, não?
-----------------
Em Goiânia há dois bancos de sangue para animais

Muita gente não sabe, mas a doação de sangue é também um ato de amor entre os animais de estimação. Cães e gatos saudáveis podem ser doado­res e ajudar a salvar a vida de outros pets, claro, desde que atendam a alguns pré-requisitos, como estar com a saúde, vacinação e vermi­fugação em dia, ter pulgas e carra­patos controlados e ser um animal dócil.

Assim como acontece com a doação de sangue humano, os ban­cos de sangue de animais sofrem com os baixos estoques.

Em Goiânia há dois bancos de sangue, o Hemopet Center e o Ban­co de Sangue Pet. Segundo a vete­rinária e proprietária do Banco de Sangue Pet, Ana Cristina, a média de doadores por mês é de 70 cachorros e cinco gatos. “As vezes temos mui­ta procura, mas não temos doado­res suficientes. E mesmo assim as nossas bolsas de sangue atendem Goiânia, o interior de Goiás, Brasí­lia e algumas vezes Mato Grosso e até Minas Gerais”, explica.

A transfusão de sangue de ani­mais são para casos de anemias, doenças crônicas e perdas de san­gue causadas por acidentes, mas os principais problemas que po­dem levar a transfusão de sangue são as doenças transmitidas pelo carrapato, que muitas vezes atin­gem a medula óssea do animal.

“Cada animal requer um tipo di­ferente de doação. Alguns precisam de sangue total, outros, apenas de alguns dos seus componentes (he­mácias, plasma, plaquetas, albu­mina, leucócitos, fatores de coagu­lação)”, afirma a médica veterinária Tatiana Braganholo. De acordo com ela o procedimento ajuda na recu­peração e em muitos casos é essen­cial para que o animal não perca a vida. Uma bolsa de sangue pode ajudar até três animais diferentes.


CUIDADOS

Antes da doação, o veterinário realiza alguns exames e avalia os requisitos básicos para confirmar a viabilidade do procedimento, que não causa nenhum prejuízo à saú­de dos animais saudáveis. A quan­tidade de sangue extraída de cães de grande porte, por exemplo, não ultrapassa 450 mililitros.

Muitas vezes, o animal recebe um sedativo leve para que se man­tenha tranquilo durante a extração. “É importante ressaltar que os ani­mais, assim como nós, também têm diferentes tipos sanguíneos. Por isso a importância de haver mais pets doadores”, ressalta Tatiana.

Segundo a veterinária Ana Cris­tina, em Goiânia, há uma certa pro­cura para doação de sangue, mas ela alerta que para ser um doador o ani­mal de estimação precisa se encai­xar nos requisitos e principalmen­te estar no peso ideal. Para os donos que têm interesse basta ligar em um dos dois bancos de sangue da capi­tal e agendar o atendimento.

Cães e gatos têm pré-requisitos diferentes para a doação. Saiba quais:

Cachorros

  • – Pesar mais de 27 kg
  • – Vacinação e vermifugação em dia
  • – Estar com o controle de pulgas e carrapatos em dia
  • – Ter entre um e oito anos
  • – Ausência de doenças e transfusões prévias
  • – Fêmeas não devem estar prenhas, amamentando ou no cio

Gatos

  • – Pesar mais de 4 kgs
  • – Vacinação e vermifugação em dia
  • – Estar com o controle de pulgas e carrapatos em dia
  • – Ter entre um e sete anos de idade
  • – Ausência de doenças e transfusões prévias
  • – Fêmeas não devem estar prenhas, amamentando ou no cio
FONTE: dm

Vale a pena a leitura:
-----------
Provedora dos Animais de Lisboa diz que há desconhecimento sobre pombos, mas não só: "Era importante que, quando levam um animal para casa, as pessoas tivessem alguma formação, uma carta dos seus deveres e direitos."

Marisa Quaresma dos Reis diz que o fim das touradas em Lisboa só depende da vontade da câmara em negociar com os donos do Campo Pequeno. E critica a lei dos maus tratos a animais, que tem previstas penas demasiado "baixinhas".

Como é feito neste momento o controlo da população de pombos em Lisboa?
Utilizaram-se falcões para os afugentar, mas era uma solução muito cara e esse contrato terminou. A ideia é criar seis pombais contraceptivos, equipamentos nos quais os ovos naturais são trocados por ovos de plástico. Por causa de constrangimentos orçamentais só existe um. Antes disso tem de se fazer um censo, para  perceber onde se concentram mais aves. Há especialistas que dizem que a captura e o abate não são eficientes, uma vez que os pombos migram e quando um desaparece há outro que ocupa esse espaço. Neste momento, quando há muitas denúncias são capturados com redes pelos serviços camarários e mortos com gás.

Isso é ético?
Qualquer morte de um animal só porque nos é conveniente não é ética. Nestas circunstâncias não é para salvar uma vida. É uma questão cultural. Qualquer que fosse o partido que viesse para a Câmara de Lisboa e deixasse de cumprir esta obrigação sujeitava-se a responder perante um tribunal administrativo. Porque é uma incumbência das câmaras municipais zelar pela saúde pública e fazer o controlo das ditas pragas.

Apesar de, como diz, os pombos não transmitirem grandes doenças aos humanos?
Sim. Por mim, a política de captura e abate terminava agora. Mas isso não é possível por causa das queixas dos munícipes. Há alternativas, como a colocação de redes e espigões nos edifícios.
O Rossio é um dos locais onde também já se vêem muitas gaivotas.
É um problema que se calhar daqui a dez anos terá a dimensão do dos pombos. Porque o alimento está a desaparecer do mar e elas são omnívoras. Comem gatinhos bebés, esventram pombos... até comem ração de gato.

É frequente vermos cães à solta nos jardins, apesar de ser proibido. Como conciliar isso com o respeito pela segurança dos transeuntes?
É uma questão cultural. Era importante que quando levam um animal para casa as pessoas tivessem alguma formação, uma carta dos seus deveres e direitos. Que as informasse dos perigos de não respeitaram a legislação.

Por lei os cães deixaram de ser coisas. O que implica?
Não é por estar escrito no Código Civil que deixaram de ser coisas. Para pessoas que viveram sempre com os animais como coisas, provavelmente só os seus filhos é que vão perceber que não é exactamente assim. O próximo passo é reconhecer personalidade jurídica aos animais. Sou uma das primeiras a defender isso.

Se neste momento um animal já tivesse personalidade jurídica, o que mudava?
Significaria que a nossa esfera de direitos estaria mais limitada por respeito aos direitos dos animais. Pode haver um conflito entre direitos fundamentais das pessoas e direitos fundamentais reconhecidos aos animais.

Lisboa devia ser uma cidade livre de touradas?
Claro que sim. Nem podia eu dizer outra coisa.

E porque é que não é?
No espaço público é. O problema é que o Campo Pequeno é privado e a câmara não tem competência para autorizar ou deixar de autorizar espectáculos no Campo Pequeno. É o último degrau que falta subir. Tudo depende da vontade da autarquia e da disponibilidade do grupo que gere o Campo Pequeno para chegarem a um acordo.

O Governo ainda financia a tauromaquia. Como encara isso?
Como uma morte anunciada. É provável que os subsídios terminem antes das touradas, comprometendo a sua viabilidade económica.

O que é preciso para melhorar a lei que criminaliza os maus tratos?
Consagrar claramente a morte directa e intencional de um animal como um crime inequívoco. Se um cão morre com um tiro ou uma facada, à partida existe margem na lei para se dizer que isso não está previsto no crime de maus tratos.

Porque é que acha que a lei foi feita assim?
Foi o resultado de muita negociação. Ou passava isto ou não passava nada.
Também há quem pense que já se foi longe de mais.
E também quem diga que para dissuadir os maus tratos pode ser mais eficaz reforçar o quadro contra-ordenacional do decreto-lei  de 2001 que transpõe a convenção europeia de protecção dos animais de companhia, cujas sanções pecuniárias podem ultrapassar os 3700 euros. O que ultrapassa quase sempre as penas de multa [aplicadas àqueles que são condenados ao abrigo da lei que criminaliza os maus tratos, que é de 2014], que não vão além dos mil e tal euros. As molduras penais dos crimes de maus tratos são tão baixinhas que ninguém leva isto a sério. A pessoa condenada pela primeira vez por maltratar um animal nunca vai presa.

As penas deviam ser mais pesadas?
Pois deviam. Mais que não seja, equiparada ao dano ou superior ao dano. O dano de um objecto tem uma pena de prisão até três anos.

Neste momento, uma pessoa sem cadastro podia cumprir cadeia por maltratar um animal?
Não, não. Tinha de ser uma coisa com especial perversidade, com muitos animais torturados, um crime continuado no tempo – e mesmo assim seria ousado.

Então quando diz que a moldura penal tem de ser mais pesada é a que nível?
Tudo. Subir a multa e subir também a pena de prisão. Os animais mudaram de estatuto não foi para ficarem abaixo das coisas, foi para ficarem numa categoria com mais dignidade do que as coisas. As touradas implicam sofrimento para os animais, se a natureza deles é serem sensíveis, estamos obviamente numa incompatibilidade que algum dia vai ter de ser resolvida.

FONTE: publico.pt

Recebi o pedido da amiga Cíntia Frattini que recolheu aquele mundo de porcas acidentadas no Rodoanel de Sampa em setembro de 2015. Não foi mole... Agora, o pior, é manter as queridas porconas durante todo este tempo. Confiram as diversas postagens que fizemos desde 2015 mostrando o trabalho da nossa Cíntia. Não é mole!!!!!! 

POR FAVOR, vamos ajudar!!!!! na hora que a proteção animal pediu ajuda a ela e ela abriu seu sítio para recolher as "Marias" prometeram ajuda para usa manutenção...... Agora, ele vive se virando nos trinta, pô!!!!! Isto não se faz com uma companheira. Portanto, vamos ocupar o lugar das "protetoras" que largaram ela que se desdobra nesta luta.... Confira mais informações no Facebook Santuário Terra dos Bichos
==============
"Olá amigas e amigos!
Estamos de novo sem ração para as porcas a partir de amanhã... Será que você, que nos conheceu de perto e viu como nosso trabalho é sério, poderia ajudar um pouquinho? Apenas R$ 1,00 de cada um já faz toda a diferença... A campanha das fossas também não deu certo... as contribuições não resultaram num montante significativo então acabamos usando para alimentação delas desde a semana passada... e amanhã acaba... 
É... Não está fácil... 😢
Existem diversas formas de ajudar:
Doe por depósito em conta:
Banco: Itaú
 Agência: 3740
 Conta corrente: 29930-4
 Favorecido: Cintia Frattini
 Quem precisar do CPF é só pedir...

Doe com seu cartão de débito, crédito, boleto no Pag Seguro:
www.santuarioterradosbichos.org.br

Doe pela Vakinha: 
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/santuario-terra-dos-bichos-2

Seja um apoiador fixo, cadastre-se para nos ajudar mensalmente:
https://apoia.se/santuarioterradosbichos  "


Gente de Deus!!!!! olha que loucura deste imbecil.... como o cachorro não queria jogar bola ele joga o pobrezinho no meio do pântano...... Juro que eu ia pro inferno satisfeita depois de arrancar a pele deste mequetrefe a unha...... pedacinho por pedacinho..... ô que nojo!!!!!!
------------------
O vídeo viral que apareceu nas redes sociais aparentemente pertence ao estado de Kerala, no sul da Índia. Uma pessoa é vista jogando seu cachorro de estimação em um corpo de água barrenta por se recusar a se juntar a ele em um jogo de futebol sem pressa.

Nova Délhi (Sputnik): Com a Copa do Mundo da FIFA em andamento, o frenesi do futebol está em alta. No dia da abertura do torneio, um vídeo viral envolvendo futebol está deixando os amantes de animais irritados. O vídeo gravado em uma câmera móvel portátil mostra um fã de futebol vestindo uma camiseta argentina tentando jogar futebol com seu cachorro na camisa cor de limão do Brasil.

O homem é visto chamando o cão pelo seu nome Neymar e pedindo-lhe para jogar futebol junto com ele. O cachorro mal se deita e o mestre furioso joga o canino no pântano adjacente. Amantes de animais zangados estão compartilhando o vídeo no Twitter, pedindo à administração do estado que tome medidas contra a pessoa.

Fonte: Sputinik News

Pena que nenhuma ONG conseguiu pegar o pobre animal que depois de ter passado por tanto sofrimento, foi guinchado e devolvido às Docas do Porto..... Coitado do bicho!!!! vontade de morrer saber de tanto sofrimento!!!!!! Uma pessoa da proteção tentou pegá-lo. Leia AQUI.
----------------
Animal caiu durante o transporte de cargas vivas a partir do porto de São Sebastião. Veleiro laçou animal com boia e 'guinchou' até a praia das Cigarras. Ele foi devolvido ao porto.

Um boi à deriva foi resgatado do mar, em São Sebastião (SP), por tripulantes de um veleiro nesta quinta-feira (14). O animal caiu durante o transporte de cargas vivas a partir do porto e, após o socorro, foi levada para a Praia das Cigarras. A Defesa Civil informou que acompanhou o trabalho e devolveu o boi à Companhia Docas, que administra o sistema portuário.

O animal foi avistado no mar por velejadores por volta das 9h30. Com uma boia, eles laçaram o animal para fazer o reboque e navegaram até a praia mais próxima.

Não há informação sobre o tempo que o animal passou dentro do mar antes de ser resgatado. A Companhia Docas deu outra versão ao resgate. (leia abaixo). Com um guindaste, o boi foi colocado em um caminhão e levada para a Companhia Docas.

Socorro
A Secretaria Estadual dos Transportes informou em nota que, ao cair, o boi foi prontamente resgatado e reembarcado, com boas condições de saúde após avaliação do veterinário a bordo do navio. A pasta foi questionada sobre a versão de que o animal foi resgatado por um veleiro particular e, sobre as fotos, que mostram a vaca na praia, mas preferiu não comentar.

A Transcopa, que faz a operação logística portuária e apontada pelo secretaria como responsável pelo embarque, informou que atua apenas na chegada dos animais ao porto até o embarque no navio. "Após estarem os animais acomodados dentro do navio, cessa toda e qualquer responsabilidade por parte de nossa empresa na operação, não sabendo informar em quais condições ocorreram o evento, pois como dito, após o embarque dos mesmos, não há qualquer intervenção por parte de nossa empresa dentro do navio", diz trecho da nota.

A empresa informou ainda que se solidariza com a situação do animal por zelar e cumprir todas as regras de segurança e trabalho.A Prefeitura de São Sebastião destacou que a responsabilidade da operação de embarque de animais vivos no porto é da administração do espaço e do operador portuário contratante do serviço. "A Defesa Civil Municipal prestou apenas um apoio operacional no resgate do animal que se encontrava no mar", disse em trecho de nota o governo.


FONTE: G1
-----------
Vejam o vídeo publicado no Facebook da Beatriz Silva que foi a pessoa que se propôs a ficar com o pobre boi. Ela já tinha até dado nome a ele..... Que tristeza, minha gente!!!!!

Temos falado muito sobre os burros que são esfolados quase vivos para serem vendidos na China. Isto acontece no mundo inteiro. Já falei aqui que precisamos acompanhar nos "interiores do Brasil" se esta máfia não está agindo aqui. Aqueles abatedouros na Bahia que matam burros precisa ser investigado.... Seria o fio da meada de uma investigação saber os compradores do couro de burro deles..... Vejam algumas postagens que já fizemos a respeito: 
2 - Burros espancados até à morte para uso em medicina tradicional chinesa -
3 - Chineses correm o mundo atrás do couro de burros
4 - Procura na China ameaça sobrevivência de burros em África
==============

O roubo e contrabando de burros em várias partes de África está a colocar esta espécie em perigo.
Burros roubados, abatidos e esfolados, tudo por causa da pele pois conteria um ingrediente essencial utilizado na medicina tradicional chinesa e muito procurado pelas mulheres para o tratamento de problemas de saúde que vão desde dores menstruais até problemas de sono.

"Vendemos todos os produtos feitos com gelatina de burro. Eles são produzidos pela companhia de gelatina Dong'e e o principal alvo são as mulheres mas também é bom para os rins dos homens. Enriquece o sangue das mulheres também", afirma uma vendedora chinesa na localidade de Dong'e, localidade chinesa na província de Shandong.

Em apenas uma década, a população de burros na China caiu para metade, são agora 5,5 milhões. A oferta não satisfaz a procura daí a necessidade de recorrer a África. Para as comunidades locais, isto representa um problema que é agravado pelo aumento do roubo e contrabando destes animais. Isto apesar de 14 países africanos já terem proibido a exportação de peles de burro.

"Outro problema é que os burros são animais que levam muito tempo para reproduzir. A gravidez demora um ano e do nascimento até atingirem a idade de reprodução são quase três anos", adianta o veterinário Calvin Solomon Onyango, gestor de programa do Santuário dos Burros no Quénia.

Neste santuário para burros no Quénia, a solução é simples. Há que proibir totalmente o comércio em peles de burros antes deste espécie entrar em extinção no continente, ou mesmo a nível mundial.

FONTE: euronews

Animais ainda sobrevivem graças a sua capacidade de sobrevivência.... Pobres animais destruídos pelo excesso de população humana que não para de invadir seus habitas.....
-------------
Espécies diurnas de todo o planeta aumentaram sua atividade durante a noite, quando há menos presença humana
Animais que há milhões de anos exercem hábitos diurnos estão trocando o dia pela noite. Sejam grandes ou pequenos, de floresta ou de savana, predadores ou presas, em todo o planeta as espécies estão transferindo a maior parte da sua atividade para o horário noturno. Um amplo estudo aponta a expansiva presença humana como a causa de dessas mudanças que podem transtornar a dinâmica de ecossistemas inteiros.

O impacto dos humanos sobre a vida selvagem tem muitas arestas. A mais evidente é a redução do espaço disponível para os animais à medida que a espécie humana foi se expandindo pelo globo. Além disso, esses espaços naturais são cada vez mais reduzidos e esquartejados, e sua qualidade se reduz a cada nova infraestrutura que os cerca. Uma das consequências de tudo isto é que os animais se movem cada vez menos nas zonas com presença humana e se refugiam em áreas cada vez mais diminutas. Mas há outra forma de se esconder das pessoas: só sair quando elas vão dormir.

Um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos comprovou o caráter global dessa translação da vida animal para os horários em que o grande predador diurno descansa. Reunindo os resultados de dezenas de estudos sobre os movimentos de 60 espécies de mamíferos nos cinco continentes, os cientistas comprovaram que onde há uma perturbação humana os mamíferos têm 1,36 vez mais atividade noturna, em média. Isto significa que um animal que, sem perturbações, distribuiria em partes iguais suas atividades entre o dia e a noite aumentaria sua atividade noturna em até 68%.

Em conjunto, os mamíferos se tornam 1,36 vez mais noturnos na presença de perturbações humanas

“Há indícios de que animais de todas as partes estão ajustando seus patrões de atividade diária para evitar os humanos no tempo, já que é cada vez mais difícil para eles nos evitar no espaço”, diz a autora principal do estudo, Kaitlyn Gaynor, da Universidade de Califórnia em Berkeley (EUA). “Como as pessoas são mais ativas durante o dia, os animais estão passando para a noite”, acrescenta. Essa mudança se produz seja no caso de herbívoros ou grandes carnívoros, como o tigre. O padrão se repete tanto nos mamíferos menores, como o saruê, como em alguns que chegam a pesar mais de 3,5 toneladas, como o elefante africano.

O mais chamativo dessa análise, publicada na revista Science, talvez seja que os animais estão se tornando mais noturnos independentemente do nível de perigo que os humanos representam. “Esperávamos encontrar uma tendência de aumento da atividade noturna nas proximidades dos humanos, mas nos surpreendeu a consistência dos resultados. Os animais respondem a todos os tipos de perturbação humana, sem importar se realmente representam uma ameaça direta”, acrescenta.

O trabalho de Gaynor se baseia em dezenas de estudos que usaram diversas técnicas de rastreamento dos movimentos dos animais (balizas, colares com emissores de rádio, GPS, armadilhas fotográficas e observação direta) diante de um leque de presenças humanas, de excursionistas a caçadores, passando por campos de cultivo e estradas. Um desses estudos rastreou uma espécie oportunista, a raposa, pelas terras de Castela-La Mancha (centro-sul da Espanha), numa série de entornos de menor (parque nacional de Cabañeros) ou maior presença humana (arredores de Ciudad Real).

“Os animais estão ajustando seus padrões de atividade diária para evitar os humanos no tempo”

“Embora seja um animal crepuscular, quanto mais perturbação humana havia, mais a raposa tendia a reduzir sua atividade diurna”, diz o biólogo Francisco Díaz, da Universidade de Málaga, e coautor daquele estudo. Para as raposas mais noturnas, produzia-se um desajuste temporal com sua principal presa, o coelho, eminentemente diurno. Por sorte delas, as raposas estão entre os animais que melhor se adaptam ao meio. “Mas há outras espécies com milhões de anos de adaptação a uma conduta diurna que não são tão plásticos”, recorda Díaz.

As consequências dessa mudança de tantas espécies para a noite ainda são incertas. Em princípio, pareceria que deixar o dia para os humanos facilitaria a coexistência deles com os animais. Mas uma mudança tão generalizada e rápida de padrões de atividade moldados durante milênios pode alterar todo um ecossistema. “No caso dos predadores não adaptados a caçar de noite, poderia ocorrer um aumento da população dos ungulados que eram suas presas, o que afetaria a disponibilidade de cobertura vegetal, produzindo um efeito em cascata”, comenta a pesquisadora Ana Benítez, da Universidade Radboud, da Nijmegen, nos Países Baixos.

Para a ecóloga espanhola, que também investigou os diferentes impactos humanos sobre a vida animal, o mais relevante desta pesquisa é que ela confirma uma hipótese exposta nos anos 1960 pelo biólogo Fritz R. Walther: “Os animais respondem igualmente perante os humanos, sempre nos veem como predadores”, comenta. Isso leva a questionar se o impacto de um caçador pode ser o mesmo que o de um excursionista amante da natureza. Para Gaynor, sua pesquisa “sugere que basta a nossa mera presença para interferir nos padrões naturais de conduta”.

FONTE: elpais

Parece que lá foi bem movimentado. Aqui no Brasil ainda não recebi nem li nada a respeito.
--------------
Manifestação em Lisboa começou no Cais do Sodré e terminou na Praça do Comércio. Aconteceu em simultâneo com iniciativas idênticas em outros países, para assinalar o Dia Internacional Contra o Transporte de Animais Vivos.

Dezenas de pessoas protestaram nesta quinta-feira em Lisboa contra a exportação de animais vivos através de transporte marítimo em condições que dizem ser degradantes, uma iniciativa a que se juntaram os partidos PAN e Bloco de Esquerda.

O protesto, uma manifestação que começou no Cais do Sodré e terminou na Praça do Comércio, junto do Ministério da Agricultura, foi organizado pela Plataforma Anti-Transporte de Animais Vivos (PATAV) e aconteceu em simultâneo com iniciativas idênticas em outros países, para assinalar o Dia Internacional Contra o Transporte de Animais Vivos.

sabel Carmo, da PATAV, disse à Lusa que o negócio da exportação de animais vivos começou em Portugal em 2015 e que teve desde então um "crescimento exponencial", passando de 9000 animais nesse ano para 103.000 no ano passado.

Segundo a responsável, são animais (bovinos e ovinos especialmente) que viajam "em condições degradantes", que são sujeitos a maus tratos logo no momento do embarque, algo que, disse, a PATAV tem testemunhado no porto de Setúbal.

Isabel Carmo fala de "descargas eléctricas consecutivas" e de queda de animais em rampas, diz que os animais que morrem no caminho são deitados ao mar, e conta que ultimamente o encaminhamento para os navios é tapado com lonas, o que vai contra a lei.

"Não conseguimos compreender no meio disto tudo qual é o papel da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV)", disse a activista à Lusa.

A PATAV já teve reuniões com todos os grupos parlamentares e entregou na Assembleia da República uma petição para abolir o transporte de animais vivos para países fora da União Europeia.

Em Dezembro de 2017 o partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) já tinha apresentado um projecto de resolução para restringir o transporte de animais, mas foi chumbado.

André Silva, deputado do PAN e presente na marcha, explicou à Lusa que quando a petição for discutida, "em Setembro ou Outubro" o PAN apresentará também iniciativas legislativas, como a obrigatoriedade de um veterinário a bordo, a restrição de viagens superiores a oito horas, a existência de uma parte do navio para enfermaria e a interdição de exportação para países onde o abate de animais não seja semelhante ao de Portugal.

E o bem-estar?
O PAN, explicou também, quer que a DGAV seja reformulada, porque apenas "no papel" tem a tutela do bem-estar animal. A DGAV, disse, é uma "entidade da administração que é absoluta e totalmente conivente com os produtores" e "não faz aquilo que lhe compete que é assegurar as normas de protecção e bem-estar animal".

"Precisamos claramente, porque não temos em Portugal, de uma autoridade nacional para a protecção e bem-estar dos animais", disse.

Maria Manuel Rola, do Bloco de Esquerda, disse à Lusa que o partido tem igualmente uma iniciativa, que apresentará quando da apreciação da moção da PATAV, e considerou que tem havido uma mobilização crescente de pessoas contra o transporte degradante de animais vivos.

"Parece essencial que se garanta o mínimo dos mínimos do bem-estar animal a bordo. A nossa proposta vai no sentido de alterar a legislação que existe relativamente ao transporte de animais para que os animais que são transportados de barco para países fora da União Europeia tenham outras condições, de saneamento, ventilação do ar, e que exista uma pessoa que consiga prover o bem-estar animal durante toda a viagem, garantindo que existe um médico veterinário", disse à Lusa.

Exibindo fotos de vacas e ao som de música e palavras de ordem como "animais no mar poluição a dobrar", os manifestantes transportaram também faixas com frases como "os animais não são mercadoria" ou "pela diversidade e bem-estar animal".

FONTE: publico.pt